História The Green Eyes - Capítulo 45


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 218
Palavras 2.650
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 45 - Forty Five


- Lauren, leve o Nino para passear. Não esqueça de levar o lixo pra fora também. – Clara gritou da cozinha.

- Certo! – Lauren gritou de volta para sua mãe. – Camz, você pode me ligar quando voltar? Ou quando for dormir. Eu preciso levar o Nino lá fora.

- Tudo bem. Eu preciso ir também. Estou cinco minutos atrasada e a culpa é toda sua. – Camila riu do outro lado da linha. – Eu te amo! Te ligo quando chegar. 

- Eu também te amo! Bom trabalho. Eu estarei esperando. – Lauren esperou que Camila desligasse e chamou Nino, o levando para fora e prendendo a guia em sua coleira. Depois de colocar o lixo fora, Lauren e Nino saíram para correr um pouco pelo parque.

Era um pouco estranho correr pela praça, olhar o carvalho velho e não ver Camila por perto. Ela sorriu para a árvore e eles passaram direto correndo para o outro lado do parque. Foi uma tarde bastante divertida para a garota e seu cachorro.

Camila entrou no carro do seu pai e o motorista a levou para um prédio que ela já conhecia. Brant a esperando no saguão. Ela tentou tirar tudo o que estava o prendendo em sua mente, mas foi impossível não sentir a eletricidade que ele a passava pelo olhar.

- Srta. Cabello. – Brant sorriu e estendeu o braço para que ela o seguisse, assim ela fez. – Eu estive com os outros produtores falando sobre você dentre esses meses. Alguns realmente gostariam de ouvi-la, mas eu os impedi, quero que ouçam você quando tivermos algo pronto em mãos. Seu pai me falou que toca alguns instrumentos. 

- Eu toco violão, mas estou tentando aprender outros. – Camila disse enquanto o seguia por um corredor. Algumas pessoas passavam por eles e os cumprimentavam com um sorriso.

- Isso é bom, as pessoas gostam quando o artista toca algo, mas para mim, é um ponto a mais sobre você. Certamente vai entender melhor a criação das músicas. – Ele a olhou rapidamente e abriu a porta da sala, deixando que Camila passasse por ele e entrasse primeiro.

- Sim. Eu consigo compor algo também. Letra e música. – Camila sorriu animada.

- Isso é ótimo. Esse é Marcus. Ele a ajudará nas próximas horas. Eu realmente gostaria de ficar e ouvi-la cantar pelo resto da tarde, mas infelizmente tenho uma reunião muito importante com representantes e não posso dar o luxo de simplesmente desmarcar novamente. Espero que tenham uma ótima tarde e que saia algo produtivo daqui. – Ele bateu levemente no ombro do rapaz sentado em uma cadeira em frente a mesa do estúdio. – Nos vemos amanhã, Camila. 

- Até amanhã! – Camila acenou para ele e ele sumiu dando um sorriso contagiante para ela.

Ela passou o resto da tarde e o inicio da noite com Marcus no estúdio, os dois tentando gravar alguma coisa boa para mostrar a Brant no dia seguinte. Camila ficou curiosa em saber para que servia todos aqueles botões na mesa do estúdio e Marcus não se importou em explicar um pouco sobre como aquilo funcionava.

As 19h o motorista dos Cabellos estava esperando Camila do lado de fora. Ela entrou no carro e ele a levou embora. Camila tinha gostado da tarde, ela não ficou tensa ou algo do tipo depois que Brant saiu. De alguma forma ela sabia que tinha que o impressionar para que aquele trabalho desse certo e ela tentaria o seu melhor.

Antes de chegar em casa, Camila enviou uma mensagem para Lauren avisando que a ligaria depois do jantar. Assim daria tempo de ambas jantarem e tomarem banho para dormir. Elas estavam mesmo tentando manter uma a outra atualizada sobre seus dias e como estavam se sentindo sobre qualquer coisa. Camila sabia que era importante manter Lauren próxima, já que elas tinham discutido sobre Brant. Era importante manter Lauren segura da relação das duas.


...

Duas semanas e meia depois, Camila e Lauren continuavam se falando todos os dias e atualizando uma a outra sobre os acontecimentos do decorrer do dia. Camila estava trabalhando em uma música com Brant e Marcus no estúdio quase o dia todo, enquanto Lauren aproveitou para visitar Alexa. 

