História The girls and their demons - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 777
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Incesto, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - A noite em que tudo começou


Fanfic / Fanfiction The girls and their demons - Capítulo 3 - A noite em que tudo começou


                                    Flashback on   

                               

                                       Natalie on


No dia seguinte acordei e me sentei na cama, fiquei olhando para a janela estava desanimada para ir a escola, pois todos já tinham amigos e eu estava sozinha ainda, nunca fui de arrumar amizades rápidas mesmo, então me levantei da cama e fui fazer minha higiene, quando acabei coloquei o uniforme aquela saia vermelha e blusa branca, com o cabelo ainda todo bagunçado fui até a cozinha e peguei uma fruta logo minha mãe lucy vem e pergunta:


Lucy- filha pq não arrumou esse cabelo ainda?

Eu-aah mãe *respiro fundo*

Lucy-nada de "ahh mãe" anda logo antes que chegue atrasada na escola

Eu- *falo baixo* apresada ಠ_ಠ

Lucy- eu escutei Natalie

Eu- Iiwake, Iiwake


Fui para o meu quarto e arrumei meus cabelos, eles eram pequenos então não demorei muito, quando fui para a sala meu pai passou e deu um selindo na minha mãe eu Fechei meus olhos e eles riram, quando cheguei na escola fui direto para sala e fiquei lá sentada fazendo um de meus desenhos, logo depois chega Miguel meu coração acelera, sera que ele gosta de mim? ><, quero saber!! Sou uma garota muito curiosa afinal, logo depois chega Julie e abraça Miguel, como assim? Eles estão... Namorando? Sera?, que droga.., olhei para eles dois se abraçando e Julie sorri para mim com um sorriso malvado, ela sabe que eu gosto dele? Eu deixo isso tão na cara? Pq eu tenho tantas perguntas? Haaa que droga de pensamentos!, enfim, eu virei meu rosto para o outro lado desviando meu olhar deles dois, depois de alguns segundos todos chegam e a professora começa a aula fazendo a chamada, primeiro ela chama Amanda a garota deficiente.

Prof.Lidia-Amanda!

Amanda-presente..

Prof.Lidia-Julie!

Julie- presentinho!

Prof.Lidia- ksks que fofa *sorri*, Miguel!

Miguel- presunto!

Prof.Lidia- ksks temos um palhacinho muito fofinho aqui, *sorri*, Miguel vc e a Julie estão namorando?

Eu- hã? *olho para a prof*

Miguel- sim professora *meio corado e mexe nos cabelos*

Eu-*abaixo a cabeça*

Julie- é ksk *fala animada*

Prof.Lidia- vcs são tão fofinhos ksks, amor de crianças ai, ai, bom continuando, Natalie!

Eu-*levanto a mão* presente!

Alunos- quem é natalie mesmo?

Miguel- não sei ;-;

Eu-..*levanto minha mão devagar*..s-sou eu..

Letícia (amiga de Julie)- há, aquela esquisita ksks

Julie- nossa Lele tadinha ksks

Eu- *abaixo a cabeça*

Quando começa o recreio pego meu suco de uva e vou para o patio, chegando lá me sento em um banco vendo todos brincando de novo, olhei para perto do balanço e vejo Amanda indo para atrás da escola, logo depois Julie e suas amigas a seguem, então decidi ir atrás delas escondida para ver o que fariam, fiquei atrás de uma árvore vendo o que iria acontecer, então para a minha surpresa vi a covardia, Letícia segurando Amanda pela blusa e Julie rindo, queria ir lá e a proteger, então Fechei meus olhos e estava decidida, ainda com os olhos fechados ia dar um passo para frente, mais travei na hora, então me escondi na árvore novamente, e pensei.

Eu-(anda Natalie!, anda!, não seja tão insegura droga! Anda!!) *dou um passo para frente e abro meus olhos*

Quando vejo, elas não estão mais lá, nem elas nem Amanda, então sentei perto da árvore e coloquei a mão no meu peito, sentindo dor de não ter conseguido a proteger, de ser tão insegura e fraca, então me levantei e respirei fundo fazendo a dor e a vontade de chorer irem embora, o recreio acabou então voltei para a aula de novo, lá fiquei pensando em como deixar de ser fraca e inútil, então quando a aula acabou fui para casa com o meu irmão e fiquei na janela do meu quarto pensando em como o dia foi horrível hj, me levantei e fui tomar banho e trocar de roupa, quando voltei para o meu quarto olhei pela janela de novo e vi que tinha uma roupa vermelha, vermelho como sangue, fui até lá fora e perguntei a minha mãe o que era aquilo, ela não sabia ela nunca viu aquela roupa e muito menos a pendurou ali, eu ia encostar mais ele disse que poderia ser algo ruim então não deixou, logo depois ela pegou o cabo da vasoura e jogou a roupa fora, porém quando ela deu de costas eu peguei a roupa, parecia de mulher era totalmente vermelho como sangue, senti um aperto enorme no coração e joguei a roupa no lixo de novo, com uma dor de cabeça horrível olhei para a cozinha e vi um vulto de chapéu e um roupão todo preto, esfreguei meus olhos e quando vi não era nada, então fui me deitar e acabei dormindo por causa da dor que estava sentindo, e amanhã vai ser mais um dia na escola do terror, bom isso é apenas o começo do pesadelo da pequena criança..continua..






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...