História The Green Eyes - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 263
Palavras 2.839
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Thirty Six


Haviam se passado seis meses. Lauren e Camila haviam passado o Natal e o Fim de ano juntas com a família Jauregui. Mike ainda não havia aceitado a oferta de emprego em outra cidade, fazendo com que Lauren se sentisse aliviada por ter mais tempo ao lado de sua namorada.

Elas e suas amigas tinham passado de ano letivo na escola, suas medias sempre altas. Dinah entrou para um programa de estudos secreto, ela não havia dito a ninguém sobre o que estava estudando, mas parecia bastante feliz com o que aprendia. O quarto de Camila estava cheio de quadros feitos pela namorada. Lauren passando bem mais tempo se dedicando a artes e Camila por sua vez, conseguiu alcançar as melhores notas da escola de música.

Era abril, a primavera enchia o parque das mais lindas cores. Os bancos da praça haviam sido pintados novamente em uma cor vinho. Os postes do parque também ganharam novas cores. Novos restaurantes e lanchonetes abriram em volta. As pessoas sempre frequentavam mais o parque na primavera. 

Camila estava sentada no seu lugar de sempre. As folhas do carvalho balançando com o vendo. O cabelo castanho escuro dela sendo bagunçado levemente. Ela estava sorrindo, segurando um bloco de anotações nas mãos, o mesmo que Lauren havia lhe comprado quase um ano atrás. Estava quase tudo se repetindo, Nino corria o mais rápido que podia para alcançar o colo da garota de olhos castanhos. Lauren atrás dele com um sorriso enorme e brilhante. Era como se apaixonar novamente, elas pensaram.

- Nino!! - Camila disse alegremente quando o cachorro se jogou em seu colo e tentou lamber todo o seu rosto. Ela tendo de virar o rosto para todos os lados tentando desviar das salivas do cão. 

- Camz! - Lauren falou se aproximando dos dois. Ela se sentou ao lado da namorada e chamou a atenção do cachorro para que ele deixasse Camila em paz, logo jogando uma bola amarela para que ele corresse para longe para alcançá-la.

- Laur! - Camila abriu um sorriso tão grande quanto o da namorada. Lauren se aproximou e puxou o rosto da menor com delicadeza para selar seus lábios. Um beijo carinhoso e cheio de amor. - Como você está?

- Cansada. Mas estou bem. O Nino não parou até chegarmos aqui. - Lauren gargalhou. - E você?

- Eu te amo! - Camila estava olhando no fundo daqueles hipnotizantes olhos verdes. Ela queria permanecer para sempre dizendo que amava Lauren e ver o brilho que crescia naquela imensidão esmeralda.

- Eu também te amo! Muito, muito, muito, muito! - Lauren repetiu o que tinha feito antes e novamente fechou a distancia que existia entre elas. Camila sorrindo entre o beijo e Lauren sentindo como se não houvesse nada no mundo que ela quisesse fazer mais do que beijar e ter Camila em seus braços.

- Eu estive pensando e vai fazer um ano desde que nos conhecemos aqui. - Camila analisou o bloco de notas em suas mãos.

- Sim. Eu nem acredito, eu acho que te vi ontem e fiquei tão envergonhada quando Nino destruiu seu bloco. Desculpe por você ter perdido todas aquelas músicas. A Dinah sempre diz o quanto elas eram boas e eu... - Lauren estava tentando examinar não o bloco nas mãos da garota, mas sim suas expressões. Nino mordendo a bola amarela próximo aos seus pés. 

- Não eram tão boas. Você me fez um grande favor. Você não, o Nino. - O cão levantou a cabeça na direção de Camila e abriu a boca dando um pequeno latido. - Sim, obrigada. Enfim, eu estive pensando e... eu acho que gostaria de te mostrar uma música que escrevi sobre você. - Camila parecia nervosa. Ela havia cantando algumas de suas músicas durantes as aulas de canto e o professor sempre elogiava toda a composição, mas ela ainda se sentia tensa em ter que mostrar o que havia escrito para Lauren. Se as músicas eram sobre ela, então apenas ela poderia julgar se eram boas de verdade.

- Tudo bem. Eu amaria ouvir ou ler se você quiser. Mas por favor, cante algo para que eu possa ouvir, eu amo quando você canta para mim. Lembra quando você me levou ao seu quarto e cantou e tocou uma música no violão? - Lauren riu com a lembrança e Camila corou.

