História The Girlfriend Of My Friend - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camren, Camren G!p, Laucy
Exibições 691
Palavras 1.563
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Esporte, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Volteeei \ô/

Esse é um capitulo ponte amores então ficou menorzinho mesmo, prometo voltar logo com o proximo.

Um pouquinho de Camila para vocês.

Capítulo 9 - Eu te ajudar?


   

POV CAMILA

 

- Eu acho que a Lauren está me traindo. – Derrubei o meu livro no chão ao escutar a minha amiga e rapidamente abaixei e peguei.

 

- O que? – Praticamente gritei e olhei para o lado rapidamente constatando que não tinha ninguém na sala – Está louca? – Perguntei um pouco mais baixo. Eu podia sentir o meu coração disparado naquele momento.

 

O sino havia acabado de tocar anunciando a hora do intervalo, eu estava na mesa arrumando os meus materiais pois eu sempre enrolava um pouco para sair da sala. Eu não gostava daquela movimentação toda que era o corredor na hora do intervalo, aquele bando de animais saindo da sala desesperados até o refeitório, como se não comessem a dias, sério, isso é horrível.

 

Essa aula eu tinha apenas com Lucy, as outras meninas estavam em uma outra aula então encontraríamos elas lá no refeitório na nossa mesa de sempre.

 

- Ela está toda estranha hoje, e ontem depois da aula ela ficou lá em casa, e ai a gente estava assistindo filme e ai começamos a nos beijar e ai o clima começou a esquentar e ela, enfim... – Deixou a frase no ar e eu arquei as sobrancelhas confusa.

 

- E ela oque? – Perguntei curiosa e Lucy balançou as mãos no ar.

 

- Esquece – Falou e eu arquei as minhas sobrancelhas ainda mais.

 

- Agora você vai falar. – Falei e peguei o meu livro e sai andando em direção a porta da sala.

 

- Não é o tipo de coisa que eu sinto orgulho de falar – Lucy disse vindo atrás de mim.

 

Sai da sala e o corredor já vazio eu fui caminhando tranquilamente até o meu armário.

 

- Lucy, assim não da para te ajudar – Falei e botei a senha do meu armário e abri, jogando o livro lá.

 

- Quando o clima esquentou ela parou sabe? Segundo ela, ela estava com medo de que alguém nos pegassem ou algo do tipo, mas eu não sei... – Lucy disse e eu fechei o armário e olhei para ela e suspirei.

 

- Olha Lucy, você sabe que eu acho a Lauren uma vadia desde sempre e eu nunca defenderia ela assim, mas talvez ela esteja só nervosa mesmo e preocupada, tenta conversa com ela. – Digo calma. As vezes é estranho dar esses concelhos para ela sobre Lauren e sei que eu sou uma bela de uma filha da puta com a minha amiga, mas quando a Lauren chega perto de mim eu não resisto, é muito mais forte que eu, a Lauren de longe de todas as pessoas que já fiquei nessa vida é a da melhor pegada, do melhor beijo, do melhor sexo, ela é a melhor em tudo, pelo menos para mim. É como se um ima me puxasse para a Lauren e eu não consigo me afastar, ao mesmo tempo todos esses anos de amizades com a Lucy me deixa dividida porque eu não quero perder a minha amiga, ela que me conhece como ninguém e que sempre esteve ao meu lado.

 

Quando ela começou a “ namorar” a Lauren ela nem ao menos se gostavam, Lucy pelo menos dizia que não gostava dela, mas agora está ai feito uma boba apaixonada, e eu não posso criticar, esse é o efeito Lauren Jauregui. Meu deus, o que eu estou falando?

 

- Hoje ela falou que quer conversa comigo, sera que ela vai termina comigo? Estou nervosa Mila. – Lucy disse e eu sorri fraco e estendi a minha mão e ela prontamente pegou entrelaçando os nossos dedos.

 

- Eu acho que não, se fosse para terminar ela não ficava de inhe inhe inhe com você na aula do professor Paul – Falei tentando relaxa-la e Lucy sorriu.

 

- É você está certa, é que quando a pessoa fala que quer conversa comigo já crio um monte de coisa na cabeça – Confessou e eu soltei uma risadinha baixa.

 

- Eu sei Lucy, eu sei – Falei rindo e abri a porta do refeitório e entramos. – Ah não! – Reclamei quando eu vi que a fila para pegar as nossas comidas estava enorme.

 

- Queria estar morta – Lucy falou e eu ri – Ai graças a Deus – Falou e apontou para a Lauren e as meninas que já estavam na fila e bem a frente.

 

- Vai lá, eu vou pegar quando a fila diminuir, acho que vou compra um refrigerante para mim – Falei soltando a mão de Lucy e a mesma assentiu e seguiu até as meninas e assim que ela se aproximou, Lauren o abraçou por trás.

