História The Green Eyes - Capítulo 32


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 391
Palavras 2.337
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 32 - Thirty Two


Os dias haviam se passado, Lauren e Camila permaneceram mais juntas do que nunca. A menor tinha tentado ignorar um pouco Austin, e o disse para se afastar um pouco, explicando a briga que havia tido com Lauren. Ele entendeu e fez o que lhe foi pedido.

As provas chegaram e se foram. Todas haviam feito boas provas. Camila e Lauren com notas mais altas. A de olhos verdes mais que agradeceu a Camila pela ajuda nos estudos. Ela era uma ótima professora.

Sobre as aulas de música, Camila tentou se focar mais. Ela não conseguia muito. Como se focar em algo que não seja Lauren Jauregui? Suas notas tinham voltado a subir, mas ela não havia alcançado a média anterior. 

Lauren permaneceu nas aulas de artes e se inscreveu para aulas extras na escola. Ela estava dominando técnicas que não conhecia antes. Seus quadros estavam melhores e ela até se inscreveu em um curso de fotografias. Camila sendo sua principal modelo. Haviam diversas fotos espalhadas pela casa das duas. Fotos delas juntas e outras de todo o grupo reunido. 

Camila havia quase preenchido todo o bloco de anotações que Lauren a comprou. Todas as músicas eram sobre sua namorada. Ela planejava mostras algumas. Fazer uma apresentação. Planejar algo especial. Talvez esse momento estivesse próximo.

- Kaki, quando a Lauren vai trazer o Nino? – Sofia perguntou balançando os pés no banco da cozinha. 

- Ela vem mais tarde, princesa. Por que você não termina de comer? –Sofia negou com a cabeça e Camila levou a louça para a pia. – Mãe, você vai sair?

- Eu vou procurar algumas coisas. Os preços são incrivelmente mais baratos aqui. – Sinu riu e deu um beijo em ambas as filhas. – Seu pai passará aqui amanhã, não esqueça.

- Tanto faz. – Camila deu de ombros enquanto as três iam para a sala.

- Karla!  - Sinu a repreendeu. Ela voltou a dar de ombros e se sentou com Sofia ao seu lado no sofá. – Eu volto em alguns minutos.

- Podemos ver o Nino agora? – Sofia perguntou enrolando as mãos na barra da sua blusa. Sinu saindo um pouco antes.

- Ele vem só mais tarde, Sofi. Vamos ver um filme enquanto esperamos. – Camila levantou e procurou alguns filmes. Sofia escolheu três e elas assistiram. 

As duas estavam dormindo quando Sinu chegou. Dinah encarando e tirando algumas fotos delas. Sinu riu e pediu para ver as fotos. Elas riram juntas. A mãe das garotas deixou as sacolas com as compras que havia feito perto do sofá. Ela foi com Dinah até a cozinha e elas conversaram por um tempo.

- Kaki, acorda. A Lauren já vai trazer o Nino? – Sofia sacudia a irmã que gemia em protesto.

- Não. Espere mais um pouco. – Camila disse ainda de olhos fechados e puxou Sofia para deitar no sofá novamente.

- Você disse que ela viria depois que o ponteiro estivesse no quatro e ele já está no quatro. Vamos Kaki, acorde. – Sofia a sacudiu novamente. Camila riu e por fim abriu os olhos.

- Ela deve está chegando. – Ela se sentou no sofá e Sofia deu pulinhos já no chão. Ela estava ansiosa. 

Minutos se passaram e nada. Dinah desceu a escada com o celular na mão e o jogou para Camila, o celular quase batendo em seu rosto. Camila a olhou serrando os olhos e Dinah riu voltando a subir a escada.

- O que? – Camila perguntou.

- Lauren. – Dinah desapareceu no andar superior.

- Oi? – Camila disse atendendo a ligação.

- Onde está seu celular? – Lauren perguntou do outro lado da linha. Sua voz cortada pelo vento.

- Eu acho que descarregou. Sofia, pare de puxar as linhas da almofada. – Camila riu.

- Mas estão soltas. – Sofia disse enquanto puxava mais algumas linhas da almofada vermelha. Camila tomou a almofada de suas mãos. 

- Lauren? Onde você está? – Camila perguntou e assim que Sofia ouviu o nome da garota, se levantou e ficou encarando Camila. Ela tinha um sorriso enorme no rosto, esperava por noticias.

- Eu te mandei uma mensagem dizendo pra você e a Sofia virem para o parque. O Nino ficaria muito agitado aí. Ele precisa correr um pouco. – Lauren respondeu. – Vocês irão vir?

- Ahmm.. claro. Chegamos em alguns minutos. – Camila disse se levantando e indo procurar sua mãe.

- Estarei esperando. Beijos – Lauren respondeu e riu antes de desligar.

- Mãe, eu vou levar Sofia no parque. Lauren levou o Nino para passear e eu prometi que deixaria que ela brincasse com ele. – Camila disse a Sinu.

- Ele não é perigoso? – Ela perguntou e Camila riu, lembrando de como o cachorro era bobalhão.

