História The Friendship And True Love - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Dylan O'Brien, Forever In Your Mind, R5, Violetta
Personagens Andrés Calixto, Angeles "Angie" Saramego, Broduey, Camila "Cami" Torres, Diego, Dylan O'Brien, Esmeralda Di Pietro, Federico, Francesca Cauviglia, Germán Castillo, León Vargas, Liam Attridge, Lisandro Ramallo, Ludmila Ferro, Maxi Pontes, Olga Peña, Pablo Galindo, Ross Lynch, Violetta Castillo
Tags Leonetta, Revelaçoes, Romance, Violetta
Exibições 38
Palavras 1.648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Crossover, Famí­lia, Fantasia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Bom gente eu ando sem inspiração para a história, sei lá parece que as ideias estão sumindo, se tiverem alguma sugestão ou algum pedido para acrescentar na fic podem falar.
Boa Leitura!!!!!

Capítulo 14 - Finalmente Namorados!... Encontro Leonetta


Fanfic / Fanfiction The Friendship And True Love - Capítulo 14 - Finalmente Namorados!... Encontro Leonetta

Pov's Violetta

Hoje acordei com a minha preguiça de sempre mas, estava feliz, muito feliz, acho que nem é a palavra certa para descrever tamanha felicidade que sinto aqui dentro. Eu finalmente estou namorando com o garoto que eu gosto, e o baile ontem foi simplesmente perfeito, ele é perfeito realmente parece um príncipe, meu príncipe.

Levantei mas não encontrei meu pai, então Olga chega com o meu café, acho que está tão na cara a minha animação que ela resolve perguntar:

O: E essa cara hein pequena? Aconteceu algo ontem??

V: Ah... Depende.... Aconteceram várias coisas...

O: E você gostaria de me contar o que é?

V: Ta eu conto, mas você não pode contar para o papai ainda.

O: Tudo bem, mas diga logo.

V: O Leon....

O: O que tem ele?

V: Me pediu em namoro ontem.

O: É sério?- assenti.- Parabéns minha menina, vocês formam um casal lindo. Bom agora toma seu café se não vai se atrasar.

V: Olga antes de você ir, cadê o meu pai?

O: Ele teve que sair mais cedo.

V: Ahh....- terminamos àquela conversa, tomei meu café e subi para pegar a minha bolsa, estava descendo as escadas, e a campainha toca, a Olga vem e atende.

O: Leon, como vai? Já fiquei sabendo da novidade, parabéns.

L: Obrigado, e a Vilu?

O: Já está descendo. Já vou indo, preciso ir ao mercado.

Ela saiu e fui em direção ao meu namorado.

L: Oi meu amor.

V: Olá, como você está.

L: Estou ótimo, vim te buscar para irmos juntos.

V: Então vamos?

L: Vamos. Ah hoje depois do stúdio estava pensando da gente sair.

V: Adorei a ideia, que tal um cinema?

L: Claro, te pego às 18h.

Chegamos ao stúdio, e fomos até nossos amigos, assim que chegamos Fede falou:

F: Como vai o mais novo casal de apaixonados?- risos.

V: Muito bem obrigado.

Fran: Vamos meninas. temos que ensaiar a coreografia. 

V: Até depois.- disse dando-lhe um selinho

L: Até.

Elas foram, ensaiar a coreografia, ficaram lá um tempinho, depois que terminaram foram se trocar. Violetta estava no seu armário guardando uns papeis quando Alex aparece.

Alex: Violetta podemos conversar?

V: O que você quer?

Alex: Queria te pedir desculpa, eu fui um idiota ontem. Sério foi mal mesmo, não queria ter sido daquele jeito.

V: Tudo bem, já passou, só promete não fazer de novo.

Alex: Prometo. Será que posso te pedir uma coisa?

V: E o que seria?

Alex: Preciso de ajuda para tocar uma música no piano, eu não estou conseguindo.

