História The Exception - Capítulo 69


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Camren, Jaylor, Norminah, Romance, Trolly
Visualizações 173
Palavras 1.681
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi bolinhos! Lhes desejo uma Boa Leitura e uma Boa Noite 💙💙💙💙💙💙💙 Espero que gostem 😄😄😄😄😄❤❤❤❤😍

Capítulo 69 - You're...?





 

South Beach-Miami-EUA, Friday. 09:20 AM.





 

                Pov Júlia Hansen Jauregui.




 

Hoje é o dia que viajo para Porto Rico. Como meu chefe marcou o voo para a noite, deu tempo de fazer um almoço com a família, agora completa. Grace e Müller voltaram ❤.



 

:- Eu fiz esse bolo de morango maravilhoso, especialmente para você meu amor!- Dinda Ally disse, enquanto cortava uma fatia.



 

:- Que maravilha!- Abri um sorriso, sentindo o cheiro de morango me enjoar- Eu vou lavar minhas mãos e volto já para comer!



 

:- Vê se não demora hein!- Taylor disse, enquanto eu me levantava.




 

Fiz um gesto positivo e sai dali com pressa, indo direto para o banheiro. Respirei fundo assim que cheguei, me sentindo bem melhor por não estar mais sentido o cheiro enjoativo de morango.



 

Escutei o barulho da porta se abrindo e logo pude ver Müller entrando, com uma cara que eu conheço bem… Ela está desconfiada de alguma coisa.



 

:- O que tá pegando hein? Eu te conheço!- Ela cruzou os braços- Você sempre amou bolo morango e hoje fez cara de nojo só de sentir o cheiro?



 

:- Eu não sei o que está acontecendo!- Menti, me virando para olhar no espelho.



 

:- Hansen Jauregui, amor da minha vida… Não fica me enrolando por favor!- Ela disse se aproximando de mim- Você está grávida né?



 

:- Grávida só se for de dedo né?- Menti mais uma vez e concentrei meu olhar para qualquer lugar que não estivesse na direção dela.



 

:- Você até tenta, mas não consegue mentir para mim!- Ela disse parando do meu lado.



 

:- Aff… Não mesmo! Mas por favor amiga, não conta para ninguém. Você sabe como é difícil conseguir segurar… Só quero dar a notícia quando tiver certeza de que tá firme!- Me virei para a encarar.



 

:- Você usou o seu óvulo?- Müller disse, olhando para minha barriga.



 

:- Sim, do mesmo jeito que tive o Tyler e do jeito que teria meu primeiro filho. Quero fazer uma surpresa para Taylor mas estou morrendo de medo… Sabe como é inseminação!- Abaixei o olhar.



 

:- Porque não tenta do jeito normal?- Agatha disse, me deixando confusa- É seu cunhado mesmo.



 

:- Ih menina fumou?- Dei uma risada- Nunca que Taylor permitiria que eu e o irmão dela… - Não completei a frase- E outra, 18 anos que não tenho nada com um homem.



 

:- Você não tem a 18 anos e eu a 18 horas!- Müller disse, nos fazendo dar uma​ gargalhada.



 

:- Você é uma depravada mesmo!- Comentei ao sair do banheiro e voltei para a sala de jantar junto dela. Assim que chegamos, pude ouvir um “Júlia fazia isso” saindo da boca de Mommy.



 

:- Ih menina, tu não morre tão cedo!- Grace disse.



 

:- Graças a Deus né, o que vocês estavam falando de mim?- Perguntei, voltando a me sentar na cadeira que estava antes.



 

:- Sua mãe tava contando para gente que na sua adolescência você era terrível, que nem Louise é hoje!- Meu sogro disse.



 

:- Nossa, que calúnia!!! Eu vivia viajando na minha adolescência, por ser modelo!- Cruzei os braços, me fingindo de brava.



 

:- Eu te disse que era ela naquela foto! Idiota- Josh disse para Tyler.



 

:- Em que foto?- Taylor perguntou curiosa.



