História The Green Eyes - Capítulo 55


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 168
Palavras 2.644
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 55 - Fifty Five


Lauren resmungava algo enquanto tomava café com Math e Dinah. Eles resolveram arrastá-la para o Café próximo ao edifício e ela não conseguiu mais negar. Os três fizeram seus pedidos e enquanto Dinah e Matheus pareciam conversar sobre algo animadamente, Lauren apenas continuou resmungando até o fim da hora do café.

Camila estava se preparando para a apresentação que teria durante a noite. Todos estavam extremamente animados para ouvir a nova canção. A letra tinha sido escrita por ela e Brant não fazia ideia sobre o que ela falava.

Depois do ultimo ensaio pela manhã, Camila encontrou Dinah para o almoço. Matheus preparou a refeição com Lauren e eles também almoçaram juntos. Tudo pareceu bem tranquilo e Math estava tentando convencer Lauren a sair durante a noite, mas ela negava a cada nova pergunta que ele fazia.

Dinah acompanhou Camila de volta para o estudio da emissora de TV e radio que transmitiriam a apresentação. Enquanto Camila terminava com a roupa e maquiagem, Dinah esperou sentada e aproveitou para perguntar a Matheus, por mensagem, sobre a conversa que ele tinha tido com o ex.

Lauren tinha resolvido mesmo ficar em casa e terminar a leitura do livro que tinha pego para ler dias atrás. Ela não voltou a encontrar Beth, pois não queria outro encontro desastroso. Beth pareceu muito atirada e Lauren não tinha gostado disso, e ela nem ao menos pensou em dormir com ela, porque Camila não saía de sua cabeça.

As 17h, Camila estava aquecendo a voz e o nervosismo subia cada vez mais. Dinah rindo e tentando acalmar a amiga. Matheus tinha voltado para o apartamento, mas acabou saindo novamente e deixou que Lauren continuasse sua leitura. Ela estava a poucas paginas do fim do livro.

Camila seria entrevistada antes da apresentação, então as 19:30 ela estava sentada em uma poltrona enquanto respondia algumas perguntas para os apresentadores do programa. A entrevista também podia ser ouvida pela radio e Dinah fez de tudo para que cada pessoa que ela conhecesse ouvisse ou assistisse sua amiga.

Lauren ligou a televisão e decidiu preparar algo para comer. O History era um bom canal, (talvez eu esteja viciada em Alienígenas do Passado. Sim estou! Att. Estou viciada até hoje!!) mas ela não estava prestando atenção na programação no momento, apenas queria encontrar algo na geladeira para comer. 

Como Dinah havia avisado Matheus sobre a apresentação de Camila, ele havia programado a TV para o horário da apresentação para assistir em casa, mas ele havia saído e a única pessoa que poderia assistir no momento seria Lauren. 

A TV mudou de canal no horário programado e ela não percebeu, pois estava preparando uma vitamina com sanduíche natural. O barulho do liquidificador estava alto, então ela não ouviu quando anunciaram o inicio da apresentação. Camila estava no estúdio, pronta para se apresentar e Dinah torceu pelo sucesso da amiga, como sempre faziam uma pela outra.

A voz de Camila estava suave, ela cantava com os olhos fechados no inicio da música. Lauren desligou o liquidificador e colocou o líquido no copo, só então ela percebeu que a voz de Camila vinha da sala. 

O copo de vitamina e o sanduíche permaneceram na cozinha enquanto Lauren corria para ir de encontro com a voz. Ela ficou parada em frente a televisão. Nenhuma expressão em seu rosto. O olhar traduzia tudo. Aquele brilho nos olhos verdes que apenas Camila poderia trazer. O olhar de alguém ainda totalmente apaixonado.


