História The Exception - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Jaylor, Norminah, Romance, Trolly
Exibições 84
Palavras 1.831
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Algumas observações, para quem não lembra Megan Smith é a ex namorada da Taylor, Sei que muitos não vão aprovar as ações do capítulo, mas boa Leitura meus bolinhos, amo vocês💝💝💝💝💝💝💝💝💝😍

Capítulo 33 - Betrayal?!





 

[...}



 

A olhei assustada, com receio da bebida ter afetado o senso dela. E me afastei um pouco.


 

:-Eu não fiquei de gracinha, porra nenhuma, porque não sou uma qualquer! Você queria o que?! Que eu mandasse ela sair?!



 

:-Sim, seria muito mais digno, do você deixar ela falar coisinhas no seu ouvido! Porra Júlia! -Ela se afastou, chutando uma almofada que estava no chão.



 

:-Issartel passou dos limites, eu sei, mas eu não tenho culpa, estava distraída quando ela veio contar coisa no meu ouvido Taylor!!!!!- Respirei fundo, tentando manter a paciência.




 

:-Você é cega agora Júlia?? Não queira me fazer de otária. Você deve amar ter ela assim não é? Aos seus pés! ,eu não sou o suficiente né?





 

:-Que merda você tá falando Jauregui???! Analisa a bosta que você acabou de falar!, tá achando que eu sou o que??- Digo num tom mais alto.





 

:-Não tô achando merda nenhuma Hansen, quer saber? Eu vou pra casa, coisa que eu já devia ter feito a muito tempo!- Ela virou, seguindo na direção da porta.





 

:-Taylor Nicole volte aqui!!! Eu ainda não terminei!- Corri até ela, a segurando pelo braço- Você duvida de mim? Do que eu sinto por você?




 

:-Não quero responder essa pergunta, não agora! -Ela disse, tentando puxar seu braço.



 

:-Ahh então é assim? Você tá escolhendo ser dessa forma?!




 

:-Absoluta, agora passar bem...-Taylor puxou seu braço, saindo do quarto como um furacão.




 

:-Que inferno!!!!!- Peguei um jarro que estava em cima da mesa, atirando na parede- Caralho!- Me encostei na porta, deixando o meu corpo escorregar e pus as mãos na cabeça. Não pude conter as lágrimas, não consegui controlar, era inevitável…




 

Me encolhi por ali mesmo, chorando feito criança. Até que escutei três batidas na porta, mas não me movi e permaneci em silêncio.




 

:-Filha sou eu...Você está aí?- Escutei a voz da Dinda Ally.




 

:-Oi tia?!- Me levantei limpando as lágrimas e abri a porta.




 

:-Porque está chorando meu amor?- Minha pequena me abraçou.





 

:-Aconteceu umas coisas Dinda, mas já vai passar!- Sequei as lágrimas teimosas.





 

:-Foi a briga com Taylor não é? Ela passou feito furacão na escada e Lauren me contou o que Keana fez lá embaixo!- Ela disse baixinho.



 

:-Sim...Foi por isso! Nós brigamos feio - Digo, abaixando o olhar.





 

:-Filha...Você não percebe que é isso que Keana quer? Que vocês duas briguem, não deixe isso acontecer Júlia! Não caia nessa- Ally disse me encarando.




 

:-Não quero pensar nisso agora Dinda, a Taylor foi muito grosseira comigo e ainda estou muito chateada!- Digo, me sentando na cama.





 

:-Com licença...- Escutei a voz de Lauren- Eu só digo uma coisa, quero que vocês duas conversem de novo! Keana está jogando e se continuar desse jeito, você vai perder a mulher que eu sei que tu ama Júlia!




 

:-A Lauren tem razão Jully! Não caia nessa armadilha!- Dinda Ally complementou.




 

:-Agora eu preciso esfriar um pouquinho a cabeça. Daí eu penso no que fazer Okay? Prometo pra vocês!




 

:-Só não deixe pra depois! Se não as coisas podem ficar piores! Engula o seu orgulho por amor!- Lauren disse, séria.




 

:-Pode deixar Tia Lo, obrigada vocês duas...Mas podem me deixar um pouco sozinha?- Pedi para elas.




 

:-Se cuide meu amor!- Dinda Ally disse.



 

:- Até daqui a pouco pequena! -Lauren disse ao sair junto com a Dinda. Me deixando, deitada na minha antiga cama.




