História The Green Eyes - Capítulo 42


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 241
Palavras 2.366
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 42 - Forty Two


Lauren estava prestes a alcançar a maçaneta dourada da porta do seu quarto quando a mesma foi aberta e revelou Camila com os olhos arregalados dentro do quarto. A maior respirou fundo e olhou para ela, lhe dando um sorriso fraco, como se dissesse que sabia por quem esperar.

- Lauren... eu... a gente pode conversar? Eu preciso falar com você e estava ficando louca no meu quarto. Desculpa, eu te mandei algumas mensagens avisando que vinha antes. Eu não sabia que você tinha saído, então seu pai deixou eu entrar e eu só estava te esperando. – Ela quase falou em um fôlego só e Lauren abaixou a vista como se pensasse em algo.

- Eu posso entrar? Você está na passagem. – Lauren ergueu as sobrancelhas e Camila a deu passagem para dentro do quarto.

- Desculpa. Eu só precisava falar com você e... 

- É bom você não desperdiçar o meu tempo. Eu tenho coisas para fazer e você tem 5 minutos, Camila. 5 minutos! – A de olhos verdes estava fria e sua voz soava mais firme do que os ouvidos de Camila estavam esperando ouvir. 

- Certo. Eu não tenho nada com o Brant. Absolutamente nada. Eu nunca o beijei e nunca beijei ninguém desde que te conheci. Eu sei que você sente ciúmes e eu também sinto quando vejo você com alguém, porque eu tenho medo de ti perder e você deve sentir o mesmo então. Eu só amo uma pessoa na minha vida... na verdade eu amo minha mãe e a Sofi também, ahh e a Dinah também, mas eu estou querendo dizer que eu amo você e você é a única pessoa com quem eu quero estar. Eu não posso dizer que tinha uma vida antes de te conhecer. Eu não conseguia ver as coisas como as vejo hoje, e você causa isso em mim, você me traz vida. Porque... você é minha vida e sem você eu acho que vou morrer. Me desculpe por isso. Eu só mandei a mensagem pra ele, porque ele disse que estava com saudades das tardes que estávamos no estúdio testando algumas coisas, mas por favor, eu estava apenas fazendo o meu trabalho. – Camila estava tentando se sentir calma e colocar tudo o que tinha planejado dizer para fora, mesmo que hora ou outra ela acrescentasse algo ao seu discurso. Ela tinha que fazer o certo.

- Tudo bem. Vocês se conheceram poucos dias antes de você voltar e ele sentiu sua falta. Eu posso entender isso, mas você não devia ter respondido a ele assim se você não sente a falta dele. Ele devia estar tentando te conquistar esse tempo todo lá e você não prestou atenção, porque você...

- Porque a única pessoa que eu presto atenção na vida é você, Lauren. Eu só olho pra você, eu só vejo você em todo lugar pra onde eu vou. Eu não posso perceber quando alguém está dando em cima de mim, porque eu não me importo a não ser que essa pessoa seja você. Você me entende? Eu só vejo você! Nós já passamos por isso antes, e eu não quero que algo aconteça com a gente toda vez que eu tiver que voltar a ver o Brant. – Ela se sentou ao lado de Lauren na cama e segurou a sua mão nas dela. – Eu não posso te perder por algo que eu não fiz.

- Camz... – Lauren a olhou e seu olhar era como um pedido de desculpa silencioso. Elas ficaram se olhando durante alguns segundos até Camila voltar a dizer algo.

- Você precisa confiar em mim de verdade. – Ela se aproximou mais de Lauren.

- É só que... Você enviou uma mensagem dizendo que sentia a falta dele e eu imaginei um milhão de coisas. Desculpa. – Lauren segurou suas mãos juntas sobre as pernas de Camila e a menor sorriu.

- Eu que preciso pedir desculpas. Eu errei em o responder dessa forma. Eu tenho uma namorada incrível... Não! Eu tenho a namorada mais incrível do mundo e eu não devia responder as coisas assim. Eu prometo que não farei isso novamente e vou tentar prestar atenção quando coisas assim acontecerem e cortá-las de vez. Eu prometo. – Camila beijou o topo da mão de Lauren e as duas sorriram juntas. Lauren puxando a namorada para um abraço apertado e demorado. 

Elas conversaram durante mais algum tempo. Lauren tentando dar dicas a Camila para que ela percebesse quando alguém estava dando em cima dela, a menor sempre fazendo alguma palhaçada e fazendo Lauren gargalhar.

Ninguém além delas sabia o que tinha acontecido. A briga e todo o resto passou totalmente despercebido pelas suas amigas, assim ninguém falou nada sobre o que havia acontecido durante o resto da semana. 