O aniversário de Alejandro era dentro de quatro dias. Ele faria uma festa em casa. Camila convidou Lauren, seu pai já sabendo que ela o faria. Ele realmente não gostava do namoro de Camila com outra garota, mas também não queria que Camila se afastasse ainda mais dele por causa de algo que ele estava certo que não valia a pena.

O resto dos dias passou rápido e cheio para ambas as garotas. Elas conversavam com as outras amigas também, então todas podiam falar o que estava acontecendo durante suas férias. Normani estava no Havaí com duas amigas e parecia se divertir bastante, sempre publicando fotos no instagram. Ally e Troy passaram algum tempo juntos com a família de Ally e depois saíram em uma aventura apenas os dois. Ally não deu bastante detalhes sobre o que estava rolando, mas as amigas sabiam que eles ficavam cada vez mais próximos. Dinah apenas informou sobre estar estudando alguma coisa, mas não disse como estava usando a casa junto com seu namorado. Ela realmente não precisava ouvir Camila surtar por algo agora.


...

- Camila, quando a Lauren vai chegar? – Sinu perguntou arrumando o cabelo de Sofia. Camila passando a mão sobre o vestido e se encarando no espelho.

- Em alguns minutos. Você acha que eu estou bem? – Ela perguntou virando de frente para a mãe. Um sorriso forcado no rosto.

- Por que está tão nervosa? – Sinu riu.

- Eu não vejo a Lauren faz um tempo e queria estar bem quando ela me visse novamente. – Camila virou e novamente tentou ajustar o vestido no corpo. – Não sei se essa cor fica boa em mim. 

- Filha, você usa sempre essa cor e nunca se perguntou sobre isso. Lauren irá gostar de você de qualquer jeito. – Sinu terminou de arrumar o cabelo de Sofia e lhe deu um beijo na testa. – Eu vou verificar se está tudo pronto.

- Mama, ele contratou uma equipe enorme para organizar isso. Não é como se você tivesse que se preocupar com alguns detalhes. – Camila virou sorrindo para a mãe.

- Sim. Eu preciso verificar se está tudo em ordem. Você sabe que não gosto das coisas fora do lugar. – Sinu disse abrindo a porta.

- Mama não gosta das coisas fora do lugar! – Sofia e Camila repetiram juntas e caíram na gargalhada.

- Você está linda, Kaki! Espero que quando eu crescer, eu fique tão bonita quanto você. – Sofia agarrou Camila em um abraço apertado.

- Não, não. Você mesmo pequena assim, já é bem mais bonita. E você está linda também, princesa. Vamos esperar a Laur lá fora! – Camila puxou Sofia pela mão e as duas saíram correndo em direção a saída da casa.

Brant estava entrando quando Camila bateu direto em seu peito. Ele a segurou pelos ombros e abriu um sorriso brilhante. Sofia os encarando enquanto ainda segurava a mão da irmã, que parecia ter ficado hipnotizada pelos olhos do moço a sua frente.

- Srta. Cabello! – Brant disse logo descendo os olhos pelo corpo de Camila e verificando sua roupa. – Você está linda! 

- Ahm... Obrigada! Por favor, me chame de Camila. – Ela colocou algumas mexas do cabelo para trás da orelha e sorriu fraco.

- Vamos, Kaki! A Lauren já vai chegar!! – Sofia a puxou novamente correndo e ela esbarrou novamente nele, mas ele saiu de seu caminho e ela o olhou pedindo desculpas. Ele com um sorriso nos lábios.

Camila e a irmã ficaram no jardim da casa enquanto observavam os convidados chegarem. Todos vestidos em trajes formais e saindo de seus carros luxuosos. Elas não conheciam metade das pessoas que estavam ali. Todos pareciam tão esnobes e cheios de si, que Camila se sentiu enojada. 

Alguns minutos depois, um carro conhecido estacionou em uma vaga perto de onde elas estavam. Camila reconheceu o carro e foi em sua direção ainda segurando a mão de Sofia.

- LAUREN!!! – A pequena gritou e correu para abraçar a namorada da irmã assim que Lauren saiu do carro.