V: Ah, podemos fazer isso depois? Agora eu tenho aula.

Alex: Tudo bem, pode ser depois dessa aula?

V: Acho que tudo bem. Bom eu já vou indo.

Alex: Ok, então nos vemos depois.

Leon estava junto com os meninos e viu sua amada conversando com aquele cara, percebeu que ele estava um pouco interessado nela. Então quando ele terminaram saiu em sua direção.

L: O que ele queria com você?

V: Veio pedir desculpa.

L: Hum.- disse deixando transparecer um pouco do ciúmes.

V: Não precisa ficar assim, ah, é tem outra coisa....

L: O que é?

V: Bom ele me pediu ajuda para treinar uma música no piano, e eu vou ajudá-lo, tudo bem?

L: Então você sabe que eu não gosto dele, mas não vejo problema nenhum, mas já aviso que se ele passar do limite ele nunca mais volta a falar com você.

V: Nossa que namorado ciumento que eu arrumei.

L: Só estou cuidando do que é meu. Mas a nossa saída está de pé né?

V: Claro que está. Tenho que ir para a aula, estou atrasada.

Ela saiu correndo para a sala, ele a olhou com uma cara de bobo, todo apaixonado, ele amava aquele jeito dela de sempre querer ajudar o próximo, mesmo que ele seja o Alex, ele sentia que o garoto não era boa pessoa, sentia que ele estava tentando roubá-la dele. Deixou os pensamentos de lado e foi para a aula.

[...]

Alex: Toda vez que eu chego aqui eu travo, não consigo tocar.

V: Hum, deixa eu tentar.- ela foi a seu lado, olhou a partitura e começou a tocar, não havia nada demais.- Acho que o que acontece, é que você está confundindo as notas, por isso não sai certo.

Alex: Ah, por isso que eu sentia que ela estava sem sincronia.

V: Sim que tal tentar agora.

Alex: Tudo bem.- ele começou a tocar e quando ia chegar naquela parte, ele ia tocar errado de novo, mas ela pegou suas mãos e direcionou-as a tecla certa. Alex sentiu um certo arrepio, mas para Violetta era normal, não era nada demais. Eles acabaram.

V: Bom então é isso preciso ir.- disse enquanto saiam da sala, até que ele a parou.

Alex: É Vilu, eu queria saber, se sei lá, você gostaria de tomar um suco comigo.

Ele disse aquilo, mas ela não teve tempo de responder porque alguém que estava chegando os viu e saiu em disparada até eles.

L: Meu amor vamos? Vou te deixar em casa.- disse agarrando a cintura dela.

V: Vamos, é... tá tudo bem? Você me parece um pouco sério.

L: Não eu estou muito bem, até porque vamos sair hoje. Vamos.

V: Vamos, Alex deixa para a próxima, eu acho.

Leon saiu agarrado a Violeta, ele estava frustrado por ele dar em cima dela, e ela nem percebe, então resolveu falar que sairiam, para ver se assim ele se tocaria e a deixaria em paz. Ele a deixou em casa e foi para a sua. Chegou tomou banho se arrumou quando eram 17h45 saiu de casa.

Chegou em casa, tocou a campainha, e para sua surpresa quem atendeu foi German.

G: Leon, entre.

L: Com licença.

G: Fiquei sabendo que vai sair com a minha filha, para onde vai levá-la?

L: Ao cinema.- disse e escutou barulhos de salto, e avistou ela descendo as escadas.

V: Eu já estou pronta.

G: Cuide da minha filha. Traga às 20h30. 

L: Pode deixar.

V: Tchau pai.

G: Tchau divirta-se.

Eles saíram e foram, chegando ao shopping foram até a bilheteria, optaram por um filme de comédia, que foi escolha da Vilu. Eles ficaram passeando, até dar o horário.

L: Esses garotos não têm o que fazer.

V: Por quê?