 

Pov Megan Smith…





 

Estava ocorrendo tudo como o planejado, Keana me ligou avisando que Taylor já tinha saído da festa. Sim eu conheço a Keana.


 

Nos conhecemos tem 1 ano, foi em uma festa da nossa amiga em comum, Alexa Ferrer e por esses dias nos esbarramos novamente. Ela estava meio triste, andando pelo shopping quando a gente se esbarrou.



 

Então ela me contou que estava apaixonada, pela modelo para qual ela trabalha e por ironia do destino essa modelo é a atual namorada da Taylor, a minha ex.


 

Um dia eu a amei muito... Mas hoje? Só quero que ela sofra. Daí armamos um plano para separar as duas, que tá sendo posto em prática.



 

:-A patinha chegou!- Murmurei sozinha, avistando o carro de Taylor, parar em frente a sua casa. Me levantei das escadinhas que dão pra varanda e a esperei.





 

:- O que você tá fazendo aqui? Saia agora! - Ela disse com a voz embargada.




 

:-Só quero conversar Taylor! Eu vim em paz...- Levantei as mãos em rendimento.




 

:-Eu não estou em condições para conversas Megan, vai embora- Ela disse abrindo a porta de sua casa.





 

:- Por favor Taylor, nós podemos tomar um vinho...- A encarei séria e percebi que ela pensou...Assim me deixou entrar em sua casa.




 

:-Seja breve, não quero ninguém me perturbando!- Ela se jogou no sofá da sala. Notei que a mesma já tinha bebido, senão já tinha me posto pra fora daqui.





 

:-Relaxa Jauregui...Vou pegar um vinho para nós! -Caminhei até a bancada, onde tinha um vinho e caminhei até a outra parte para pegar as taças.




 

Olhei para frente, tendo a certeza de que Taylor não estava olhando e peguei o "Boa Noite Cinderela", derramando no vinho dela, mexi com o dedo para ela não notar e voltei até onde a mesma estava.




 

:- Você não tinha nem que estar aqui! Você é uma filha da mãe! - Ela disse ao pegar a taça da minha mão.





 

:-Ei ei, quanto amor hein neném!-Ri baixo, observando ela virar o vinho com tudo.




 

:-Filha da puta!- Taylor ficou resmungando algumas coisas até o remedinho fazer efeito.




 

Assim que a vadia apagou, comecei a tirar sua roupa até deixar Jauregui totalmente nua, jogada no sofá.



 

Tirei minhas roupas também, deitando em cima dela. Prontinho! Agora é só esperar a idiota da namorada dela cair.



 

                          Pov Júlia Hansen…





 

Cansei de ficar no meu antigo quarto chorando e resolvi seguir o conselho de Lauren. Arrumei meu cabelo e minhas roupas, pegando o carro de Mama para ir até a casa de Taylor.



 

Enquanto eu dirigia, começou a tocar One do Ed Sheeran, me fazendo lembrar dela e sorrir feito uma boba, foi essa a música que ela cantou antes de me fazer o pedido de namoro.




 

:-Aí Jauregui...- Digo ao estacionar na frente da casa dela- O que não faço por você né? O que não faço por amor? -Sai do carro, andando até a porta e notei que as luzes estavam acesas.




 

Chamei por algumas vezes, porém não obtive resposta, então abri a porta que não estava trancada e caminhei até a sala.



 

:-Amor?- Chamei, olhando para os lados- Taylor?... T-Taylor??


 

Meus olhos pararam no sofá onde presenciei a cena que nunca esperei ver, uma dor atingiu ao meu peito, eu não podia acreditar no que tava vendo! Não... Só podia ser mentira, pelo amor, Deus! Não faz isso comigo.



 

Jauregui estava nua, com uma mulher em seus braços...Senti meu corpo todo gelar, o coração acelerar e as lágrimas começarem a cair.




 

:- Porque você fez isso comigo? -Digo entre lágrimas, me virando pra sair dali.



 

:-Quem é você? -Escutei uma voz e me virei, vendo a mulher que estava em cima de Jauregui, me encarando.




 

:-Eu sou Júlia Hansen...A namorada dessa menina aí no sofá ou melhor, ex namorada!




 

:-Ela me disse que estava solteira, eu sinto muito querida!- Sente muito?! Que sinta minha mão em sua cara, vadia dos caralhos. Ao ouvir essas palavras o ódio subiu, me fazendo esquentar.





