História The Fall Of The Angel- The Death butterfly - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjo, Demônio, Desejo, Incesto, Mutilação, Pecado, Pesadelo, Queda, Sangue, Sexo, Shoujo, Sonho, Terro, Tortura, Yaoi, Yuri
Exibições 18
Palavras 507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Sobrenatural, Super Power, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Então pessoas, perdão pelo atraso, mas tá ai pequeno mas tá ai.

Capítulo 2 - Winter room


Fanfic / Fanfiction The Fall Of The Angel- The Death butterfly - Capítulo 2 - Winter room

"antes dos seres humanos passarem a existir ou de qualquer tipo de vida na terra, Deus inventou seres belos, seus brilho eram como os de uma estrela, suas beleza era incomparável, porém do seu filho mais belo e poderoso tentou se comparar a ele e tomar seu lugar como todo poderoso, mas seus planos e pensamentos eram errados e ele junto com a terceira parte do céu foram jogados no submundo mais conhecido como inferno."
Em um dia no qual não se apresentava a lua nem o brilho estonteante das estrelas, onde as únicas coisas possíveis de se ouvir eram as gostas de chuva, o barulho dos raios e o choro de uma criança, que nem mesmo cesto tinha, simplesmente jogada na frente de uma casa pequena de uma família humilde que pegou a criança para cuidar e deram um nome a ela, seu nome era Sophia, aquela criança possuía cabelos ruivos e olhos azuis como o céu, o casal pegou a criança e a levou para dentro mal sabiam quem na verdade ela é.
////////////-17 anos depois ///////////////
"Eu andava em uma sala completamente branca como a neve eu pisquei os olhos, eu estava em cima de um pilar e as paredes machadas de sangue o chão era uma piscina de sangue, eu escutava pessoas gritarem e gemerem, como se estivessem sendo torturadas."
Após esse terrível pesadelo eu acordei suada e me perguntei o porquê de eu não ter conseguido ter visto mais sobras novamente na sala, mas o que mais me intriga é o que esse pesadelo significa,Tudo bem eu tento depois. 
Meu nome é Sophia agora eu tenho 17 anos, ou seja 17 anos em que fui abandonada sem nada na porta de uma família humilde que hoje é muito rica. Como sei que fui abandonada? Nunca fizeram questão de esconder, também porquê não pareço nem um pouco com os meus pais adotivos, meus pais biológicos nunca conheci. Até certo tempo meus pais adotivos era uma família humilde e me amava, então aparece inúmeras oportunidades como se fosse uma coisa de Deus. Estranho não? Agora eles nem ligam para mim e me substituirão por trabalho, meus tios morrem de medo de mim pois eles possuem na cabeça de que quando eu tinha 5 anos eu havia empurrado minha prima na frente de um carro, mas não fui eu, eu não tenho culpa se ela tropeçou em uma pedra, depois disso eles nem gostam quando eu vou na casa deles, porque para eles eu atraio coisas ruins.
Isso é o que aconteceu para minha família me evitar, porém não tem problema eu tenho meus amigos.
Agora estou em um avião indo para outro estado completamente desconhecido por mim, por causa que tenho que ir estudar lá, pois meus pais falaram que seria melhor e que haveria novas oportunidades para mim, então eu vou praticamente sozinha, isso porque meus pais vão me visitar só nos fim de semana. Pronta ou não agora terei que ir embora e me afasta das pessoas que conheço e que ajudaram.



Notas Finais


Fiquem bem, espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...