História The Goddess Neko:the Hentai Story - Capítulo 25


Escrita por: ~, ~White-Dark e ~Tenshiiii

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Erótico, Excitação, Hentai, Neko, Nionvskyouta, Raposa, Romance, Sexo
Visualizações 176
Palavras 1.123
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Seinen, Super Power, Suspense, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Canibalismo, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 25 - Primeiro Beijo...


Fanfic / Fanfiction The Goddess Neko:the Hentai Story - Capítulo 25 - Primeiro Beijo...

Sara : Claro que vc gostar de mim...afinal somos amigos não é? - Desviando o olhar. 

 Kyouta : Não é dessa forma...eu-eu gosto mesmo de vc, muito!! muito mesmo... - Expressando em seu rosto seus sentimentos.

 Sara : Desculpe...eu não entendo oque vc esta querendo dizer. - Confusa e um pouco triste.

 - Kyouta respira fundo.

 Kyouta : Imaginaria que vc não entenderia, eu antes tbm não entendia, mas agora eu sei oque é o...

AMOR...

Sara : Amor? - Confusa.

 Kyouta : É uma coisa que te faz querer ficar com alguem, querer fazer essa pessoa ficar feliz... Isso é o amor...  

Sara : Vc tem certeza que isso não é amizade? - Confusa. 

  Kyouta : Não amor é diferente, amar alguem te faz querer... 

 Sara : Querer oque? 

 Kyouta : Querer dar um beijo! - Corado.

 Sara : Beijo...? - Confusa sem entender nada. 

Kyouta : Se vc quiser eu-eu posso lhe dar um... - Mais corado ainda. 

 Sara : Vc consegue me dar um? - Um pouco curiosa.

 Kyouta : Sim, se vc deixar...eu posso tentar, mas tbm vai ser o meu primeiro beijo. - Corado. 

 - O local fica em um silêncio profundo por algum tempo, Sara parecia estar pensando. 

 Sara : Certo, eu-eu lhe permito que vc me de esse tal de beijo. - Um pouco confusa mas ainda assim curiosa. 

- Kyouta fica muito corado. 

 (Ela concordou!! ela concordou mesmo!!)

 Sara : Qual o problema? seu rosto está vermelho. - Preocupada. 

 Kyouta : Não-não é nada, então se vc permite eu lhe darei um beijo!! - Corado.

 Kyouta : Eu irei me esforçar para que ele seja muito bom para vc!! - Envergonhado e corado. 

 Sara : O-okay... - Desconfiada e confusa.

- Kyouta começa a se aproximar do rosto de Sara lentamente.

- Ela começa a corar bem aos pouquinhos.

- Os rostos de Kyouta e Sara estão quase se tocando, e os seus labios quase se chocando.

- Sara já estava muito corada.

Sara : Pf Kyouta não chegue tão pert- 

- Kyouta toca seus labios aos de Sara a dando um pequeno selinho.

- O rosto dela começa a ficar super vermelho após isso, ela acaba caindo no chão dura de vergonha.

Kyouta : (Foi tão e ruim assim?) - Um pouco deprimido após isso acontecer.

Sara : (Então-então isso era um beijo? se eu soubesse que era isso eu não teria o deixado fazer).

Kyouta : Foi horrivel? - Um pouco frustado.

Sara : NÃO, FOI ÓTIMO!! 

Kyouta : ... - Surpreso, e corado.

Sara : Vo-você não poderia me dar outro? - Corada.

Kyouta : ... - Surpreso novamente.

- Kyouta sai do banco e se aproxima de Sara ainda caída no chão.

- Ele se agacha ficando em cima de Sara.

- Nesse mesmo momento o rosto de Sara já estava incrivelmente corado.

- O corpo dos dois tremia muito.

- Kyouta começou a se aproximar dos labios de Sara.

Ao longe de cima de uma arvore alguem os observava.

Sim, era Nion...

- Nion arranhava com suas garras o galho que a mantinha em cima da arvore, era muito agoniante ver aquilo para ela.

- As lagrimas escorriam pelo seu rosto.

