História The Feeling - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Jimin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lu Han, Sehun, Tao
Tags Chanbaek, Hunhan, Jikook, Kaisoo, Kristao
Exibições 111
Palavras 1.161
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!! :*♥

LEIA AS NOTAS FINAIS! Obrigada!

Capítulo 5 - Quinto


Fanfic / Fanfiction The Feeling - Capítulo 5 - Quinto

Um mês depois


Park Jimin


Saí do banheiro com uma toalha enrolada na cintura e com outra secava meu cabelo, vi JungKook sentado na cama meio curvado para frente, mexendo distraidamente em seu celular. 


Ri e me aproximei do mesmo — que nem se moveu. Subi na cama — ficando de joelhos atrás dele — e passei meus braços por seu pescoço, encostando meu peito em suas costas nuas.


— O que você tanto olha? — fitei o visor e vi diversos tipos de espelhos, vários tamanhos, formas, cores.


— Quero comprar alguns espelhos para a sala, mas até agora não achei nenhum interessante. — arrastou seu dedo para cima. 


Repousei minha cabeça de lado em cima do antebraço e JungKook virou seu rosto em minha direção, selando demoradamente nossos lábios.


— Te amo. — falei de olhos fechados e ele roçou seu nariz na minha pele, mordendo fracamente minha bochecha. 


— Também te amo baixinho. — abri os olhos e ele sorriu, no qual retribuí. 


Retirei meus braços de seu pescoço e coloquei por debaixo de seus ombros, repousando minhas mãos em seu peitoral liso. Comecei a passear minhas mãos vagarosamente pelo tronco e ouvi um suspiro curto e baixo.


JungKook continuava prestando atenção no celular e aproveitei para arranhar fracamente seu abdômen, apreciando ele morder o lábio inferior. 


Umedeci os lábios e beijei a pele gélida do seu pescoço, o mesmo arrepiou-se e senti a barra da calça moletom assim que desci mais um pouco a minha "carícia".


— Pode ir em frente. — falou baixo e virou sua cabeça para trás, lançando uma piscadela em meio à um sorriso ladino, voltando sua atenção ao celular.


Um sorriso — malicioso — involuntário brotou na minha face. Puxei a barra para cima e adentrei minha mão em sua calça, sentindo seu membro ainda adormecido.


Mordi seu pescoço ao mesmo tempo em que segurei seu falo em minha palma, sentindo as costas de JungKook arquearem e um gemido baixo sair de seus lábios. 


Sua pele começou a esquentar e rocei meus lábios em seu lóbulo, sentindo o gelado do brinco de argola que ele também usava. Segurei seu membro ainda dentro da calça e comecei a mover minha mão vagarosamente, puxando seu brinco com os dentes em minha direção. 


Acelerei os movimentos e seus gemidos foram se tornando mais audíveis à medida que apertava sua carne, sentindo a mesma pulsar na palma da mão. Sua calça foi formando um círculo de cor mais escura — já que a calça era cinza claro — graças ao pré-gozo que começou a expelir. 


— Como você prefere? Assim — apertei seu pênis e ele suspirou cortado. — ou assim? — pressionei o dedão em sua glande molhada e seu peito começou a subir e descer.


Com a outra mão livre, levei a mesma também para dentro da peça de roupa, mas indo em direção aos testículos e massageei ambos, fazendo a respiração de JungKook tornar-se descompassada.


Minha mão direita começou a ficar molhada e JungKook soltava gemidos cada vez mais altos. Acelerei o ritmo dos movimentos e puxei JungKook para trás com meus braços, repousando minhas costas no colchão e as semelhantes de Jeon em meu peito, vendo sua boca entre aberta e sua respiração mais acelerada. 


Senti uma coisa quente em meus dedos e logo um gemido de alívio preencheu o quarto. Retire minha mão esquerda mas não a que estava no falo do moreno, apenas permaneci com a mesma, ali sentindo a carne pulsar cada vez mais.


— Gostou? — sussurrei em seu ouvido e JungKook assentiu de olhos fechados, recuperando-se do recente orgasmo. 