Camila convidou a namorada para fazer um piquenique no lago. Lauren era a única pessoa que Camila havia levado lá. Dinah sabia que a amiga sempre ia para um lugar para colocar a cabeça no lugar, mas nunca teve o conhecimento do lugar que ela chamava de "paraíso". Lauren não pensou duas vezes antes de aceitar o convite da menina dos olhos castanhos. 

Elas foram ao supermercado e compraram algumas guloseimas e algo para o lanche. Colocaram tudo em uma cesta de piquenique e fizeram o caminho para o paraíso novamente de bicicleta. Lauren sempre deixando Camila para trás. A menor tentando alcançar o ritmo de pedaladas de Lauren, mas acabava sempre gritando seu nome para que ela a esperasse, logo o som da gargalhada de Lauren chegava até ela e novamente suas bochechas doíam de tanto sorrir. Era como a primeira vez em que ela tinha levado Lauren lá.

Depois de comer o que haviam levando, as duas se sentaram juntas. Lauren abraçando a namorada e Camila traçando pequenos caminhos invisíveis na coxa de Lauren. Elas observaram a paisagem novamente por um bom tempo e não falaram nada. Apenas apreciaram o lugar onde estavam e a presença uma da outra.

Lauren estava tentando se sentir mais confiante agora sobre o tipo de relacionamento que Camila estava tendo com Brant, já que Camila não se afastava mais quando ele ligava para ela e Lauren percebeu que ela realmente apenas falava sobre assuntos profissionais. 

Durante outras tardes, as duas e as amigas se reuniram para ver filmes, fazer compras ou qualquer outra coisa no tempo livre. Quando as provas chegaram, novamente elas se reuniam para estudar. Lauren e Camila passavam mais tempo beijando uma a outra do que lendo os textos dos livros. Elas achavam que aquilo era sem importância já que ambas dominavam os assuntos e reler textos insignificantes em vez de estar beijando a boca uma da outra não era algo agradável a se fazer. Dinah sempre jogando almofadas ou livros nelas para que parassem de se agarrar no chão da sala. Normani e Ally apenas caiam na gargalhada e logo voltavam sua concentração aos estudos.

- Eu preciso fazer xixi. – Camila disse tentando se soltar do abraço de Lauren, que o apertou mais para que a namorada não escapasse. – Lauren, eu preciso mesmo fazer xixi. Me solta.

- Nãoooo... Fica aqui comigo. Eu te amo! – Lauren disse em uma voz fofa e arrastada, fazendo as amigas olharem para elas com um sorriso. Dinah revirando os olhos para parecer enojada de todo aquele amor que elas expressavam. Todos sabiam que ela era a pessoa que mais apoiava essa relação.

- Eu vou fazer xixi no tapete e você vai ter que lavar depois. – Camila riu alto.

- Lauren, solte a Camila agora. Esse tapete foi um presente da minha avó. Se a Camila fizer xixi no tapete, você vai se matar para lavá-lo. – Dinah disse tentando fazer Lauren soltar a namorada.

- Você nem imagina o que fizemos sobre o presente da sua avó, Dinah. E é algo que não pode ser lavado. – Camila disse assim que Lauren a soltou e correu sumindo da sala.

- Eu não acredito que vocês fizeram... isso no meu tapete. LAUREN! – A maior puxou a blusa de Lauren tentando a agarrar, mas a de olhos verdes foi mais rápida e logo desapareceu da sala também. Deixando sua gargalhada ecoar por onde havia passado. Ally e Normani tentando segurar a gargalhada, mas não dando muito certo e rindo de toda a situação também.

Lauren seguiu Camila até a porta do banheiro do andar inferior. Ela esperou que a namorada terminasse de fazer xixi e quando Camila abriu a porta para sair do banheiro, Lauren a empurrou de volta para dentro e fechou a porta atrás dela, se apoiando na mesma e lançando um olhar provocante para Camila.

- Eu acho que ainda não usamos esse banheiro. – Lauren disse se aproximando de Camila e a empurrando com o seu corpo contra a bancada da pia do banheiro.

- Sim, eu também acho que não usamos esse. Está fora dos domínios da Srta. Hansen. Podemos fazer o que quisermos aqui também. – Camila mordeu os lábios e se apoiou colocando os braços para trás e pressionado as mãos na pedra fria da bancada.

- Baby, nós já ultrapassamos os limites da Srta. Hansen semana passada no tapete da sala. Esse banheiro não é um problema agora. – Lauren beijou o pescoço de Camila e pressionou seus lábios por algum tempo no mesmo ponto. A menor fechando os olhos e deixando um sorriso invadir seu rosto.

