História The Green Eyes - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 401
Palavras 2.461
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 33 - Thirty Three


- Você falou com Austin? – Alejandro perguntou a Camila durante o almoço.

- Sim. Ele estuda comi...

- Com você na escola e faz música também. Ele é um garoto interessante, você não acha? – O homem perguntou levando a comida até a boca.

- Não. Ele é normal. Igual todos os outros garotos. – Camila revirou os olhos e bebeu seu suco.

- Eu acho o garoto interessante. O pai dele trabalha comigo. É um ótimo homem. Acho que quando Austin ficar mais velho terá um ótimo futuro. Vocês deviam tentar algo. O garoto é bonito, legal e parece ter gostado bastante de você. Carter comentou outro dia que ele o ligou e não parou de falar de você. 

- Legal. Mas eu estou com a Lauren. Ela terá um ótimo futuro também. – Camila estava se estressado novamente com toda a conversa do seu pai.

- Não acho. Você verá depois de um tempo. Eu falo isso para o seu bem. – Alejandro limpou a boca com guardanapo. 

- Tanto faz. – Camila novamente revirou os olhos e deu de ombros. 

Eles terminaram o almoço e Alejandro continuou a falar sobre o garoto até que todos tivessem cansados de ouvir tantos elogios. Camila começou a sentir raiva de Austin, mesmo que ele não tivesse ali. Tudo o que seu pai dizia sobre o garoto, a fez imaginar o sorriso elegante que ele teria ao ouvir isso. Talvez fosse só mais um desses garotos que seguem as ambições de seus pais. Ela estava longe de gostar disso.

- Tente sair com Austin. Ele deve estar realmente interessado em você. – O homem disse enquanto todos iam para a sala. Camila segurando a mão de Sofia.

- Eu não quero sair com o Austin. Eu tenho namorada, você esqueceu? – Ela o olhou séria e o homem serrou a mandíbula.

- Eu disse que lhe proibia e que... – Ele começou a elevar o tom de voz e Sinu o olhou assustada.

- E nada mais. Você não venha com essa porcaria de conversa nessa casa. Ela não é sua. Eu moro aqui com minha amiga e você nem manda a porra do seu dinheiro para ajudar a pagar. A Dinah tem que trabalhar como babá ou perdemos a casa. É melhor você calar sua boca e ficar quieto aqui dentro, porque aqui, você não tem nenhuma autoridade sobre mim. – Camila elevou ainda mais sua voz e o encarou firme. O homem arregalou os olhos e Sinu levantou as sobrancelhas olhando para os dois.

- Kaki, você não pode falar palavras feias. – Sofia puxou o braço de Camila e a olhou brava.

- Desculpe, Sofi. Você quer brincar lá em cima? – Camila olhou para Dinah como se pedisse ajuda e a amiga entendeu. 

- Vamos brincar lá no quarto, Sofia. Tem umas coisas legais lá pra se fazer. Você pode me fazer um desenho ou eu posso te maquiar. – Dinah disse com um sorriso grande para a pequena e Sofia correu para cima acompanhada por Dinah.

- Karla, não ouse levantar sua voz assim pra mim. – Alejandro falou enquanto Camila se jogava no sofá.

- Cale a boca. Se está achando ruim, vá embora. Ninguém pediu para você vir. – Camila revirou os olhos e Sinu a puxou para a cozinha. Ela riu enquanto passava pelo pai.

- Camila, querida. Você não precisa fazer isso. – Sinu falou sentando a filha em um dos bancos.

- Eu não suporto mais essa conversa dele. Se ele não gosta da Lauren, o problema é totalmente dele. Eu realmente não me importo, contato que ele não fique com essas besteiras e fale algo que eu não goste. Ele pode dizer o que quiser na casa dele, mas aqui não. Eu não quero mais que ele me mande dinheiro. A Dinah trabalha como babá e eu posso procurar algo para fazer por aqui também. Estou cheia disso. 

- Camila...

