História The Fame - Segunda Temporada - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Fama, Gemêas, Justin Bieber, Revelaçao, Romance
Exibições 382
Palavras 2.686
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heeeeey
Demorei! eu sei, acabei de escrever o capítulo só hoje.
Está muiiiiiiito legal, então boa leitura e desculpa qualquer erro

Capítulo 8 - Noivado?


Fanfic / Fanfiction The Fame - Segunda Temporada - Capítulo 8 - Noivado?

UMA DICA: SEGUREM SEUS FORNINHOS !!

 

 

 

P.O.V Justin Bieber

Fui dormir ontem pensando em tudo que já me aconteceu nesses últimos anos. Lembrei das dificuldades que tive com Hallie e minha carreira. Lembrei das palavras de Julia "A Hallie precisa de uma mãe" e eu decidi ceder, eu vou deixar a Hall ter uma mãe. Eu tenho que deixar o passado pra trás e seguir em frente. Sei que não vai ser fácil, sei que posso acabar quebrando a cara com isso. Mas eu preciso fazer, preciso me entender. Preciso superar!

Toquei a campainha do apartamento de Ryan, não demorou muito e Hannah abriu.

- Oi Justin - Ela me abraçou sorrindo - quanto tempo

- Verdade, não te vejo desde do ano novo - Ela deu espaço pra mim entrar

- Muito trabalho - Ela fechou a porta e foi me guiando para a cozinha-  agora estarei por perto - deu piscada se virando para mexer em algo na panela.

- Ryan falou que vai jogar aqui - olhei pro corredor - ele ficou bem feliz, sorria que nem bobo - falei quase sussurrando - Hannah me olhou rindo - Eu não te falei nada - disse pra ela quando vi Ryan vindo

- E ai irmão - fizemos um aperto de mão 

- Fala ae - olhei pra roupa dele - Hannah ele não esta muito arrumadinho para quem vai passar o dia sentado na cadeira dizendo  "corta" ? - rir enquanto ele me dava dedo.

- As coisas vão mudar por aqui Justin, deixa ele curti esses três meses que ainda tem

- Três meses? - perguntei confuso

- O tempo que vou estar a com a seleção brasileira. Me apresento daqui a uma semana - fez uma careta

- Essa vida de vocês é complicada, não tem tempo pra nada. É da seleção para o clube, do clube para a seleção. Não tem umas férias

- Só eu sei como é complicado - Ryan disse se sentando na pequena mesa que tinha ali.

- Eu acabei me acostumando com essa rotina de jogar sem parar. O ruim é ficar longe da família e amigos.

- Em falar em família, cadê minha filha?

- Está la dentro brincando com o Nick - Hannah disse voltando sua atenção para a panela.

- Acredito que futuro seremos literalmente uma família-  Ryan disse, que porra esse cara ta falando

- Que?

- Pensa bem, a chance de o Nick namorar uma das gêmeas é tipo enorme - Hannah virou para trás provavelmente para ver minha reação.

- Você está ficando maluco?

- Eu não, já pensou eu sogro da sua filha e você sofro do meu filho

- Eu não pensei não - disse olhando pro corredor. Aonde já se viu, que palhaçada. Se o Nicolas for como eu e Ryan fomos na pré adolescência ele não vai nem chegar perto da minhas filhas

- Para Justin, eles estão sendo criados juntos e vão continuar. Vai ser tipo aquelas história que a amiga é apaixonada pelo melhor amigo

- Por que minha filha que vai estar apaixonada pelo seu filho?

- Eu vou buscar a Ali antes que essa conversa tome um rumo pior - Hannah ria

- Esquece essa história Ryan

- Depois não diz que eu não avisei

- Seu filho não vai namorar minha filha. E se ele tentar eu mato ele

- Ninguém vai matar ninguém-  Hannah disse vindo no corredor com a Alicia no colo e me entregando, apertei com força como sempre fazia, ela começou a rir - E você para com essa história Ryan

- Ta pertando papai - Ali falou rindo, soltei um pouco os braços beijando seu rosto

- Vamos indo então, dê tchau pros seus tios - Ryan levantou pegando ela do colo - Isabella mandou alguma bolsa?