Lauren despiu Camila ao mesmo tempo em que aproveitava isso para percorrer cada centímetro já conhecido do corpo da namorada. Ela não entendia como, mas passava a amar ainda mais cada parte do corpo dela sempre que a tocava novamente. Depois de tirar a ultima peça de roupa do corpo de Camila, Lauren tirou sua blusa e voltou a atacar os lábios macios da namorada, querendo a invadir de todas as formas possíveis.

Camila tomou impulso quando Lauren a levantou para que ela sentasse na bancada do banheiro. A pedra branca estava fria demais para o corpo quente de Camila e ela deu um grito e começou a gargalhar. Lauren rindo do susto que a menor havia levado quando se chocou com a pedra gelada.

- Deus!! Isso está muito gelado, vai congelar minha bunda, Lauren. – Camila falou rápido em um sussurro enquanto Lauren continuava a beijar seu pescoço e ombros. 

- Eu vou te manter quente, Camz. Não se preocupe. – Ela disse com os lábios contra a pele da namorada. Camila respirou fundo e tentou se acostumar com a pedra fria.

Depois de explorar um pouco mais os lábios, os ombros e o pescoço de Camila, Lauren desceu os beijos entre os seios da namorada e os agarrou nas mãos, apertando-os de leves. Lauren não se importava se os seios de Camila eram pequenos. Ela amava o corpo de Camila do jeito que ele era. E ele era perfeito.

Camila gemeu fraco quando a língua de Lauren alcançou o mamilo do seu seio direito. Lauren se sentiu mais estimulada e desceu a mão fazendo uma caricia indo desde os seios de Camila até seu sexo excitado. Quando os dedos da maior tocaram Camila onde ela mais precisava, outro gemido foi ouvido. Dessa vez mais alto. Lauren não perdeu tempo em invadir Camila com seus dedos, entrando e saindo dela vagarosamente enquanto sentia Camila engolir seus dedos cada vez mais. 

A respiração pesada e profunda. O hálito quente contra a pele nua fazendo com que o calor do corpo só aumentasse cada vez mais. Os lábios de Lauren percorreram o seu caminho até a intimidade de Camila, e ela passou a sugá-la forte enquanto seus dedos a invadiam cada vez mais rápido. Camila sem conseguir segurar muito mais, arranhava os ombros da namorada e ao mesmo tempo em que puxava o cabelo de Lauren, a empurrava cada vez mais para si.

- Lauren... Eu não aguento mais. – Camila gemeu mais uma vez e apertou forte o cabelo de Lauren que por sua vez deu um tapa forte na bunda de Camila e a apertou trazendo o corpo de Camila para mais perto, fazendo com que outro gemido fosse ouvido e Camila explodisse em um orgasmo.

- Como você pode ser assim tão gostosa sempre? Isso é quase injusto. É como se eu não pudesse me controlar quando você usa essa maldita calça jeans azul clara. Não reclame quando eu quiser você no meio da fila de um banco. – Lauren riu e deu alguns beijos no ombro de Camila enquanto ela tentava acalmar sua respiração.

- E você tem que parar de usar toda essa sua roupa. Porque não vai importar se você estiver com a pele toda coberta, eu ainda vou desejar você do mesmo jeito. – Camila a empurrou com a perna para longe e Lauren bateu as costas na parede do lado oposto. Camila saindo de cima da pia e indo de encontro com a namorada.

Ela desabotoou o short jeans preto que Lauren usava. Um tanto quanto curto demais, fazendo com que Camila sempre amasse quando ela usava aquele short. Depois que Lauren deixou o short sair de seu corpo, sem também perder tempo, Camila a empurrou novamente na parede, se abaixou na altura do seu quadril e começou a distribuir beijos molhados sobre a barriga e virilha de Lauren, enquanto suas mãos vagavam acariciando as coxas e a bunda da namorada. A de olhos verdes jogou o cabelo para um lado só e olhou para baixo, encarando os olhos luxuriosos de Camila enquanto sua boca se aproximava cada vez mais do sexo de Lauren.

- Ohh Porra, Camz!!! Deus! – Lauren jogou a cabeça para trás e fechou os olhos com força quando Camila a chupou pela primeira vez. A língua da menor era habilidosa e fazia seu trabalho com maestria. Ela sabia exatamente como Lauren gostava.

Camila puxou uma perna da namorada e a apoiou em seu ombro, dando mais abertura para sua cabeça se encaixar perfeitamente entre as pernas de Lauren. A chupou mais algumas vezes antes de lhe introduzir dois dedos sem aviso. Lauren dando um gemido rouco e baixo. Ela não iria mais aguentar tanto tempo depois de dar mais uma conferida em Camila. A visão que Lauren tinha de Camila a chupando dentro de um banheiro era mais do que excitante e segurar mais um pouco era como esperar achar água no deserto, então ela veio como Camila esperava, deixando que a menor sugasse todo o seu líquido e quase implorasse por mais.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...