História The fault is our love - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias A Regra do Jogo, Alexandre Nero, Giovana Antonelli, Salve Jorge
Personagens Alexandre Nero, Atena Torremolinos, Giovana Antonelli, Heloísa "Helô" Sampaio Alencar, Romero Rômulo dos Santos
Tags A Regra Do Jogo, Alexandre Nero, Amor, Drama, Giovanna Antonelli, Revelaçoes, Romance, Salve Jorge
Visualizações 59
Palavras 598
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 3 - Comemorar


Chegando na empresa, Giovanna segue para a sua sala, onde começa a folhear alguns documentos e logo em seguida, interfona para Clary.

- Bom dia, dona Giovanna! O que deseja?

- Bom dia, querida. Clary, preciso que você traga todos os documentos a serem encaminhados até sexta-feira e traga a minha agenda, quero ver algumas coisas.

- Claro! Já já estou ai.

- Ótimo! – Fala e desliga

 Minutos depois, Calry chega em sua sala.

C- Dona Giovanna? – Fala ao ver a patroa concentrada no notbook

G- Entre! – Diz, retirando sua concentração do notbook.

C- Aqui está – Põe os documentos na mesa e logo em seguida, senta-se.

G- Clary, sexta-feira viajarei para França, estarei no Hotel Du Collectionneur, volto na segunda-feira. Preciso que você remarque todas as reuniões do fim de semana para amanhã. Tente encaixar todas. Os clientes também. Como hoje é quarta-feira, sei que você sai cedo, então, quero tudo remarcado na minha mesa ainda hoje  e datado no celular. Antes de sair, quero que você me repasse tudo. Quais os documentos urgentes que tenho que encaminhar hoje?

C- Vi sua convocação, estou tão feliz. Estamos no Melhores Empresas da França!! Isso tem que ser comemorado ein! – Fala animada, enquanto a chefe lhe olha com orgulho – Bom, urgente, urgentissimo, temos só um. Que é de uma empresa de arquitetura que quer ser filial nossa, chama-se EquipArch, tem como diretor o Senhor Alexandre Nero, junto com dois filiais. Aqui diz que a empresa é renomada e de bom porte no mercado de arquitetura. Primeira colocação como recomendação para filiais e a empresa segue financeiramente bem. Diz também que o mesmo é advogado da própria empresa, como um dos melhores arquitetos funcionais. E ai?

G- Deixe em minha mesa, levarei para casa. Tenho que estudar isso com Amora. Sabes que não queremos filiais. Somos um empresa dependente. Mas, o que custa tentar? Que horas é a minha primeira reunião e onde será?

C- Claro, deixarei. Sua primeira reunião será aqui mesmo, na sala de reuniões. Acabará as 11:30. Enquanto isso, começarei a remarcar a agenda. Sobre o horário, começará agora. Eles já estão lhe esperando.

G- Ótimo! Então, põe esse documento na minha pasta – Diz, apontando para o arquivo da filial – E manda a Georgia servir café e algum petisco durante a reunião, não esqueça da àgua! – Adverte

C- Claro! – Diz saindo

Enquanto Clary segue para a secretaria, Giovanna dá uma olhada na ficha da empresa de Nero.

Depois de quase quatro horas de reunião, Giovanna segue para a sala. De repente, Clary chega para lhe passar as informações das remarcações da agenda. Já acabado de passar as informações, Gio liga para Amora e em seguida segue para o restaurante. Pela tarde, passam no shopping e às 18:00 horas sairiam para a boate.

Faltando 30 minutos, Giovanna põe um vestido vermelho com um decote V que realça seus seios e modela sua cintura, em consonância com um salto preto e uma maquiagem de noite, Giovanna está implacável. Cabelo ondulado e solto, Giovanna segue para a garagem, onde encontra Amora bufando pelo atraso.

G- Oi amoor! – Fala apertando as bochechas da amiga.

A- Amor uma merda, Giovanna! Que atraso. – Fala com raiva

G- Vamos Amorinha. Chama um taxi. E vou logo avisando, não beberei muito, pois amanhã não tenho tempo, tenho várias marcações e reuniões. – Dá uma piscadela para a amiga

A- Hum – Fala com desdém – Você está lacradora hoje ein, mana? Vou até ficar em casa. Desisto de chamar um taxi – Fala rindo

G- Palhaça – Sorrir em resposta

Não esperaram tanto, avistaram um taxi e seguiram para a boate.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...