História The Experience - Capítulo 19


Escrita por: ~

Exibições 320
Palavras 1.119
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - I am the problem


Fanfic / Fanfiction The Experience - Capítulo 19 - I am the problem

[08 de Dezembro - 2006 ]

Depois dos procedimentos realizados em todas as experiências, por sorte ou competência da própria Sinuhe ficou tudo bem, o parasita foi removido e ambos estavam se recuperando, Ally curou o ferimento pós operatório, estavam cada um em seus ''quartos'' se recuperando e sendo devidamente medicados por uma das enfermeiras que ficava lá, Megan.

-Mani, você está bem?

-pra falar a verdade não

-o que está sentindo?

-decepção! me sentindo um monstro! nunca me senti assim por causa do meu poder mas agora estou sentindo

-por causa da Keana?

-exatamente, eu matei ela Dinah! a garota não merecia, deveria estar aqui também se recuperando, ela era linda, jovem!

-eu sei, mas não teve culpa, estava mal também e não conseguiu controlar seus poderes, não se sinta um monstro, primeiramente se fosse realmente um nem estaria ai triste por conta disso, simplesmente não sentiria nada, estar mal prova o quanto sua parte humana fala mais alto, somos humanas na verdade, só temos uma pequena diferença das outras pessoas

-não me acha um monstro então?

-claro que não -a loira se aproximou depositando um beijo no rosto dela -você é uma das pessoas mais incríveis que eu já conheci

-fala isso porque não conheceu muitas

-não, eu falo porque eu tenho total certeza e convicção do quanto especial você é

-fica aqui comigo?

-na sua cama?

-é, não quero me sentir sozinha dj, por favor

-tá, eu fico

Dinah se ajeitou na pequena cama e deitou-se grudada a morena. Camila tinha acabado de sair do banho e secava seus cabelos para ir pra cela de Lauren e levantar mantimentos para ela se alimentar, não usava mais a pulseira de proteção e estava deixando de injetar o líquido inibidor, confiava na garota e não tinha medo algum dela. Depois que estava pronta saiu do quarto encontrando com Clara

-Clara! eu queria mesmo falar contigo

-comigo? aconteceu alguma coisa pequena?

-na verdade sim, temos que ter uma conversa em particular, pode entrar no meu quarto um minuto?

-claro, mas agora estava indo atender um pedido de sua mãe, podemos deixar para uma outra hora?

-tudo bem, quando estiver desocupada é só me procurar

-certo -ela sorriu e continuou seu caminho, Camila também prosseguiu indo para o corredor vermelho e abrindo a porta, Lauren estava usando um top banco e um pequeno shortinho da mesma cor, a latina não conseguiu conter o seu olhar, observou de cima a baixo o belo corpo bem a sua frente, Lauren era maravilhosa!

-boa tarde lolo

-boa tarde Camz, estava com muito calor ai resolvi ficar assim, espero que não se incomode

-eu? não, pode ficar a vontade.. trouxe sua comida

-estou sem fome, quer jogar xadrez comigo?

-se me ensinar sim!

-vem então

As duas se sentaram na cama e Lauren ensinou passo a passo do jogo, a garota logo aprendeu e começaram a jogar

-porque não trouxe a injeção? -Lauren perguntou mexendo uma das peças

-não precisa, você fica fraca

-mas essa é a intenção, me manter fraca para que eu não cause problemas

-não está causando -mexeu uma peça

Continuaram jogando mas a latina vez ou outra perdia a concentração olhando para o decote de Lauren que de certa forma estava deixando-a um pouco inquieta

-o que foi Camz? está estranha

-não é nada, eu só estou cansada de ficar perdendo no jogo

-não quer mais jogar?

-não, prefiro ficar olhando pra você

Lauren guardou o xadrez e deitou na cama apoiando sua cabeça nas pernas de Camila que ficou mexendo em seus cabelos

-como consegue ser tão linda? seu corpo é maravilhoso

-eu não sou, e meu corpo pior ainda..

-é sim! nem imagina o quanto

-obrigada então

-Lauren

-Oi

-eu posso te beijar agora? -ela levantou sentando de frente pra ela

-você pode me beijar sem ter que pedir, só precisa ir devagar

Assim ela fez, segurou na nuca dela e uniu seus lábios aos de Lauren

-gostinho de morango

-é o meu brilho labial, passei antes de vim pra cá, você gostou?

-muito, eu amei

-então senti mais um pouco o gosto dele

Sentou-se no colo da garota que deslizou suas mãos pelas coxas de Camila e aprofundou o beijo, passou suas unhas nas costas dela devagar arrastando até o final, a latina desceu com suas mãos até perto de um dos seios de Lauren que sentiu seu corpo esquentar e uma sensação se apoderá de si, a mesma que sentiu com Alexa, ela começou a sugar aquela energia sexual vinda diretamente de Camila

-L-Lauren.. m-me s-solta.. -ela tentava falar entre o beijo mas a garota continuou

Apenas quando se deu conta do que estava fazendo se afastou de uma vez, a velocidade pelo qual fez isso foi tão grande que foi parar próximo a porta, o mais longe de Camila possível

-Sai daqui Camz

-não, eu estou bem! -disse com a respiração um pouco fraca, sentia-a um pouco sem energias

-não, você não está, acho melhor sair daqui, preciso ficar um pouco sozinha

-lolo

-por favor Camila, eu deveria pensar que, não é porque já consigo te beijar que eu posso exagerar dessa maneira, ainda é difícil pra mim controlar, tudo em mim quer tirar tudo de você, isso é tão ruim

-mas eu confio em você

-eu não confio em mim, agora pode ir? não estou querendo brigar nem nada, só preciso ficar sozinha e pensar um pouco

-tudo bem, eu volto mais tarde

-e trás a injeção por favor, acho que sem ela fica ainda mais difícil de controlar esses meus surtos

-tudo bem então

Ela saiu um pouco tristona, mas respeitou o pedido de Lauren.

POV LAUREN

Me senti um monstro definitivamente, nunca pensei que fosse encontrar alguém pela qual eu fosse me envolver dessa maneira, eu me sinto ligada a Camila de uma forma que não sei explicar direito, é como se cada célula do meu corpo se atraísse por ela, eu sinto uma necessidade de beijá-la, de estar perto, mas eu tenho medo, eu não quero machucá-la, eu sinto muito por ser dessa maneira, queria ser uma pessoa normal, comum, sem poderes especiais, apenas uma humana, assim eu não precisaria ter medo de machucá-la ou matá-la com apenas um simples beijo, eu quase não consegui parar, eu tive que unir muita força dentro de mim para dar um freio, porque o que eu estava sentindo na verdade era vontade de sugar toda sua energia sexual e matar ela e eu me sinto tão mal por isso, não é como se eu pudesse controlar essa vontade, ela simplesmente vem, talvez eu não seja a pessoa certa pra ela, talvez o melhor seja deixá-la livre de um problema, eu sou o grande problema.


Notas Finais


Só digo uma coisa, amei escrever o prox cap ^^ acho que posto amanhã
não deixem de comentar, bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...