 

Enfiei a mão em meu bolso pegando uma nota e fui até a máquina de refrigerante e logo me abaixei para pegar a latinha de coca-cola que saiu da maquina. E quando me levantei e virei para seguir até a nossa mesa dei de cara com o Austin sorridente me estendendo um canudo. Sorri para ele e peguei o canudo de sua mão.

 

- Obrigada – Falei sorrindo e sai andando.

 

- Mila – Austin veio correndo ao meu lado – Eu estava pensando, talvez a gente poderia ir no cin... – O interrompi.

 

- A gente ve isso depois Austinho – Sorri e abri a latinha colocando o canudo lá dentro – Eu te ligo – Pisquei e tomei um gole da coca e segui andando deixando ele para trás.

 

Deixei a latinha encima da mesa e olhei para a fila e bufei quando percebi que ela parecia ainda maior. Me sentei no meu lugarzinho de sempre e peguei a latinha tomando mais um gole de minha coca.

 

- Milinha – Escutei a voz feminina e logo uma bandeja foi colocada encima da mesa e uma Vero sorridente se sentou ao meu lado, sorri para ela e coloquei a latinha encima da mesa novamente – Eu estava pensando – Começou a falar e eu arquei as sobrancelhas – Você vai me ajudar a conquistar a Lucy. – Falou e eu soltei uma risadinha baixa.

 

- Eu te ajudar? – Perguntei e coloquei a mão sobre o meu queixo fingindo pensar.

 

- É uai, você é a amiga dela, você conhece ela mais do que ninguém aqui, sabe dos gostos delas, qual é Camila. – Vero disse e eu ri e estiquei a minha mão alcançando a latinha de coca que eu havia deixado encima da mesa.

 

- E porque eu faria isso? – Perguntei debochada e levei o canudo até a minha boca tomando a minha coca-cola.

 

- Primeiramente porque ela namora a Jauregui, e você sabe que a Jauregui não vale nada e que eu gosto da Lucy de verdade sem contar que se você fizer isso a Jauregui fica livre pra você. – Engasguei com a coca que estava tomando e a crise de tosse me atingiu em cheio.

 

Bati em meu peito algumas vezes, procurando o meu folego de volta. E olhei para os lados apenas para ter certeza que não tinha ninguém prestando a atenção na nossa conversa ali naquele refeitório.

 

- O que? Você esta maluca? De onde você tirou que eu quero a Jauregui só para mim? – Perguntei em um sussurro e Vero ficou me encarando e logo em seguida começou a rir, uma gargalhada alta e exagerada – Do que você está rindo sua idiota? – Perguntei emburrada e irritada enquanto tentava a todo custo tampar a boca dela.

 

- De você! – Vero falou rindo – Se eu tinha alguma dúvida, você acabou de se entregar – Falou rindo e eu bufei.

 

- Verônica, cala a boca você esta chamando a atenção. – Falei com os dentes serrados, e a desgraçada simplesmente jogou a cabeça para trás e gargalhou mais alto ainda.

 

- Atrapalho? – Senti um calafrio pelo o meu corpo ao escutar aquela voz rouca atrás de mim, Vero parou de rir na mesma hora.

 

- Na verdade sim. – Veronica respondeu e Lauren jogou sua bandeja sobre a mesa e puxou a cadeira se sentando.

 

- Que pena. – A de olhos verdes respondeu e Vero riu.

 

- Olá Vero, vai se juntar a gente hoje? – Lucy apareceu sorridente colocando a sua bandeja na mesa e se sentando ao lado de Lauren.

 

- Ô Lauren, eu não acredito que você pegou dois pudim e eu fiquei sem nenhum – Dinah escandalosa chegou junto com Normani e Ally logo atrás – Ah, oi Vero. – Dinah sorriu para a morena que estava sentada ao meu lado e colocou sua bandeja encima da mesa.

 

- A Lauren é muito passa fome, eu não sei para onde vai tudo isso – Ally disse emburrada e se sentou.

 

- Oi meninas – Vero sorriu para as garotas e olhou para Lucy – Infelizmente eu não vou poder me juntar a vocês as meninas estão esperando, mas pode ter certeza que na próxima eu fico, não é meu amor? – Vero olhou para mim e sorriu. Apenas sorri e concordei – Aqui Dinah, pode ficar com o meu. – Vero pegou o potinho de pudim de sua mesa e empurrou para Dinah e segurou a sua bandeja e se levantou.

 

- Por isso eu te amo garota – Dinah praticamente gritou enquanto pegava o potinho de pudim e Vero sorriu.

 

- Te vejo depois linda – Vero disse para mim e se abaixou beijando a minha bochecha e seguiu andando até a mesa aonde suas amigas estavam.

 

E foi só a Vero se afastar que o grande coro de “ hummm” surgiu naquela mesa.

 

- Ti veji depi lindi – Lauren imitou Vero com uma careta no rosto e as meninas começaram rir, até mesmo a Lucy.


Notas Finais


KKKKKK EU AMO OS POVS DA CAMILA, SERIO.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...