It's so hard (É tão difícil)

To believe (Acreditar)

I don't have you right beside me (Que não tenho você do meu lado)

As I long to touch you ( Eu quero te tocar)

But you're out of my reach (Mas você está for a do meu alcance)

And my heart doesn't feel (E meu coração não sente)

It's so very cold inside me (Estou tão fria por dentro)

Just a shadow of someone that I used to be (Apenas uma sombra de alguém que eu antes)


Even though you're not my lover (Embora você não seja minha namorada)

Even though you're not my friend (Embora você não seja minha amiga)

I would give my all (Eu daria tudo)

To have you here (Para te ter aqui)

Just to hold you once again (Só para te abraçar mais uma vez)


You were the only one (only one) (Você foi a única (a única)

That I allowed inside my heart (Que eu deixei ter meu coração)

Now I'm just holding on (Agora estou só esperando)

To something so far gone (Por algo que há tempos se foi)

Where did I go wrong (Onde foi que eu errei?)


Lauren desligou a televisão e foi descendo aos poucos até o chão frio da sala. Ela estava apenas repetindo as mesmas palavras em sua mente. A música era para ela e ela não podia dizer que não. Ela queria o mesmo. Queria apenas abraçar Camila mais uma vez.


...

- Lauren, a gente pode descer pro café agora? - Dinah perguntou depois de alguns minutos em que a amiga continuava procurando as chaves do carro em algum lugar da sala.

- Vocês dois podem ir sem mim. Preciso pegar um material perto da universidade. Posso encontrar vocês lá. - Lauren permaneceu enfiando a mão nas laterais do estofado do sofá. As chaves podiam ter caído ali.

- Amor, as chaves estão no balcão da cozinha. Você as deixou lá quando voltou mais cedo. - Matheus falou rindo e arrastando Dinah para fora do apartamento. Lauren revirou os olhos e correu para pegar as chaves.

Depois de pegar o material que precisava, em uma loja de departamentos, Lauren voltou para o carro e dirigiu rumo ao café. Ela estava parada no sinal quando um carro parou ao lado do dela. Camila estava lá dentro e Brant dizia algo que ela parecia não prestar atenção. 

O choque nos sentimentos quando os olhares delas se encontraram foi como se parasse o tempo. O sinal abriu, o carro que Camila estava prosseguiu enquanto Lauren teve de se assustar com a buzina irritante do carro atrás do dela.

- Ôhh vê se acorda aí! - O homem do outro carro gritou quando ultrapassou o dela e ainda estando presa nos sentimentos pela menor, ela não disse nada de volta. Apenas dirigiu.

Matheus combinou com Dinah de saírem para uma festa de noite, mas antes, Dinah teve de o convidar para um jantar com Camila e Brant. Lauren não se envolveu na conversa sobre o jantar. Ela apenas o desejou sorte e Dinah riu dizendo que ele precisaria, pois Brant iria o julgar até as solas dos sapatos. 

Lauren voltou para uma noite na exposição enquanto os amigos iam jantar com o casal mais desastroso da história para ela. Mais fotos e elogios durante a noite, até Lauren receber um telefonema de Dinah.

Matheus tinha feito a incrível arte de cair e deslocar o tornozelo. Já que o restaurante onde estavam não ficava longe do salão de exposição, Dinah chamou Lauren para levá-lo ao hospital. 

A de olhos claros saiu o mais rápido que pôde, pedindo desculpas mais uma vez aos fãs que estavam lá apreciando as obras. Ela dirigiu rápido para o restaurante, quando chegou, Camila estava parada do lado de fora, abraçando o próprio corpo e parecia extremamente congelada.

- Oi. - Camila disse tímida quando Lauren correu até ela.

- Oi. Cadê o Math? - Ela disse preocupada, olhando em volta.

- O Brant o levou com a Dinah para o hospital. Você demorou um pouco e seu amigo parecia sentir dor. - A menor parecia tensa, ela tentava desviar do olhar da morena o máximo que podia.

- E o que você faz aqui fora, nesse frio e sem um casaco? Está querendo voltar para Los Angeles com um resfriado? - Lauren disse divertida tentando cortar o clima tenso entre elas e Camila sorriu de leve. Ela realmente parecia congelar.

- Todos estavam tentando te ligar, mas você não atendeu. Então eu fiquei para avisar você que ele tinha sido levado ao hospital. - Ela disse esfregando os braços para tentar aquecer o corpo. Lauren ergueu as sobrancelhas e tirou o próprio casaco.