- Não, mama. Eu não preciso dele. Nunca precisei e espero nunca precisar. Eu vou ficar bem, eu prometo. – Ela sorriu para Sinu, que tinha uma expressão triste no rosto. – Eu te amo mama, mas não posso aquentar o que ele diz pra mim. 

- Tudo bem. Eu acho que você é uma garota crescida já. Mas não faça isso na frente da Sofia, por favor.  – Sinu disse abraçando a filha mais velha. Camila sorriu.

- Desculpa, eu não farei isso de novo. – Assim que Camila terminou de falar, Alejandro entrou na cozinha.

- Eu vou sair. Tenho algumas coisas para resolver na cidade. Volto mais tarde e voltamos para casa. – O homem falou rápido e logo desapareceu novamente.

- Ele está bravo com você. – Sinu disse rindo.

- Eu não me importo. Vamos assistir um filme? – Camila sugeriu enquanto as duas iam para a sala.

- Chame as meninas e vamos comprar algumas roupas para vocês. – Sinu pegou a bolsa sobre o sofá e Camila sorriu grande enquanto corria para chamar Sofia e Dinah.

Elas estavam andando fazia algum tempo no shopping. Verificando algumas roupas em lojas aleatórias. Sofia devorando um sorvete de chocolate e lutando para não sujar a própria roupa.

- A Lauren. – A pequena disse com o sorriso olhando para o final de um dos corredores não tão movimentados.

- O que tem a Lauren, Sofi? – Camila perguntou antes que entrassem em mais uma loja. Dinah e Sinu já vasculhando os cabides mais próximos.

- Ela está ali. – Sofia apontou para onde a garota de olhos verdes e cabelos longos estava.

- Sim, ela está ali. – Camila sorriu percebendo a namorada junto da mãe e da irmã. Lauren ria enquanto Taylor apontava para algo dentro de uma loja.

- Será que o Nino também está aqui? – Sofia limpou a boca com a manga da blusa e Camila riu para a irmã.

- Não podemos trazer animais de estimação para o shopping. O Nino iria fazer a maior bagunça aqui. – Camila continuou encarando Lauren de longe. – Sofia, fica ali com a mama e a Dinah. Eu vou falar com ela e volto daqui a pouco. Você avisa pra mama? 

- Tá bem! – Sofia correu para perto de onde Dinah e Sinu estavam. 

Camila se aproximou lentamente. As três continuavam rindo sobre algo e foi impossível não manter um sorriso nos lábios observando Lauren rir. O sorriso mais lindo do mundo.

Já mais próxima, Clara percebeu a presença de Camila, a menor colocou o dedo indicador sobre os lábios pedindo para Clara não dizer nada, e assim ela fez. Camila rapidamente tapou os olhos de Lauren com as duas mãos. A de olhos verdes abriu um sorriso com o gesto e automaticamente levou suas mãos para as mãos que cobriam seus olhos. Ela sorriu mais ainda assim que o fez.

- Camz! – Lauren disse e tirou as mãos de Camila dos seus olhos e virou para encontrar os olhos chocolates da namorada.

- Eu! – Camila gargalhou e abriu os braços esperando pelo abraço da namorada, que rapidamente fechou o espaço entre elas e selou rapidamente seus lábios em um beijo rápido e carinhoso. Clara e Taylor rindo para as duas.

- O que você está fazendo aqui? – Lauren perguntou entrelaçando os dedos nos de Camila.

- Eu estou fazendo compras com minha mãe, a Sofia e a Dinah. – Camila sorriu para Taylor e Clara, que lhe devolveram o sorriso prontamente. – Talvez vocês pudessem se juntar a nós.

- Claro. – Taylor disse animada.

- Eu preciso comprar mais tintas e pinceis. Eu encontro vocês daqui a pouco. – Lauren disse dando um beijo na bochecha de Camila.

- Eu posso ir com você? – A menor perguntou e Lauren sorriu afirmando. – Vocês podem avisar minha mãe? Ela está na loja H-Queen, a primeira desse corredor.