- Está no sofá - Hannah disse, fui até o mesmo pegando a pequena mochila enquanto Alicia se despedia dos tios

- Vamos? - perguntei chegando na cozinha, a pequena veio até a mim e segurou minha mão - Obrigado Hannah, vê se antes de ir embora marcamos algumas coisa

- Sabe que não precisa agradecer, minha afilhada não me dar mais trabalho que Nicolas - rir - Vamos fazer um jantar, o que acha?

- Já que não dar irmos para uma balada né, fazer o que um jantar está ótimo -  Ela me abraçou rindo

- Tchau cara - apertei a mão do Ryan. Saímos do apartamento e entramos no elevador - lembra do segredo que o papai contou pra você? - me agachado perguntando a Alicia

- Da irmãzinha?

- É, o que você acha de irmos lá brincar com ela? - Ali assentiu com sorriso imenso.

...

Entrei em casa com Alicia no colo, Julia estava dormindo no sofá.  Coloquei Ali no chão que foi até ela mexendo em seu rosto, rir da semelhança, Hallie fazia a mesma coisa.  Julia acordou assustada como sempre fazia.

- Sua sapeca - pegou Ali no fazendo cosquinha

- PAPAI - Hallie gritou vindo da cozinha, abaixei pegando ela

- Quero te apresentar alguém amor - falei indo com ela pro sofá sentando ao lado de Julia - Hall essa é sua irmã Ali. Ali essa é a sua irmã Hall - As duas ficaram se olhando por tempo envergonhadas, coisa de criança. Também deve ser estranho conhecer ágüem que tem a sua cara

- Eu tenho uma boneca nova, quer vê? - Hallie perguntou e Alicia assentiu ainda acanhada. As duas desceram do sofá e foram para cozinha.

- A Isa sabe que as duas iriam se conhecer? - Julia me perguntou

- É desde quando eu dou satisfação da minha vida pra ela?

- Eu realmente não sei por que ainda tento

- AI MEU DEUS - Ouvi Maria gritar da cozinha, levantei correndo e fui até a mesma, chegando lá me deparei com Maria em pé em frente à Hall e Ali

- São duas - Ela disse me olhando, Julia que estava atrás de mim riu

- Você não sabia que eu tive gêmeas? - perguntei me aproximando dela e beijando o topo da sua cabeça. Maria me ajudou muito depois que briguei com Pattie.

- Eu não

- Saiu em tudo quando é revista Maria - Julia disse olhando as panelas

- Sai de perto das minhas panelas - Maria bateu nela com o pano de prato. - Eu não fico olhando essas coisas de fofoca não.

- Deveria - Julia piscou pra ela antes de rouba uma fatia de tomate e sair correndo. Maria não suporta que mecham em nada enquanto ela esta cozinhando

- As duas - olhei para gêmeas, porra são muito iguais - Vamos sair da cozinha que a Maria está preparando o almoço. Vão brincar no quarto. - As duas saíram correndo, fui atrás delas vendo elas subirem as escadas correndo - Sem correr, vocês vão cair

- Cai não papai - As duas disseram ao mesmo tempo, Julia que descia as escadas me olhou assustada

- Que medo - ela disse e eu rir. Mas que era meio estranho não podia negar.

...

P.O.V Isabella Scott

Sabe quando está sonhando e o barulho do seu celular invade seu sonho de forma estranha. Que demora um tempo até você percebe que não faz parte do sonho? Então eu devo ter demorado muito pra notar, quando peguei meu celular tinha seis chamadas perdidas. Tocou mais uma vez, número privado, atendi ainda sonolenta.

- Alô?

- Amém, você não estar em casa? - aquela voz eu reconheceria em qualquer lugar

- O que foi Justin?

- Estou aqui na porta do apartamento da Lara, já toquei várias vezes e ninguém atende. - gente eu não cochilei eu hibernei, como não ouvi meu celular e nem a campainha? - Onde você está? - desliguei o celular na cara dele. É sai do quarto indo pra sala, abrindo a porta encontrando um Justin furioso e duas princesas, literalmente, uma estava vestida de Bela e outra de Cinderela.

