História The Experience - Capítulo 20


Escrita por: ~

Exibições 335
Palavras 2.582
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Esse cap é tipo uma continuação do cap passado, botei uma coisinha legal que vocês merecem hehe pra animar um pouco, boa leitura!

Capítulo 20 - Make Love


Fanfic / Fanfiction The Experience - Capítulo 20 - Make Love

[08 de Dezembro - 2006 ]

Um pouco mais tarde, por volta das 20:00 da noite Camila voltou a cela trazendo algo para Lauren se alimentar e trouxe junto a injeção que ela havia pedido, entrou sem falar nada, aplicou o líquido verde nela que respirou fundo e botou a comida na pequena mesinha do lugar

-eu estou sem fome, acho que não vou jantar

-você precisa se alimentar

-eu estou bem

-acho que precisamos conversar sobre mais cedo, tem que parar de ficar o tempo todo com medo de me machucar

-isso é inevitável Camila, eu sou um perigo pra ti

-não você não é

-Camz ‘’Você merece alguém que a ame a cada batida de seu coração, alguém que pense a seu respeito a cada instante, alguém que passe cada minuto do dia apenas se perguntando o que você está fazendo, onde está, com quem está e se está bem. Precisa de alguém que possa ajudá-la a alcançar seus sonhos e protegê-la de seus medos. Alguém que vá tratá-la com respeito, que ame cada lado seu, especialmente suas falhas. Você deveria estar com alguém que possa fazê-la feliz, realmente feliz, flutuando de felicidade.’’ e eu não acho que posso fazer isso por você, eu não sei amar Camila, não sou capaz de algo tão grande assim

-mas que merda está falando Lauren? é claro que é! Não é um monstro, já falei diversas vezes isso, é humana, porém é especial e faz coisas que outras pessoas não conseguem fazer, eu no seu lugar amaria ser assim diferente, para com isso de tentar me manter afastada porque não tem jeito, já fomos laçadas e mesmo que não queria eu sei que me ama, já me disse isso através de olhares, eu sinto..

-para por favor!

-para você! Não sei porque fica insistindo nisso de me manter longe, você precisa de mim assim como eu preciso de você Lauren, e não irei a lugar nenhum, se quer me manter longe me mate! Faça o que quiser

Ela se aproximou rapidamente de Camila, sua velocidade era incrível! Assim como seus outros poderes. Olhou no fundo dos olhos castanhos da latina, aproximou suas mãos do rosto da garota mas não chegou a tocá-la, se achava insuficiente

-eu não mereço você Camz

-eu te odeio sabia? Odeio esse seu jeito marrento e sua mania de tentar me afastar, odeio quando fica negando pra si mesma sentimentos que já estão óbvios, odeio o quanto me irrita com sua teimosia, mas eu não consigo odiar o fato de amar você Lauren porque isso foi a melhor coisa que já me aconteceu e eu não vou desistir da gente, mesmo que se recuse e fique de birra, eu não vou te deixar escapar porque não desiste daquilo que se ama e eu te amo! –pegou uma das mãos da garota levando até seu coração –sinta, ele está batendo acelerado agora, isso só acontece quando estou contigo, é incontrolável, minhas mãos ficam tão frias, como se precisasse das suas para se aquecer, mesmo se eu tivesse escolha em relação aos meus sentimentos escolheria me apaixonar por ti, eu enxergo além do que consegue ver em si mesma, você se menospreza demais, é cheia de qualidades, é linda, sensível por mais que não queira demonstrar, compreensiva, inteligente, forte, especial! Carinhosa

-carinhosa? Camila eu quase machuquei você! Eu quase fiz merda apenas por te beijar, acha isso bom?

-não foi culpa sua

-foi sim, culpa do que sou! Uma aberração

-não, você não é uma aberração, é a minha Lauren, minha! Fui eu quem quis fazer aquilo, quis te beijar daquele jeito, eu exagerei, passei dos limites

-você só me deu carinho Camila

-talvez em excesso, eu sei que temos que ter cuidado e mesmo assim perdi meu controle então se for culpar alguém culpe a mim, e não a si mesma

-como pode querer estar com alguém que nem beijar direito pode? Que nem envolver-se de forma mais intensa não é possível?