- Tudo bem. Não demorem garotas. Qualquer coisa, se não nos acharem depois, é só ligar. – Clara disse enquanto era puxada por Taylor. H-Queen era uma de suas lojas favoritas no shopping e ela estaria feliz em passar um tempo admirando todas aquelas roupas que ela um dia sonhou em seu guarda-roupa. 

Depois de atravessar quase metade do 2º piso do shopping, Lauren conseguiu achar a loja que procurava. Era uma grande loja de departamentos, vendia artigos diferenciados para varias categorias. Elas entraram na loja e procuraram a sessão de papelaria, onde encontrariam as tintas e pinceis novos que Lauren precisava.

Algum tempo vasculhando potes e latas pequenas de tinta e escolhendo alguns pinceis, as duas saíram da loja com sacolas nas mãos. O caixa que atendeu elas, era um antigo namorado de Dinah. O garoto fez algumas perguntas para Camila, mas ela desviou todas. A amiga parecia estar se envolvendo com um garoto muito melhor agora.

- Eu preciso fazer xixi. – Camila disse puxando Lauren para o banheiro mais próximo.

- Tudo bem. Eu vou comprar água enquanto você vai ao banheiro. – Lauren arrumou as sacolas na mão.

- Não, você vai vir comigo. – Camila continuou a puxando.

- Eu não vou assistir você fazer xixi, Camz. – A de olhos verdes gargalhou. 

- Okay. – Camila devolveu a gargalhada e Lauren a olhou sorrindo e confusa.

Elas estavam olhando uma para a outra e não puderam ver quando Camila esbarrou em um homem no caminho para o banheiro.

- Desculpe... – Camila ficou séria assim que viu quem era.

- Karla. Lauren. – O homem falou sério arrumando o terno.

- Sr. Cabello. – Lauren disse endireitando a postura. O homem respirou fundo e forçou um sorriso amargo.

- Onde está sua mãe? – Alejandro perguntou a filha.

- Ela está com Sofia e Dinah. E a mãe e irmã da Lauren. – Camila disse desviando o olhar para a namorada.

- Quero que elas estejam em casa as 17h. Eu tenho uma reunião amanhã cedo e não posso voltar tarde. – Ele disse firme como se fosse uma ordem. Camila afirmou lentamente. – O que estão comprando?

- Roupas. – Lauren respondeu antes que Camila pudesse pronunciar qualquer coisa. A menor a olhou confusa. – Isso é para o meu pai. Ele está terminando de planejar algumas coisas pro jardim e pediu que eu comprasse isso, porque ele não tem tempo. 

- Ahh, muito bem. Vou deixá-las continuarem suas compras. Não esqueça de avisar sua mãe, Karla. – Alejandro disse e sumiu tão rapidamente como havia aparecido para as duas.

- Por que você mentiu? Isso não é pro seu pai. – Camila perguntou à namorada. Ela ainda estava confusa sobre a resposta rápida que Lauren havia dado ao homem.

- Eu não quero ter esse tipo de briguinha com seu pai, Camila. Sério, eu realmente não me importo com o que ele acha do meu futuro. Mas não quero que ele ache que eu não vou poder te dar algo bom. – A maior respondeu deixando um beijo na têmpora da namorada. – Você não ia ao banheiro? 

- Aham. – Camila puxou novamente Lauren pelos corredores. Elas duas se mantiveram quietas e caladas. 

Lauren esperou que ela saísse do banheiro e as duas encontraram suas mães e irmãs e Dinah alguns minutos depois. Elas continuavam na H-Queen. Taylor ajudava Sofia a escolher algumas roupas e Clara e Sinu mantinham uma conversa animada, Dinah se mantinha focada em seu celular e tirava algumas fotos de roupas que achava interessantes. 

- Por que diabos você está tirando foto das roupas? – Camila riu empurrando a amiga.

- Eu gostei do corte e do desenho delas. – Dinah respondeu e logo correu para o outro lado dando de ombros para Camila.