- Não foi muito bom, mas eu tentei. - Ela sorriu olhando novamente para os olhos de Lauren.

- Você foi perfeita, amor. Você é perfeita. - A de olhos verdes acariciou o queixo da menor e mandou um beijo no ar para ela. - Você quer fazer isso aqui? 

- Fazer o que? - Camila franziu o cenho. 

- Me mostrar uma de suas músicas sobre mim. - Lauren disse como se fosse obvio. - O que mais seria? 

- Eu não sei. Você está meio... quente demais esses últimos dias. - Camila gargalhou deixando Lauren corada.

- Por Deus, Camila. Eu não faria isso aqui no meio da praça com tanta gente. - Ela sorriu e Camila balançou a cabeça ainda rindo.

- Okay. Eu acho melhor a gente ir pra casa daqui a pouco, então eu posso tocar e cantar a música, assim você pode julgar como um todo. 

- Eu não quero julgar sua música. Eu sei que é perfeita. Acredite em mim quando eu digo isso. - Lauren piscou. 

- Eu acredito em você. - Camila deu um sorriso leve e era quase como se ela sempre se apaixonasse novamente quando olhava nos olhos da namorada.

- Droga! Nino, pare! - Lauren levantou rapidamente e correu para onde Nino estava. Ele estava pulando tentando pegar o cachorro-quente da mão de uma garota, que ergueu o braço para que o cachorro não o alcançasse. - Nino!! Oh meu Deus! Me desculpe por isso. - Lauren falou puxando o cachorro para trás e o segurando.

- Tudo bem. O meu faz o mesmo às vezes. - A garota riu e manteve os olhos nos de Lauren. 

- Você está bem? - Lauren perguntou e a garota afirmou com a cabeça. 

- Você? - Ela perguntou de volta. A garota tinha a mesma altura que Lauren, os cabelos cacheados e loiros indo até abaixo dos ombros. O rosto bem feminino, assim como o resto do corpo. Os olhos azuis e os lábios bem rosados. Lauren nunca havia a visto ali. 

- Eu estou bem. Obrigada! Você por acaso não é daqui, não é mesmo? - Lauren perguntou. Camila se aproximando delas, parando ao lado da namorada.

- Não. Eu estou visitando a cidade com os meus pais. - A garota falou agora levando o olhar para Camila e a examinando da cabeça aos pés. - Oi!

- Oi! Não há muito o que se visitar aqui na verdade. - Camila riu. - Eu sou Camila. Essa é a Lauren. 

- Alice. E esse é o Nino?! Ele parece com um pouco de fome. - A garota riu. Lauren e Camila a acompanhando.

- Ele está sempre com fome. - Camila brincou.

- É, ele come coisas que não são comestíveis, às vezes. - Lauren a seguiu.

A garota aceitou o convite das duas em ficar um pouco mais de tempo no parque e conversarem. Lauren descobriu que Alice morava em Nova Iorque e a garota as contou como era viver em uma cidade tão grande. Elas trocaram seus números e depois de mais ou menos uma hora e meia, Alice se despediu com um breve abraço. Ela era simpática e bem divertida. As três acabaram gostando bastante da conversa que fluiu sempre bem. 

- Certo. Senta aí e deixa eu me preparar. - Camila estava sorrindo para Lauren, que a obedeceu e se sentou na ponta da cama da menor. Camila pegando o violão e tocando alguns acordes. Lauren não podia deixar de sorrir, ela estava ansiosa para ouvir o que Camila cantaria. - Se chama: When I Saw You

Soft heavenly eyes gazed into me (Meigos olhos celestiais me contemplam)

Transcending space and time (Transcendendo espaço e tempo)

And I was rendered still (E eu estava rendida)

There were no words for me to find at all (Não havia palavras pra eu achar)

As I stood there beside myself (Enquanto eu ficava lá comigo mesma)

I could see you and no one else (E podia ver você e mais ninguém)


When I saw you (Quando eu vi você)

When I saw you (Quando eu vi você)

I could not breathe, I fell so deep (Eu não podia respirar, eu senti tão profundamente)

When I saw you (Quando eu vi você)

When I saw you (Quando eu vi você)

I'd never be, I'd never be the same again (Eu nunca seria, eu nunca seria mais a mesma)


Only once in a lifetime love rushes in (Somente uma vez na vida o amor chega assim)