- Mamãe - As duas gritaram ao mesmo tempo, me abaixe pegando-as no colo

- Oi meus amores - beijei cada uma - estão bonitas

- Sou uma plincesa - Alicia disse sorrindo

- Eu também sou - Hallie disse chamando minha atenção

- São duas princesas lindas

- Mamãe pode pega a Mel? - Mel é uma boneca que Lara deu pra ela faz um ano mais ou menos

- Pode - elas entraram correndo no apartamento-  SEM FAZER BAGUNÇA ALICIA - Gritei para que ela pudesse ouvir do quarto - Oi - disse ao me virar e encarar Justin que continuava no mesmo lugar mexendo no celular

- Por que demorou tanto pra atender?

- Eu estava dormindo, vai entrar? - ele pensou um pouco e entrou indo pro sofá. Fechei a porta, E  Agora? Nós nunca conseguirmos ter uma conversa normal. A chance de isso acabar em briga é de cem por cento. - Eu não sabia que você iria apresentar as duas

- Achei que estava na hora. A Alicia precisava saber que tinha uma irmã

- Ela já  sabia, você contou - falei me sentando no sofá longe dele

- Como você sabe?

- A Ali me conta tudo o que você conversam

- Vou ter que conversa com ela sobre isso

- Por que? Eu não saber o que vocês conversam?

- Digamos que é papo de pai e filha - Eu tive rir, as coisas que eles  conversam são tão normais.  - Do que você está rindo? - perguntou rindo também

- Nada - levantei as mãos me rendendo - confesso que fiquei surpresa

- Pelo que?

- Por você trazer a Hallie junto, saberia que eu iria encontrá-la

- Eu decidi dar ouvidos a Julia e deixar a Hall ter uma mãe - O que? O que aconteceu com aquele Justin dos últimos três anos? Cadê o Justin de ontem?

- Agora você me surpreendeu mesmo

- Eu imagino - ele guardou o celular no bolso e me encarou - nós precisamos conversar

- Sem brigas?

- Sem brigas - disse sorrindo, não sei o que Julia arrumou ontem, mas preciso agradecer - Eu estou tentando melhorar as coisas, parte por parte. Você não sabe que todos os meus erros estão me afogando aos poucos. Eu sei que você está machucada - ele estava sendo sincero comigo, ele estava parecendo o Justin pelo qual eu me apaixonei quando tinha dezenove anos

- É difícil pra mim Justin, você sempre me atacou, colocou a culpa em mim. Não é fácil lidar com isso.

- Se eu te dizer que não acho que você seja a culpada, eu vou mentir, eu ainda tenho essa opinião. Mas esse sentimento de raiva é bem pequeno ao lado de que sinto por você -  o que? Eu prendi minha respiração, aproveitei para amarrar o cabelo, assim não ficava sem jeito - Eu aprendi um jeito de viver com esse sentimento sem que ele me consumisse. Eu aprendi que ele vai estar comigo até quando eu quisesse. Você não sabe, mas eu vou te contar-  mordi minha bochecha parecendo uma menina de quinze anos nervosa com borboletas no estômago  - Eu vou sempre te amar, independentemente do que aconteça-  BUM! Foi ai que bomba explodiu bem na minha cara, ele estava bem na minha frente dizendo que ainda me amava. Eu sempre me perguntei se ele ainda tinha algum sentimento por mim que não fosse ódio e raiva. Agora ele está simplesmente aqui dizendo que me ama. Que nada mudou depois disso. - Mas como eu disse, eu aprendi a conviver com ele. Nosso encontro ontem me fez abrir muito meus olhos, eu não vou mais prejudicar as nossas filhas. Eu vou deixar você ver a Hallie quando quiser - Eu provavelmente sorria que nem boba - Eu vou dar a ela a mãe que precisa, eu tomei minha decisão e vou...

- Papai to bunita? - Hallie apareceu na sala interrompendo ele com a cara cheia de sombra e batom

- Aonde você arrumou isso?- perguntei pegando o batom da mão dela que estava destruído.

