História The Gângster - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Visualizações 8
Palavras 277
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 2-Você e louca?


Já estávamos correndo, a alguns minutos que pra mim pareciam horas, avistei o carro, e puxei amy para a lateral do mesmo -Você e louca-gritou isterica-Você  acabou de jogar bebida no maior gangster da cidade -Cala a boca-eles vão nós escutar -Oque foi isso? [...] Estávamos no sofá, rindo igual duas retardadas -Você viu a cara dele -kkkkkkkk, foi muito engraçada "Agora você vai ver sua filha da puta"- Falei tentando imitar a voz dele, fazendo Amy ter uma crise de risos -Bom, chega de emoções por hoje vamos dormir [...] Acordei por volta das 16:00 da tarde, desci e todos estavam sentandos no sofá da sala, Amy chorava muito, e seus pais estavam com a cara fechada -Oque aconteceu-falei descendo as escadas com pressa, me abaixando em frente a Amy, segurando o rosto dela - Eu tentei empedir, eu sinto muito-falou entre as paradas do choro e me abraçou com força -Oque aconteceu-falei olhando em direção aos pais da mesma - Eu sinto muito Bela, mais não podemos convive com uma usuária de drogas, você não é um bom exemplo pra minha filha -Oque? Como vocês souberam? Amy... - falei olhando pra ela com meus olhos marejados -Eles viram na sua gaveta, desculpa bela, desculpa por tudo-falou se levantando e vindo me abraçar A esse ponto eu ja estava chorando horrores, pra onde eu iria? Com quem? Com que? As únicas pessoas que eu tinha era a Amy e os pais dela, e agora nem isso eu tenho mais Notei que tinha duas pequenas malas no canto da sala, limpei minhas lágrimas, dei um abraço longo e forte na Amy e sai daquela casa sem rumo  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...