-quem disse que não é? Podemos fazer isso.. podemos tentar

-eu não quero tentar, quase te machuquei e não vou voltar a fazer

-realmente não vai pois eu vou te amar Lauren.. tanto que irá esquecer esse desejo que tem de tirar as minhas energias vitais, estará concentrada em me amar também, nas mesma proporção e em tocar-me da mesma maneira que vou fazer contigo

Camila se aproximou acariciando o rosto dela e passando seu dedo indicador nos lábios carnudos e convidativos que ela possui

-me deixa te sentir? E me permita que eu te faça sentir também? Ignore os pensamentos negativos, tire da mente essa de que não vai dar certo e que vai me machucar

-eu não me perdoaria caso te mat..

-shii! Não fala, isso não vai acontecer, eu confio em você Lauren, confio e me entrego a ti de corpo, alma e coração para que me faça sua, aqui e agora, faça amor comigo Lauren..

Disse quase em um sussurro e ela atendeu ao seu pedido, segurou em uma das mãos de Camila levando-a até a cama, olhava fixamente para as íris castanhas a sua frente enquanto tirou a blusa na qual a latina estava vestida e olhou para o sutiã rendado de cor preta, ela não tinha seios enormes mas eram em tamanhos perfeitos para as que as mãos de Lauren pudessem apalpar, ela traçou linhas imaginárias entre os seios de sua garota acariciando a pele macia e fazendo-a se arrepiar, levou suas mãos até a parte de trás dele para soltar o fecho e escorregar as alças de seus ombros até deslizar por seus braços e manter Camila exposta, seus seios eram pequenos e belos, Lauren olhava admirando cada parte, passou suas mãos ali começando a massagear no local enquanto a latina fechava os olhos para sentir os toques cuidadosos e tímidos, ela fazia movimentos circulares com seus polegares nos mamilos da latina e aproximou seus lábios dali para distribuir beijos ao redor, foi beijando cada parte e deslizou a língua na pele aveludada de Camila envolvendo um dos mamilos eriçados dela com sua língua ávida, sugou bem devagar contornando toda a região com o deslizar de sua boca ali, pela primeira vez seus lábios tocavam aquela região antes vista por Lauren apenas de longe, como no dia em que a garota tomava banho e ela a observou através das paredes, nunca a tinha tocado dessa maneira, e sentia seu coração errar as batidas, sentiu-se excitada. Foi beijando a região no pescoço escorregando seus lábios ali e respirando o ar doce, o cheiro de Camila invadia as suas narinas, os beijos no pescoço arrastaram-se para a boca onde deu início a um beijo calmo, para caso tivesse que parar a qualquer momento, uniu seus lábios aos dela com um pouco de receio mas sentiu as mãos da latina em sua nuca, ela serpenteava com sua língua na boca da garota, aprofundaram um pouco o beijo e Lauren apertou com força a região do quadril de Camila puxando-a para mais perto de si, como se fossem fundir seu corpo ao dela, uma de suas mãos apertou a região traseira da latina fazendo-a arfar, Lauren mordeu o lábio inferior dela e sugou lentamente, tudo acontecia devagar, não tinham pressa, queria poder sentir ao máximo o corpo uma da outra, e precisava ser assim, cuidadosas e calmas, sem acelerar demais ou Lauren poderia não conseguir conter-se. Camila parou o beijo por alguns instantes somente pra fita-la e passar a mão sobre sua blusa folgada e pedir permissão apenas com um simples olhar para que pudesse tocá-la, a garota assentiu com a cabeça deixando a latina escorregar suas mãos por baixo do tecido tocando sua barriga que se retraiu com o toque e subindo para seus seios, eles eram um pouco maiores do que os de Camila, e belos na mesma proporção que os dela, tinha aréolas rosadas e eram durinhos, seios de uma garota jovem de 16 anos, tirou a blusa dela para que pudesse contemplar a imagem de Lauren sem blusa e sutiã algum, não foi necessário tirar a outra peça pois a garota já estava sem, usava apenas uma blusa larga branca, pela qual recebia para vestir. Camila fez a garota deitar-se na cama e logo em seguida subiu em suas coxas sentando ali com uma perna de cada lado do corpo dela, puxou suas mãos para que tocasse as suas pernas, a garota escorregava com seus dedos ali com admiração, tudo nela deixava Lauren completamente encantada, desde as curvas perfeitas de seu corpo até a curva perfeita do seu sorriso e o brilho ofuscante do seu olhar quando se encontrava com o verde do dela. A latina inclinou-se um pouco para a frente apoiando seus cotovelos na cama e deixando seu rosto a pouquíssima distancia do dela, a garota podia sentir toda tensão sexual que as envolvia, sabia que Camila estava se controlando ao máximo, queria poder explodir e lhe entregar tudo de si de uma vez por todas mas não arriscaria ferir sua pequena

