História The Fireman - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Emma Watson, One Direction
Personagens Emma Watson, Niall Horan
Tags Bombeiro, Drama, Emma Watson, Niall Horan, Romance, Tragedia
Visualizações 35
Palavras 2.419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hey, pessoinhas! hey, pessoinhas! (Quem já assistiu a série "eu, a patroa e as crianças" vão entender ksfasdahjsa)

Bem, o capitulo está pronto desde sábado, mas tive alguns probleminhas de família que me fizeram adiar a postagem do capitulo, mas aqui está ele e estou ansiosa para saber como vocês vão reagir diante dele wsahhshs

Lembrando que eu tive que corta uma boa parte do que acontece no final, porque eu estava bem inspirada e no fim deu mais ou menos 7.523 palavras kkkk

Tenham uma boa leitura, e se gostarem comentem. Se não gostarem comentem também kkkk eu ficarei feliz do mesmo jeito.

Capítulo 2 - The reunion with the fireman


Fanfic / Fanfiction The Fireman - Capítulo 2 - The reunion with the fireman

Capítulo 2 - The reunion with the fireman

— Uma Semana Depois —

Uma semana se passou desde aquela noite e até hoje eu me culpo por aquele ocorrido. Se eu tivesse desligado aquela maldita panela antes de ter ido atender Margarette, metade da minha casa não estaria totalmente destruída e Maggie não estaria fazendo um tratamento para os pulmões - por conta da fumaça que ela inalou na noite do incêndio, ela teve sérias complicações nos pulmões - e desde então, está se tratando com ajuda de um acompanhamento de um médico veterinário.

Sobre o bombeiro? eu não conseguia tirá-lo da cabeça nem quando eu estava no banho, ele era o responsável por atormentar as minhas noites de sono com aquele par de olhos azuis. Eu achava estranho a forma que eu me sentia protegida em seus braços na noite da tragédia, e o meu cérebro tentava entender do porque daquilo, já que eu nunca o tinha visto na minha vida.

Algo nele me chamava a atenção, e não estou falando da beleza ou do porte físico, é algo que estava escondido através do mar azul que eram os seus olhos. Eu queria me aprofundar neles, queria descobrir o que aquele belo bombeiro escondia atrás do uniforme. Mas havia um problema, eu não sabia se iria encontrá-lo novamente.

— Angel? Angelina? — Escuto alguém me chamar e eu acordei para a realidade. — Bom dia, está tudo bem? — Era Liam, um amigo meu do trabalho.

Liam é um homem muito bonito, dono de um belo porte físico e olhos castanhos como chocolate. Nos conhecemos quando vim fazer uma entrevista de emprego na “Company Malik’s”  e a partir daí, nos tornamos grandes amigos. O belo moreno já admitiu ter sentimentos a mais por mim além da amizade e nós tentamos algo juntos, mas acabou que decidimos manter apenas a relação da amizade.

— Estou bem na medida do possível Liam! — Ele plantou um beijinho na minha bochecha.

— Não se preocupe, tudo vai se resolver Angel…

Contei a ele, sobre o que aconteceu - tirando a parte que eu fiquei embasbacada pelo o bombeiro que me salvou naquela noite -, e desde então, ele tem sido um ótimo ombro amigo, como sempre.

— Bom dia Liam… — Zayn chegou todo sorridente cumprimentando os funcionários. — Bom dia minha doce Angel. — Ele me abraçou, um abraço de urso repleto de saudade. — Que bom que está de volta, preciso conversar com você… agora!

Me despeço de Liam prometendo vê-lo novamente no horário de almoço. Enquanto Zayn e eu esperávamos o elevador, ele me explicou o que aconteceu na empresa enquanto eu fiquei ausente nesses últimos dias.

—  Foi horrível ficar sem você meu amor. — Zayn declarou pegando em minha mão. — Eu senti falta de encher o seu saco Angelina!

Enquanto muitas secretárias faziam de tudo para serem despejadas no trabalho por simplesmente não suportarem o chefe, eu agradecia a Deus todos os dias por ter Zayn - não só como um excelente patrão -, mas como um amigo, um irmão que eu nunca tive. Ele era divertido, além de ser um filho de uma figa de tão lindo.

