História The Exception - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Armin, Castiel, Dakota, Debrah, Kentin, Lysandre, Nathaniel, Personagens Originais, Rosalya, Viktor Chavalier
Tags Drama, Romance
Exibições 216
Palavras 2.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Self Inserction, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


OLÁ OLÁ OLÁ !

Bom essa é a segunda fanfic que eu faço a primeira eu apaguei. E eu realmente espero que vocês gostem.

Kissus até as notas finais.

Capítulo 1 - Begin.


             P.O.V Meggie Grey 

Paris...

Com toda certeza um belo país , eu sou do Brasil mas decidi morar com a minha tia no bairro do Kiss. O nome dela é Kate , eu resolvi aceitar logo depois de completar 3 anos que meus pais morreram. 

Nesse momento eu já estou no aeroporto de Paris tentando encontrar minha tia , o que não é muito difícil se levar em conta que ela tem um cabelo rosa. Depois de encontrar minha mala fui até a saída do aeroporto , onde finalmente encontrei minha querida tia.

    ⁃    Querida como você cresceu.- falou me dando um abraço de urso.- Está uma mulher já.

    ⁃    Também é bom te ver tia Kate.- falei e já estava começando a ficar sem ar.- Mas será que você poderia me soltar , está meio difícil de respirar.

    ⁃    Ó desculpe querida.- falou me soltando.- Vamos ?

    ⁃    Claro.- saímos do aeroporto e fomos até o carro dela.- Tia porque seu carro é rosa e cheio de flores ?

    ⁃    É porque do trabalho querida , esse é o carro da floricultura.- falou entrando no carro e eu entrei logo em seguida.- Animada com a nova escola ?

    ⁃    Não muito , mas espero fazer amigos logo.- falei suspirando.

    ⁃    Sabe que sempre que quiser vai poder ir ver seus amigo e eles poderão vir aqui não é ?- falou começando a dirigir o carro.

    ⁃    Eu sei tia , eu estou bem só estou nervosa com a ideia de ser nova na escola.- falei sorrindo.- E então onde fica sua casa ?

    ⁃    Então querida , eu estive pensando.- disse parando no farol vermelho- E eu resolvi comprar um casa só para você. Ela não é muito grande perfeita pra só uma pessoa.

    ⁃    Tia não precisava gastar dinheiro comprando uma casa , eu moraria com você sem nenhum problema.- falei a olhando meio espantada.

    ⁃    Que nada minha querida , e eu também acho que você deve gostar da sua privacidade então resolvi fazer isso por você.- falou sorrindo enquanto dirigia.- Não precisa se preocupar com contas de água , luz , telefone , etc. Eu vou pagar tudo.

    ⁃    Caramba tia eu nem sei como te agradecer.- falei sorrindo.- Você é demais.

    ⁃    Obrigada minha querida.- falou feliz.- Sua casa não é muito longe da escola então você vai conseguir ir a pé.

    ⁃    Certo , e qual é o nome da escola mesmo ?- perguntei rindo meio envergonhada por ter esquecido.

    ⁃    Sweets Amoris.- falou rindo.- vai ser fácil encontrá-la , tem uma placa enorme bem no portão. 

    ⁃    Caramba.- respondi soltando uma risada.

    ⁃    Olha só querida chegamos.- falou apontando pra uma casa de dois andares bege e branca ela era bem bonita. 

    ⁃    É linda tia.- falei descendo do carro e admirando a casa. 

    ⁃    Que bom que gostou.- falou se colocando ao meu lado.- Mas você não gostaria de olhar por dentro ?

    ⁃    Mas é claro.- falei e ela me estendeu a chave.- valeu.

Fui até a porta a destrancando , entrando já podia se ver a escada escada que levava ao segundo andar , avia um porta chaves em cima de uma mesinha ao lado da porta e também um porta guarda-chuva , a cozinha possuía um balcão e já estava mobiliada assim como o resto da casa , a sala tinha uma televisão 45 polegadas dois sofás e uma poltrona e também uma mesinha de centro. Subi até o segunda andar onde ficava o banheiro e dois quartos , o banheiro era muito bonito , possuía um box e tudo o que um banheiro deve possuir. O quarto de hóspedes era também muito bonito , e por último e mais importante meu quarto , a cama era de casal e estava coberta por uma colcha vinho e com vários travesseiros , as paredes era em um tom de marrom e branco , o que deixa o quarto com um ar mais rústico , havia um criado mudo onde estava uma foto minha com a Kate o que me fez sorrir pois sabia que havia sido ela que colocou lá. Tinha também um banheiro que era igual ao outros , além de também ter um closet. 

