História The Girl with Blue Hair 2.0 - Capítulo 4


Escrita por: ~

Visualizações 56
Palavras 2.885
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Harem, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hi Guys <3
Boa leitura
Se é novo aqui favorita!
Não se esqueçam de comentar!
Beijos
E vamos ao capítulo!

Capítulo 4 - I Will Always Win


Atlanta, Geórgia, EUA, 15 de Fevereiro de 2017 - Quarta

 

2h53

 

Eu acordei depois de um pesadelo… De novo. Mas eu não acordei aos berros, acordei chorando. Eu tinha sonhado com o passado, como na outra noite, eu estava com os meus amigos brincando e a Brianna simplesmente me trancou no armário, como Min havia dito e as coisas começaram a acontecer, os socos e quando fui empurrada do brinquedo, eu acordei desesperada. Eu comecei a chorar e as horas se passaram e eu não conseguia dormir.

 

5h20

 

O meu alarme tocou e eu me levantei indo ao chuveiro. Tomei um banho e vesti uma roupa íntima rosa, uma regata vermelha, um moletom do Stitch, uma calça jeans clara e calcei um tênis rosa. Fiz a mesma maquiagem de sempre e só mudei o batom. Saí do banheiro, peguei meu celular e a mochila, desci as escadas vendo meu pai e Min sentados olhando para a tv.

 

    -De novo não… - Falei e olhei para tv.

 

    -Saphira Reedus de novo, nós a vimos saindo do colégio Atlanta High School, mais cedo, isso indica que ela estava matando aula. O que será que aconteceu? Essas fotos  nos mostram que ela estava chorando, mas porque? Fontes nos indicam que ela é mesmo a pequena Saphira que estava perdida por mais de 10 anos! Mais notícias iremos informar, sou o Jason Stevenson e até amanhã no Atlanta News. - O noticiário falou e eu estava de boca aberta, como ontem.

 

    -Você matou aula ontem? - Papai perguntou com raiva.

 

    -Sem tempo para perguntas se não chego atrasada. Tchau pai. Te amo! - Falei saindo correndo de casa indo em direção da escola. Chegando lá avisto Kate e Hana sentadas debaixo de uma árvore e vou até elas.

 

    -Oi! - Falei chamando a atenção das duas e elas se levantaram me abraçando.

 

    -Estávamos muito preocupadas! Sua louca! - Kate falou.

 

    -Claro que eu sou louca, eu matei aula, meu pai não descobriu, mas Atlanta News descobriu e contou ao meu pai pela tv hoje de manhã! Olha que merda! - Falei rindo e de repente tudo ficou escuro. - Chandler! Pode tirar suas mãos do meu rosto? - Ele tirou e tudo ficou claro novamente. - Valeu. - Falei me virando para ele.

 

    -Como sabia que era eu? - Ele perguntou fingindo estar triste.

 

    -Sabendo, ué? - Respondi obviamente.

 

    -Vamos, temos aula de educação física. - Hana disse, ela e Kate me puxaram para o vestiário. Chegando lá eu abri o meu armário e peguei uma regata vermelha escrito Atlanta High School na frente, um short preto e meias rosas que iam até em cima do joelho.

 

    -Merda… Eu não posso fazer a aula de manga comprida, todos vão ver… Não, não, não… - Comecei a entrar em pânico.

 

    -Sasa? Por que ainda não se trocou. Precisamos ir para aula. - Kate falou chamando a minha atenção.

 

    -Ok, não vamos entrar em pânico. - Respirei fundo e troquei de roupa. Fui ao espelho que tinha no vestiário e vi que a blusa era grande, ia até abaixo da minha bunda e o short ia até em cima do joelho. Guardei as minhas roupas no meu armário e respirei fundo de novo antes de sair do vestiário.

 

    -Olá, sou a professora Kara Simmons ou Treinadora Simmons. Quero que os meninos se separem em dois times e vão para aquela quadra e joguem basquete e as meninas a mesma coisa, mas joguem nessa quadra. - A Treinadora falou apontando para as quadras.

 

Eu fiquei no time da Kate, da Hana e mais 5 garotas e a Brianna ficou no outro time com mais 7 meninas. Passou-se 15 minutos da aula e eu já tinha feito duas cestas, estávamos ganhando de 21 a 15. Eu estava com a bola pronta para fazer outra cesta quando fui empurrada pela Brianna e cai de cabeça no chão.

 

    -Senhorita Reedus? - Foi a última coisa que eu ouvi antes de tudo ficar escuro.

 

[…]

 

Não sei quanto tempo se passou, só sei que acordei gritando pensando que tudo que aconteceu foi um sonho, desde o dia que fui “adotada” até hoje.