Em um movimento rápido, Jeon ficou de frente para mim e senti a fricção de nossos membros por cima do pano, fazendo ambos gemermos rouco. 


Novamente segurei a barra de sua calça e JungKook elevou um pouco o quadril, permitindo mais facilidade em retirar a peça do seu corpo. 


— Essa toalha não faz parte dos planos. — falou próximo da minha boca e roçou seus lábios aos meus semelhantes, e senti o nó ser desfeito. Logo nada nos impedia de sentirmos um ao outro. 


JungKook levou sua mão ao meio de nossos corpos e sabia o que o ele pretendia, mas parei seu trajeto segurando seu braço e o mesmo me fitou confuso. 


— Não precisa fazer isso, só, anda logo. 


— Qual a palavra mágica? — perguntou mordendo o lábio inferior soltando este vagarosamente, fazendo eu pregar meu olhar naquela região. 


— Me f-fode, daddy. — afirmei ainda vidrado nos lábios — agora — vermelhos de Jeon, sentindo minhas bochechas tornarem-se rubras.


— Essa mesma, babyboy. — JungKook aproximou seu rosto do meu e rapidamente selou nossos lábios em um ósculo sexy e intenso.


Passeei minhas mãos por seu pescoço e parei em seu cabelo, puxando livremente os fios e a língua dele invadiu minha boca, tocando a minha e causando uma onda de arrepios em ambos os corpos.


JungKook começou a morder meus lábios fortemente, fazendo eu gemer em deleite e passeou sua língua pelos pequenos filetes de sangue que formaram. A dor era mais prazerosa do que incômoda, com toda a certeza. 


Ele voltou a me beijar e senti a glande de seu pênis tocar em minha entrada, fazendo com que eu — automaticamente — comprimisse, impedindo JungKook de entrar. 


— Relaxa, não é como se fosse a primeira vez, amor. — sussurrou em meio ao beijo e arranhei sua nuca.


Meus músculos relaxaram e JungKook segurou minhas coxas torneadas, fazendo um breve carinho. Senti ele retirar uma das mãos de minha pele e em seguida uma pressão foi feita em meu orifício.


Levei minhas mãos aos seus ombros e cravei as unhas no local, JungKook gemeu arrastado assim que conseguiu penetrar a glande, deslizando facilmente para dentro de mim graças ao membro lubrificado pelo próprio sêmen quando eu tinha masturbado-o. 


Soltei um grito fino ao que ele acertou minha próstata de primeira, já que Jeon não é pequeno. JungKook curvou-se e senti sua respiração quente em meu pescoço, no qual ele logo tratou de morder e soltei um suspiro embriagado.


JungKook começou a movimentar-se e agarrei seus braços, sentindo ele ir cada vez mais fundo. 


— Você continua bem apertado. — gemeu apertando minha cintura. 


[...]


Ambos atingimos o clímax e JungKook despencou em cima de mim, no qual soltei um gemido baixo. 


Ficamos alguns minutos regulando a respiração e voltando à realidade, o que não demorou. 


— Pode sair daí. — falei e ele riu, me fitando com suas pupilas dilatadas.


— Prefiro ficar aqui, é quentinho. — ondulou seu quadril contra o meu e gemi, fazendo Jeon sorrir. — 'Tá bom, eu saio. — resmunguei algo desconexo e ele riu. — Se decida. 


— Sai logo daí, paspalho. — bati fraco em suas costas e ele saiu de dentro de mim, eu suspirei e fechei os olhos, sentindo uma leve ardência e algo escorrer.


— Vou cuidar de você, bebê. — senti um chupão no meu pescoço e logo ser levantado. 


"Mesmo sendo frio, você pode ser fofo até depois do sexo?"



Notas Finais


Babys, como vocês sabem "The Feeling" é para ser postada toda quinta-feira, mas não vou mais conseguir postar apenas no dia específico, portanto, vou postar de forma aleatória pela semana, pois ficará mais fácil!

Bom, espero que tenham gostado! ^^

Próximo capítulo, preparem-se (viaja Caroline, viaja)

Bezzos! 😘😘❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...