- PEQUENA!! – Lauren se abaixou e a abraçou de volta. – Como você está linda!! Quem arrumou o seu cabelo? Talvez eu queira um penteado igual. 

- Foi a mama, mas ela está muito ocupada lá dentro recebendo todo mundo. – Sofia disse animada em ver Lauren. Seus olhinhos castanhos brilhando.

Lauren se levantou e encarou Camila em pé no mesmo lugar onde Sofia tinha a deixado. Ela estava com a boca quase meio aberta e os olhos não saiam do corpo de Lauren. A de olhos verdes abriu um sorriso e foi em direção a namorada. Sofia a acompanhando.

- Por que você está aí parada? Não vai me abraçar? – Lauren perguntou ainda sorrindo.

- Como você pode ficar mais bonita toda vez que eu te vejo? Eu estou sem reação a sua beleza. – Camila disse a olhando novamente da cabeça aos pés.

- Obrigada, amor! Você é quem fica mais e mais bonita a cada dia e você está incrível hoje. Você é incrível sempre, mas hoje... Hoje você está impressionante! – Lauren estendeu a mão para Camila pegar, mas a menor pulou para um abraço apertado.

- Eu estava com saudades! – Camila sussurrou. 

- Sua bunda cresceu? – Lauren sussurrou de volta e Camila separou o abraço lhe dando um tapa no braço. – Auch!!

- Por que você bateu na Lauren? – Sofia ficou séria e empurrou a irmã. Camila e Lauren caindo na gargalhada.

- Olha o que você fez, minha irmã gosta mais de você do que de mim. – Camila continuou gargalhando.

- Eu também senti a sua falta, Camz. E pequena, não se preocupe, eu disse pra ela me bater pra eu ter certeza de que não estava sonhando. Certo? – Lauren trocou o olhar entre Sofia e Camila.

- Certo! – Sofia disse puxando a mão de Lauren e a guiando até Camila, logo depois pegando a mão de Camila e guiando ambas para dentro da casa.

A casa estava praticamente cheia. As pessoas andando e rindo de algo em suas conversas particulares. As três entraram e Sofia as arrastou até que achassem Sinu. Elas esperaram até que Sinu ficasse livre dos convidados e Lauren a abraçou timidamente. A mãe das garotas a abraçando mais forte. Antes de dizer algo mais, novos convidados apareceram e Sinu as pediu licença, indo receber os demais.

- Viu, mama está muito ocupada para fazer o mesmo penteado em você. – Sofia sorriu com a língua entre os dentes fazendo as duas garotas a sua frente rirem. – Eu vou pegar refrigerante pra mim.

- Nós estamos bem, Sofi. Mas obrigada por perguntar se iríamos querer um pouco de refrigerante também. – Camila gritou para a irmã que já havia desaparecido entre as pessoas na sala. Ela virou para Lauren que estava sorrindo. – Como foi a viagem?

- Foi ótima. Nenhum transito antes da cidade. Pude ouvir um álbum novo que eu compre e... droga! O presente do seu pai ficou dentro do carro. – Lauren fez uma expressão tensa.

- Você trouxe um presente para ele? – Camila riu.

- Não iria chegar aqui sem um presente. Mesmo que eu ache que ele não vai usar só porque fui eu quem dei. – Lauren revirou os olhos.

- O que você comprou? – Camila ficou curiosa e Lauren lhe deu um sorriso sapeca. – Vamos, me diga! 

- Vamos pega-lo no carro, então você vê o que comprei. – Ela puxou Camila pela mão e elas saíram desviando das pessoas ali até estarem fora da casa.

- Parece que você está me levando para o seu carro para me sequestrar e depois pedir dinheiro pro meu pai. – Camila riu enquanto Lauren continuava a guiando de volta ao carro.

- Se eu fosse te sequestar não pediria nada em troca, porque eu nunca te devolveria. – Lauren a olhou por cima do ombro e piscou.

As duas chegaram ao carro e Lauren o destrancou, abrindo a porta em seguida e se inclinando para dentro, procurando alcançar o presente que havia comprado para Alejandro. Ela arrumou a embalagem ainda lá dentro e o trouxe para fora, o segurando nas duas mãos de frente para Camila.

- O que é isso? – A menor perguntou tentando descobrir o que havia dentro da embalagem de presente.

