História The Fighter - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Bad, Romance
Exibições 10
Palavras 811
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hey Sazon In your area, pra uma one shot, minha primeira, eu escrevi com muito amor então protegem este capitulo ok?

Capítulo 1 - Capítulo Único


 Eu sabia... 

 Você sabia...

Naquela época eu pouco me importava se você voltasse tarde...

Só que ​você começou a aparecer com marcas, "completamente normal" eu falava isso na minha mente, você me fez perder o sono garoto... Me fez me perder no caminho que eu própria criei.

  Eu ainda te amava, mesmo você tendo chegado às 3 da manhã completamente louco e bêbado, continuei te amando garoto, só que você me via como uma pequena marionete, a qual você simplesmente podia brincar a qualquer hora...

  Me sentia estranha quando você estava por perto, era uma paixão que cada vez mais crescia em meu peito, mas você só tinha olhos pra si mesmo, é claro que você também tinha olhos para as outras meninas, só que você não se importava com elas da maneira certa, você só tinha um objetivo com elas, e como isso era errado menino, como alguém tão metido que nem você se importaria com o sentimento de alguém como eu?

 Você sorria ao ver meu rosto ficar vermelho a cada gesto seu, você ria alto quando eu gaguejava, você fazia de propósito, eu sei que fazia, mas você achava tão engraçado enquanto eu me xingava em voz baixa como eu era idiota, você nunca me fez pensar ao contrário, na verdade, você só me fez pensar cada vez mais que eu era uma idiota, sendo que você era o rei dos tolos

 Me lembro exatamente de vê-lo agarrado com um menina, estavam saindo do cinema, só que em seu pescoço tinha uma marca de beijo, o filme foi muito divertido não é?

  Quando você me encontrou chorando no parque, você não me perguntou nada, apenas se sentou e me abraçou, só depois de um tempo que você perguntou se eu estava bem, e eu respondi o que eu sempre respondi:

"Eu estou bem"
Eu estou bem
Eu estou bem
Eu estou bem
Eu estou bem
Eu NÃO estou bem menino...

  Lembro me bem também da vez em que fomos tomar sorvetes, você comprou pra mim, eu amei ver como você estava sendo tão gentil, só que como eu era tola, eu queria voltar no tempo, poder me impedir de te encontrar

  Quem pensaria que depois disso você fosse com uma menina qualquer para um canto qualquer fazer qualquer coisa? Quem pensaria que aquilo do sorvete e de todos os cuidados fossem para passar o tempo? Eu achei que estivesse se importando comigo, mas não...

  Eu me lembro também de como eu subi no terraço do nosso prédio e fiquei a olhar as belas estrelas, aquela a qual você tinha nomeado com meu nome estava tão fraca e sem luz que me fez refletir se você estava prevendo o futuro ao me "dar" aquela estrela, e a qual eu dei o seu nome estava luminosa, sorridente, estava nos comparando com estrelas, mas era a pura verdade... Estávamos ficando iguais aquelas estrelas, e então me lembro de ter procurado a ti, procurei por você nas pessoas que passavam na rua, e tudo que eu vi foram casais correndo das pequenas gotas que agora caiam do céu

  Eu queria correr para uma cobertura próxima, só que a sensação de liberdade era tão boa que eu ficaria ali até tarde, até que aquela chuva cessasse, até que vi você correndo com seu casaco em cima da cabeça, eu gritei seu nome, você se virou e me encarou confuso, a expressão confusa se tornou apreensiva, você achou que eu iria me jogar, talvez eu quisesse pular, só que quando eu te vi, quando meus olhos cruzaram com os seus, me senti viva como eu nunca me senti antes

 A chuva cessou, e eu ainda estava naquele velho telhado, você ao meu lado segurando minha mão que tremia por causa do frio e só talvez por você estar a segurando, você me olhava e sorria, tinha algo engraçado em meu rosto?

"Você fica bonita quando não usa maquiagem"

"Você acha? Obrigada" 

  Um silêncio se instalou, era ali que eu perguntaria aquilo que me fazia virar noites, o motivo de achar você tão confuso com um quebra cabeça

"Você sente medo de amar?"

"Como? Eu já amei, amo minha família é claro, só que eu me iludo muito para continuar com esse sentimento idiota"

"Hey, eu te amo"

"Você me faz tão bem, me sinto um tolo por não ter visto isto antes"

"Digamos que você tem ainda tem tempo de mostrar isso"

"Hey"

Ele me chamou, e quando me virei, recebi um selinho demorado, beija-lo era como ver as estrelas, era uma sensação de liberdade que eu queria sentir pro resto da minha vida.

"Eu também te amo"

E ali eu podia falar

Eu estou bem 
Eu estou bem
Eu estou bem
Eu estou bem
Eu estou bem
Eu estou bem
Pois eu encontrei a minha estrela e estou disposta a lutar por ela.


Notas Finais


-postei e sai correndo-


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...