Com esse rostinho bonito e com esse porte físico, Zayn Malik  já machucou muitas mulheres, eu tinha pena de quem se aproximava dele com intenções a mais achando que iriam se casar e ter filhos com ele algum dia, isso jamais acontecerá, sua última vítima foi a sua ex Perrie. A coitada até hoje não conseguiu superar o que ele fez com ela e vive de alguma forma, tentando se vingar do ex amado.

— Senta-se. — Ele ordenou enquanto se servia com uma xícara de café. — Aceita um café?

— Não, obrigada. — Eu cruzei as minhas pernas despidas em baixo de sua mesa. — Posso saber do que quer conversar? — Vou direto ao ponto.

— Certo… — Zayn se acomodou em sua cadeira e bebericou o café antes de falar: — Hoje a noite terá uma festa de gala para promover a parceria entre a Company Malik’s com a A special future, uma instituição do sul de Londres que ajuda crianças e adultos que sofrem de deficiências físicas.

— E onde exatamente eu entro nessa história? — Levantei as sobrancelhas interessada nesse assunto.

— Quero que seja a minha acompanhante Angel. — O moreno sorriu permitindo-me ver os seus lindos dentes brancos. — Convidei alguns de meus amigos, e quero levá-la para conhecê-los. — Suas íris castanhas da cor do mel, me olhavam com expectativa.

Descruzei as pernas, e tirei os fios teimosos do meu cabelo que estavam em meu rosto, fazendo um breve suspense antes de responder: — Tudo bem, eu irei te fazer companhia está noite senhor Malik!

— Ótimo, eu sabia que não iria negar ao meu convite. — Zayn dá outra bebericada no seu café. — Passo em sua casa às 7h, tudo bem pra você meu docinho de coco?

Não consigo conter o riso, e o moreno me acompanhou nas gargalhadas. — Tudo ótimo meu pãozinho de mel.

[...]

— Angelina, eu vou te pegar pelos cabelos. — Alice, minha prima grita em meus tímpanos fazendo-me afastar o telefone da orelha. — Como você é tapada! — Eu revirei os olhos com o comentário dela. — Você deveria ter sido cuidadosa, não vê que a maioria dos acidentes domésticos acontecem por falta de atenção? você nunca ouviu falar do famoso ditado “com o fogo não se brinca”?

— Alice, eu não estou com tempo de ficar aqui ouvindo os seus sermões! — Me olho no espelho, boba com a tamanha beleza do vestido que eu usava.

Era um vestido de fenda alta longo branco, sem mangas. Tinha um belo decote cabresto atrás deixando a mostra, parte de minhas costas nuas. Era um vestido simples que valorizava as minhas curvas, me deixando com um ar sensual. Nos cabelos, optei por fazer um coque moderno que eu aprendi vendo em um tutorial no youtube e gostei do resultado final, ficou bem bonito. Pelo menos isso, eu consegui fazer sem causar um grave acidente.

Os meus olhos estavam bem marcados com uma máscara de cilhos apenas. Na boca, optei por usar um gloss clarinho, nada chamativo. Coloquei um par de saltos altíssimos branco para combinar com o vestido, e finalizei o meu look com uma elegante pulseira no braço esquerdo.

 

*Foto do look da Angelina, lá em cima (na capa do capítulo.)
 

Conversava com Alice enquanto esperava Zayn chegar, ela aproveitou e me contou as novidades. Revelou que estava namorando e imediatamente nós duas gritamos eufóricas pela linha telefônica, eu mais ainda ao saber que ela estava amando.

— Quando eu tiver uma folguinha da faculdade, vou levá-lo pra te conhecer.

— E ele é bonitão? — Não escondia a minha curiosidade.

— Bonitão? menina ele é mais do que isso, ele é um pedaço de mal caminho. — Ally grita empolgada. — Sou uma sortuda por ter fisgado um gatão como ele... ai ai! — Suspirou apaixonada.

— Estou muito feliz por você. — O barulho alto da campainha soou, e me despedi de Alice. Olhei uma última vez no espelho, passei um pouco da minha fragrância de rosas vermelhas e me virei para Maggie que esse tempo todo, só estava me observando.

