História The Green Eyes - Capítulo 64


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 192
Palavras 3.128
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 64 - Sixty Four


- Como assim o Brant simplesmente foi embora? - Dinah disse totalmente surpresa com a história que Camila a contava.

- Ele só foi embora. Meu pai ficou totalmente desconcertado na minha frente e foi a primeira vez que o vi sem palavras. Ele deve ter ficado em choque também. Eu estava nervosa sobre o que o Brant diria naquela hora, depois que ele falou da Lauren, mas ele simplesmente foi tão... Ele mesmo. Foi o Brant que eu conheci e não o que todos costumavam achar que conhecem. - Camila disse e Lauren ouvia a conversa enquanto terminava de preparar uma bebida para acompanhar o almoço.

- Eu estou em choque. Math, me belisque! - Dinah disse com um sorriso e os olhos arregalados. Camila gargalhando fraco e Lauren sorrindo para o nada em ouvir a risada de Camila.

- Eu queria estar morta. Não que eu não esteja feliz por vocês duas, mas... tá todo mundo encontrando o amor de suas vidas e eu simplesmente não consigo ninguém que... Onde está o amor nessa cidade? - Matheus disse enfiando a cabeça nas mãos e Dinah o puxou para um abraço de lado.

- No ano novo, Math. Você vai ser beijado pelo amor da sua vida no ano novo. - Ela disse e Matheus sorriu com a cabeça apoiada no ombro dela.


...

- Você fica para o Natal? - Lauren estava terminando de arrumar a cama enquanto Camila bebia café já no inicio da tarde, ela estava sentada próxima a janela do quarto.

- Sim. Eu vou chamar mama e a Sofi. - Camila olhou para Lauren com os olhos brilhando e um sorriso enorme. Lauren não pôde deixar de sorrir de voltar.

- Tudo bem. - Ela dobrou o topo do edredom e o arrumou sobre a cama. - Vocês vão ficar todas aqui? 

- Ahm.. Eu não pensei sobre isso, mas se você estiver bem. Eu digo, elas podem ficar em algum hotel aqui perto, eu não quero que você se incomode com alguém estando a mais na sua casa. Mas... se você pudesse... nos convidar. - Camila sorriu e estreitou os ombros enquanto dava um sorriso pidão a mais alta que a observava com atenção. 

- Elas podem ficar aqui se você quiser. Eu chamei alguns amigos para a ceia, então espero que não se incomode. - Lauren disse enquanto Camila caminhava para perto dela.

- Claro que não, o apartamento é seu, você pode chamar quem quiser. Eu realmente não vou me incomodar com isso. - Camila deu um beijo rápido nos lábios de Lauren e se jogou na cama.

- Camilaaa!! Eu acabei de arrumar tudo. - Lauren disse se lamentando e Camila gargalhou.

- A gente vai bagunçar mais tarde do mesmo jeito. Qual o problema? - Ela riu com a língua entre os dentes e Lauren sentou do lado das pernas da menor. 

- Eu aposto como a Sofi está enorme. - Lauren sorriu puxando Camila para mais perto dela.

- Siimmm!! Você tem que ver como ela está hoje. - Camila novamente tinha um sorriso enorme no rosto e parecia totalmente empolgada.

Elas passaram mais algum tempo falando sobre a irmã de Camila e sobre os planos para o Natal. Dinah e Matheus se juntaram a elas na tarde do dia seguinte para comprar presentes de Natal e dar um jeito para decorar o apartamento deles o mais rápido possível antes da ceia. 

Camila havia ligado para a mãe e dito sobre o convite de passar o Natal em Nova Iorque. Como Alejandro estaria preso entre reuniões na cidade até o próximo ano, ela acabou aceitando e Camila teve a ajuda de um amigo de Lauren para trazer a mãe e a irmã para a cidade.


...

Era véspera de natal e Lauren parecia correr no próprio apartamento tentando terminar de arrumar as coisas para a noite. Matheus e Dinah ficaram na sala cantando as músicas dos álbuns natalinos da Mariah Carey. Dinah aproveitou para ligar para Normani e então os três surtaram cantando as músicas. Camila estava tentando ajudar Lauren na cozinha, mas ela não sabia muito o que fazer com todas aquelas coisas no balcão. 

