História The Flower That Didn't Sprout - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Karin, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Orochimaru, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Lobos, Magia, Naruto, Romance, Sakura, Sasusaku, Sasuske, Sobrenatural, Vampiros
Exibições 98
Palavras 1.263
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Boa leitura.

Capítulo 6 - Capítulo VI


Fanfic / Fanfiction The Flower That Didn't Sprout - Capítulo 6 - Capítulo VI

Hn. –Ela falou fechando os olhos e logo saindo daquele lugar, estava pensativo, justo essa noite eles se tornariam mais agressivos, mais selvagens, e ela com certeza sairia da merda do quarto, talvez por ela ser rebelde, ou ser idiota, e talvez isso o encantava de certa forma.

 

Tédio, era isso que ela sentia naquele momento, sentada em baixo da mesma árvore em que viu certo Uchiha, “Fique no seu quarto hoje à noite, certo?” .O que Ino havia falado para si não saia mais de sua cabeça, mas queria saber o que iria acontecer essa noite, mas ao mesmo tempo estava receosa, e se ela ficasse brava? Ou então algo ruim acontecesse? Não saberia se não esperasse para ver.

 

Ele estava parado em uma árvore, olhando a rosada, que como Ino havia dito, não ficou em seu quarto, isso frustrou de certa forma o moreno, respirou fundo, sentiu um cheiro indesejado, claro que isso aconteceria, rosnou baixo, para que ninguém escutasse, ouviu os passos lentos, “Sasori e Deidara, tsc, justo eles tinham que vir nessas horas.”. Descruzou os braços e se desencostou da árvore em que estava encostado.

A rosada parecia desconfortável com os olhares sobre si, ela parecia desesperada, ele se apressou para chegar mais perto, Deidara agarrou a rosada, que estava tremendo e tentando se soltar de alguma forma, o socava, mas não adiantava, tentava o chutar, mas ele segurou suas pernas pelas suas cochas, ele se apressou e correu mais rápido.

-Não toque nela! –Sasuke segurou a mão de Deidara, que olhou espantado para o Uchiha que permanecia sério. –Escutou? –Ele disse olhando para a outra mão do loiro que permanecia segurando um dos braços da rosada. –Solte! Ou eu vou ter que cortar a sua mão fora pra você entender!

-Você está muito exaltado, não acha Uchiha? –Sasori falou sorrindo debochado. –Ela é apenas uma mera humana, não? – Como ele odiava aquele ruivo, “filho da puta”. Olhou para Sakura que já estava chorando desespera, olhou para seu braço, roxo, uma marca roxa, sentiu o sangue ferver, ouviu o coração de Sakura disparar, Sasori desmanchou o sorriso e virou de costas. –Vamos Deidara, tudo isso não vale a pena.

Seguiu os dois entrarem na floresta com o olhar, assim que eles sumiram de sua visão olhou para a rosada, ela estava horrível, soluçava, e puxava seus cabelos com as mãos, e seus olhos vermelhos e arregalados, mexeram com o coração do moreno, ele caminhou em sua direção e agachou-se em sua frente.

-Vai ficar tudo bem agora. –Ele falou acariciando seus cabelos rosados.

-O que era aquilo? –Ela perguntou tremula. –Ele tinha presas! E ele queria morder meu pescoço. Como um vampiro. –Ela abraçou o moreno, forte, por impulso, ou talvez porque ele mesmo quisesse ele devolveu o abraço carinhoso. –Foi por isso que Ino me disse pra ficar no quarto? Por que existem monstros nessa escola?

Ele respirou fundo, não queria que ela descobrisse que ele é um lycan. Talvez pelo fato que ela se assuste por não saber a verdade que foi escondida desde que nasceu, mas acima de tudo, pelo medo que ela com certeza sentiria, claro, é inevitável. Respirou fundo novamente, e sentiu, sentiu o cheiro de sangue, sangue do Naruto, e não vinha da zona sul, vinha do outro lado. Ele se levantou e olhou para Sakura que segurava a ponta da sua camisa em uma mensagem silenciosa, não me deixe sozinha! Ele não sabia o que fazer, não podia levar Sakura para uma possível batalha, mas não podia a deixar sozinha.

