História The Game Begin! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias 24K, ASTRO, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook, Suga, V
Tags Jikook, Namjin, Taegi
Visualizações 10
Palavras 709
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee seres humanos que amam BTS!!!
Bom, isso aqui é só um teste, se der certo eu continuo. Espero que gostem!!
É... Eu não sei mais o que falar -.-

Fiquem com a fanfic!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction The Game Begin! - Capítulo 1 - Prólogo

A escuridão já havia invadido o céu de Seul, os postes iluminavam as ruas vazias. O movimento que tomava a cidade Sul-Coreana durante o dia era substituído por um profundo silêncio quebrado apenas pela brisa fria que rodiava o local.

Naquelas ruas desertas apenas uma única alma se atreverá a andar, um homem, não muito alto, os fios alaranjados sobre a cabeça eram cobertos, quase que por completo, pelo capuz do moletom preto. Os olhos negros do jovem logo foram obrigados a fecharem-se as pressas, pela luz forte vinda dos faróis de um carro que virará a rua. O homem parou, o veículo logo se pois ao seu lado.

— Está pronto? — O ruivo apenas assentiu com a cabeça, sem atrever-se a virar os olhos para o jovem de pele clara e cabelos esverdeados que se encontrava dentro do carro — Divirta-se — entregou-lhe um pedaço de papel, subiu o vidro e sem qualquer outra interação com o outro, retirou-se do local.

"Você consegue, Jimin" pensou, e voltou a caminhar em passos firmes.

Do outro lado da capital do país um jovem moreno e alto se mantinha com o olhar fixo a tela do celular, no escuro de seu quarto, com os olhos irritados pela luz que ia diretamente a eles.

[…]

Anônimo

Se entrar nesse jogo, não poderá mais sair. [3:17]

Ainda pode desistir. [3:17]

Pode ser apenas mais um covarde. [3:17]

Zelando pela própria vida. [3:18]

Você

[3:18]   Não tenho nada a perder.

[3:19]  Isso é só mais um jogo, afinal.

[3:19]   Pare de tentar me intimidar.

[3:20]   Eu aceitarei qualquer coisa que me propuserem.

Anônimo

Não se arrependa dessa decisão. [3:20]

Não há mais volta. [3:20]

Que o jogo comece, Jeon! [3:21]

[…]

A máfia reinava no submundo de Seul, faziam qualquer trabalho, desde que houvesse uma grande retribuição em dinheiro como agradecimento. Roubos, assassinatos, sequestros... Kim Namjoon mandaria seus homens a qualquer lugar em troca de altos preços. E claro, cada vez o magnata do crime precisava de mais e mais pessoas para expandir seu "comércio".

O jogo havia se iniciado, jovens tolos que não viam mais motivos para continuarem suas vidas fúteis aceitavam os desafios. Quanto pior a vida de alguém fosse, mais motivos esse alguém teria para se juntar as "trevas", aqueles que não cumprissem o que se propuseram a fazer ao dizer "sim, eu aceito o seu jogo", teriam um morte lenta. Aqueles que não fossem capazes de cumprir cada uma de suas missões pereceriam no tentando completa-las.

Somente os capazes de arriscar a própria vida e tirar a de qualquer outra pessoa poderiam ter a satisfação de deixar o mundo de sorrisos falsos em que viviam para conhecer a verdadeira realidade que se esgueirava por cada beco da "maravilhosa cidade de Seul". Os que decidiram se arriscar no game não tinham a mínima noção do que seriam forçados a fazer, os "organizadores" familiarizados com aquele mundo escuro riam e se afundavam no mais forte álcool enquanto observavam as lágrimas que escorriam lentamente pelos rostos de seus mais novos "cachorrinhos".

Kim Namjoon, um líder nato, uma mente genial que assustava qualquer um que se atreverá a o enfrentar!

Min Yoongi, o braço direito do magnata, um homem frio que jamais se atreverá tirar a máscara invisível que cobre seu rosto, sem permitir que ninguém conheça seu verdadeiro eu, o único que alcançará o respeito de seu líder!

Kim Seokjin, a face com traços delicados e quase perfeitos apenas ressalta a falsa bondade que cativa a todos!

Jung Hoseok, o carisma encenado define o jovem crescido na escuridão do submundo!

Kim Taehyung, Jeon Jungkook, Park Jimin. Três jovens que aos poucos se destacam no game desumano que se propuseram a participar!

— Alô…

— Está pronto pra próxima fase, Kim?

— Por que ainda pergunta? — A voz grave do novato naquele mundo sombrio soava cada vez mais irônica conforme os dias passavam.

Sentimentos crescem pouco a pouco no peito daqueles taxados como monstros, os cadeados que por tempos se manteram intactos no coração de cada um foram se abrindo, monstros libertados por demônios, demônios libertados por monstro.

O que leva alguém as trevas?

Como é possível sair delas?

O mal é tão ruim assim?

"Eu te amo"

"Eu também"

É como um conto de fadas onde as heroínas são bruxas e as princesas cavalheiros dispostos a tudo para livrar-se da farsa taxada como real que envolve todo o mundo.

Você aceita jogar?


Notas Finais


Curtiram? Bom, eu espero que sim, me digam o que acharam e no que posso melhorar ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...