 

:- Não...Você não sente! Agora sai daqui antes que eu quebre sua cara!- Ameacei a mesma.





 

:-Nossa...Quanto agressividade, você foi traída, mas eu não tenho culpa né? -Ela disse, pondo suas roupas.





 

:- Cala a boca! Eu não quero ouvir a Porra da tua voz, sua vagabunda!- Parti para cima dela, começando a dar socos pelo rosto da mesma.





 

:-Sua louca!!! Me solta- Ela começou a gritar, mas eu não conseguia parar com os socos, estava descontrolada.




 

:-Eu vou acabar com a tua cara!- A segurei pelo queixo- Foi bom dar para a minha mulher? Hein??? Me responda!!!




 

:-Foi ótimo! Ela tem uns dedos que...- Não deixei ela terminar a frase e dei um soco tão forte, que o nariz dela começou a sangrar.




 

      Deve ter quebrado essa porra.





 

:-Ohhhh porra!!!- Ela gritou de dor- Sua vagabunda!





 

:-Sai daqui seu lixo!- A chutei sem dó- Para fora porra!!!





 

:-Eu não vou sair daqui enquanto Taylor não acordar, sua corna!!- Ela gritou.




 

:-Ahh você não vai não é? -Peguei a mais velha pelos cabelos a arrastando até a porta da sala- Isso ainda não acabou! Você ainda me paga!- Empurrei a vadia para o lado de fora, jogando suas coisas junto.




 

:-Isso não acabou por aqui Hansen...Eu ainda te mato!- Bati a porta com força, ignorando a fala dela e me sentei no chão.




 

Deixando as lágrimas caírem, sem tentar controlar, porque logo agora? Porque meu Deus?? E agora? Como agir? O que fazer? Porque teve que ser assim?, dói demais...Ela disse que me amava! Todos os nossos momentos? Postos no lixo? Todos os momentos de amor, as noites que nos amávamos sem pausas? Parece que foi tudo uma mentira.



 

Me levantei, limpando as lágrimas e fui até o sofá onde Taylor dormia ainda nua, tinha uma taça de vinho na mesinha de centro e peguei a mesma.




 

:-Acorda sua traidora!- Joguei o resto do vinho no rosto dela. Que levantou como se estivesse morrendo afogada, assustada.




 

:-Ohhh meu Deus, o que aconteceu? Você que tirou minha roupa? -Ela me encarou confusa.



 

:-Como você pode ser tão cínica Jauregui? Como?- Gritei partindo para cima dela.




 

:-O que você tá fazendo? -Ela disse, segurando meus braços.




 

:-Você é uma filha da puta Taylor...- Me soltei dela, sentando no chão aos prantos- Você me traiu porra!




 

:-O que? Não!! O que você tá fazendo Caralho? -Ela disse, procurando suas roupas.




 

:-Para de ser cretina Jauregui!- A encarei, me levantando do chão- Eu cheguei aqui e você estava com uma mulher em seus braços Taylor...Nuas! Você acha que eu sou cega? Que sou idiota?



 

:-Eu...- Ela pôs a mão na cabeça- Porra, a Megan armou tudo isso! Filha da puta




 

:-Acabou Taylor! Nosso relacionamento acaba por aqui!- Me virei para ir embora.



 

:-Julia não! Ela armou isso tudo, é a ex que eu te disse...Porra!- Ela segurou meu braço, com lágrimas nos olhos.





 

:-Nunca mais me procure Jauregui...Está tudo acabado entre nós! -Puxei meu braço.





 

:-Júlia não!!!- Me virei com raiva, acertando um tapa no rosto dela, foi sem pensar...Eu não queria ter feito isso.





 

:-Tudo bem...- Ela abaixou o cabeça com as lágrimas caindo- Eu deixo você ir!- Ela murmurou com a mão no rosto, com certeza eu machuquei ela.





 

:-Não me procure Taylor...Nossa! Estou muito decepcionada com você, eu me apaixonei, me entreguei por completo, confiei minha vida, meus segredos, o meu corpo, pra você me trair?! Mas foi bom sabe? Que eu aprendi...a não ser trouxa Taylor!- Digo para ela.




 

Sai da sala com pressa, segurando o choro, querendo que nada disso estivesse acontecendo, rezando para que eu acorde de um pesadelo.


Notas Finais


Desculpe qualquer erro😉😉😉😉😉😉


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...