-Camz eu não consigo

-consegue sim baby

-já sinto sua aura sexual e está tudo tão forte, intenso.. isso está me deixando tão..

-eu estou tentando me controlar, eu juro, isso está sendo difícil pra mim também

-eu sinto muito por ser assim

-não sinta, eu não vou perder mais tempo, eu já disse que confio em você!

Puxou Lauren para um beijo um pouco mais rápido, segurou em suas mãos para que tocasse os seus seios, estavam como imã necessitando do contato delas ali, a garota apertou um pouco mais forte por conta da euforia do beijo e sentia-a quente, excitada, sua respiração estava ofegante, queria parar mas não conseguia

-tire de mim só o que precisa.. você consegue parar.. aprenda a não tirar tudo! Só o necessário

-eu não sei se..

-não diga nada negativo, consegue sim.. me beija, eu te quero tanto! E me quer também, ou não quer?

-claro que sim, eu quero fazer amor com você

-então faça

Seguiu as instruções de Camila voltando a beijá-la, a garota sentiu algo sendo tirado de si, ela apertou os olhos respirando lentamente

-você.. pode.. parar.. Lauren, consegue isso

Era algo forte dentro de si exigindo que tirasse toda energia dela mas não o fez, foi como se toda essa vontade fosse se dissipando aos poucos, fez o que ela disse, tirou apenas o que precisava e tornou a beijá-la não só nos lábios mais em cada parte de seu corpo, retirou o restante das peças que ainda possuía no corpo e depois tirou as próprias despindo-se completamente para a latina que admirava seu corpo nu, não se envergonhavam pela nudez, era como se seus corpos já se conhecessem, Lauren foi beijando a barriga lisinha de sua garota até chegar a área sensível também lisinha, Camila não tinha pelos algum naquela região, estava devidamente bem cuidada, e toda a área estava molhada, fez então o que desejava, deslizou sua língua pela carne pulsante da latina deslizando de cima a baixo e de forma inversa, pressionou com seu dedo indicador deslizando entre os lábios rosados e pequenos de Camila, sua respiração quente próximo ali estava deixando a garota cada vez mais nervosa

-eu preciso que me toque, logo Lauren.. por favor, não aguento mais ficar com a ausência do seu toque, preciso sentir você dentro de mim.. agora

A garota sorriu de lado e começou a chupar a região íntima de Camila como se fosse experiente, sabia exatamente onde tocar para deixa-la ainda mais excitada, sentiu as mãos dela em seus cabelos exigindo mais contato então sugou o clitóris da latina soltando devagar tortuosamente, ela tentou fechar as pernas mesmo que por impulso por conta de sua excitação, é como se perdesse o controle delas mas Lauren a manteve abertas para si e com cuidado penetrou um de seus dedos na entrada apertada e molhada da latina, ela pareceu sentir-se um pouco incomodada, mas era normal, era a primeira vez que alguém a tocava daquela maneira, ela foi penetrando em um ritmo lento até acrescentar mais um dedos empurrando-os até o fim e sentindo romper algo, houve um pouco de dor, porém a excitação falava mais alto  e a latina gemeu baixinho

-UUUhhh..