Pegou na pequena mão dela, e a puxou para cima a fazendo levantar e acompanhá-lo na caminhada rápida, ela segurava sua mão com força, e ele apenas olhava para frente, o cheiro ia ficando cada vez mais forte, até mesmo a rosada parecia ter sentido, ela mostrava uma expressão nada agradável. “Sasuke! Estamos com um probleminha. Alguns dos nossos se meteram em problemas hoje.”. Ele bufou, respirou fundo e continuou caminhando, confiava em Naruto, seu beta, sabia que o que ele falava era verdade.

Ouviu o grito de Sakura atrás de si, ele olhava Naruto com um corte em seu braço já cicatrizando e os dois jovens atrás do loiro, feridos, um vampiro, “Hidan”. Os vampiros do Sasori, descontrolados igual ao ruivo, odiava eles, sempre se metendo em brigas e metendo os seus lycans junto, na maior parte das vezes, e é claro querendo briga com ele. Olhou para Sakura, ela parecia estar perdida em seus pensamentos, talvez ela esteja tentando achar uma resposta para o que estava acontecendo, mas a resposta era simples, monstros existem.

-Veja quem chegou! A estrela da noite, o protetor dos mais fracos. Sasuke Uchiha. Estava te esperando, mas nunca pensei que traria a Haruno junto, bem, o sangue dela parece delicioso. –Hidan falou passando a língua pelos lábios.

Sasuke se irritou, mostrando seus olhos vermelhos, cor de sangue, soltou a mão da rosada que logo caiu no chão, desamparada, perdida, virou para frente, iria preteje-la. Sua pele começou a esquentar, suas roupas se rasgaram, e lá estava um lobo grande e negro, um alpha, um Uchiha.

 

“O que está acontecendo? O que é isso? Sasuke acabou de se transformar em um lobo? Isso é completamente impossível, por que eu estou aqui? Naruto está machucado. O cheiro de sangue está para todo o lado.”

Ele havia se transformado em um lobo, e o Naruto estava com o braço ensanguentado e vindo em sua direção, correndo, com pressa.

-Você está bem, Sakura? –Ele parecia preocupado com si.

-Sim. –Ela respondeu olhando para ele. –Você... O que é você?

-Eu... Bem... –Ele parecia receoso em dizer, não queria falar para ela e descumprir a promessa que fez com a vovó, mas ela já havia visto, não tinha mais como esconder. –Eu sou um lycan, sendo especifico, um “lobisomem” como você aprendeu. Mas nós somos bem menos assustadores do que nos contos infantis, certo? –Ele sorriu, tão doce, tão gentil.

-Sim. –Ela respondeu sorrindo fraco, estava assustada, mas por algum motivo, sabia que eles não a machucariam, iriam protege-la, sempre.

-Você vai se arrepender Uchiha! –Hidan gritou, segurando firme seu ferimento com a mão, e correu para longe.

Sasuke veio rapidamente em sua direção, mas em forma de lobo, ele era tão grande, e seus olhos tão vermelhos, ele se encostou em Sakura que passou a mão em seu pelo macio, e logo o abraçou e fechou os olhos, Naruto ainda sorrindo se levantou e parou ao lado dos dois, colocando Sakura nas costas do moreno, ela continuou de olhos fechados, dormiu, serena, mas ao mesmo tempo confusa. “O que está acontecendo nesse lugar? Pai por que você me colocou aqui?”

Ela acordou e se sentou sentindo a cama macia, usava as mesmas roupas, mas não estava em seu quarto, não achou Karin, e muito menos uma segunda cama no quarto escuro, esfregou os olhos e se levantou procurando o interruptor, acendeu as luzes, o quarto era completamente diferente do seu, escuro, e apenas uma cama de casal, a porta do banheiro, as cortinas fechadas impedindo que a luz entrasse.

Ouviu o barulho da porta se abrindo e rapidamente olhou em sua direção, ele estava ali parado, olhando para ela, e ela abriu um sorriso, feliz, ele, a partir de agora seria seu porto seguro.

-Sakura, você está bem? –Sasuke perguntou, sentindo os braços finos da rosada em volta de seu corpo, o abraçando.

-Sim. –Ela respondeu de olhos fechados, apertando mais o abraço. –Obrigada. Obrigada por me proteger Sasuke.

-Hn. –Ele respondeu, sereno e silencioso, a abraçando de volta.

 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3 Se gostaram comentem...
Bjss da Tia Alice.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...