- O seu pai é um homem muito formal, eu rodei algumas das melhores lojas e algumas das mais caras, porque vamos combinar que seu pai se importa muito com tudo isso. Então... eu rodei as lojas masculinas e comprei uma gravata. – Lauren juntou as sobrancelhas em duvida sobre se seu presente estava bom.

- Como descobriu que meu pai ama gravatas? – Camila abriu um sorriso.

- Bem, eu nunca o vi, nem em fotos usando a mesma gravata, pensei que se eu comprasse uma, talvez ele fosse gostar. E ela é de marca, então ele poderá usá-la. – Lauren entregou o presente para Camila segurar e fechou a porta do carro, o travando novamente.

- Srta. Cabello!! – Brant apareceu a alguns metros de distância delas e abriu um sorriso para as duas. – Olá! Sou Brant Daughert. 

- Oi! Sou Lauren. – Ela aceitou o cumprimento dele e sorriu de volta.

- Lauren? ... – Ele ergueu uma sobrancelha e esperou que ela continuasse. 

- Lauren Jauregui. – Ela disse olhando rapidamente para Camila, que estava séria e parecia tensa entre a conversa deles.

- Lauren Jauregui. Muito bonito o seu nome. – Brant desfez seu sorriso grande e olhou para Camila. – Srta. Cabello, seu pai gostaria de lhe apresentar algumas pessoas. Se importaria de me acompanhar até ele? 

- Na verdade eu estava pensando em... – Camila tentou dizer algo mais Brant a interrompeu.

- Seria muito bom que fosse apresentada a essas pessoas. É de muita importância para o seu trabalho na industria musical. – Ele estendeu a mão para que ela a segurasse e que ele a levasse até Alejandro, mas em vez de segurar a mão dele, ela entrelaçou o braço no de Lauren e começou a andar em direção a casa, arrastando Lauren com ela. – Tudo bem!

Brant abriu caminho entre os convidados na sala e levou Camila e Lauren até uma sala de reunião, onde as portas haviam sido abertas para dar mais espaço para que os convidados se sentissem livres para transitar no andar inferior da casa. 

Alejandro estava conversando com cinco homens, três deles acompanhados por suas mulheres. Todos exibindo roupas e jóias caras e sorrisos que pareciam falsos. Alejandro parecia não se importar quanto a sorrisos falsos, pois já havia dado muitos durante sua vida, e todo o seu trabalho era em torno de pessoas assim, voltadas para o dinheiro.

Camila foi apresentada a todos na sala, ela os cumprimentou, voltando ao lado de Lauren. Alejandro apresentou a de olhos verdes como sendo amiga de Camila e não namorada. Lauren não se incomodou com isso e apenas sorriu para todos, os cumprimentando em seguida. 

- Eu não estava suportando mais aquela conversa chata. – Camila disse enquanto arrastava Lauren para longe da sala de reuniões. Todos ainda lá dentro mantendo a conversa. Brant havia desaparecido depois de alguns minutos.

- É, eu também. – Lauren riu. – Você quer beber algo? Eu posso ir buscar pra você. 

- Tudo bem. Eu sei que deveria te servir ou algo do tipo. Você está como convidada na minha casa, mas eu vou aceitar que você me traga algo para beber. Eu sei que você é a melhor pessoa para escolher bebidas. – Camila piscou e Lauren riu.

- Você não é autorizada a beber álcool, Srta. Cabello. – Lauren bateu o dedo indicador na ponta do nariz da namorada, fazendo Camila revirar os olhos. – Eu vou te trazer um refrigerante assim que eu achar um em alguma dessas bandejas de bebida. 

- Ou nós poderíamos esperar que os garçons trouxessem a bebida até nós. – A menor abriu um sorriso apontando para um dos garçons que circulavam a sala e serviam bebidas aos convidados.

- Eles estão com bebidas alcoólicas, eu já procurei por refrigerante ali e não vi. Se eu for procurar vou ser mais rápida. Não vou demorar. – Lauren piscou mandando um beijo no ar para Camila. Ela logo sumiu por entre os convidados.



Notas Finais


Se segurem para o próximo capítulo. Vai ser tiro pra todo lado 🙌
Não esqueçam de me seguir no tt e falar comigo lá pra eu os seguir de volta. Sério, eu preciso seguir mais gente. @27_dragonfly
Bjooos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...