História The Fall


Escrita por: ~


Sinopse:
Regina Mills é uma mulher de atitudes peculiares, e gosta de viver a vida sobre suas próprias regras. Detetive Superintendente da Divisão da Polícia de Londres, sua fama percorre por todo ramo investigativo. Ela aceitou o convite para comandar a investigação de um assassinato em Belfast. O que não sabia que sua vida estava prestes a mudar. Conhecera Emma Swan, a patologista do Departamento de Belfast; uma mulher atraente, e como Mills, tem uma personalidade própria, forte. Porém os sentimentos correm mais leves em suas veias.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Categorias Once Upon a Time
Personagens Emma Swan, Regina Mills (Rainha Malvada)
Tags Jennifer Morrison, Lana Parrilla, Morrilla, Once Upon A Time, Ouat, Swan Queen, Swanqueen, Swen
Exibições 4.140
Comentários 153
Palavras 26.227
Terminada Não

Fanfic / Fanfiction The Fall
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1.
Bem-vinda à Belfast.
15
648
2.552
 
2.
Não sou descartável, Srta. Mills.
16
494
2.578
 
3.
Eu sou profissional, Srta. Swan.
15
448
2.719
 
4.
Por favor, não olhe-me assim.
12
463
2.662
 
5.
Não fale nada, querida.
19
482
2.595
 
6.
Sou apenas um número?
26
481
2.849
 
7.
O seu partir já causou mal.
14
420
2.749
 
8.
Deixe-me deleitar em você.
18
453
5.020
 
9.
Uma flor em meio aos espinhos.
18
251
2.503

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por ~MariahMagic
Capítulo 9 - Uma flor em meio aos espinhos.
Usuário: ~MariahMagic
Usuário
essa fic sempre me deixa chorosa, é incrível
essa parte do preto e branco, das atitudes... tudo me parece tão real... poderia ouvir um papo Morrilla rs
enfim, ignora a maluca
Eu entendo super a Regina... pra uma pessoa que nunca se abriu deve ser desesperador! Fico com pena da Emma, é claro, mas ser alguém tão equilibrada como a Regina e do nada chegar algo para abalar suas convicções deve ser bem difícil
espero que volte logo! ❤️ beijos
Postado por ~jeehpaura
Capítulo 8 - Deixe-me deleitar em você.
Usuário: ~jeehpaura
Usuário
Meu Deus do céu, o que foi esse capítulo?
Os detalhes dessas fanfics ainda vào me matar hahahaha
Cara, o que achei mais foda foi realmente a Regina estar ali por Emma.
Ela poderia, mesmo depois de tanto sentimebto envolvido no momento, permanecer no controle, sendo a único responsável por dar à Emma esse momento de prazer avassalador.
Mas ela inverteu as posições fazendo com que Ela fosse responsável também por esse momento, estimulando todas as partes possíveis. Ela, pela primeira vez, abriu mão do seu "poder", do seu modo de controladora.
Achei muito bom.
Tudo, desde as palavras em frente ao espelho até o abraço na cintura.
Lembro-me das notas finais que fez há uns capítulos atrás onde revelou uma DM que recebou e desde lá só: pobre desses que não sabem o que falam.
Postado por ~RayElena
Capítulo 3 - Eu sou profissional, Srta. Swan.
Usuário: ~RayElena
Usuário
Conheci sua fic esses dias e já estava gostando muito, mas dps desse capítulo com Regina feminista eu estou simplesmente AMANDO! Tomara que ela continue quebrando tabus e sambando no patriarcado! <3
Tbm estou gostando da interação dela com a Emma que eu me arrisco a dizer que é "a ferro e fogo" hsudhhsduhd
Postado por ~MariahMagic
Capítulo 8 - Deixe-me deleitar em você.
Usuário: ~MariahMagic
Usuário
desculpa, mas... CARALHO Miriã
Acho que foi o melhor hot que já li. Por vezes fiquei meio emocionadinha e foi tão intenso e detalhado que consegui ver a cena.
Eu normalmente não gosto de fic que elas ficam transando toda hora e The Fall é tão maravilhosa, porque isso não acontece. Você consegue colocar um tempo e significados em cada capítulo que nossa (!), são de tirar o fôlego.