Nion : Kyouta seu idiota! oque ela tem que eu não tenho? - Chorando.

- Kyouta passava a mão pelo corpo de Sara, até no local onde era para Sara ter seus seios.

Nion : Ela nem mesmo tem peitos ainda...ela nem sequer é uma mulher para você!! - Chorando.

- Kyouta beija Sara.

Nion : ... - Nion lutava contra seus sentimentos para não matar Sara ali mesmo.

- Varios segundos se passaram e o beijo se mantia, não era nem mesmo um beijo lindo ou romantico, ele era somente um simples toque de labios.

- As lagrimas de Nion escorriam ao mesmo tempo que seu corpo, seu estinto, pedia para que ela atacasse.

- E então Sara e Kyouta perdem o folego e param de se beijar.

- O corpo de Nion se resfria um pouco, mas o ódio em massa continua.

- Kyouta e Sara ficam se olhando por algum tempo ofegantes e envergonhados.

Enquanto isso na casa de Sara...

- O pai de Sara voltava para a casa com um maço de cigarros, e bebado, ele então percebe que a porta de casa estava aberta.

- O pai de Sara então entra pela porta quase caindo tonto, e então ele vê duas pessoas paradas na sala da casa, olhando para alguns objetos de sua filha.

- Essas duas pessoas tinham caldas de gato,garras, e orelhas.

Pai de Sara : Que tipo de brincadeira é essa? - Fala com uma voz de bebado.

- Os dois olham para ele com olhares sérios e frios.

Enquanto isso...

- Kyouta e Sara estavam sentados no banco, os dois desviavam os olhares.

Kyouta : Me-me desculpe por ter te pedido isso Sara... - Corado e envergonhado.

Sara : Não, eu não me importo...eu até gostei. - Olhando para o chão corada.

- O sinal para o fim do intervalo bate.

Sara : Melhor a gente voltar para a sala... - Corada.

Kyouta : Si-sim. 

- Os dois se levantam e saiem do local.

- Nion se acalma um pouco ainda chorando.

Algum tempo depois...

- A aula termina e os alunos começam a ir embora.

Kyouta : Quer que eu te leve até em casa?

Sara : Não precisa, vc já faz muita coisa por mim. - Ela sorri ainda pensando no que aconteceu no intervalo.

Kyouta : O-okay. - Kyouta cora um pouco.

Kyouta : Bom então eu já vou!!

Sara : Hai!! - Ela sorri.

- Kyouta pega suas coisas e sai da sala ainda corado.

- Sara fica um tempo parada pensando e logo em seguida vai embora.

Kyouta : (Eu-eu a beijei mesmo? eu ainda não estou acreditando, ela disse que gostou...mas será que foi bom mesmo? os labios dela são tão macios!!) - Envergonhado enquanto pensa.

- Sem que ele perceba Nion pula em cima dele o jogando contra algumas moitas em meio a algumas arvores.

Kyouta : ANNN, Nion? oque vc esta fazendo aqui? eu já não te disse para ficar em casa!!!

Enquanto isso...

- Sara caminha até sua casa feliz com oque tinha acontecido na escola.

- Naquele dia ela poderia ter ganhado o seu primeiro amor.

- Sara percebe que a porta de casa estava aberta e ouve alguns gritos de seu pai.

- Ela então entra na casa correndo.

- Seu pai estava parado na sala, nervoso, gritando com as duas pessoas que tinham invadido sua casa.

- Os dois olhavam para o homem e a garota sem expressar nenhum sentimento, eram olhares frios e calmos.

- A calda de um dos homens começa a se mover.

- E antes mesmo do pai de Sara falar algo sua garganta é cortada.

Sara : ... 

- As lagrimas de Sara começaram a se escorrer.

- Seu pai se ajoelhou no chão sendo sufocado pelo próprio sangue ele estava prestes a morrer.

Enquanto isso...

Kyouta : Droga Nion! oque vc está fazendo?

Nion : NÃO IMPORTA!! APERTE MEUS SEIOS!!?

Kyouta : Annnn?

(Continua no próximo capitulo)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...