- Okay! Lauren... – Camila chamou e se aproximou da namorada que estava escolhendo algumas blusas. A de olhos verdes fez um som nasal para que ela prosseguisse. – Você gosta dessa preta ou da vermelha. – Camila diz segurando duas lingeries, uma em cada mão.

- Camilaa!! – Lauren puxou suas mãos para baixo e colocou os cabides com as lingeries entre as blusas que estava olhando. – Não faça isso aqui.

- Você ficou vermelha. – Camila deu uma gargalhada e Sinu e Clara olham para as duas. Lauren sorriu sem mostrar os dentes e puxou Camila pro outro lado. – Você fica fofa quando fica envergonhada.

- Pare de provocar, Camila. Pelo amor! Estamos no shopping. – Lauren soltou o braço dela e virou para olhar outras blusas.

- Então você pode terminar mais rápido de escolher essas roupas e a gente pode voltar pra casa antes de todo mundo. – Camila disse se aproximando das costas da namorada e deixando leves beijos pelo ombro da mesma.

- Camz... – Lauren riu. – Por que você tem sempre que me provocar? 

- Porque eu sei que você nunca consegue se controlar quando sabe o que pode fazer. – Camila piscou pra ela e saiu rebolando, certa de que Lauren a seguiria com os olhos até que ela desaparecesse de vista daquela sessão.

- Concentre, Lauren. São apenas algumas blusas. Seja rápida, vamos. – Ela pegou algumas blusas sem prestar muita atenção no que estava escolhendo. Acabou saindo da loja com 5 blusas que não tinha visto direito. Camila ao seu lado com um sorriso vitorioso e cheio de malicia. 

Elas deram uma desculpa para suas mães, que decidiram que estava tudo bem. Ficariam mais tempo fazendo compras. Camila avisou sobre o que Alejandro havia dito sobre o horário. As duas foram em direção ao estacionamento do shopping. Camila quase correndo em direção ao carro e Lauren admirando as costas da namorada, sempre parando o olhar em sua grande bunda e dando um suspiro, seguido por um sorriso enorme.

Assim que entraram no carro, Camila tirou as sacolas das mãos da namorada e as jogou para o banco traseiro. Lauren sorrindo para ela. A menor se aproximou e parou a centímetros de distancia dela. Suas respirações estavam misturadas e a única coisa que Camila podia encarar agora era a boca da garota de olhos verdes. Os lábios pareciam tão convidativos e lembrar do que eles podiam fazer em seu corpo, fazia com que ela sentisse arrepios percorrerem todo o seu corpo. Droga, aqueles lábios! 

- Coloque o cinto, Camila. – Lauren respondeu virando o rosto para ao outro lado e puxando seu cinto para prendê-lo.

- Eu não ganho um beijo? – Camila fez bico e logo depois deu um sorriso malicioso.

- Você ganha quantos beijos quiser quando estivermos em casa. – A de olhos verdes piscou e Camila fez o que ela havia dito.

Camila não podia se conter durante o caminho. Ela amava quando a namorava usava aquela calça jeans preta, que colava perfeitamente em suas pernas. Ela não podia tirar os olhos de cada centímetro do corpo vestido de Lauren, e despi-lo inteiramente em sua mente de varias formas e diversas vezes.

Quando chegaram em casa, Camila saiu do carro e correu para abrir a porta. Lauren não tirou as coisas que estavam atrás, porque levaria para sua própria casa depois. Ela seguiu Camila para dentro quando a mesma destrancou e abriu a porta, deixando que Lauren a fechasse.

A maior a puxou para trás, chocando as costas de Camila em seu próprio corpo, logo atacando o pescoço da namorada. O perfume que Camila usava era simplesmente o melhor e Lauren estava viciada no cheiro que ele formava junto a pele da garota. A de olhos castanhos soltou um gemido logo após o estalo do beijo molhado que Lauren deixou em seu ombro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...