- Pega. Você vai se sentir melhor com ele. - Lauren o ofereceu para Camila que a olhou sem jeito e baixou o olhar para os próprios pés.

- Eu estou bem. - Ela disse em um sussurro.

- Camz, você está congelando. Por favor, veste o casaco. - Quando Lauren deixou escapar o apelido que havia criado para Camila, a menor pareceu brilhar mais entre um bilhão de estrelas. Ela não conseguiu manter o sorriso leve no rosto e o brilho intenso nos olhos.

- Obrigada! - Camila iria apenas pegar o casaco da mão da maior, mas Lauren se pôs atrás dela para vesti-la. 

- Pronto. Isso vai te manter mais aquecida. O Brant vai voltar para te buscar? - A de olhos verdes perguntou séria e era como se seus olhos pedissem para Camila dizer que não, mesmo que seu rosto não mostrasse nenhuma expressão mais sentimental.

- Ahm.. Eu não sei, na verdade. Eles apenas saíram e eu fiquei para te avisar para onde eles foram. - Camila respondeu um pouco mais animada. 

- Eu posso te levar até o hotel, se você me disser onde fica dessa vez. - Lauren sorriu e Camila olhou para os lados. Ela havia pensando em negar e aceitar o taxi para voltar ao hotel, ou até mesmo esperar Brant voltar para buscá-la, mas como não sabia se ele voltaria e não avistou nenhum taxi próximo, ela acenou que sim com a cabeça. - Certo. Eu deixei o carro logo ali na frente. É o preto que parece com o seu.

- Eu sei qual é o meu carro dessa vez. - Camila abraçou o corpo para se aquecer mais. Nova Iorque ficava cada vez mais fria. A neblina fina de neve começava a cair.

- Eu sei que você pesquisou em algum lugar para notar a enorme diferença entre eles. - Lauren seguiu na frente sorrindo.

- Eu estava nervosa e estava de noite. Eu apenas entrei no primeiro carro que vi. - Camila manteve o olhar nas costas da morena a sua frente. 

Lauren chegou até o carro e abriu a porta para que Camila entrasse. Foi como voltar no tempo e Camila sorriu por ela ter mantido seu gesto bondoso de sempre. Lauren deu a volta e entrou do outro lado. Ambas colocaram o cinto de segurança. O carro saindo para a rua logo em seguida.

- Okay, Camila. Hoje vai me dizer onde fica o seu hotel, certo? - Lauren estava focada na direção, mas conseguiu perceber o momento em que Camila abriu um sorriso por ter negado informar o hotel da ultima vez em que esteve no carro dela.

- Eu estou no Plaza. Fica perto do...

- Eu sei onde fica. - Lauren sorriu e acelerou o carro. Camila ficou a observando por um tempo. Ela podia sentir os olhos da menor sobre ela. - Como você está?

- Eu? - Camila perguntou confusa por ter sido tirada dos próprios pensamentos.

- Sim, você. Só estamos nós duas aqui. - Lauren gargalhou baixo e Camila sorriu olhando para fora da janela.

- Eu estou bem. E você? - A menor olhou para ela e Lauren ainda estava concentrada no trânsito.

- Eu estou legal. - Ela respondeu e um silencio se instalou entre elas por alguns segundos até Lauren voltar a falar. - O Math estava sentindo dor de verdade ou fazendo drama?

- Eu acho que estava sentindo dor de verdade, mas não conheço o seu amigo muito bem. - Camila parecia ficar tímida na presença da maior enquanto Lauren parecia ter criado um bloqueio sobre a relação que existia entre elas. Talvez Matheus ficasse impressionado com a forma como Lauren estava agindo agora.

- Bem, eu não o vi caindo ou como o tornozelo dele ficou. Eu vou te deixar no hotel e tentar ir ao hospital para saber como ele realmente está. - Elas estavam próximas do hotel. Era a ultima curva e Lauren seguia em frente até a frente do Plaza, mas nenhuma delas poderia esperar que a rua estivesse bloqueada. Lauren teria que dar a volta e tentar entrar em outro quarteirão para voltar à frente do hotel.

