História The Flash - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Flash
Personagens Barry Allen (Flash), Cisco Ramon, Detetive Joe West, Dra. Caitlin Snow, Iris West, Personagens Originais
Tags Ação, Barry Allen, Drama, Luta, Poder, Romance, Velocidade, Velocista
Visualizações 34
Palavras 799
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Magia, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi! Enfim, estou de volta com um capítulo!
Me perdoem pela demora, estava sem internet!

Sem mais enrolações...
Boa leitura!

Capítulo 7 - Sprinter Within The City.


Fanfic / Fanfiction The Flash - Capítulo 7 - Sprinter Within The City.

Com Lillie...


Acordo e olho para o relógio que marca 7:08, eu não lembro que horas era pra chegar no trabalho.

Então...

Tomo um banho, pego uma roupa (na capa), passo um perfume, e pego minha bolsa e vou para o meu novo trabalho.

Já no Laboratório.



Aproveitei e tinha comprado um café. Vejo Barry parecendo muito ocupado.- Oi... Barry.

- Oi Lillie, tá um pouco atrasada...

- Eu esqueci que horas devo ir pro trabalho...

- Você deve vir pro trabalho ás 05:00 da manhã.

- Então... Estou muito, atrasada.

- Sim...

-  Precisa de algo?

- Sim, o Joe me mandou bastante provas e, aconteceram muitas coisas nessa semana em Central City... Se você puder me ajudar com as provas, eu aceito.

- Sim, claro, Barry.

Barry atende uma ligação.

Enquanto isso, eu sento numa cadeira e começo a mexer na papelada. Pois é... Parece que está havendo MESMO muitas coisas nessa cidade.

Assalto de bancos, assassinatos, suicídios, e... Uma família morta por um terrorista.

Acho que, isso não chega nem perto do que houve em meu passado.

Mas sabe? Não me importo.

- Lillie!

- Barry?

- Você pode...

- Cuidar das coisas? Claro.

- Obrigado... Muito obrigado mesmo!

- Vai lá... Barry... - Dou um sorriso.

Com sua velocidade, Barry sai.

- Então, sobrou eu para fazer o resto.

Eu uso minha velocidade para acabar com a papelada.

Com Barry (Flash)// Laboratório S.T.A.R.

- Cheguei. - Disse recuperando fôlego.

- E a Lillie?

- Ela está cuidando das coisas lá.

- Ok...

- Eu preciso saber como é o meta-humano.

- Eu e o Cisco não achamos nada...

- Então, eu vou descobrir.

Com Caitlin...

- Eu preciso saber como é o meta-humano.

- Eu e o Cisco não achamos nada...

- Então, eu vou descobrir.

- NÃO BARRY!

Ele vai embora usando sua velocidade.

- O Barry é LOUCO!

Cisco observava meu nervosismo sem me responder.

- E se for um meta-humano perigoso? Ele pode correr o risco de...

- Calma, Caitlin! Relaxa! Deixa tudo com o Barry.- Cisco tenta me acalmar.

- Ok. Eu to calma. Eu só vou verificar!

Ligo o aparelho e consigo falar com ele.

- Barry, cuidado.

- Não deve ser um meta-humano, Caitlin.

- Como assim, Barry?

- Ele não está usando poderes ou algo do tipo e...

O aparelho parece desligar.

- Barry? Você está bem? Barry?- Disse desesperada.- Ai meu Deus! Cisco!

- Cara! Responde!

O aparelho começa a chiar.

- Cisco olha no computador! Eu vou hackear as câmeras da cidade.

- Ok. - Cisco senta na cadeira, e começa a teclar os teclado rapidamente.

- Ai meu Deus! 

- Caitlin! Aqui! Barry está correndo pela cidade.

- Ele deve estar... Fugindo!

- Mas, fugindo de quem? Ninguém, NINGUÉM consegue alcançar ele!

- Só se...

O aparelho começa a chiar.

- Barry? BARRY?!

- Caitlin...

- Fala para mim... Você está bem?

- Sim.

- Cara! Você me deu um susto!

- Barry! Conseguiu descobrir que tipo de meta-humano ele é?

- Sim..É um velocista...

- Você está realmente com sorte Barry.

- Pois é! Espera! Ele está me perseguindo de novo...

- Corre Barry, CORRE!

Eu e Cisco olhamos para aquele borrão que agora pouco estava parado, mas agora, finalmente ele está indo para lá e para cá.

O aparelho chia de novo.

Barry? Você está bem?

- Não! * ele geme * Ele acaba de atravessar sua mão em minha barriga...

- Barry! Consegue voltar?

- Acho que sim.

Olho para o borrão que está correndo.

Barry chega caindo no meio do Laboratório.

- Ai meu Deus Barry!

Eu saio correndo em direção dele.

- Cisco! Ajuda aqui!

Cisco vem correndo, ele pega o Barry, e faz com que ele fique apoiado em seus braços. Então, Cisco o coloca na maca.

- Droga!- Ele estava visivelmente nervoso.- A Lillie ficou lá.

- Calma, eu aviso para ela. Ok ?

- Ok. - Ele continua com a mesma expressão.

Eu pego o celular e ligo para a Lillie.

Ligação.

- Alô? Lillie?

- Sim? Quem é?

- Sou eu! Caitlin!

- Oi, Caitlin.

- O Barry... Não vai voltar.

- Porquê? O que aconteceu com ele?

- Ele está ferido.

Fim da ligação.

Com Lillie...

Desligo o celular.

- O que aconteceu com o Barry? -pensamentos de Lillie.

Está tarde, vou para casa. Barry não vai voltar...

Com Barry...

- Caitlin, como eu vou deter ele? COMO?

- Desta vez você não vai poder.

- Caitlin... Muitas, MUITAS PESSOAS estão em perigo por causa desse cara! Se eu não deter ele, ela vai acabar com a nossa cidade!

- Olha, Barry... SINTO MUITO! Mas você não pode deter ele neste estado!

- Olha, eu preciso! Não tem ninguém para me substituir!

- A não ser que...- Cisco diz.


Notas Finais


Tradução do título:
" Velocista Dentro Da Cidade. "

Espero que tenham gostado!
É o primeiro capítulo que faço BEM longo! Aliás, vocês merecem!
Tchau!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...