Changing you with the time (Te modificando com o tempo)

And dawn's ribbon of light (E amanhece raios de luz)

Bursts through the dark (Cortando a escuridão)

Wakening you inside (Te despertando por dentro)

And I thought it was all untrue (E pensei que fosse tudo irreal)

Untill there all at once I knew (Até lá de repente eu sabia)


When I saw you (Quando eu vi você)

When I saw you (Quando eu vi você)

I could not breathe, I fell so deep (Eu não podia respirar, eu senti tão profundamente)

When I saw you (Quando eu vi você)

When I saw you (Quando eu vi você)

I'd never be, I'd never be the same (Eu nunca seria, eu nunca seria mais a mesma)


With no beginning and (Sem início e)

Without an end (Sem um final)

You are the one for me (Você é a única pra mim)

It's evident (É evidente)

And your eyes told me so (E seus olhos me disseram tanto)

Your eyes let me know... (Seus olhos me deixaram saber...)


When I saw you (Quando eu vi você)

When I saw you (Quando eu vi você)

I could not breathe, I fell so deep (Eu não podia respirar, eu senti tão profundamente)

When I saw you (Quando eu vi você)

When I saw you (Quando eu vi você)

I'd never be, I'd never be the same... (Eu nunca seria, eu nunca seria mais a mesma)

Quando Camila terminou de cantar ela permaneceu olhando nos olhos de Lauren. Ela estava com um sorriso enorme estampado no rosto. Camila sentada em uma cadeira em sua frente. A menor ainda parecia nervosa e engoliu o seco quando Lauren não disse nada e se manteve sorrindo e balançando a cabeça de um lado para o outro.

- Você pode dizer algo? Por favor! - Camila disse quase em um sussurro.

- Eu te amo! - Lauren tirou o violão das mãos de Camila e puxou a cadeira para mais perto. Os joelhos da menor batendo entre suas coxas e a cadeira batendo contra a cama.

- Então você gostou? - Camila tinha as mãos geladas esperando por uma resposta da namorada.

- Eu amei. Você não sabe o quanto eu amei essa música. - Lauren deu um beijo rápido e suave nos lábios da menor. - Por que você faz isso comigo? 

- Faço o que? - Camila parou de respirar por um momento.

- Faz eu me apaixonar e amar você cada vez mais. E você nem se esforça para isso. - Lauren sorriu puxando as mãos de Camila e as segurando sobre suas coxas.- Você é tão chata. 

- Você também é. - Camila sorriu e se acalmou com o que Lauren lhe disse. Ela parecia ter realmente gostado da musica e Camila iria acreditar nela sobre isso. - Você pode me beijar agora? 

- Eu posso fazer muitas outras coisas com você, bem melhor do que apenas beijar. - Lauren deu um sorriso safado e agarrou Camila pela cintura, levantando ela e empurrando a cadeira para longe. Ela girou com Camila em seus braços e a jogou na cama. 

- Eu disse que você estava mais quente esses dias. O que você tem? - Camila disse se arrastando na cama para chegar ao topo dos travesseiros. 

- Eu tenho você. E é isso, se eu tenho você, eu não posso apenas me controlar em não querer te ter por inteiro. - Lauren engatinhou na cama até chegar entre as pernas da namorada. Ela agarrou suas coxas e as puxou para baixo, fazendo Camila descer e bater as costas contra o colchão.

- Vá com calma, Lauren. - Camila brincou rindo. Lauren negou com a cabeça e desceu de encontro com os lábios da menor. As mãos de Lauren não foram lentas e logo começaram a subir a blusa de Camila, deixando sua barriga nua. O corpo delas estavam quentes, mas as mãos de Lauren ultrapassavam o limite. Camila sentia arrepios e sua pele esquentava mais onde Lauren passeava firmemente com as mãos. 

Os lábios delas se chocando e suas línguas em uma dança bem sincronizada e exatamente bem ensaiada. Lauren tendo o domínio por todo o tempo. Camila não se importava em deixar que Lauren fizesse tudo agora, ela se sentia incrivelmente bem em saber o quanto a de olhos verdes a desejava. Elas eram atraídas como imãs. 