— Como estou? — Dei uma rápida voltinha, e Maggie latiu bem baixinho, aprovando o meu look. — Estou bonita mesmo? será que hoje eu desencalho?  — Brinquei, pegando a minha fiel companheira no colo. — Se cuida está bem? — Beijo seu narizinho e corro para ir atender a porta.

Fico totalmente besta com a visão que eu tenho do belo moreno a minha frente. Os cabelos estão bem organizados, nem um fiozinho está para fora do topete perfeito. Zayn parecia aqueles príncipes dos contos de fadas, está lindo no smoking preto e muito cheiroso com sua forte fragrância masculina.

— Boa noite minha cara Angelina. — Ele me cumprimenta com um beijinho nas costas da minha mão. — Permita-me dizer, que está linda nesse vestido. — Eu acabei sorrindo com o seu elogio.

— Boa noite e muito obrigada, o senhor também está muito bonito nesse smoking. — Olhei para ele da cabeça aos pés e ele riu.

— Ok, chega dessas formalidades. — Zayn checou a hora no seu rélogio rolex, e voltou a me olhar. — Estamos um pouquinho atrasados… — Ele estendeu o braço para mim, para poder acompanhá-lo. — Vamos?

— Vamos!

No caminho Zayn me explicou que todo o dinheiro que foi arrecadado para a organização da festa, vai para a  A special future. Quando o assunto é ajudar o próximo, Zayn não pensa duas vezes, está sempre disposto a ajudar. Ele não se importava em doar suas peças de roupas caríssimas ou muito menos, doar um cheque gordo para pessoas humildes. O que realmente importava para ele, era ver o sorriso dessas pessoas. Ver o quanto aquilo de alguma forma, ajudaria suas famílias, talvez seja por isso que eu sempre o idolatrava.

— Venha Angel, quero te apresentar algumas pessoas! — Zayn me puxou para fora do grande tapete vermelho, logo após de terminar nossa pequena sessão de fotos. Antes claro, ele respondeu algumas perguntas e deu uma breve explicação sobre o evento. 

Eu estou toda boba admirando o enorme salão, tudo muito bem organizado. O que mais me chamou a atenção, foi os lustres luxuosos sobre o teto, feitos de puro diamantes. As mesas dos convidados com lindos vasos de flores e velas, o lugar é um verdadeiro luxo.

Zayn me apresentou pessoas importantes que faziam parte da instituição, e outras responsáveis pela a festa. Fiquei bem envergonhada quando comentaram que o moreno e eu, formávamos um belo casal, tive uma enorme vontade de enterrar a minha cabeça em um buraco com a tamanha vergonha que passei naquele momento.

— Porque você tinha que falar que somos noivos? — Bati em seu braço nervosa. — Qual é o seu problema?

Zayn riu da cara feia que eu fiz: — Porque eu não quero ver ninguém de gracinha com a minha linda secretária. — Ele se aproximou de mim, e me roubou um selinho.

— ZAYN! — Tenho a certeza que eu estou parecendo um pimentão de tão vermelha. — Porque fez isso?

— Digamos que eu contei uma pequena mentirinha para os meus amigos… — Olhei para ele com os olhos semicerrados. — Eles ficaram me zoando por está solteiro, então…

— Então o que Malik? — O meu coração está pulsando rápido demais, vejo pela sua cara que ele aprontou alguma e tenho a certeza que boa coisa que não é.

— Contei a eles que eu conheci uma bela mulher, e que estava apaixonado… — Eu acho que vou cair, porque estou sentindo as minhas pernas tremerem.

“Ele não pode está falando sério, será que é isso mesmo que eu estou pensando?”

— … E  a pedi em casamento… — Se antes eu achava que ia cair, agora eu tenho a certeza absoluta. — Por isso fiz questão que me acompanhasse Angel, para te apresentar a eles, como a minha futura esposa! — Devo está parecendo uma morta-viva com os olhos saltados para fora e com a boca aberta, olhando horrorizada para o homem à minha frente.

“Filho de uma figa!”  — O xinguei mentalmente.

