História The fame - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Comedia, Drama, Justin Bieber, Romance
Exibições 37
Palavras 1.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


NOTAS FINAIS
NOTAS FINAIS
NOTAS FINAIS
NOTAS FINAIS
NOTAS FINAIS
NOTAS FINAIS

Capítulo 14 - Relieving pain


Fanfic / Fanfiction The fame - Capítulo 14 - Relieving pain

NARRANDO POR JUSTIN -

Abri meus olhos e logo me arrependo de tal ato, a luz do sol invadi-o meus olhos me deixando tonto. Pisquei e minha visão voltou ao normal.

ao perceber a merda que estava acontecendo, me levantei rápido e fui até o banheiro fazendo minhas higienes, entro no closet e coloco uma roupa.

sai do quarto e desci rápido até a sala onde todos ( menos hans e julia ) estavam. Tinha malas espalhadas por toda a sala me deixando desentendido.

-para que essas malas ? - pergunto e todos me olham e se encaram  

-sabe e que temos que ir, viemos só para... você sabe - chris fala 

-mais vocês não trouxeram isso tudo - falo e ninguém me responde- cadê ? Cadê a Julia ? - pergunto 

-vamos hannah -ouso alguém gritar da escada e volto meu olhar até lá..

-onde voce vai ? - pergunto a Julia e sou ignorado, ela passa por min e fica ao lado de chaz - onde você vai ? - pergunto novamente 

-nós vamos embora Justin - hans fala atras de min e a encaro -

-O QUE ? - grito - você não pode ir, você é minha namorada - falo 

-vamos esperar você lá fora - chaz fala para julia e ela assente e todos saem 

-me diz que isso é uma brincadeira ? - falo sentindo lágrimas brotarem em meus olhos 

-você já sabe de tudo ne Justin ? - ela fala grossa - então também deve saber que eu não vou ficar com você - vejo seus olhos se enxerem de lágrimas - você me traio e mentiu para min, então deve saber que eu não ficarei mais com você ! - 

-não, não foi bem assim - falo - você sabe que não foi bem assim 

-eu vi, com meus próprios olhos e sem como e que foi. Não quero saber se foi mentira ou não. - seus olhos esbanjavam lágrimas - VOCÊ PODE TER QUALQUER PESSOA AO SEU S PÉ E ESCOLHE LOGO EU ? VOCÊ MENTIU, MENTIU QUE ME AMAVA E ISSO FOI SÓ UM JOGUINHO PARA TRANSAR E JOGAR FORA COM VOCE SEMPRE FAZ NÉ ?! VOCE SÓ QUERIA TRANSAR E SE LIVRAR DA OTARIA AQUI - ela respira fundo - mais não prescisava fazer esse teatro, pedido de namoro, os eu te amo , não precisava - ela seca as lágrimas - você me machucou muito Justin -

suas palavras foram como uma facada em meu peito, senti vontade de voltar o tempo e fazer com que aquilo não tivesse acontecido.

Ela acha mesmo que não a amo ? Ela acha mesmo que MENTI ?

-eu não menti, eu te amo ! Você não pode fazer isso comigo - falo em meio a soluços - 

-ha chega de seu teatro né Justin ?! Eu já cansei ok ! Agora você está livre pode pegar quem quiser entendeu ?! - ela não me deixa falar e sai pela porta.

entao e isso ? Acabou ? Acabou mesmo  ?

Não, isso não pode estar acontecendo, por deus me diga que não. Eu não quero a perder.

não conseguia me mexer, ou fazer qualquer coisa. Minha mente trabalhava tentando fazer com que intenda. Mais ao mesmo tempo, ela se perguntava :

entender o que Justin ? Ela te vi-o beijando sua ex, a que você falou publicamente que era apaixonado, que você tem uma tatuagem com o rosto dela... por que ela acreditaria ?

isso rondava a minha cabeça, me deixando com  dor de cabeça. Andei lentamente até o meu quarto e me joguei na cama e deixei as lágrimas caírem.

era simplesmente inacreditável... não conseguia raciocinar ou pensar em alguma coisa, mais de uma coisa eu sei SELENA irá me pagar caro, muito caro pelo que ela fez.

eu nunca amei alguém, como julia, e uma coisa louca o amor que sinto por esse ser humano. E maior do que tudo...

NARRANDO POR JULIA -

poussamos em solo Califórnia e agradeci a Deus por isso, a única coisa que quero e minha cama e uma garrafa de vodca, a bebida alivia minha dor, entende ?

descemos do avião e vomos até o táxi, somente eu hans e chaz, que insistiu em vir com nos. Fredo e chris, ficaram em NYC. Ryan foi para sua casa...

eu estava completamente destruída, era como se uma faca tivesse atravessado meu peito, meu coração de destrui em milhares de milhões de pedaços

a dor era insana, como se tivessem passado por cima de min com um trator, eu me sentia um lixo. Por ter acreditado nele, ter me declarado, me apaixonado...