Sinu e Sofia haviam chegado no dia anterior e estavam a passeio pela cidade enquanto Alejandro ainda saía de reunião para reunião. A pequena, que agora estava bem maior, estava extremamente animada em rever Lauren. Ela sempre gostou muito da de olhos verdes e fazia um bom tempo em que não se viam. 

- Camila, por favor!! – Lauren disse correndo para a pia com algumas travessas.

- Desculpa!! Eu só estava provando. – Camila sorriu com a língua entre os dentes depois de ter enfiado a mão na comida pronta sobre o balcão.

- Vem, me ajude a lavar isso para colocarmos o resto da comida e levar para a mesa de jantar. – A mais alta pediu sua ajuda e Camila caminhou vagarosamente para perto dela. – Rápido, amor!

- Seu desejo é uma ordem, capitã. – Camila fingiu fazer referencias e Lauren gargalhou puxando a menor para perto e lhe dando um beijo rápido nos lábios.

- Você ainda tem a mesma idade de quando eu te conheci. – Lauren disse observando o rosto da menor.

- Eu devo agradecer ou parecer brava? – Camila perguntou com um sorriso no canto dos lábios.

- Você deve me dar essa sua boca linda. – Lauren a empurrou contra a pia e pressionou seu corpo contra o da menor, lhe dando agora um beijo mais demorado.

- Se vocês deixarem cabelo ou outra coisa cair na comida, eu juro que mato as duas. – Dinah disse surgindo perto do balcão e Matheus gargalhando alto logo atrás. – Onde está o vinho?

- Hmmm... Vamos comprar um novo. – Matheus disse colocando a mão sobre a própria boca. – Bebemos o vinho de Natal da Jauregui noites atrás. 

- Ainda bem que lembrou antes dos convidados chegarem. – Lauren voltou ao seu trabalho e começou a lavar as travessas. Camila ao seu lado esperando para secá-las.

- Por favor, hoje é natal, vocês podem não transar em cima da mesa? – Dinah disse tentando segurar o riso e Camila jogou o pano de copa nela.

Dinah e Matheus saíram gargalhando e Lauren riu da cara que Camila fez assim que os dois saíram. Elas terminaram de arrumar a mesa para a ceia minutos depois. Tudo estava em ordem. Os pratos, talheres, taças e guardanapos em seus devidos lugares e a comida já posta. Os convidados chegariam a qualquer momento.

- A mesa está linda! – Camila disse observando a mesa assim como fazia Lauren.

- Sim. Não seria um problema se eu te fodesse sobre a mesa no Natal. É até uma ótima idéia da Dinah, mas eu não vou arrumar tudo de novo. – Lauren disse e Camila a olhou boquiaberta.

- Lauren!! – Ela falou dando um tapa no braço da maior. Lauren gargalhando.

- Vem, vamos ver se está tudo em ordem na sala. – Lauren arrastou Camila para fora da sala de jantar e assim que chegaram na sala, Matheus, Dinah e dois convidados entraram.

- Olha quem encontramos no elevador! – Matheus disse erguendo a sacola que tinha na mão.

- Vocês vieram!! – Lauren se aproximou dos dois e os abraçou. – Ahm... Camila, esses são Jorge e Victor, meus professores favoritos da universidade de artes. 

- Muito prazer em conhecer vocês. Eu sou Camila Cabello. – Camila os cumprimentou e os homens riram após ela se apresentar. 

- Amor, sabemos quem você é. Eu tinha te avisado, Vic, aquele esboço me parecia muito Camila Cabello. Já que agora ambos sabemos que eu estava certo, você me deve aquele drinque. – Jorge disse e Lauren gargalhou seguida por Victor. Camila riu mas ainda pareceu confusa.

- Eu vou servir um pouco desse vinho para vocês. – Matheus disse correndo com o vinho que havia comprado. 

- Como andam os projetos? – Victor perguntou a Lauren e ela puxou Camila para seu lado, a abraçando de lado.

- Eles estão ótimos. Eu tenho minha musa inspiradora de volta, uma exposição em Paris e muitas outras coisas em mente. – Lauren disse parecendo orgulhosa de si mesma.

- Me parece ótimo. Compramos apenas um presente, não fazíamos idéia de que seriamos recepcionados por um casal. – Jorge esticou os braços em direção as duas e as ofereceu a caixa de presente que estava segurando. 

- Não era preciso. – Lauren sorriu e desfez o abraço com Camila para aceitar o presente. – Chocolate?