L: Eles não param de te olhar, eu sei que você é linda mas, parecem que eles não percebem que você já está muito bem acompanhado.

V: Estou é?- perguntou divertida.

L: Claro que está, está comigo, quer companhia melhor?

V: Nem um pouco convencido você né?

L: Não... kkkk, que tal irmos naquela loja?

V: Okay.

Eles entraram, era uma loja que vendia várias coisas, Violetta estava num corredor cheio de ursos de pelúcia quando:

V:Aí MEU DEUS!!!!

L: O que foi??

V: Aquele urso é lindo.... 

L: Então vamos levá-lo

V: Sério?

L: Sim, você gostou, e quero que esse encontro seja perfeito.

Ele foi até a prateleira pegou o urso, levou até o caixa pagou, e saíram, ela realmente havia amado aquele urso, eles foram até a fila para pegar a pipoca.

L: To achando que você está dando mais atenção a esse urso do que a mim.

V: Quê? Nada haver, é que ele é lindo.

L: Ta entre o urso e eu quem é mais bonito?

V: Uuh pergunta difícil, deixa eu pensar...- disse fazendo cara de pensativa. Ele riu.

V: Ah talvez você...

L: Talvez?- questionou rindo.

V: Mentira, você é mais bonito que o urso.

L: Bom saber...- disse agarrando a sua cintura e depositando um beijo em seus lábios.

Eles pegaram a pipoca, se dirigiram até a sala de cinema, se acomodaram e o filme começou, ele era bem engraçado, eles morriam de rir, principalmente Violetta, ele a observava e via o quão lindo era seu riso, seu sorriso, tudo nela ele amava. O filme terminou e eles foram embora, até que ela comentou.

V: Você sabe que tem que contar ao meu pai sobre nosso namoro né?

L: Eu sei, estava pensando em dizer hoje que tal?

V: Se você não se importar. Ah já que o filme acabou mais cedo poderíamos ir pra casa.

L: Já? Ainda temos tempo.

V: Garanto que se me levar mais cedo ganhará mais pontos com meu pai, e eu não sei quanto tempo vai durar nossa conversa.

L: Bom se você está falando.

Eles foram embora, pediram um táxi, chegaram e encontraram German sentado assistindo ao jornal.

V: Cheguei papai.

G: Hum chegou cedo.

V: É.. Precisamos contar uma coisa.

G: E o que seria??

L: É que eu pedi a sua filha em namoro, e gostaria de saber se aceita.

G: Você o quê?... Aí Meu Deus, to com falta de ar.

V: OLGAAA!!! Trás um copo de água por favor. Pai se acalma, não é pra tanto.

Olga veio correndo com o copo d'água.

G: Não é pra tanto, Violetta você ainda é uma criança.

V: Pai já conversamos sobre isso.

G: Ta.... tudo bem, eu deixo você namorar o Leon, só porque eu o conheço e sei que é um bom garoto.

V: Sério? Aí obrigado.

G: Bom só um aviso, espero que não a magoe, e cuide dela ouviu?

L: Sim, obrigado. Bom eu tenho que ir.

V: Eu te acompanho até a porta.

[...]

V: Acho que esqueci de avisar desse possível ataque dele.

L: É eu não sabia se tinha ou não que correr.- risos.

V: Sabe até que ele reagiu bem, pensei que ele nem fosse deixar.

L: Mas ele deixou, é isso que importa. Tenho que ir, boa noite.

V: Boa noite.- eles se beijam demoradamente, o beijo era calmo, as mãos dele em sua cintura segurando firmemente enquanto as dela pousam em seu pescoço. Se separaram, deram um abraço e ele foi embora. E assim terminou a noite dos dois.


Notas Finais


Bom gente foi o que saiu.... Sei que não está um dos melhores mas foi o que deu....
Bom espero que tenham gostado, no próximo tento fazer um capítulo melhor.
E como eu disse se quiserem dar sugestões pode falar.
Beijos da Kath! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...