-eu machuquei?

-não, tudo bem, pode continuar

-mas está doendo Camz, eu posso ver pela sua expressão

-vai passar logo, só continue, eu quero você!

Ela então prosseguiu penetrando a entrada estreita da garota, mergulhando seus dedos ali em um ritmo nem tão lento e nem tão rápido e observou as expressões dela mudarem para algo mais relaxado, sentiu-se segura para realizar seus toques então ficou passando a pontinha de sua língua pelo nervo de sua garota enquanto a penetrava, sentia o quanto seu clitóris pulsava, beijou na parte interna de suas coxas sem cessar os movimentos rítmicos de entra e sai dentro dela, eles foram aumentando gradativamente

-uuuhh, oh!

A garota gemia de uma jeito tão gostoso que ela não podia conter o sorriso que se fez presente em seus lábios, continuou a movimentar seus dedos ali e usar sua língua para acariciar aquela região sensível, o corpo de Camila começara a formigar e dar leves espasmos, sentiu o aperto daquele pequeno espaço contra os seus dedos e ouviu um gemido arrastado enquanto sentiu o líquido quente de sua garota escorrer em seus dedos, foi parando os movimentos bem devagar até retirar seus dedos dali, foi beijando as coxas dela, barriga, torso, seios, até chegar a sua boca onde depositou um beijo casto e calmo, ela ainda respirava pesadamente, suas respiração ofegava

-eu consegui

-eu sabia -ela disse ainda ofegante e com a respiração pesada -falei que confiava em ti lolo, e foi tão incrível! Melhor do que eu imaginei que seria, eu também quero te fazer sentir um pouco do que eu senti

Beijou os lábios de Lauren mas ela logo parou o beijo para acariciar seu rosto

-camz.. eu ainda não me sinto pronta, desculpa, não fica chateada comigo por favor

-oh, tudo bem linda, não tem problema, um passo de cada vez lembra? Esse já foi um grande passo pra gente, conseguiu se controlar, você foi maravilhosa, eu te amo -ela disparou as três palavras sem dúvidas nenhuma do que estava sentindo por Lauren, ela a amava, de uma maneira incontrolável

A garota ainda tinha um pouco de dificuldade para demonstrar sentimentos por mais que Camila já soubesse dos seus, deixou que seu coração falasse por si

-eu.. também te amo Camz, eu amo você!

A latina sorriu de maneira doce e tornou a beijar os lábios dela enquanto envolvia os seus braços no corpo de Camila

-dorme comigo essa noite? se não for te causar problemas

-talvez causa problemas mas eu não me importo, enfrento qualquer coisa por você, principalmente pra dormir agarrada a ti depois de fazermos amor de forma tão intensa

-eu ainda nem acredito que aconteceu.. 

-eu não imaginei que isso era tão bom.. 

-e eu nunca imaginei que trancafiada em uma ilha dentro de uma cela encontraria alguém pra amar

-eu te encontrei e você me encontrou -deu um beijo na pontinha do nariz dela

-agora eu posso me sentir um pouco mais viva e preenchida

Foram suas últimas palavras antes de abraçar o corpo ainda nu de Camila e encaixar seu queixo no ombro de sua latina depositando um beijo ali e fechando os olhos com um sorriso estampado na boca, iria dormir feliz essa noite e o motivo seria ela, Camila Cabello.


Notas Finais


Espero que tenham gostado rs Camilinha amoleceu o coraçãozinho da nossa Lauren <3 até que enfim assumiu que ama ela. comentem a opinião de vocês viu? sempre importante pra mim
ps: um textin que postei entre aspas é do filme Simplesmente Acontece
link de uma fic minha ja concluída pra quem quiser https://socialspirit.com.br/fanfics/historia/fanfiction-fifth-harmony-alem-da-amizade-camren-5553865


Depois darei outra lida pra v se tem algum erro ai corrijo, bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...