Lauren não levou muito tempo para tirar sua própria roupa e ajudar a Camila a terminar de tirar as dela. Seus corpos já estavam colidindo novamente na cama. Lauren apertando suas mãos contra o corpo da menor. Camila mordia o lábio inferior enquanto Lauren descia em uma trilha de beijo, desde a sua mandíbula até o topo do seu seio. Ela fez isso algumas vezes enquanto deixava suas mãos percorrerem o corpo da de olhos castanhos.

Camila soltou um gemido grave quando Lauren colidiu sua coxa contra a intimidade excitada dela. Um sorriso malicioso cresceu nos lábios da maior. Lauren sabia que Camila necessitava de um contato mais direto naquele ponto, então desceu uma mão até lá e movimentou os dedos para cima e para baixo, fazendo Camila gemer baixo e suave. Sua respiração começando a sair mais pesada.

Quando Lauren enfiou dois dedos na entrada de Camila, ela gemeu mais alto e apertou os ombros da maior, fazendo com que ficassem marcados de suas unhas. Os movimentos de Lauren aceleraram quando foram necessários e ela podia sentir os músculos de Camila começarem a contrair em seus dedos, então ela parou. Camila a olhou com reprovação e ela sorriu. A maior desceu beijos molhados desde os seios de Camila até sua intimidade. A respiração da menor mais pesada e rápida. 

Lauren brincou com a língua a levando suavemente em torno do sexo da namorada. Camila dando leves gemidos e ficando cada vez mais desesperada por um contato maior. Lauren não foi tão má e fez o que Camila esperava. Ela lambeu seu sexo de sua entrada até o clitóris e repetiu a ação algumas vezes, fazendo Camila agarrar com força os cobertores quando ela a chupou com força e pressionou sua língua contra sua entrada.

- Ohh Deus! ... Lauren... - Camila olhou para baixo e encontrou os olhos verdes de Lauren a encarando enquanto ela fazia mais do que bem o seu trabalho. A vista que Camila tinha a fez enlouquecer e Lauren sabia disso. Camila gozou em sua boca.

Quando a respiração da menor voltou a um ritmo normal. Camila puxou Lauren para baixo e inverteu suas posições. Lauren ansiosa pelo que vinha a seguir. Camila acariciou os seios e a barriga de Lauren, descendo a mão até o centro entre suas pernas. Ela lançou um olhar malicioso para a maior seguido de um sorriso suave. Encaixou seu quadril com o da namorada, fazendo com que seus sexos de chocassem. Ela apoiou uma mão na barriga de Lauren e a outra em sua coxa, começando a movimentar seus quadris e aumentar o contato entre suas intimidades.

Lauren soltou um gemido rouco e ergueu seu quadril para ter um contato mais firme. Ela segurou forte na cintura da menor, a ajudando com os movimentos. Camila tombou a cabeça para trás e apertou a coxa de Lauren antes de ir um pouco mais rápido. Ela podia sentir o quão molhada Lauren estava e sabia que ela estava amando o que estava recebendo. 

- Isso, Camz. Ohh... Mais, mais, mais. - Lauren apertou mais forte a cintura da menor e tentou se movimentar também para que o os movimentos fossem mais rápidos e fortes. Camila fez o que Lauren pediu e também acelerou os movimentos, baixando mais seu quadril para que o contato aumentasse cada vez mais.

- Eu não... posso... Lauren. Não vou... aguentar. - Camila disse com dificuldade entre cada movimento que fazia com o quadril. 

- Venha para mim. - Quando Lauren terminou de falar, ambas explodiram em um orgasmo forte. Seus gemidos ecoando pelo quarto de Camila. Seus corpos suados e exaustos. Camila caiu sobre o corpo de Lauren, que a abraçou, envolvendo seus braços contra ela e tentando acalmar suas respirações. 

- Eu te amo tanto que mal posso suportar isso aqui dentro. - Lauren sussurrou.

- Eu também mal posso. Eu te amo muito mais. - Camila sorriu e fechou os olhos. A cabeça contra o peito da namorada. Ela podia ouvir o quão rápido e forte batia o coração da de olhos verdes. Lauren acariciando suas costas levemente com a ponta dos dedos. Elas adormeceram minutos depois.


Notas Finais


A música que a Camila canta, "When I Saw You", é da Mariah Carey/Minha cantora favorita! 💞kkkkk Comentem. As coisas vão começar a balançar nesse barco no proximo capitulo. Eu fui boazinha com vocês, agora podem se preparar.

O barco vai só balançar ou vai virar e afundar? 

Se cuidem.
2bjos
Emma


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...