História The Fall - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chaz Somers, Christian Beadles, Justin Bieber, Lily Collins, Ryan Butler
Personagens Justin Bieber, Lily Collins, Personagens Originais
Tags Ação, Chaz Somers, Christian Beadles, Criminal, Drama, Justin Bieber, Lilly Collins, Revelaçoes, Romance, Ryan Butler
Exibições 62
Palavras 1.561
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Our first kiss


Justin e eu estávamos lado a lado na cama, observei que uma de suas pernas estava para fora da mesma, ri disso fazendo com que ele me olhasse com o cenho franzido.

— Do que você está rindo?

— Você não cabe na cama.

Ele deu um sorriso de canto, se sentando na cama. Mas logo se desfez e agora ele estava sério.

— Por quê se arriscou?

— Como assim?

— A bala acertaria em mim, você me empurrou, se arriscou por mim, por quê fez isso?

Flashback on

— Por quê? — ele perguntou

Sem entender sua pergunta, franzi o cenho abrindo meus olhos devagar.

— Por quê o quê?

— Por quê decidiu atirar naquele cara?

Por incrível que pareça eu sabia resposta para sua pergunta. 

— Por quê eu me importo.

Franzi o cenho com as palavras que haviam acabo de sair da minha boca. 

O olhei, vendo que em seu rosto havia uma expressão leve. Sem raiva, sem estresse, sem risadas. Ele apenas me observava em silêncio.

— Eu me importo. 

Repeti outra vez.

Flashback off

— Acho que foi por impulso

— Por impulso? — arqueeou as sombrancelhas

— É.

— Me engana que eu gosto.

— Você é importante para Chris, são melhores amigos, não queria vê-lo triste se tivesse acontecido algo.

— Por causa do Chris então? 

— Sim.

Concordou com a cabeça e epois de alguns minutos de silêncio ele disse:

— Chris não quer te deixar com medo, por isso ele nunca diz a verdade, pode parecer que tudo vai sempre ficar bem, mas eu tenho que ser sincero com você Millie.

— Tudo bem — levantei meu tronco me sentando na cama.

— Ainda não sabemos o por quê de você estar caída no banheiro, nem quem fez isso com você e nem sabemos se quem fez isso morreu no meio do tiroteio, podia ser qualquer um.

— Ou seja é alguém invisível — ri

— Digamos que sim, esse mundo e o que fazemos é muito perigoso pra você, é o mesmo mundo do seu pai, é o que ele também faz.— ele me olhou

— Mas se eu voltar para casa e meus tios e primo correrem perigo por minha causa?

— Por isso é melhor que você fique conosco.

— Mas e se minha tia não concordar com isso?

— Ela não precisa saber.

— Não?

— Chris teve uma idéia, já que você tem uma conta bancária no seu nome e seu pai manda dinheiro por lá, você pode dizer a sua tia que decidiu comprar um apartamento só para você, sei la, esse chilique adolescente de, cansei quero ficar longe de tudo e todos.

Ele gesticulava com aos mãos enquanto falava. Ri do seu jeito, nunca tinha o visto assim. Mas espera como ele sabe da conta no meu nome?

— Como você sabe da conta no banco? — franzi o cenho

— Eu sei de tudo.

Ele aproximou seu rosto do meu e deu uma piscadela. Engoli seco por causa da sua aproximação. Por quê ele me deixa assim? meu Deus.

Justin percebeu minha tensão e riu mas sem se afastar. Estávamos perto demais, se eu tentasse me afastar eu caíria um tombo feio da cama.

— Justin eu vou cair.

— Eu seguro.

O olhei surpresa. Meu coração já estava acelerado. Enquanto sustentávamos o olhar um do outro Justin foi se aproximando seu rosto do meu ainda mais. Nesse momento não consigui pensar em mais nada. Nossos lábios se tocaram de forma lenta e prazerosa. Pude sentir a maciez de seus lábios enquanto os meus dançavam junto com os dele. Coloquei minhas mãos em seu rosto impedindo que isso acabasse. Era tão bom. 

Um beijo lento que fazia várias sensações transbordar por meu corpo. Meu coração palpitava forte talvez fosse possível ouvi-lo. Meu corpo avisou que eu precisava de fôlego mas ao mesmo tempo pedia por mais. Parei o beijo mas antes de nos afastarmos completamente, Justin mordeu meu lábio inferior e puxou para si.

Senti meu rosto queimar e virei o mesmo para o outro lado.

— Mas já perdeu o fôlego Millie? eu mal comecei.

Eu não disse uma palavra sequer. Qual é millie, você acaba de beijá-lo e depois tem vergonha de encara-lo?

Duas batidas na porta fez com que eu agradecesse aos céus por alguém entrar no quarto e acabar com esse clima tenso. 

Era Chris. Ele entrou e pude ver que seu semblante não estava mais tao cansado como antes.

— Voltei — sorriu

— Mas já? você nem descansou direito Christian — Justin disse

— Fui para casa e tomei um banho, comi comida de verdade — riu — e já me sento bem melhor.

— Chris, você deveria ter descansado mais

Não Chris, você nem imagina o que acabou de acontecer ainda bem que você chegou.

