História The game of Love - Uma jogada inesperada - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Diabolik Lovers
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Horror, Jogos Sexuais, Noite Sanguinária, Romance
Exibições 48
Palavras 1.020
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpe por esse capitulo ser tão pervertido mas eu estava escutando musicas que me "animam" bastante,inclusive,podem me recomendar musicas,se a musica for fofa o capitulo vai ser fofo,e assim vai!

Capítulo 10 - Quando as coisas esquentam...


Fanfic / Fanfiction The game of Love - Uma jogada inesperada - Capítulo 10 - Quando as coisas esquentam...

Quando Laito percebeu que Reiji estava furioso por causa de Touka,a unica coisa que fez foi abrir espaço para que Reiji conseguisse pega-la,então ele começou com suas risadas

- LAITO ! - Yui correu e corria atrás de Reiji tentando segura-lo,mas suas tentativas eram falhas,Reiji era muito rápido e nem mesmo Yui conseguia entender como ele ainda não tinha pegou Touka

- Deixe ele Yui,ele só quer dar um mordidinha - Laito segurou Touka,com seus braços em volta da garota,ainda rindo,Touka tentava de tudo mas Laito continuava lá,a agarrando por trás,Reiji arrumou de óculos,e então pegou Touka pelo pescoço

- LAITO ELE VAI MATA-LA,SEU IDIOTA - Yui empurrou Laito para longe que ainda ria da situação,quando do nada Shuu puxou Yui pelo braço,pegou Reiji pelos cabelos e esfencou os dentes de Reiji no pescoço de Yui,que gemeu de dor

- Pronto,agora ele está distraído - Shuu pegou Touka que estava no chão e foi em direção a mansão,Reiji estava definitivamente tomando muito sangue de Yui,pois fazia tempos que ele não conseguia

- A situação estava legal,mas Yui estragou - Laito falou cruzando os braços e observando a cena de Reiji tomando todo o sangue que Yui tinha negado 

- L-Laito...chame A-Ayato por favor - Laito apenas riu,e do outro lado do pescoço colocou suas garras para fora,porem em segundos sua mente mudou e ele desisitiu de morder Yui por algum motivo

- Qual o problema ? - Reiji pergunto ainda com a boca no pescoço de Yui

- Eu vou atrás do sangue de Touka,quanto a você Reiji,trate esconder as marcas que fez no pescoço da garota,se não Ayato colocará a culpa em min - Laito saiu de perto de Reiji e Yui indo em direção a mansão

Touka On

Shuu estava "examinando" o meu pescoço,eu estava sentada no balcão da cozinha enquanto ele passava a mão sobre o meu pescoço atentamente

- Está tudo bem...agora pode ir para o seu quarto - Ele colocou os seus fones e então ia sair da cozinha,quando eu não me aguentei e perguntei

- Você é medico ou algo do tipo ? - Ele deu uns passos para trás e voltou a olhar para min

- Eu estava esperando um "obrigado Shuu por me tirar daquela situação" - Eu apenas neguei,confesso que sou orgulhosa demais para um obrigado,além do mas ele não fez nada demais,"obrigado" é uma palavra forte demais,talvez forte até mais que "eu te amo" - É tão dificil assim ? - Ele apoio suas mãos no balcão em que eu estava sentada

- Eu acho você suportável - Ele riu de min,eu acho isso bom demais,é um garoto de sorte por receber uma coisa dessas

- Garotas são uma especie a ser estudada...para fala a verdade "toukas" são uma especie a ser estudada - Ok,Touka,você precisa pensar em algo para falar que seja melhor que isso,ele salvou sua vida,não ?

- Pode beber meu sangue - Eu falei enquanto decia uma manga do meu maio,eu virei meu rosto,pois senti ele esquentar

- O que te faz pensar que eu quero seu sangue ? - Ele perguntou rindo,QUE IDIOTA,IDIOTA,IDIOTA,EU SOU TÃO IDIOTA - Além do mais se eu quisesse eu não precisaria da sua permissão - Ele me olhou de cima para baixo,eu só senti meu rosto esquentar mais,então subi meu maiô

- Então,nã...- Antes que eu terminasse a minha frase,ele me mordeu no ombro,aquilo doía tanto,talvez fosse a mordida que mais doesse,eu sentia o meu sangue escorrendo,ele foi subindo as mordidas até meu pescoço,eu senti uma lagrima descendo sobre meu rosto,tão doloroso,aquela tinha sido a pior escolha que eu tinha feito,de repente ele se posicionou entre as minhas pernas,aquela era uma situação constrangedora,eu sentia que qualquer momento iria rolar algo mais.

Suas mãos começaram a tocar nas minhas coxas e aquilo me fazia uma arrepio enorme,então meus pés entrelaçaram nas suas costas,eu senti as suas mãos nas minhas costas,ele estava tentando tirar meu maiô ? eu logo o afastei,e então ele me olhou e fechou os olhos parecia estar pensando,eu consegui ver Laito atrás dele,Shuu não tinha percebido,e isso só me deixou mais assustada,Laito apenas cruzou os braços,pela primeira vez não via um sorriso irônico no seu rosto,e então ele saiu da cozinha

- Touka,você sabe o que eu iria fazer,não sabe ? - Ele perguntou ainda com os olhos fechados,ele colocou a mão no rosto - Então,se não quer isso,sugiro que vá para o seu quarto,porque se não eu vou fazer coisas com você que certamente vou me arrepender... - Eu apenas sai do balcão calmamente,segurando meu maiô pois sabia que se soltasse ele iria cair,me deixando totalmente nua,então eu corri pelas escadas o mais rápido que consegui,entrei no quarto e me sentei,ali mesmo,escorada na porta.

Ele realmente planejava fazer aquilo ? O que Laito estava fazendo lá ? Porque eu estou tão mal,o ruim que não dá para esquecer pelo simples fato de que tem aquela ferida ali,eu fechei meus olhos e coloquei minha cabeça entre as pernas e fiquei lá por alguns segundos

- Eu sabia que tinha um lado selvagem ai dentro,mas confesso que gostaria de descobrir eu mesmo... - Eu escutei um sussuro no meu ouvido,era Laito,eu conhecia só pelo fato de sua voz ser calma e sempre sensual...eu conseguia imaginar a expressão que ele estaria fazendo,aquela expressão vazia e pervertida dele - Vadiazinha... - Eu levantei minha cabeça e olhei para ele,eu realmente estava sem saco para qualquer tipo de provocação naquele momento

- Se você puder ir embora eu ficaria muito agradecida - Eu falei enquanto me levantava,ainda segurando o meu maiô

- Venha cá,desajeitada - Ele me virou de costas então senti ele amarrando meu maiô de volta - A coisa mais facil do mundo é amarrar um maiô e nem isso você sabe fazer - De repente eu senti uma respiração no meu pescoço e por instinto eu me afastei - O que foi ? Eu não posso mais sentir seu perfume ? Fique calma princesa - Ele abriu a porta do meu quarto,e depois de ter arrumado seu chapéu ele saiu do meu quarto,ele deve estar querendo brincar comigo ? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...