 

:- Mama, eu não acredito que você era modelo!- Tyler disse boquiaberto- Como você deixou ela tirar aquela foto mamãe?



 

:- Não tô dizendo que ela era terrível!- Mommy Dinah deu de ombros.



 

:- Que foto é essa Meu Deus?- Lauren perguntou, pegando o celular do filho ao mesmo tempo.



 

:- A foto de Paris…- Rolei os olhos- Eu sei que sou linda e gostosa!- Joguei os cabelos.



 

:- Nem um pouco humilde essa menina né?- Dinda Camila disse, dando uma risada.



 

:- É a foto que ela tá com o bumbum de fora?- Dinda Ally perguntou toda meiga.




 

:- Essa mesmo!- Müller disse, olhando a foto junto com Lauren e dei uma gargalhada.



 

:- Parem de ficar vendo minha foto!- As encarei.



 

:- Você não ficava com ciúmes tia?- Lana perguntou.



 

:- Eu não! Fui eu até que tirei essa foto!- Taylor respondeu.



 

:- Ainda bem que você apareceu nora! Fez essa menina parar só em Miami!- Mama disse.



 

Ficamos juntos pelo resto da tarde, aproveitando antecipadamente. Já que não estarei aqui no almoço familiar de amanhã.



 

       18:09 PM- Airport Internacional Miami.




 

:- Mamãe, você promete que vai se cuidar lá e voltar bem?- Jasmine disse, enquanto me abraçava.



 

:- Eu te prometo meu amor!- A apertei em meus braços- Logo estou de volta!




 

:- Eu vou te ligar sempre que você puder me atender!- Minha filha disse abrindo um sorriso e se afastando um pouco para que Taylor viesse me abraçar.



 

:- Toda vez que você vai, é uma coisa… Tenho a má sensação de que algo ruim pode acontecer!- Minha esposa disse, enquanto se acolhia em meus braços.



 

:- Relaxa meu amor, eu sempre volto, não volto?- A perguntei num tom de voz baixo.



 

:- Volta…- Ela murmurou, deitando no meu ombro.



 

:- E dessa vez não vai ser diferente, me espera!- Passei a mão por seus cabelos- Segunda a noite eu estou de volta.



 

:- Eu vou te esperar!- Taylor levantou a cabeça para me olhar e sorriu.



 

:- Tchau Mama… Se cuida!- Escutei a voz de Tyler e o encarei. Não me contive e andei em sua direção para lhe dar um abraço.



 

:- Até breve filho, cuida das nossas meninas! Você é o nosso homem da casa!- Digo.



 

:- Pode ter certeza que eu vou!- Ele me encarou, abrindo um sorriso fraco.



 

:- Tchau meus amores!- Puxei minha mala, não querendo me despedir mais se não ia chorar e acenei para minha família.



 

São só dois dias mas sentirei a falta dos três.




 

 

19:17 PM.



 

Estava tentando dormir um pouco, afinal ainda restavam umas 3 horas de viagem. Mas só estava tentando mesmo, Stewart não parava de falar do meu lado, que vontade de apertar o pescoço desse homem.




 

:- Cadê o Montgomery? Porque ele não sentou com a gente?- Escutei a voz dele mais uma vez, porém me recusei a abrir os olhos.




 

:- Eu sei lá… Não sei se você percebeu mas eu estou tentando dormir!- Comentei.




 

:- Nossa… Sua grossa!- Senti Stewart me balançando- Abre os olhos, preciso te confessar uma coisa!





 

:- Porra, eu vou te bater James… Parece até criança, sossega esse cú!- Resmunguei, abrindo os olhos.





 

:- Caralho Hansen, tu tá muito chata hein… Desde quando rejeita minhas confissões? De Tpm você não tá, porque fica toda sensível e pede até carinho, você só fica azeda assim quando… - Stewart não completou a frase e ficou me encarando boquiaberto.




 

:- Quando?- Perguntei confusa, o encarando para incentivar a continuação da frase.