- Não, realmente não. Ele é ótimo. Voltamos às 19h. – Camila beijou a mãe na bochecha e Sofia colocou o rosto pela entrada da cozinha, dando a Sinu um sorriso sapeca.

- Se comporte Sofia. Cuide dela, Camila. Não tire seus olhos dela. – Sinu disse e Camila concordou.

Ela levou Sofia até o parque. A pequena querendo ir sempre na frente, mas Camila a segurava pela mão. Ela avistou Lauren depois de um tempo. Nino sempre se mantendo bastante empolgado com tudo o que sua dona fazia com ele.

- Aquele é o Nino? – Sofia abriu um sorriso enorme e puxou a manga da blusa da Camila para que ela pudesse a olhar.

- Sim, é o Nino. – Camila riu e elas se aproximaram de Lauren e o cachorro. Sofia pareceu ficar tímida e se escondeu parcialmente atrás da irmã.

- Hey, pequena. – Lauren disse a puxando para um abraço.

- Oi, Lo. – Sofia respondeu a abraçando, mas manteve os olhos no cachorro sentado ao lado delas. Ele estava respirando rápido e com a língua de fora. Sofia pensou que talvez ele estivesse feliz.

- Esse é o Nino. – Lauren disse passando a mão sobre a cabeça do cachorro, que fechou os olhos e apreciou o carinho. – Você pode passar a mão nele, se quiser.

- Ele não vai me morder, não é? – Sofia perguntou com duvida, mas ansiosa em acariciar o cão.

- Não, ele não vai. – Lauren sorriu e a garotinha acariciou a cabeça do Nino. O cachorro abanou o rabo e olhou para as três. Camila sorriu e ele levantou. – Você não falou com ele ainda, Camz. 

- Ohh, desculpe, Nino! – Camila gargalhou e sacudiu a cabeça dele. – Sofia, você quer brincar com ele? – Ela perguntou e a pequena acenou afirmando com a cabeça animadamente.

Sofia logo ficou próxima de Nino, jogando uma bola pequena que Lauren tinha levado para brincar com ele. Ela a jogava não tão longe e o cachorro corria o mais rápido que podia para alcançar, logo voltando e devolvendo a bola para que ela jogasse novamente. A pequena estava tão animada e feliz. 

Camila estava sentada junto com Lauren na grama. Elas riam e comentavam sobre algo que Sofia ou Nino faziam. Camila nunca tirando os olhos de sua irmã, e Lauren sempre acompanhando Nino. 

- Sofia, não tão longe. – Camila gritou e a pequena parou para olhá-la. Logo depois voltando para onde as duas maiores estavam. Nino atrás dela.

- Eu estou cansada. – Sofia se sentou do lado da irmã e Nino deitou nos pés de Lauren. O cachorro parecia exausto também.

- Que tal se eu for comprar água para vocês. O Nino deve estar com sede. Você quer sorvete, Sofia? – Lauren perguntou se levantando. O cão a olhou, mas permaneceu deitado.

- Sim! Eu quero um de chocolate. – Sofia disse animada novamente. 

- Mama deixou você comer sorvete? – Camila perguntou jogando o cabelo da irmã para trás de seu rosto.

- Ahh, Camila! É só um sorvete, sua mãe não precisa saber se vocês não contarem. – Lauren disse rindo e se afastando delas para ir a uma sorveteria próxima. 

- Eu gosto da Lauren. Ela é muito legal. – Sofia riu e abraçou a irmã de lado. Camila não podia se sentir mais feliz. Se Sofia tinha gostado de Lauren, então a namorada era realmente perfeita mais do que o normal agora. 

- Sim, ela é muuuito legal. – Camila sorriu e abraçou a irmã de volta. Ela olhou para Lauren antes que ela atravessasse a rua, logo depois sumindo dentro da sorveteria.

- Kaki, a Dinah disse que você estava namorando. Como ele é? – Sofia perguntou tentando prender o cabelo em um coque, mas falhando.

- Bem, não é ele. É ela. – Camila a ajudou a prender o cabelo. 

- Ela? – Sofia riu olhando para a irmã. 

- Sim. Você acha estranho? 

- Não sei. Alguns amigos dizem que é feio. – Sofia fez careta e riu novamente.

- Não é feio amar outra pessoa, é? 

- Não. 

- Então, isso não é feio. Eu amo muito a minha namorada. Você pode amar quem você quiser. Se você não fizer mal a ninguém com isso, então isso é apenas normal e é lindo. O amor é livre. Você não acha? 

- Ahaam. Eu amo você. – A pequena abraçou Camila novamente. – Como ela é? 

- Bem, ela é linda, inteligente, fantástica, diz coisas muito boas, é ótima com as palavras, tem olhos lindos... – Camila estava sorrindo enquanto descrevia Lauren. Ela encarava o nada e Sofia a cortou.

- A Lauren tem olhos lindos. – A menor disse e Camila olhou para ela.

- Sim, a Lauren tem olhos muito lindos. Os olhos esmeralda mais lindos do mundo todo. – Ela olhou para onde Lauren havia ido. – E minha namorada é muito boa também. Ela está trazendo água e sorvete pra você agora. 

- A Lauren? – Sofia a olhou confusa e ao mesmo tempo alegre. 