Ela permaneceu em silencio até que Camila perguntasse algo, mas Camila falou tão baixo que ela não conseguiu ouvir e teve que perguntar sobre o que ela estava falando. Camila apenas acenou para que ela deixasse de lado o assunto e mais alguns segundos em silencio.

- Sobre a sua ultima apresentação... - Lauren começou, mas a frase pareceu engasgar e sua voz não saiu mais. Camila a manteve no olhar.

- Você assistiu? - Ela perguntou e Lauren fingiu não ter dito nada antes, apenas dobrou em uma rua. - Lauren?

- Sim, eu assisti. A música é boa. - Lauren falou rapidamente. A rua onde estavam parecia mais escura do que as outras do centro da cidade. 

- Onde estamos? - Camila olhou em volta e se sentiu perdida por estar de noite e ela não conhecer bem as ruas da cidade. Lauren parou o carro um pouco mais a frente e virou para olhar a menor.

- Camila, a música que você cantou...

- Sim, Lauren. Desculpa. Eu não queria... Eu não sei. Eu apenas precisei. - Ela falou rapidamente sem encarar os olhos verdes que a observavam.

- Tudo bem. Eu gostei da música. É bem diferente do que tem feito ultimamente. Parece mais você. - Sorriu e voltou a dirigir.

- Obrigada. Onde estamos? - Camila perguntou novamente.

- Estamos quase no hotel. Eu tive que desviar daquela rua. No fim dessa, nós pegamos a direita e estamos no hotel. - Lauren apenas dirigiu até lá. Ela pareceu ter ficado séria de uma hora para a outra e sua voz saia sem nenhum sentimento. 

Quando elas chegaram em frente ao hotel, o celular de Camila vibrou e ela olhou para Lauren como se pedisse permissão para visualizar o que quer que fosse o motivo disso. A maior apenas esperou que Camila o fizesse antes de se despedirem. Elas estavam se sentindo bem por não terem tido nenhum tipo de briga durante o percurso.

Camila havia recebido uma mensagem de Brant. Ele estava perguntando onde ela estava e se estava bem. Talvez ele tivesse voltado para buscá-la e ela já não estivesse mais lá esperando por ele. Não quis responder a mensagem. Nem ao menos queria sair do carro e ir para qualquer outro lugar. O carro, o cheiro do perfume de Lauren e saber que ela estava ali ao seu lado, já bastavam para que ela não quisesse mais nada. 

- Precisa que eu te leve a outro lugar? - Lauren perguntou enquanto Camila continuava apenas pensando enquanto encarava a tela do celular.

- Ahmm... Não. Na verdade... Eu acho que não. - Camila respondeu e bloqueou o celular, o colocando na bolsa logo em seguida.

- Era o Brant? Você não me parece muito feliz agora. - Lauren olhou rapidamente para Camila e desviou logo em seguida, esperando que Camila não tivesse percebido o olhar.

- Eu estou bem. Às vezes só precisamos seguir em frente e... Eu não sei. - Ela observou a entrada do hotel. As pessoas passando em frente ou entrando e saindo pela porta de entrada.

- Bem, eu deveria ir ver como o Math está agora no hospital. Provavelmente ele voltará pra casa e eu tenho que cuidar dele. 

- Ahh, claro! Tudo bem. Eu vou indo então. Diga ao Matheus, que eu espero que ele fique bem logo. - Camila não quis olhar para Lauren e saber que a deixaria ir tão facilmente como da ultima vez, então apenas abriu a porta. - Obrigada pela carona. 

- Sempre que precisar. - Lauren sorriu e deixou escapar, mesmo que essa não fosse a resposta que ela estivesse esperando dizer. - Boa noite!

- Boa noite! - Camila fechou a porta e não olhou para trás ou esperou ouvir o barulho do carro se afastando. Ela seguiu diretamente para dentro do saguão e caminhou rapidamente para o elevador. Voltando para o quarto logo em seguida. 


Notas Finais


Música desse Cap é Just to hold you once again da minha diva haha também conhecida como Mariah Carey. 💞💞


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...