 

:- Quando você está grávida! Você está grávida Júlia Hansen Jauregui???- Ele perguntou num tom mais elevado.




 

:- Shiu!!! Fala baixo, desde quando você acompanhou gravidez minha?- Digo, tentando manter os olhos abertos.




 

:- Eu já acompanhei duas, que infelizmente não foram até o fim!- Ele disse, me relembrando.




 

:- Estou com medo de não dar certo de novo!- Abaixei o olhar.




 

:- Claro que vai dar certo sua boba, pensamento positivo! Como eu te ensinei… Relaxa e não faz esforço- Stewart disse, pegando minha mão.





 

:- Não conta para ninguém por enquanto tá bom?!- Pedi, o encarando.




 

:- Com toda certeza amiga, segredo nosso!




 



 

Aeroporto Internacional Luis Munoz Marin- San Juan, Puerto Rico.






 

23:34 PM.





 

Fomos recebidos pelo secretário de segurança da capital, com os carros que nos levariam para o hotel. Deveríamos ser discretos para a nossa própria segurança.




 

Alguns políticos daqui, opositores… nos odeiam,eu até entendo… Porto Rico deveria ser livre e não um território dos EUA. Mas acho que nós, federais americanos somos só um reforço de idéias para a melhora da segurança deles.




 

:- Porque você não se sentou conosco na viagem Montgomery?- Perguntei, quando já estávamos a caminho do hotel.




 

:- Kensington queria falar comigo, me sentei lá e resolvi não sair… Porque? Sentiu saudades?- Ele disse, me abraçando de lado.




 

:- Claro que não!- Me fingi de brava- Não quero papo contigo.





 

:- Ihh se fudeu!- Stewart disse, dando uma risada em seguida- Perdeu a amiga.




 

:- Ei, é sério?!- Montgomery perguntou, parando para me olhar.




 

:- Claro que não idiota!- Abri um sorriso- Tô tirando com tua cara.




 

:- Aff, bobona!- Ele rolou os olhos, me fazendo acertar um soco em seu peito.




 

:- Vai dividir quarto com quem?- Stewart perguntou para ele.




 

Como não tinham muitas reservas, meu chefe decidiu colocar dois agentes em cada quarto. Como sou a única mulher do grupo, optei por ficar com Stewart. Confio nele, sei que posso ficar a vontade… Esse com certeza não me olha com maldade.




 

:- Nem sei, não tive tempo de olhar a lista… Vou ver na hora mesmo!- Montgomery disse, dando de ombros.




 

:- Só a Hansen metida que podia escolher! Mas ainda bem que ela me escolheu- Stewart disse, apertando minha bochecha.




 

:- Aí porra! Isso dói- Bati na mão dele- Tem noção de força não? Sou uma mulher delicada e sensível tá bom?- Brinquei.




 

:- Tá bom!!! Falou a menina que brinca de lutinha com os agentes- Montgomery disse.




 

:- Sou eu não pô! É a minha irmã gêmea…- Notei que o carro estava parando em frente ao hotel. Graças ao meu bom Deus.




 

Tudo que realmente preciso é tomar um banho, me alimentar e dormir… Porque amanhã o dia vai ser cheio.



 



 

:- Nossa… Tive um pressentimento ruim agora!- James disse, pondo a mão no peito.




 

:- Aff… Não amigo! Não fica com pensamentos negativos, vai dar tudo certo!- Me sentei na cama, ficando de frente para ele.




 

:- Eu espero!- Ele respirou fundo- Não sai de perto de mim tá bom?





 

Estranhei ele estar sendo protetor demais, Stewart nunca é assim… É mais implicante, como se fosse um irmão.




 

:- Está bem, nada vai acontecer!- Segurei sua mão, tentando passar segurança. Mas no fundo eu mesma estou preocupada.





 

Espero realmente que tudo dê certo nessa viagem.

 


Notas Finais


Desculpe qualquer erro gramatical ✋😎❤🌸💋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...