 

    -Sasa! Ei, calma. Você só tá na enfermaria. - Chan falou.

 

    -E-e-eu pensei que tudo tinha sido um sonho. Pensava que nada disso tinha acontecido. - Falei chorando e o abracei.

 

    -Ela tá bem? - Min chegou correndo e me viu. - Que bom que você tá bem! - Me abraçou.

 

    -Eu só quero sair daqui. - Falei e saí com os dois garotos, indo até o pátio e vi um tumulto de gente em volta de roda. - O que está acontecendo ali? - Perguntei baixo, fui até o meio da roda e fiquei assustada ao ver Hana e Kate brigando com Brianna e Yasmin, uma menina que sempre está andando com a Brianna. Peguei Hana e Kate pelos braços e as puxei correndo para fora da roda. - O que vocês pensam que estavam fazendo? - Perguntei e elas me abraçaram.

 

    -Ficamos com medo de te perder de novo! - Kate falou com lágrimas nos olhos. - Eu não aguentaria… Nós não aguentaríamos.

 

    -Vocês não vão me perder! - Falei retribuindo o abraço.

 

    -Eu preciso ver o Sam. Tchau meninas. - Hana falou e eu e Kate fizemos uma cara maliciosa. - Para, eu não entendi a matéria de Química e ele vai me ensinar. - Saiu.

 

    -Eu já ia esquecendo, quero que você vá no shopping comigo, preciso comprar um vestido para esse final de semana. - Falei Kate.

 

    -Ok, eu também preciso, depois eu ligo para Lauren, Emily, Danai… Eu ligo para as meninas e a gente vai depois da aula. - Ela falou e eu assenti. - Ok, vamos ao vestiário para você trocar de roupa. - Ela falou e enganchou seu braço no meu e fomos assim ao vestiário. Chegando lá, eu troquei de roupa e peguei meu celular tirando uma selfie nossa e coloquei na legenda “Best Friends 4ever”. Saímos do vestiário e fomos à sala de música.

 

    -Senhorita Reedus e Nacon estão atrasadas! - Felicia Arnett, a professora de música falou quando nos viu na porta.

 

    -Me desculpa professora é que ela caiu e bateu a cabeça na aula de Educação Física e a enfermeira falou para alguém acompanhá-la por via das dúvidas. - Kate falou.

 

    -Tudo bem, entrem. - Professora Arnett falou e nos deu espaço para entrar, me sentei ao lado de Kate. - Já que as duas chegaram atrasadas quero que vocês toquem uma música, com qualquer instrumento da sala, sozinhas. - Ela falou e eu pensei em tocar uma música que compus. Kate se levantou e tocou piano, sem cantar, quando ela acabou eu me levantei, peguei o violão e me sentei na cadeira de frente para a turma toda.

 

Now or Never

 

I don't wanna fight right now

Know you always lie

Now I know I need you around with me

But nobody will be around with me

Been through the ups

Yeah the ups and the downs with me

Got a whole lot of love

But you don't wanna spread it 'round with me

 

Never pick up, never call me

You know we are running outta time

Never pick up, when you own me

Now I gotta draw a line

Baby I've been done, enough talking

Need to know that you're mine

Baby we've done enough talking

Gotta be right now, right now

 

Baby gon' love me now, now, now

Now, now, now

Now or never

I want you to hold me down, down

Down, down, down, down

Down forever

Said you don't wanna keep you around

'Round forever

I want you to love me now, now, now

(Now, now, now)

Now or never

 

I'm turnin' off the light right now

I'm callin' it a night

Now wishin' you were 'round with me

But you in a different town than me

We've been through it all

But you could never spit it out for me

Tryin' to talk to a wall

But you could never tear it down for me

 

Never pickup, never call me

You know we are running outta time

Never pickup, when you own me

Now I gotta draw a line

Baby I've been done, enough talking

Need to know that you're mine

Baby we've done enough talking

Gotta be right now, right now

 

Baby gon' love me now, now, now

Now, now, now

Now or never

I want you to hold me down, down

Down, down, down, down

Down forever

Said you don't wanna keep you around

'Round forever

I want you to love me now, now, now

Now, now, now

Now or never

 

Draw the line up

Don't take no more time up

Make your mind up

I need you to make your mind up

Draw the line up

Don't take no more time up

Baby you gotta decide something

Let me know

 

Baby gon' love me now, now, now

Now, now, now

Now or never

I want you to hold me down, down

Down, down, down, down

Down forever

Said you don't wanna keep you around

'Round forever

I want you to love me now, now, now

Now, now, now

 

Quando acabei de cantar, ouvi palmas dos alunos e da professora, abri meus olhos que nem percebi que estavam fechados, me levantei e me sentei no meu lugar.