    ⁃    E então o que achou querida ?- perguntou minha tia atrás de mim.- gostou ?

    ⁃    Tia eu simplesmente amei.- falei me virando para abraçá-la.- A casa é incrível e meu quarto é Ual ! 

    ⁃    Estou feliz por você ter gostado.- falou me abraçando também.- quer ajuda para colocar suas coisas no lugar ?

    ⁃    Claro.- falei sorrindo. 

Arrumamos tudo que era meu em seu devido lugar enquanto eu contava para ela como estavam as coisas lá no Brasil e como havia sido minha vida lá. Contei também como foi a viagem de avião que eu havia dormido o tempo todo. Depois que terminamos fomos preparar alguma coisa para comer. 

    ⁃    O que você acha de panquecas ?- perguntou minha tia fazendo uma voz engraçada que me fez rir.

    ⁃    Uma ideia deliciosa.- falei rindo.

    ⁃    Então pegue para mim o que preciso e vamos fazer.- falou sorrindo , eu peguei todos os ingredientes e começamos a preparar claro que tiveram algumas palhaçadas no meio , eu havia me esquecido como minha tia era divertida.

Depois que terminamos de comer , conversamos mais um pouco e depois ela disse que precisava ir embora pois ainda teria que trabalhar hoje. Eu fiquei na sala assistindo filmes a tarde toda , até que ouvi um barulho vindo do fundo da minha casa , e depois um barulho que parecia alguém correndo no gramado. Levantei meio insegura e fui até a porta do fundo que era de vidro , olhei para todos os lados até que passou correndo um cachorro e logo atrás dele um garoto de cabelos ruivos , que vestia um calção jeans e uma regata branca. Sai para o lado de fora para ver melhor a cena e pelo que percebi , eu tinha uma cerca quebrada e um cão e pelo o que achei ser o mais plausível seu dono correndo no meu quintal. 

    ⁃    O que está acontecendo aqui ?- perguntei pasma.

    ⁃    Estou tentando pegar meu cachorro.- falou correndo ainda atrás do cachorro. Até que o cachorro parou e se sentou ao meu lado. 

    ⁃    Oi gracinha.- falei me abaixando e fazendo carinho na cabeça dele.- Andou dando trabalho pro seu dono foi ?

    ⁃    Você não vai fazer nada ?- perguntou meio surpreso e eu o olhei confusa.- Não vai gritar comigo , reclamar da cerca , nem detestar o Dragon?

    ⁃    Primeiro que eu não tenho motivos pra gritar com você , segundo é apenas uma cerca , acho que consigo consertar , e terceiro , Dragon é adorável .- falei sorrindo ainda acariciando o cachorro. - É um pastor de bauce não ?

    ⁃    Conhece a raça ?- perguntou surpreso se sentando ao lado do cachorro.

    ⁃    Meu pai tinha um.- falei sem entrar muito no assunto.

    ⁃    Legal.- falou sorrindo.- Sou Castiel.

    ⁃    Sou a Meggie.- falei sorrindo.- E você deveria ir embora.

    ⁃    Porque ? - falou.

    ⁃    Não te conheço.- falei simplesmente.- E você que vai pagar pela cerca.

    ⁃    Como é que é ?- perguntou surpreso e também meio irritado.

    ⁃    É exatamente o que você ouviu. Seu cachorro sua conta.- falei me levantando e indo em direção à porta.

    ⁃    Então sua cerca vai ficar quebrada porque eu não vou pagar.- falou irritado.

    ⁃    Problema é seu , do meu bolso é que isso não sai.- falei entrando e fechando a porta sem dar chances dele me responder. 

Depois de um tempo no tédio resolvi ir andar por aí , fui com a mesma roupa que cheguei pois ainda não havia me trocado , fui andando até parar em uma praça muito bonita e grande , fiquei andando por ela até me esbarrar em alguém.

    ⁃    Me desculpa , eu não estava prestando muita atenção.- falei me virando para a pessoa que eu esbarrei. Era uma garota de cabelos platinados e olhos dourados que estava acompanhada de um garoto também de cabelos platinados e olhos bicolores. 

    ⁃    Tudo bem fofa eu também estava distraída.- falou sorrindo gentilmente.- Meu nome é Rosalya, mas pode me chamar de Rosa.

    ⁃    Sou a Meggie.- falei sorrindo.

    ⁃    Sou o Lysandre é um prazer senhorita.- falou beijando a minha mão o que me fez corar.

    ⁃    Prazer Lysandre.- falei sorrindo.

    ⁃    Então Meggie você é nova por aqui ?- perguntou Rosa.

    ⁃    Sim cheguei hoje mesmo.- falei.- Vou estudar na Sweets Amoris.

