História The Gray Garden - Capítulo 6


Escrita por: ~ e ~FireWitch

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Suga
Tags Bangtan Boys, Bts, Jimin, Min Yoongi, Park Jimin, Suga, Yaoi, Yoongi, Yoonmin
Visualizações 19
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Chapter VI


 

Após todas as aulas chatas e entediantes que eram dadas por professores que também deveriam receber aos mesmos adjetivos, teve sua saída interrompida por Hoseok, o mesmo alegava que precisavam passar um tempo a mais juntos, fora que ele estava curioso para saber o que havia acontecido algumas horas antes com o garoto de cabelos avermelhados.

Passou a encarar o ruivo a sua frente, o mesmo possuía um enorme sorriso enquanto praticamente lhe obrigava a ir consigo até a sorveteria para conversar um pouco, essa não é a primeira vez esse tipo de coisa acontece, Jimin é do tipo que gosta de passar horas e horas sozinho dentro de casa, por isso quase sempre acabava sendo arrastado por seu namorado a algum lugar.

Os passos de ambos até a sorveteria eram lentos, não viam motivo algum para fazer com que aquele momento que consideravam tranquilizador acabasse rapidamente, principalmente por estarem sobre uma linda vista de folhas mortas que caiam no parque a frente.

Entraram no estabelecimento, sendo acompanhados pelo som de sinos que serviam para avisar a chegada de um novo cliente, os garotos trocaram olhares que significavam algo como "Eu peço ou você pede?" com isso Hoseok deu um passo a frente e foi até o balcão, virando para dar uma piscada.

Olhou rapidamente todo o local, vendo uma mesa vazia um pouco mais afastada das outras e meio escondida, foi em direção da mesma e logo puxou uma cadeira para sentar-se, em seguida repousou os pés sobre a mesa. 

Depois de algum tempo Hoseok chegou até a mesa, sem dificuldade alguma por o cabelo de Jimin possuir uma cor um tanto chamativa, encarou surpreso ao notar os pés que deveriam estar embaixo da mesa estarem por cima dela.

— Tira os pés da mesa, Jimin! — Tentou fazer um tom que demostrasse irritação quando na verdade segurava o riso da mesma maneira que segura os dois sorvetes em suas mãos.

Jimin fez logo questão de pegar o seu sorvete sabor baunilha, queria aproveita-lo por completo sem derramar nenhuma gota, não pretendia ser bobo dessa vez e deixa-lo muito tempo na mão de Hoseok, que quase sempre tomava um pouco.

— Vai falar o que aconteceu? — Começou Hoseok enquanto seus olhos brilhavam de pura curiosidade.
— Lembra do meu vizinho? —Perguntou e logo viu o ruivo assentir.
— O velho chato? 
— Sim, acho que ele prende alguém dentro de casa, sempre vejo um garoto na janela ou no jardim. 
— Prender um garoto? —Perguntou levemente assustado, era completamente medroso em relação a tudo, principalmente a família que diziam estar amaldiçoada.
— Acho que sim, eu tentei entrar lá mas uma mulher me arrastou para fora — Recordou-se da cena ridícula que havia passado naquela manhã, quando havia sido arrastado pela mulher baixinha — Ela era bem assustadora na verdade.
— Assustadora como?
— Não se preocupe, Hyung. Ela não parecia um demônio ou algo parecido, talvez uma fúria mas nada demais.
— Pare de brincar com... —Fora interrompido pelo barulho do sininho da porta. 

 

Os dois passaram a encarar a porta, e logo viram uma mulher loira com os cabelos um pouco acima de seus ombros passar sobre ela, a mulher tinha suas curvas bem destacadas e bem marcadas por conta de seu short jeans justo. A mesma encarou os garotos e deu um sorrisinho doce enquanto seguia o seu caminho. Atrás dela estava um homem com uma certa idade, usando roupas que aparentavam ser incrivelmente caras.

— Você acha que ela está com ele? — Perguntou à Jimin, que parecia meio perdido olhando para a porta. 
—Ele? —Estava meio confuso, o senhor havia passado muito rápido mal havia conseguido ver-lhe direito.
— Esqueça isso, continue o que estava falando.
— Ela me chamou de delinquente. — Hoseok prendeu o riso enquanto terminava de comer a casquinha de seu sorvete — Ei! Não ria.
— Uou! Ela realmente está com ele, mas até que ele é um velho arrumadinho.
— Do que... — Interrompeu sua frase ao olhar para o lado e ver quem era o homem que estava com a loira simpática que tanto havia observado.
— O que foi?
— Aquele é o meu vizinho.
— Espera... O que? Aquele velho não é casado com a mulher assustadora?
— Eu achava que sim.
— Você acha que ela está com ele? — Perguntou à Jimin, que parecia meio perdido olhando para a porta. 
—Ele? —Estava meio confuso, o senhor havia passado muito rápido mal havia conseguido ver-lhe direito.
— Esqueça isso, continue o que estava falando.
— Ela me chamou de delinquente. — Hoseok prendeu o riso enquanto terminava de comer a casquinha de seu sorvete — Ei! Não ria.
— Uou! Ela realmente está com ele, mas até que ele é um velho arrumadinho.
— Do que... — Interrompeu sua frase ao olhar para o lado e ver quem era o homem que estava com a loira simpática que tanto havia observado.
— O que foi?
— Aquele é o meu vizinho.
— Espera... O que? Aquele velho não é casado com a mulher assustadora?
— Eu achava que sim.
—  Que estranho... O que será que eles estão fazendo?
—  Estamos em uma sorveteria, o que mais poderia ser, Hobi? — Respondeu em um tom irônico — Me sinto desconfortável no mesmo lugar que ele, podemos ir embora?
—  Espere um pouco!  — Começou a comer com pressa o resto da casquinha que sobrava — Pronto.

Levantaram-se rapidamente e logo entrelaçaram suas mãos enquanto saiam do estabelecimento, Jimin estava um tanto surpreso  pelo acontecido o que resultou em um clima meio pesado entre os dois garotos. Andaram até chegar na casa do avermelhado, local onde Hoseok abraçou ao seu namoro e deu-lhe um beijo rápido.

— Nos vemos amanhã? — Falou segurando a mão de Jimin.
— Amanhã então. — Deixou um sorriso fraco escapar —  No colégio?
—  No colégio. — Confirmou e soltou a mão de seu namorado, após essa ação foi correndo para sua casa que ficava um pouco mais longe deixando um Jimin sozinho na frente de casa, o qual logo passou a encarar a casa da frente.
— O que será que se passa nessa família? — Perguntou para si mesmo sem obter resposta alguma, a não ser que o vento forte que chegou a bagunçar seu cabelo contasse.
 


Notas Finais


Deixe um comentário de sugestão ou opinião, isso faz com que queiramos postar mais! (ꈍᴗꈍ)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...