História The Forest of Fear - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Romance, Terror
Exibições 13
Palavras 1.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


(Não tem notas só espero que gostem)

Capítulo 7 - Hospital misterioso


Stefany corre destrambelhada se perdendo em meio das árvores, corro atrás dela mas a perco de vista por uns instantes, começo a gritar desesperadamente o nome dela mas não ouço resposta o que me deixa mais aflito, a chuva continuava e mais cheio de sangue eu ficava.

- Stefany pelo amor de Deus me responde! – grito mais alto ouvindo um choro alto vindo detrás de uma árvore.

Ando apressadamente atrás do choro de criança que eu ouço, o choro  continuava, a voz de uma mulher me chama várias vezes, encontro uma mulher com o rosto tampado pelas mãos, ela pega em meu pulso com sua destra, encaro o rosto angelical dela e de alguma for me sinto atraído a olha-la cada vez mais.

- JIMIN! – Milena me chama mas eu não consigo responder nenhum som sai da minha boca só consigo olhar a bela mulher que esta na minha frente.

- JIMIN RESPONDE! ONDE VOCÊ ESTA? – foi a vez de Tae gritar por mim mas não obtêm resposta novamente.

A mulher de rosto angelical sorri para mim, seus dentes são afiados e branquíssimos, ela toca em meu rosto gerando ardência no local tocado, toco por cima da mão dela, a mão da mulher é fria, os cabelos dela repicados em um tom castanho e o sorriso amedrontador, minhas pernas ficam bambas, ela me abraça, correspondo o abraço, ela chora mais derramando lágrimas sobre minha camisa, acaricio os cabelos mal cuidados da mulher. Mais um tempo nisso ela sorri para mim, derramando mais e mais lágrimas sobre mim.

- Ei, não chore vai ficar tudo bem... – digo tocando em seu rosto.

- Não, não vai ficar tudo bem. Mas prometo ser rápida. – a voz dela é hipnotizante.

Sinto coisas pontiagudas pressionando-se contar minhas costas, viro-me permito que meus olhos vejam não complemente mas são as unhas enormes da mulher que até a pouco parecia frágil, sinto sangue saindo do meu corpo, ela pressionava as suas unhas me ferindo sem ter dó, soltei um suspiro já que minha voz se recusa sair, eu não sentia quase nada após alguns segundos sobre dominação da mulher, ela retirou suas unhas, meu corpo caiu pra trás, ela sorriu e acariciou meus cabelos rindo nasalmente, permito-me fechar os olhos enquanto sinto ela se afastar.

- JIMIN!! ONDE VOCÊ ESTA!? – Tae grita.

Os gritos de Milena e Tae parecem tão distantes, tão longe, solto uma espécie de grito baixo pois minha voz no momento não presta pra nada.

- TAE! ACHEI! ELE TA AQUI VEM RÁPIDO! – Milena grita me trazendo um alivio interno por ela ter me achado.

Tae me pega no colo com dificuldade mas conseguiu, Milena estava com uma preocupação visível, meus olhos queriam se fechar mas eu foquei em me mantê-los abertos para saber noticias da Stefany já que provavelmente vinha gente atrás dela, a chuva não cessou nenhum momento deixando-nos encharcados de sangue dos pés a cabeça. Me levam com dificuldade até aonde estavam todos os outros, Jungkook correu até mim me perguntando várias coisas que não consegui entender direito pois ele fala muito rápido quando quer e quando está nervoso.

- Deixem o Jimin respirar poha – Merlia ordena avistando um hospital ao longe.

- Eu não vi esse hospital antes! – Alice grita passando a mão nos cabelos.

- Vamos entrar nele, essa chuva não vai parar e precisamos cuidar do Jimin. – Emily diz andando em direção ao hospital.

- ACHAMOS A STEFANY! -  Nathalie grita ao longe acompanhada de Stefany.

- Você queria morrer menina? – Namjoon pergunta balançando Stefany pelos ombros.

- Me larga Namjoon... Jimin meu Deus o que aconteceu com você? – Stefany diz tirando meus cabelos  que grudavam sobre minha testa.

Não consigo responder, mas assinto sorrindo forçado, vamos todos ao hospital que está em um estado de completo abandono, me levaram até uma maca no segundo andar da construção onde Seokjin me virou de costas e com a ajuda de Yoongi (que é um milagre estar me ajudando) conseguiram fazer o sangue parar de escorrer do meu corpo e cuidaram para que cicatrizasse rápido. Yoongi não é medico mas conseguiu ser um bom enfermeiro mesmo não sabendo nem o que é um bisturi, Stefany não sai do meu lado em momento nenhum e segura minha mão de forma leve, calma e carinhosa.

- Me sinto tão culpada Jimin... – Stefany comenta abaixando a cabeça.

- É esperado essa reação de você mas bem a culpa não foi totalmente sua por parte foi minha... – digo fazendo-a olhar em meus olhos, os olhos de Stefany são em um tom esverdeado o que me faz perder-me em seus olhos.

- O que tanto olha em mim Chim? – ela pergunta me fazendo balançar a cabeça negativamente.

- Ué nada. – respondo sendo um tanto duro mas achei necessário, por que caralhos eu ia contar que me foco no olhar dela?

Ela não se importou com minha dureza nas palavras, ela riu acariciando seus cabelos que ainda continham sangue deixando os fios platinados em um rubro por onde o sangue escorria.

- Precisamos de um banho urgente. – Stefany comenta me fazendo rir, dói o lugar da ferida mas é prazeroso rir com a vaidade da pequena platinada.

- Concordo, estamos todos cobertos por sangue e digamos que sangue fede. – comento fazendo a platinada em minha frente balançar os cabelos numa forma de tentar tirar o sangue de seus fios. – eu acho que não vai dar muito certo Stefany o sangue vai continuar ai no seu cabelo.

- Esperança é a ultima que morre Chim. – Stefany ironiza me fazendo rir nasalmente.

Yoongi veio até mim junto da Emily, Yoongi está mancando menos mas não consegue segurar muito peso ou correr sem cair, Emily demonstra preocupação em seu rosto, logo depois todos entram no quarto e Yoongi suspira antes de tentar explicar mas Merlia o interrompe dando inicio a um discurso.

- Bem plebeus, fizemos uma merda grande em entrar nesse hospital horrendo, estamos fodidos. – Merlia ia continuar mas a interrompo.

- Por que estamos fodidos não tem nada aqui que nos ameace? – perguntei e Merlia riu.

- Lógico que tem plebeu, estávamos por ai vagando pelo hospital quando eu e o Jungkook vimos uma sala cheia de velas junto com a menina estranha que atacou o Yoongi naquela noite, bem se o Jungkook o plebeu legal me fechasse a porta e trancasse aquela assombração eu estaria sabe sei lá aonde, Emily e a Nathalie virão as portas do hospital e pra completar nosso pacote de azar as portas estão trancadas e não foram por nós, os meninos até tentaram abrir de vários jeitos mas nenhum adiantou. – Merlia termina o seu discurso se jogando numa poltrona velha. – bem o jeito agora é fugir e correr pra todo canto.

- Temos que arrumar outro jeito o Yoongi não pode correr. – Milena comenta fazendo Merlia pensar em uma solução.

- Eu acho que tem uma... – digo sorrindo e Yoongi me olha confuso.


Notas Finais


E paah acabou!
Sou muito ruim com todo mundo gente ;-;
DESCULPA CHIM! DESCULPA!
Espero que tenham gostado,
Bye!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...