Não dá pra ter um comentário decente depois disso kk
Estou apaixonada
Espero que na próxima a Emma também possa ser bem amorzinho com a Regina kkkkk
Postado por ~knightswan
Capítulo 7 - O seu partir já causou mal.
Usuário: ~knightswan
Usuário
Quando comecei a ler, senti logo nas primeiras linhas uma chama se instalar em meu interior; desta que se assemelha à excitação, não somente a sexual, nas sim a do mistério, da vontade de obter mais e mergulhar à fundo no que de cara mostrou-se ser uma grande obra. Ao rolar os olhos pelos traços de Regina, algo inédito ocorreu: me reconheci. Sempre me vejo em Emma, mas esta em especial, agrega muito de mim, portanto, compreendo a morena e não a julgo por suas atitudes; afinal, que mal tem em ser verdadeiro consigo mesmo e não fazer parte do esteriótipo que nos impõem? De que vale uma vida pautada em coisas que são agradáveis aos olhos e ouvidos dos outros? Ela é sincera consigo mesma; quer e tem. Não há enganações, abusos ou manipulações, ela joga às claras. Não engana sua presa, debulho para ela o que fará e a deixa escolher se quer partir ou queimar.
Impossível vê-la em tons de frieza, o que enxergo é um vermelho quente, quase vinho, destas cores fortes o suficiente para despertar nosso paladar. Não há como não perder-se no mar infindo que compõe a personalidade dessa mulher e toda tensão que nos prende e nos faz se apaixonar. Sim, estou apaixonada e isso não se atribui apenas ao físico, mas também à sua mente brilhante e sinceridade em viver do modo como deseja.
Meu bem, não permita que opiniões negativas diminuam a grandiosidade que exerce sobre esta história, ela é de longe uma das melhores e mais bem trabalhadas que tive o prazer de ler. Um único capitulo foi o suficiente para me fazer reconhecer seu potencial e me orgulhar de algo tão profundo. É triste ver como algumas pessoas não compreendem e tomam os fatos por outras vias, deduzindo sem observar atentamente o que ocorre; penso que estão acostumadas com o vazio e a superficialidade dos sentimentos, que confundem incansavelmente e não se dão a chance de enxergar por outra perspectiva.
Me deliciei até aqui e sinto como se estivesse lendo um poema negro, cheio de traços sombrios de uma alma insana e uma mente sensata. Posso claramente sentir em minhas papilas gustativas o sabor desta história e me remete à algo forte, entorpecente... Como a sensação de tragar um cigarro após uma dose de um bom whisky, ou então, para os que não bebem e nem fumam, como apreciar a sensação de um chocolate amargo e delicioso derreter na boca, inundar e invadir. A sensação de satisfação é a mesma.
Não tinha ideia de que escrevia, muito menos que fosse tão bem assim, de modo tão envolvente e excitante. Este mistério me instiga e anseio por ver mais de Emma e Regina. Confesso que estou tentando não esperar algo bom que vá mantê-las unidas, embora ache que seria magnífico ver Regina trilhar por este caminho de ceder, entretanto, independente da rota que isso tomar, será lindo; talvez belo e reconfortante, ou belo e voraz, talvez até mesmo frio. A verdade é que não importa, o que faz uma história é sua rota, todas suas vírgulas e não o ponto final. Pela primeira vez, não encontro-me ansiando pelo desfecho, apenas aguardo mais linhas deste novo vício e te agradeço por compartilhar tamanho devaneio. Você é poesia e estas palavras são apenas fagulhas de um mundo vasto que há em seu ser; mesmo escrevendo em tons escuros, posso vê-la brilhar e reluzir uma luz quente. Encantada, orgulhosa, apaixonada e entorpecida, é assim que me encontro.
Parabéns e volte logo, não judie!