 

    -Senhorita Reedus, você já pensou em se apresentar no show de talentos? - Professora Arnett perguntou. - Você tem uma voz muito bonita e toca muito bem! - Ela me elogiou e eu sorri timidamente.

 

    -Nem sabia que aqui tinha show de talentos… - Enquanto eu falava fui interrompida por uma vaia.

 

    -Senhorita Maphis, se está vaiando a colega, por que você não vem se apresentar? - A professora falou e Brianna foi para frente e cantou, mas cantou… Nossa, se eu não a odiasse ficaria até com pena. - Senhorita Maphis, você irá precisar de algumas aulas de canto, sabe tocar algum instrumento? - Perguntou e Brianna negou. - Então você virá aqui todos os dias depois da aula, 1 hora de aula de canto e 1 hora de aula de um instrumento diferente por dia. Eu ficarei aqui para te ajudar, agora sente-se. - Brianna sentou em seu lugar. - Por isso não devemos vaiar, ainda mais na minha sala, dispensados. Senhorita Maphis, você fica!

 

    -Ela foi humilhada pela professora! Por essa eu não esperava! - Falei rindo e fomos para tipo uma academia na escola. - Não já tivemos educação física? - Perguntei estranhando.

 

    -Temos uma aula de esportes e outra de artes marciais. - Sam falou e foi para o vestiário dos meninos.

 

    -Tá né. - Falei e fui para o vestiário, vestindo a mesma roupa de antes, guardei as minhas roupas dentro do armário e fiz um coque no cabelo antes de sair.

 

    -Sou o Treinador Paul Huff, não vou obrigá-los a fazer as artes que não querem, mas não quero meninas contra meninos. Podem começar. - O treinador falou e eu fui direto ao saco de pancada, sem pegar as luvas. Comecei a socá-lo bem forte e vi que alguns meninos me olhavam.

 

    -O que foi? Nunca viram uma menina socando? - Perguntei e eles pararam de me olhar.

 

    -Ei Saphira? Sabe lutar boxe? Vamos lutar então! - Brianna perguntou e eu suspirei.

 

    -Sei… Mais do que você pensa! - Falei pegando um par de luvas e entrei no ringue com ela.

 

    -Maphis, pega leve com ela! - Treinador Huff falou.

 

    -Não precisa, já lutei muito. - Falei alto para o treinador ouvir.

 

    -Ok, 3… 2… 1… Comecem! - Ele falou e começamos a lutar. Menos de 5 minutos Brianna já estava no chão. - Muito bem novata! Onde aprendeu isso? - O treinador perguntou.

 

    -Sozinha, no orfanato para meninas. - Falei tirando as minhas luvas.

 

    -Você é muito talentosa! - Falou entusiasmado

 

    -Brianna, pensa duas vezes antes de se meter comigo… - Falei e me abaixei. - Saiba que eu sempre vou ganhar tudo. Você não vai ganhar de mim. - Falei baixo e voltei para o saco de pancada, socando mais forte que antes. - Por que tudo tem que ser tão difícil? - Perguntei para mim mesma. - Porque a Brianna simplesmente não para de encher o meu saco? - Falei socando mais e mais forte, quando percebi eu já estava chorando.

 

    -Sasa! - Ouvi a voz de Chandler e me virei parando de socar. - A aula já acabou. - Ele falou e eu o abracei.

 

    -Por que é difícil? - Perguntei.

 

    -O que é difícil? - Ele perguntou.

 

    -Tudo! - Respondi.

 

    -Vamos! Você vai ao vestiário toma um banho e aí vamos para a cantina. - Ele falou e eu assenti indo ao vestiário. Tomei banho e peguei minhas roupas as vestindo saí do vestiário e encontrei Chandler sentado do lado de fora me esperando.

 

    -Ficou esse tempo todo me esperando? Que amorzinho! Vamos tô com fome. - Falei e ele se levantou e fomos à cantina juntos.

 

    -Olha o casalzinho chegando! Onde vocês estavam? - Min falou quando chegamos na cantina.

 

    -Eu estava com essa pessoa, que estava socando o saco de pancada. - Chandler falou apontando para mim.

 

     -Eu estava extravasando a minha raiva. - Retruquei e peguei uma maçã e um suco de laranja como lanche. Fui até a mesa onde todos estavam e me sentei entre Chan e Min.

 

    -Como está o casalzinho Chandlecca? - Sam perguntou e todos riram, menos eu e Chandler. - Melhor nome, gostei!