Tenho certeza que foi o maior erro da minha vida, eu não queria o ouvir, acho que me destruiria mais ainda. É complicado entender o porque, por que disso tudo ?

o carro para enfrente minha casa e descemos, entramos e a mesma estava em completo silêncio, sinal de que meu pai não estava aí.

sem me importar, subi correndo até meu quarto e o abri fechando a porta e deslizando minhas costas sobre ela, deixando toda a dor que sentia sair em meio minhas lágrima...

vivemos pouco tempo juntos, mais foi intenções sabe ? Quando você se apega, se apaixona, se entrega a algo e depois para se desfazer você acaba se quebrando ao meio ?

era como me sentia, era inevitável não chorar... 

-JULIA ABRE ESSA PORTA ! - ouso hans gritar em meio a socos que dava na porta mais ignorei 

-E SÉRIO JULIA - agora e a vez de chaz se manifestar - VAMOS LÁ MARIQUINHA POR FAVOR - ele grita de novo 

-por favor, me deixem quieta - falo e ouso eles suportarem pesado e logo o passo deles se afastando.

respirei aliviada, me levantei e fui até uma gaveta que tinha em meu quarto e a abri, bom ali era onde eu me aliviava... quando minha mãe me desprezava e falavas coisas que me machucavam 

era com essa amiga que eu me aliviava, tenho ela des dos meus 15 anos de idade e nem hans sabe que a tenho...

a se você não sabe ainda, era uma lâmina, não me julgue pelas minhas decisões. Elas nos ajudam sempre, nos deixam mais calma...

e um vicio, que consegui controlar mais agora... veio à tona, também tinha uma garrafa da minha linda vodca e alguns comprimidos de remédios para dormir, fortes de tarja preta.

pego a lâmina e a vodca e vou até o banheiro tiro minha roupa e espero a banheira encher. Quando ela já está ótima 

entro na mesma e pego a lâmina, por favor não me julgue... passo aquilo pelo meu pulso fazendo meu sangue descer e dar uma tonalidade rosada a água.

lagrimas saiam descontroladamente dos meus olhos ao ponto de não consegue enxergar. Mais uma vez aquilo desliza na minha pele fazendo a água ficar vermelha 

pego a garrafa de vodca e abri a mesma virando garganta abaixo, minha cabeça rodou pela rapidez que bebi.

dou mais um gole e pego a lâmina de novo a passando sobre minhas coxas - Aww - soltei um leve gemido de dor, mais logo tratei de passar novamente 

e a dor sumio foi como um alivio, a vodca descia de novo pela minha garganta me deixando mais tonta ainda, o sangue ainda escorria do meu corpo fazendo aquela água ficar nojenta ao meus olhos embasados.

me levanto dali e vou até a o box, terminei meu sofrido banho e me vesti. Me sentei na cama e a dei mais um gole naquela linda vodca.

 

olhei para meus pulso e que estavam cortados e minhas coxas e flexs passaram pela minha cabeça

" eu te odeio vadia - minha mãe gritava fazendo eu me debulhar em lágrimas "

"mãe por favor na faz isso - ela não me respondeu e me trancou dentro daquele porão "

"pegui a minha lâmina e levei até meu bolso fazendo um corte fundo "

"MINHA FILHA OLHA ISSO VOCE ESTÁ SE MATANDO - meu pai gritava ao ver as garrafas de vodca espalhadas pelo chão e meus pulso e pernas cortadas "

"EU TE ODEIO - grito e minhas buchechas ardem, ela tinha acabado de me dar um tapa "

"e lá estava eu de novo com minha lâmina e bebidas envolta de min "

 

era como se tudo aquilo que eu vive quando tinha 15 anos estivessem voltando, eu me cortando, bebendo, hans chorando por ver sua amiga assim, meu pai sofrendo...

tudo um caos, e agora quando estava feliz, veio um demônio e acabou com tudo... 

CONTINUA...

 

 

 

 


Notas Finais


AÍ MEU DEUS !!! Quase chorei escrevendo isso, gente...

Julia já passou por muita coisa que ninguém sabe... logo logo irão saber... prometo

Tô querendo acabar com essa BISCATE da selena, que vagabiranpu ( vagabunda + biscate + piranha + puta ) né ?

MAIS O MELHOR/PIOR AINDA ESTÁ POR VIR ! 😈

IMPORTANTE !! SE ESTIVER GOSTANDO FAVORITE A FIC, E MUITO IMPORTANTE PARA MIN

Bjs, amo vocês ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...