- Na bolsa - respondeu como se não  fosse nada. Levantei indo pro quarto encontrando Alicia toda melecada de batom também

- ALICIA - Gritei com ela que assustou e jogou o batom roxo longe - A sua tia vai te matar - disse pegando a bolsa de maquiagem da Lara

- Meu Deus - Justin disse quando entrou no quarto com Hallie no colo e viu o estado do chão e da outra filha dele - olha a bagunça que vocês   fizeram - o celular dele começou a tocar, ele colocou a Hall no chão-  licença-  disse antes de sair.

- Vocês precisam de um banho - falei olhando pra duas rindo em seguida. Uma tinha os olhos preto e verde. A outra marrom e vermelho.

- Banho não - disseram juntas, essa coisa delas ficarem falando junto é meio assustador

- Olha só, temos duas porquinhas - fiz cosquinha nelas

- Bella? - Justin me chamou e eu me afastei delas me aproximando dele - Eu vou precisar ir embora, mas não queria separar vocês agora. Então vou deixar a Hallie dormir aqui, tudo bem pra você? - o sorriso que abrir com certeza  estava quase rasgando meu rosto. Isso é um sonho? Se for não me acorde.

- Tudo! Amanhã eu a levo de manhã,  por que de tarde viajo com a Alicia - ele assentiu e entrou no quarto 

- Meus amores papai vai embora - As duas resmungaram enquanto abraçava eles - Eu muito amo vocês - beijou cada uma e veio na minha direção. Fomos até a porta do apartamento calados.

- Obrigado - agradeci depois abrir a porta

- Nada - ele me deu beijo na bochecha, rir sem graça-  Tchau

-Tchau - fechei a porta querendo gritar feito uma adolescente louca que descobri que garotinho que ela esta afim gosta dela. Mas eu não posso fazer isso por que tenho duas pestinhas pra dar banho.

...

Cheguei na casa do Justin por volta das dez horas da manhã. Enquanto estacionava o carro sentia meu estômago revirar de nervoso. Não tinha como não ficar nervosa, meus sentimento por ele ainda eram claros, nada mudou. Agora sei que ele também me ama. As últimas vinte quatro horas mexeram demais comigo. Ter Hallie bem ali pertinho, poder dormir abraçada com ela, cuidar, pentear. Ser a mãe dela foi especial demais pra mim. Justin fazendo uma espécie de declaração. Estava tudo perfeitinho demais.

Depois minha entrada foi liberada, estacionei o carro no jardim, Chaz estava saindo pela porta da mansão, as meninas correram ao seu encontro, deixei eles no Jardim entrando na casa que estava com a porta aberta.

- Não enche, já disse que não somos amigas - Julia dizia para uma loira que estava de costas pra mim. Ela vestia somente uma blusa social

- Eu não sei por que você não gosta de mim, eu vou morar nessa casa agora

- Como? - Julia rebateu, nenhuma das duas me viu aqui. O clima entre elas não estava muito bom, então fiquei quieta na minha

-  Eu e Justin vamos casar - o que? Ele vai casar? - ele me pediu em casamento ontem, olha que anel lindo - a loira mostrou a mão pra Julia que olhava incrédula. Justin descia as escadas sem camisa, que corpo! Ele estava mexendo no celular e não pareceu notar nenhuma de nós na sala

- VOCÊ A PEDIU EM CASAMENTO? - Julia gritou pra Justin que se assustou e deixou o celular cair

- Não era pra você ter contato Camila - disse enquanto pegava o celular. Quando ele levantou me viu parada na porta da mansão. Ele ficou parado na escada me olhando.

- Então é verdade? Por que você fez isso? - Julia estava muito irritada, voltei a olhar pra Justin que continuava me encarando - Justin? JUSTIN EU ESTOU FALANDO COM VOCÊ  - Gritou - o que você tanto olh... Isa?


Notas Finais


Oi? Como?
Gostaram?
Justin confundindo nós hahahhah
Como ama uma e vai casar com outra?
Camila vai causar, podem esperar !!

É isso, espero que estejam gostando. Beeeijos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...