- Sim, é a Lauren. – Camila sorriu para a garota de olhos verdes que se aproximava.

- Sobre o que vocês estão falando? – Lauren entregou o sorvete para a pequena e colocou um pouco de água para que Nino pudesse beber.

- Sobre a namorada da Kaki. – Sofia disse devorando o sorvete, do mesmo jeito que Camila fazia.

- Ahhh, e você achou ela legal? – Lauren perguntou para Sofia, mas olhou para Camila.

- Sim. É você, não é? – Sofia olhou para Lauren.

- Eu? – Lauren riu. – Claro que não. Sua irmã é muito chata às vezes. Eu não iria namorar com ela.

- Lauren! – Camila a empurrou e Lauren derrubou água no seu short. Sofia gargalhou, arrastando as duas com ela. – Sim, é a Lauren. Ela é minha namorada. Você gostou?

- Ahaam. Ela me dá sorvete e tem o Nino que eu posso brincar. Por que eu não posso morar aqui? – Sofia disse mudando completamente o assunto e Nino se aproximou dela tentando dar uma lambida em seu sorvete.

- Porque você é criança e tem que ficar com mama, pra cuidar dela. – Camila riu da luta que a pequena tinha para não deixar o cachorro roubar seu sorvete.

- Nino, fique quieto. – Lauren o puxou para perto dela e o cachorro sentou, mas continuou encarando o sorvete da menor.

Elas passaram algum tempo a mais no parque. As três continuaram se divertindo e brincando com Nino. Depois das 18h, elas três já estavam exaustas e decidiram ir para casa. Lauren acompanhou as duas até a casa de Camila. Ela cumprimentou Sinu e passou algum tempo conversando com todos na casa.

Sofia e Camila adormeceram no sofá novamente, assim como Nino que estava deitado no tapete da sala. Mais algum tempo depois e Lauren voltou para casa com Nino. Ela acabou comprando um picolé de fruta para o cachorro e ele devorou antes que eles chegassem em casa.

Clara, Mike e Taylor estavam rindo alto na cozinha. Nino logo começou outra festa ao ver todos juntos. Chris tinha saído com uma garota da turma dele, voltaria um pouco mais tarde. O jantar estava quase pronto. Lauren subiu e tomou um banho antes de descer novamente e jantar junto com a sua família. 

Na manhã seguinte Lauren decidiu aparecer na casa da namorada sem avisar antes, ela não costumava avisar, de qualquer forma. Ela apareceu por volta das 9h e se surpreendeu quando Alejandro a atendeu na porta.

- Lauren. – Ele disse sério e se afastou lhe dando espaço para entrar.

- Sr. Cabello. – Lauren passou por ele e encontrou Sofia no sofá assistindo desenho na Tv.

- A Camila ainda não acordou. – A pequena disse correndo para Lauren e abraçando-a forte.

- Ahh, que pena. Por que você não tentou acordá-la? Está um pouco tarde. – Lauren riu. Ela estava se sentindo incomodada com o pai da namorada ali, observando sua interação com sua outra filha. Ele deu um sorriso leve e se sentou na poltrona perto da porta.

- Que bom que valoriza as manhãs nos finais de semana. – Alejandro disse com os olhos fixos nos de Lauren.

- Sim. Eu tenho algumas coisas pra fazer nas manhãs dos sábados. – Ela também não desviou os olhos dele.

Sinu apareceu segundos depois e abraçou Lauren. A perguntou se ela tinha comido algo, Lauren afirmou e a conversa acabou entre eles. Apenas o som da TV e Sofia rindo de algo engraçado em seu desenho.

- Por que você não sobe e tenta acordar a Camila e a Dinah. É quase impossível, mas acho que você pode tentar. – Sinu incentivou Lauren.

- Deixe as garotas dormirem. Sofia pode acordá-las depois. Você não ia a algum lugar, Lauren? – Alejandro voltou a falar.

- Na verdade sim. Você pode falar pra Camila que eu passei aqui? – Lauren perguntou a Sinu.

- Claro, querida. Pra onde você vai? – Sinu a seguiu até a porta.

- Eu tenho aula de fotografia agora. – Lauren sorriu junto com a mulher.

- Fo-to-gra-fia. – Alejandro balançou a cabeça de um lado para o outro. Lauren o olhou rapidamente antes de voltar sua atenção para a mãe da namorada.

- Bem, eu vou indo. Eu só ia passar para desejar "Bom dia" pra Camila. A gente se vê depois. Tenha um bom dia. Tchau, pequena. – Lauren se despediu de Sinu e Sofia. Antes de sair ela apenas olhou para Alejandro que a observou sair.

- Você devia parar um pouco com isso. – Sinu disse assim que Lauren desapareceu de vista.

- Olhe essa garota. Ela não terá futuro algum. Onde Camila estava com a cabeça para entrar nisso. Eu não a criei assim. – Alejandro falou retirando alguns papeis de dentro de sua pasta.

- Você não a criou. Eu a criei. – Sinu disse séria e andou até a entrada da cozinha. O homem com um sorriso leve e sínico nos lábios. – Sofia, vem comer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...