— Zayn, você é tão ridículo! — Eu sou obrigada a segurar nele, pois não sei se aguentaria ficar em pé por muito tempo, as minhas pernas estão pior que gelatina. — Eu estou com uma enorme vontade de te bater! — Ele riu e eu também, mas no meu caso é de nervoso.

— Se me bater, te coloco no olho da rua! — Ele ainda tem a coragem de me ameaçar.

— Ora, seu… — Sou interrompida com uma de suas mãos em minha cintura, Zayn me guia  até uma mesa onde havia dois homens e duas mulheres conversando. — Por favor, seja uma atriz digna de um Oscar e atue ok? — Sussurrou em meu ouvido.

— Olha só quem decidiu dá as caras! — O homem alto e forte dos cabelos cacheados se levantou para poder cumprimetar o meu chefe que agora é o meu noivo de mentirinha. — Zayn meu amigo, quanto tempo!

— E aí Harry… — Zayn abraça o amigo. — Você está ótimo, vejo que deixou o cabelo de rapunzel de lado. — Os dois gargalharam e eu fiquei ali, jogada para o escanteio. Como uma idiota . —  Louis… — Fez o mesmo ato com o homem dos cabelos castanhos bagunçados que até então, estava sentado. — Olá meninas! — Acenou para as duas mulheres, que são lindas por sinal.

— Olhe isso Tomlinson, ele está acompanhado! — Harry me olha da cabeça aos pés e eu congelo no mesmo lugar, morta de vergonha. — Não vai nos apresentar a sua bela companhia Malik? — De relance, eu vi que o tal do Louis se segurava para não rir.

“Ai, que vergonha!’’

— Pessoal, essa aqui é a Angelina, a minha secretária pessoal, e a minha futura esposa… — Zayn nos envolve em um abraço e beija a minha bochecha.

“Deus! eu vou ser presa por assassinato, porque depois dessa farsa toda eu vou matar o meu adorável chefe!”

— Olá, boa noite! — Cumprimentei todos os presentes, louca para sair dali logo.

— Zayn? — Eu ouço uma voz atrás de mim que me pareceu ser familiar. — Cara, fico feliz que esteja vivo! — Eu me viro, e por pouco - muito pouco mesmo -, eu não gritei.

Eu não acredito que é ele ali bem na minha frente, o meu herói, o homem que me salvou daquele incêndio uma semana atrás. Minhas pernas voltaram a balançar que nem uma gelatina ao olhar em seus olhos, aqueles mesmos olhos que não me deixaram ter uma boa noite de sono durante sete dias. Para mim, naquele exato momento, só existia ele e eu, só nós dois. Suas irís maravilhosamente azuis, me olhavam atentamente e eu me perguntava se ele se lembrava de mim do mesmo jeito que eu me lembrava dele.

— Niall, que bom te ver por aqui! — Zayn lhe deu um longo abraço apertado, e mesmo assim, seus olhos não desgrudaram dos meus nem por um segundo se quer. — Quero lhe apresentar a minha secretária e futura esposa, Angelina.

Eu sentia que o meu coração saltaria do meu peito a qualquer momento, eu estava nervosa e eu não conseguia nem ao menos dizer um único oi. Niall que até então, estava imóvel assim como eu, se aproximou de mim pegando em minha mão e levando-a até os seus lábios - que descobrir serem macios -, em um beijo. Sem nunca desgrudar os seus olhos azuis dos meus castanhos.

— Angelina… — Eu jurei por minha tia avó que já se encontrava lá no céu, que eu vi estrelinhas quando seus lábios convidativos pronunciaram o meu nome. Nunca na minha vida, achei tão bonito uma pessoa dizer o meu nome assim, tão… devagar. — É um grande prazer conhecê-la, meu nome é Niall… — Eu não sei como eu não caí sem forças no chão com aquele seu olhar sedutor. — Niall Horan.


Notas Finais


Uma coisinha: acho que amanhã ou depois (ainda essa semana) atualizarei Thug Love, e o próximo capitulo de The fireman terá surpresas kkkkkk

Até em breve, um beijo da tia Bea <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...