História The farce - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Sope, Taeyoonseok, V-hope, Yoonseok
Exibições 84
Palavras 801
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hiiiiii
Segunda fic postada no Social espero que gostem
Boa leitura

Capítulo 1 - Prologue


Eu não sabia o que fazer naquele momento

Ele levava suas malas quarto a fora, já descendo as escadas, após nossa discussão ele mandou eu sair do quarto entre berros e depois que me retirei, não demorou muito para eu ser chamado e ele dizer que estava abandonando a nossa história.

Estavamos casados faz anos não seria justo ele me deixar, seria?

Eu estava muito decepcionado comigo mesmo.

Sabia que a culpa era minha, é minha e sempre, sempre será minha.

Antes de deixar o quarto ele me deu sua aliança e pude ver meu nome brilhar ao ter contato com a luz.

Kim Seokjin

Sai correndo do quarto e gritei da escada.

-NAMJOON -Minha voz estava esganiçada, aliás estava chorando.

-O QUE QUER SEOKJIN? JÁ NÃO BASTA TER FEITO EU PERDER TUDO O QUE TINHA DE IMPORTANTE QUER ME FAZER PERDER A POUCA PACIÊNCIA QUE ME RESTA? -ele berrava .

E eu?

Apenas encolia-me e chorava mais.

-Namjoon... Por favor, não me deixe -estava com a cabeça baixa e descia a escada vagarosamente .

-Seokjin- suspirou e soltou sua mala de mão e massageou a têmpora - Você não tem direito a uma segunda chance - ele segurou na alça de uma de suas malas e quando iria sair corri e me enfiei entre a porta, tapando sua saída.

-Por favor não me deixe, eu só tenho você -puxava sua camisa enquanto deixei minha cabeça apoiada em seu peito.

-Deveria ter pensado nisso antes de fazer eu perder a chance da minha vida - me empurrou, fazendo-me cair sentado.

O olhei com mais lágrimas descendo sobre minha face, pelo simples fato de ele nunca ter se quer me dado um peteleco, quem dera um empurrão.

Ao contrario de mim que o fiz sofrer mais que tudo.

-Você va-vai-i deixar a nossa história mor-rr-rer ass-ss-im mes-s-mo? -perguntei entre soluços.

Ele me fitou e deixou sua carranca piorar e trincou o maxilar.

-Me diga uma coisa que me faça ficar, Kim Seokjin? -perguntou-me.

Um frio subiu minha espinha.

Não tinha nada para lhe dizer naquele momento, qualquer pessoa que realmente tivesse algo que o deixasse ali eu pediria para trocar de lugar comigo.

Nosso amor não poderia ser usado, já que já o havia mencionado e o mesmo falou com tais palavras :

"Isso não se chama amor Seokjin, se chama obsessão "

Aquilo realmente doeu, ele sempre duvidou de meu amor e eu nunca do dele . Sempre o quis protejer mas ele sempre brigava comigo.

Deve ser pelo fato de sempre querer o proteger de mulheres.

Kim Namjoon

Um homem certamente perfeito, aos meus olhos e ao de todos. Casei consigo dia 22 de Setembro de 2013 ,sim foi a pouco tempo, mas eu e ele nos conhecemos a exatamente 16 anos, onde começamos a namorar 6 anos depois de nos conhecermos.

Ele sempre chamava a atenção de homens e mulheres, até hoje não sei como consegui ser seu namorado por 7 anos e marido por 3 .

Ele sempre soube de minha insegurança e sempre dizia para confiar em mim, que sou lindo, sou fofo, sou perfeito.

Mas e ele não confia, por que eu iria confiar?

Mas nunca chamei atenção de alguém só a sua.

Não permito que ele saia sem ao menos eu dizer uma coisa que faça com que ele repense um pouco.

Suspirei, suspirei e suspirei ,fiz a coisa mais viável a se fazer em um momento desses. Mentir

- Você não pode ir, pois eu estou... Gráv-vido -  O bom do guagueijo na última palavra a qual infatizei fez parecer mais realista.

-Como? - ele estava incrédulo e com os olhos arregalados.

-Isso mesmo estou grávido de você, Nam- abaixei a cabeça não queria que ele olhasse meus olhos, ele sabia quando eu mentia.

-Mas... Mas quando iria me falar isso?  - Ele perguntou e pude escutar o som da porta sendo fechada.

-Eu iria lhe falar hoje quando fui lhe parabenizar ,mas aconteceu aquilo - Solucei, ainda chorava e muito.

-Mas isso não faz sentido algum nós transamos faz alguns meses e o mais próximo foi no dia do meu aniversário - pensou um pouco e completou -Você ainda ira fazer um mês

Escutei passos e senti logo seus braços me acolhendo .

-Me desculpe Nammie, eu não queria ter feito aquilo eu só achei que iria me deixar por ela -agarrei seu corpo e me permiti chorar.

-Tudo bem, eu o perdoo - sorri e pude sentir seus afagos em meus fios -Agora vamos descansar ,vocês precisam -Acariciou meu ventre.

Sempre soube que Namjoon era louco por crianças, mas me doía pensar que ele esta comigo por conta de um bebê, bebê que nem sequer existe.

-Desculpe-me ter-lhe empurrado, não o queria ter machudo e nem o pequeno -sorriu largo .

O que eu faço quando ele descobrir que não passa de uma mentira?


Notas Finais


Esse capítulo está pequeno mas é só para deixar um gostinho de quero mais
Tomara que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...