História The fate of life - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Ariana Grande, Jariana, Justin Bieber
Exibições 26
Palavras 1.155
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Quarto Capitulo


Quarto Capitulo...

Justin e Ariana estavam cada vez mais próximos, Justin estava prestes a selar seus lábios aos de Ariana. Ele já podia sentir o coração acelerado dela, que a cada centímetro mais perto acelerava como um carro de corrida. E quando finalmente eles se beijariam a enfermeira contratada para ajudar Ariana chega, atrapalhando e deixando os dois completamente envergonhados.

- Desculpe, estou interrompendo? – ela perguntou ao entrar na sala.

Os dois que estavam completamente concentrados um no outro se distanciaram e Justin colocou Ariana de volta na cadeira e depois tentaram manter a compostura.

- Não... Estávamos a sua espera enfermeira Flávia. – disse Justin, sem graça pela situação.
- Então essa é o Anjo que o senhor tanto fala? – a enfermeira perguntou sendo simpática.
- Sim, é ela mesma. – disse Justin mordendo o lábio inferior demonstrando timidez.
- Prazer, Ariana. Meu nome é Flávia e eu serei sua enfermeira aqui na clinica, sou a auxiliar do Dr. Justin Bieber, seu terapeuta. Venha, vamos começar.
- Você me chama de anjo pra todo mundo? – Perguntou Ariana sussurrando para Justin.
- Sim! – ele disse e sorriu.
- Bobo... – ela também sorriu em seguida.

O dia correu completamente bem, Ariana começou com a fisioterapia e após alguns dias já poderia mover os dedos do pé ou ate mesmo o pé. Ariana e Justin voltaram para o hospital quando o sol já se punha, e estavam completamente felizes com os resultados do dia. Estava ocorrendo tudo bem, parecia que nada poderia estragar aquele dia, mas isso mudou quando os dois chegaram ao hospital e John veio questionar a saída com Justin.

- Boa Noite! – disse Justin sorridente para John.
- Boa noite... – John disse sério ao olhar para Justin. – Boa Noite Ariana. Vejo que já se esqueceu de mim.
- Não! Claro que não! Porque diz isso? – ela perguntou sem entender o que estava acontecendo.
- Não ligue para mim, só estou brincando. – John disse tentando esconder o ciúme.
- Bom John, agora ela é minha paciente e você não deve sentir ciúme ou impor limites para ela. – disse Justin com um super sorriso irônico em seu rosto.

Depois daquilo John e Justin se enfrentavam mentalmente, e Ariana olhava os dois sem entender o que estava acontecendo.

- Bom, acho que já devo me retirar, boa noite! – disse John desafiando Justin com o olhar e depois lançando um sorriso meigo para Ariana.

John se retirou e deixou a porta aberta e Justin foi fechá-la. Após fechar a porta ele se sentou na cama e ficou de frente pra ela.

- O que aconteceu aqui? Não estou entendendo.
- Não está acontecendo nada, fique tranqüila, ok?
- Ok!
- Olha, agora vamos fazer só mais um exercício. Eu vou pegar sua mão e quero que você tente apertá-la o máximo possível. Pode ser? – ele perguntou sorrindo e Ariana fez um sinal de “sim” com a cabeça.

Ele pegou na mão dela levemente e depois começou a dar pequenos apertões.

- Você sente alguma coisa? – perguntou ele dando alguns apertões em sua mão.
- Sinto um leve formigamento aonde você esta apertando.
- Isso é bom, significa que sua sensibilidade está voltando rapidamente. Agora tente apertar a minha mão com seus dedos.

Ariana respirou fundo, estava nervosa. Começou a fazer força com os dedos, tentando move-los nem que seja por um segundo, mas tentava.

- Eu não consigo, eu não consigo. – ela disse com os olhos marejados de água.
- Ariana, olhe pra mim! Olhe pra mim e se concentre em meu olhar, somente em meu olhar. – ele disse e ela olhou em seus olhos como se não houvesse mais nada pra olhar. Olhou como se fosse a paisagem mais linda e mais encantadora que já viu. Ariana se concentrou naqueles olhos cor de mel, que á acalmou no mesmo instante. – Isso! Agora respire fundo. – ela continuou fazendo tudo que ele ordenava.

Justin pegou em sua mão e acariciou e logo depois de algumas caricias, ele pode sentir uma leve pressão vinda dos dedos de Ariana e isso os deixou incrivelmente felizes. Era um avanço e tanto. Ariana tinha a felicidade estampada em seu rosto que ficou corado ao levar um beijo inesperado de Justin que estava muito feliz pela grande conquista.

- Você merece milhões de beijos, Ariana você esta se esforçando como ninguém. Estou muito orgulhoso de você anjo.

Ela cora gradualmente enquanto as palavras vão saindo da boca dele.

- Tenho muitos planos para amanhã em nossa consulta, e se ela for tão bem como foi a de hoje você terá uma recompensa. O que acha? – ele fala entusiasmado.
- Acho maravilhoso. – ela esta com o sorriso estampado em sua face.
- Que bom que gostou meu anjo. Agora eu preciso ir, amanhã nos nós vemos, Ok?
- Ok, até amanhã.
- Até, anjo. – ele disse e logo após deu um beijo em sua testa e saiu.

Ariana ficou sentada do lado ta cama esperando Sonia chegar para ajudá-la a se deitar e alguns instantes depois ela chegou já fazendo perguntas.

- Eae, como foi? Você gostou? Por que ficaram tanto tempo aqui sozinhos? – Ela não parava de falar.
- Meu Deus Sonia, se acalme. Foi bem. Sim, eu gostei bastante. Nos só estávamos fazer um exercício extra em minhas mãos. Só isso. Ajude a me deitar?
- Ah, claro. – ela se tocou e foi ajudar Ariana a se deitar. – Me desculpe, eu só estava curiosa, vocês passaram praticamente o dia inteiro fora. Ele foi gentil?
- Ele é um amor de pessoa Sonia. – Ariana diz e um sorriso automático se abre ao falar dele.
- Você se apaixonou pelo seu medico em tão poucos dias assim? – Sonia diz curiosa e humorada.
- Claro que não Sonia, eu não estou apaixonado por ele, esta louca?
- Você diz isso porque não sabe o que é se apaixonar e não viu a sua cara ao falar dele.
- Como assim? Minha cara?
- Você fez a cara típica de uma apaixonada ao falar de sua paixão Ari.
- Jura?
- Sim!
- Você esta maluca, eu não estou apaixonada por ele, nem o conheço direito.
- Mas Ari, você não conhece ninguém direito.

Ariana fecha a cara para Sonia.

- Ai Ari, desculpa. Vem, você precisa tomar seus remédios e depois precisa descansar, então depois durma. Ok?
- Ok Srta. Sonia.

Após dar a medicação a Ariana, Sonia saiu e fechou a porta. Ariana deitou-se e fechou os olhos para dormir, mas tudo o que tinha acontecido naquele dia não á deixa dormir e as seguintes fases ficavam martelando em sua cabeça.
“E eu prefiro sim ficar com você ao invés de qualquer outra pessoa.”
“ Não tenha medo, confie em mim.”
“Ariana, olhe pra mim! Olhe pra mim e se concentre em meu olhar, somente em meu olhar.”
“ Você merece milhões de beijos”

- Meu Deus, o que está acontecendo comigo? – ela diz a sim mesma.

 


Notas Finais


O que acharam? Comentem suas opiniões. Não sejam leitores anônimos. Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...