— Estou bem, é serio, espera — Justin e eu olhamos para ele — por quê você está sentando na cama Justin? — franziu o cenho

Peguei o copo de água que estava na cômoda e beberiquei um pouco tentando disfarçar.

— Eu e Millie nos beijamos — Justin disse 

Quase enguasguei com a água. Chris nos olhou por alguns segundos e depois caiu na gargalhada.

— Conta outra Justin — disse rindo

Olhei de relance para Justin, enquanto Christian ria feito louco ele o acompanhava rindo também.

— Nunca ri tanto na minha vida como agora — disse enxugando as lagrimas dos olhos — valeu Justin

— Sempre que precisar tamo aí — Justin disse se levantando

Fiquei estática apenas observando enquanto os dois faziam um toque com mãos. Como é que é? Chris pensou que Justin estava brincando, que realmente não havíamos nos beijado? se bem que nem eu acredito que isso aconteceu. Foi tão bom.

Deixei um sorriso bobo escapar por meus lábios.

— Millie? 

— Oi? — olhei para Chris 

— Justin — apontou para o amigo já estava na porta.

— Até depois Millie — ele disse com uma certa rouquidão na voz

— Até — disse envergonhada

Justin saiu fechando a porta coloco depois. Chris se sentou na cama sorrindo.

— Eu disse que Justin sabe ser legal quando quer.

— É, disse mesmo, até engraçado ele consegue ser — disfarcei

— Verdade — riu — tenho uma boa notícia

— Qual? — perguntei

— Falei com o medico agora pouco e você vai ter alta hoje.

— Sério? que bom por quê não aguento mais essa comida — fiz careta

— Imagino, se quem tentou te atacar no banheiro estiver vivo, eu vou encontrar Millie, prometo. — assenti com a cabeça.

O dia passou bem devagar e Chris ficou comigo o tempo todo. A única coisa que eu tinha em mente era o beijo de Justin. Seus lábios macios tinham o gostinho de quero mais. 

O médico entrou na sala dizendo que eu já podia ir embora mas que se eu sentisse algo diferente deveria voltar. Peguei as peças de roupas que Chris trouxe, eram novas, ele provavelmente comprou. Troquei a roupa de hospital pelas outras no banheiro do quarto, enquanto Chris esperava. Saímos e fomos para a recepção. Christian assinou uns papéis e já estavamos liberados. Tudo que se passava pela minha mente era, o que vou fazer quando der de cara com o Justin de novo? beijá-lo? seria uma boa. 

Chega Millie.

Balancei minha cabeça tentando afastar os pensamentos. Entrei no carro de Chris com ele fazendo o mesmo. Depois de alguns minutos chegamos a mansão. Ele estacionou e saímos entrando para dentro. Meu braço ainda doía um pouco. 

Chaz e Luke perceberam nossa chegada.

— Melhor Millie? — Chaz perguntou vindo da cozinha.

— Bem melhor — sorri

— Isso é ótimo, só tenta ficar longe de problemas 

O loiro de olhos claros disse rindo fazendo Chaz e Christian o acompanhar. 

— Vou tentar — ri fraco

— Cadê o Justin e o Ryan? — Chris perguntou

— Saíram faz um tempo já — Chaz disse

— Foram resolver algo no galpão — Luke completou

Ainda bem que Justin não estava lá, assim eu não teria que encará-lo depois do que aconteceu. Mesmo assim, cedo ou tarde vamos nos encontrar, só não sei como vou agir.

Já estava de noite. Meu corpo estava exausto eu só pedia por um bom banho e depois poder me jogar na cama.

Me despedi de Chaz e Luke e Chris me levou até o quarto.

— Toma um banho que vou pedir pra empregada trazer algo para você comer, dai você dorme e descansa.

— Ok.

Ele se aproximou de mim e deu um beijo em minha testa, sorri para ele. Chris é como um irmão para mim. 

Fui até o banheiro me despindo e entrando debaixo do chuveiro. Tomei um banho longo deixando com que água levasse consigo todo o cansaço do meu corpo. 

Fechei meus olhos sentindo a água quente escorrer. Nesse momento minha mente me levou até a cena do beijo. Seus lábios macios como algodão tocando os meus era a melhor sensação que eu havia sentido. Ele os movia lentamente me fazendo sentir como se estivesse voando. Era impossível não sorrir pensando nisso mas eu ainda não entendia o  por que de me sentir assim.

Ouvi um barulho perto da porta do banheiro que me fez sair de meus desvaneios. Olhei em direção a mesma não vendo nada e nem ninguém ali. Balancei minha cabeça afastando todos os pensamentos e terminei meu banho. Fui até o quarto e mexi na bolsa que Chris havia deixado quando me trouxe até o quarto. Dentro tinha um pijama de bolinhas amarelas. Sorri imaginado que Christian comprou por quê seria "minha cara". Vesti o pijama devagar por causa do meu braço e me deitei na cama. Respirei fundo como se eliminasse todo cansaço de meu corpo. Aos poucos deixei com que o sono tomasse conta de mim, quando apaguei completamente.


Notas Finais


quem faz o Luke é o ator Alex Pettyfer, esse aqui: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/originals/5b/e8/78/5be878319d3f0dceea6ac51109bc1743.jpg

rolou beijinho kdjskdj bom espero que estejam gostando, até o próximo capítulo sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...