 

    -Não somos um casal! - Falei rapidamente.

 

    -Ainda não… - Chandler disse e eu o olhei.

 

    -Tá né… - Falei e mordi a minha maçã. - E como tá os casais Samana e Mingusatelyn. - Falei e todos jogaram algo em mim. - Ai! Isso não foi legal! - Falei e fiz bico. O sinal tocou e fomos para a aula de Filosofia.

 

11h55

 

As aulas acabaram, estávamos nós seis na saída da escola.

 

    -Eu tenho que ir, preciso estudar Química. - Hana falou e Sam foi atrás.

 

    -E você Sam? - Min perguntou alto.

 

    -Vou ensiná-la! - Sam gritou para ouvirmos.

 

    -Sasa, precisamos ir! - Kate falou e me puxou.

 

    -Pra onde vão? - Min e Chan perguntaram ao mesmo tempo.

 

    -Shopping! - Falamos juntas e fomos em direção ao shopping. Chegando lá, ligamos para as meninas e em menos de 15 minutos todas estavam lá.

 

    -Vamos comprar vestidos! - Exclamei e fomos para uma loja.

 

Quatro horas depois compramos todos os vestidos e os sapatos, eu voltei para a casa com Kate, levando os vestidos, os deixei no armário e fui para a sala com Kate, peguei o controle e liguei a tv colocando no The Walking Dead.

 

    -Oi meninas! - Min chegou e sentou ao lado de Kate.

 

    -Não Mingus! Eu to querendo ver tv! - Exclamei.

 

    -Oi Sasa! - Chan chegou e se sentou ao meu lado.

 

    -Fala sério! Será que eu posso ver a minha série em paz? - Perguntei brava.

 

    -Na verdade é minha série! - Chan falou implicando comigo.

 

    -Não é sua, é do Kirkman! - Retruquei.

 

    -Magoou! - Chandler reclamou e colocou seu braço sobre meus ombros.

 

    -Nossa! Que maquiagem boa! - Falei olhando para a parte que o Carl levou um tiro no olho. - Que triste fizeram você perder esse olhinho lindo. - Falei me virando para Chan.

 

    -Você não viu nada! - Ele falou e eu apoiei minha cabeça em seu ombro.

 

    -Eu tô com sono… Vocês vão dormir aqui? - Perguntei para Kate e Chandler e eles assentiram.

 

    -Eu vou trocar de roupa você vem? - Perguntei para Kate e subimos.

 

    -Eu podia ter ficado lá! - Ela falou reclamando.

 

    -Só tá reclamando porque queria pegar o meu irmão. - Falei pegando meu pijama e correndo para o banheiro, com medo que ela jogasse algo em mim. Tomei um banho quente, vesti um moletom vermelho e um short cinza, fiz um coque no cabelo e saí do banheiro.

 

    -Ei! Você tá gostando do Riggs? - Kate falou e eu a olhei.

 

    -Não… Talvez… Sim… - Falei pausadamente. - Como não gostar daqueles olhinhos azuis? E daquele cabelo? E aquele jeito irritantemente legal? - Falei pensando nele.

 

    -Não acredito! Você tá mesmo apaixonada por ele? Que bonitinho! - Ela falou batendo palmas.

 

    -Para com isso. - Falei sentindo minhas bochechas queimando.

 

    -Tá ficando coradinha! - Ela falou rindo.

 

    -Você vai dormir com essa roupa ou quer que eu te empreste um pijama? - Perguntei querendo mudar de assunto.

 

    -Não, eu trouxe um pijama. Não pense que eu vou deixar esse assunto pra lá. - Ela falou e foi ao banheiro e eu me deitei na cama. Quando estava quase dormindo, senti a cama afundando e mãos apertaram a minha cintura.

 

    -Chandler? - Perguntei sonolenta.

 

    -Oi… - Falou me abraçando.

 

    -Você sabe que não vai dormir aqui, né? - Eu disse.

 

    -Mas a Kate tá lá no quarto do Mingus! - Ele reclamou. - Então, eu vou dormir aqui. - Eu me virei para ele.

 

    -Mas você não pode dormir aqui. Se meu pai te ver, ele te mata. - Eu falei bocejando em seguida. - Quer saber? Fica aí. - Falei e me virei de costas para ele.

 

    -Boa noite. - Ele falou.

 

    -Boa noite. - Falei e dormi em seguida.

 

[…]

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado. Comentem para me avisar de qualquer coisa, como melhorar e essas coisas! Bye Guys!

Roupa da Saphira: http://www.polyvore.com/cgi/set?.locale=pt-br&id=220408827


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...