    ⁃    Que legal ! É a mesma escola que nós estudamos.- falou.

    ⁃    Legal ! Pelo menos vou conhecer alguém.- falei. Ficamos conversando por um bom tempo , e marcamos que eles passariam em casa amanhã para irmos para a escola. E eles resolveram me acompanhar até em casa. 

    ⁃    Bom é aqui.- falei apontando para casa.- Obrigado por terem me acompanhado até amanhã.

    ⁃    Até senhorita Meggie.- falou Lysandre.

    ⁃    Até !- falou Rosa.- E Meggie ! Acho que seremos boas amigas.

    ⁃    Eu também Rosa.- falei sorrindo e entrando. 

Tomei um banho , me vesti e fui deitar , fiquei acordada por um tempo , pensando no dia que tive , conheci o Castiel , que me pareceu um bipolar , conheci Rosalya e Lysandre que foram muito gentis comigo , e amanhã é o meu primeiro dia de aula. Acabei adormecendo. 

_____________________________________

Acordei e olhei no relógio eram 3:00 da manhã , sabe quando você sente que está sendo observada ? Então era como eu estava me sentindo agora. Olhei para um lado depois para o outro até que meus olhos pousaram em um ruivo de olhos acizentado que me olhava da porta. 

    ⁃    AAAAAAH SEU MALUCO.- falei tacando meu chinelo nele.

    ⁃    Aí cacete !- falou passando a mão no braço dele onde o chinelo acertou.- porque você tacou um chinelo em mim ?

    ⁃    Porque você tá no meu quarto ?- perguntei ainda assustada.

    ⁃    Você deixa a porta destrancada.- falou sorrindo sarcástico.

    ⁃    E você é um lunático !- falei irritada.- Sai daqui agora ! 

    ⁃    Tá bom.- falou e se aproximou de uma estante que tinha no meu quarto. - Mas isso vem comigo !

Ai droga ! Meu diário. 

    ⁃    Não espera !- falei me levantando mas me atrapalhei com o cobertor e acabei caindo. Quando levantei minha cabeça só pude ver Castiel saindo e trancando a porta do quarto.- CASTIEL ! VOLTA AQUI ! ABRE ESSA PORTA SEI TOMATE ! 

Eu gritava mas não adiantava ele já tinha ido embora. Eu sabia que não ia conseguir pegar meu diário de volta tão cedo mas precisava sair do quarto. Lembrei que tinha uma chave extra , mas só não lembrava em qual lugar do meu quarto ela estava. Procurei até que achei na gaveta do meu criado-mudo , Castiel ficou aqui sabe-se lá quanto tempo , o que será que ficou fazendo ?

Destranquei a porta e desci as escadas , como não valia a pena ir atrás dele , resolvi comer alguma coisa , já que eu havia perdido totalmente o sono e não ia conseguir dormir tão cedo. Não sabendo que o Castiel está com o meu diário , decidi só comer uma maçã. Quando deu umas 5:00 horas eu fui tomar um banho. Demorei bastante já que não havia pressa , e quando sai vi que era 5:40. Okay demorei demais. Me vesti e desci as escadas para preparar um café da manhã. Fiz torradas e chocolate quente já que eu não suporto café. Ouvi batidas na porta e já sabia que devia ser Lysandre e Rosa.

    ⁃    Oi gente !- falei quando abri a porta.

    ⁃    Oi gata !- falou Rosa entrando e me cumprimentando. 

    ⁃    Olá senhorita Meggie.- falou Lysandre.

    ⁃    Só Meggie Lysandre.- falei sorrindo e fechando a porta.- tem torradas e chocolate quente na cozinha podem se servir à vontade. Me sentei no sofá e liguei a TV na Disney , estava mostrando Rei leão. E estava na parte em que o timão e o pumba cantam. 

    ⁃    Hakuna-Matata é lindo viver , Hakuna-Matata sim vai entender.- falei cantando junto com o filme.- Os seus problemas você deve esquecer...

    ⁃    Você por acaso ainda tem 6 anos ?- perguntou Rosa rindo enquanto comia uma torrada.

    ⁃    Qual é ?- falei rindo- É um filme muito legal.

    ⁃    Claro.- falou rindo.- Vamos logo pra escola. 

Saímos de casa e fomos em direção à escola , o trajeto todo fomos conversando e rindo muito. Até que paramos em frente a um lugar enorme com uma placa dizendo.

              "Sweets Amoris" 


Notas Finais


Espero que tenham gostado , obrigado por ter lido até aqui.
Favoritem e comentem adoro quando vocês falam as suas opiniões.

Kissus até a próxima !!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...