- Não gosta? – Victor perguntou parecendo preocupado com a expressão no rosto de Lauren enquanto ela checava o que havia dentro da caixa.

- Eu amo! – Camila tomou a caixa das mãos da mais alta e sorriu com o que encontrou lá dentro. Uma coleção perfeita de sabores diferentes de chocolates.

- Bem, pelo menos ela gostou! – Os dois homens gargalharam e Lauren riu ao ver a felicidade no rosto da menor. Ela não gostava muito de chocolate, então todos poderiam ficar certos de que a maioria seria devorado por Camila mais tarde.

As horas foram passando e os convidados chegando. Faltavam duas horas para a meia noite quando a campainha soou novamente. Matheus indo atender com seu inseparável copo de vinho.

- Okay! Você parece Camila e você parece Camila. – Ele disse trocando o olhar entre as duas pessoas paradas em frente a porta. – Mãe e irmã da Cabello?

- MAMA! – Camila o empurrou para o lado e abraçou a mãe enquanto puxava a irmã para se juntar ao abraço. – Pensei que não viriam mais.

- Estamos aqui. – Sofia disse animada e pareceu procurar alguém atrás de Matheus. – Onde está a Lauren?

- Ahmm.. Eu sou Matheus e é um prazer em conhecê-las. – Matheus disse fingido ter se sentido magoado, mas Sofia percebeu o fingimento em sua voz. – Ela está lá dentro. Entrem.

- Math, essa é minha mãe, Sinu. – Camila apresentou a mãe ao amigo e os dois se cumprimentaram com um abraço. 

- Camila havia me falado sobre você pelo telefone. – Sinu sorriu e Matheus fez uma expressão fofa para Camila.

- Eu sei que ela morre de amores por mim. Vinho? – Ele perguntou sorrindo.

- Só mais tarde. Obrigada. – Sinu agradeceu e Camila a puxou para procurarem Lauren.

Sofia esbarrou em Lauren assim que ela saia do banheiro no corredor. Lauren pareceu ficar surpresa com o tamanho de Sofia e a mais nova abriu um sorriso enorme.

- LAUREN!! – Sofia disse a abraçando e Lauren sorriu de volta devolvendo o abraço.

- Pequena, você cresceu! – Lauren disse se afastando de Sofia para observá-la melhor. – Está muito parecida com sua irmã.

- Eu sei. Mama disse que estou ficando igual a Kaki. Quando eu ficar mais velha, vou parecer bem mais. – Sofia disse orgulhosa e Lauren parecia ainda estar surpresa.

- Aí estão vocês. – Sinu disse com Camila ao seu lado.

- Hey!! Ôh meu Deus!! Faz tanto tempo. – Lauren falou enquanto abraçava Sinu e Camila puxou Sofia para seu lado. – Você não mudou nada.

- E você só ficou mais bonita. – Sinu disse e Lauren agradeceu com um sorriso fofo.

- Igual a mim! – Sofia falou mais alto e todas gargalharam.

- É, você ainda é a pequena Sofi. – Lauren disse passando a mão sobre o rosto da mais nova. 

- Não sou mais pequena. Estou quase passando da mama agora. – Sofia endireitou a postura e olhou para a mãe para ter certeza do seu tamanho. – Eu posso conhecer o apartamento?

- Claro. É só caminhar por aí. – Lauren estava extremamente feliz em reencontrar Sinu e Sofia. O sorriso no rosto dela não diminuía em nenhum segundo. Camila também tinha um sorriso enorme no rosto. Ela estava feliz por estar perto de quem ama novamente.

Sofia saiu olhando para os quadros nas paredes do corredor e Lauren guiou Camila e Sinu de volta para a sala onde todos estavam. Minutos depois Sofia se juntou a eles e a conversa parecia não ter fim.

Matheus estava fotografando todos e Dinah só servia de assistente para segurar o copo de vinho dele. Sofia havia saído em cerca de 80% das fotos. As horas foram passando e Lauren parecia nervosa em querer que tudo ficasse perfeito. Estava tentando se certificar de que todos estavam confortáveis e com algo para beber. Ela teve de fechar a porta do quarto minutos antes da meia noite para poder desejar feliz natal para a família. Algumas lagrimas caíram e junto delas Lauren prometeu passar o próximo natal com os pais e reservar algum tempo a mais para eles.

Quando ela voltou para a sala depois de ter desligado o celular e retocado a maquiagem, deu de cara com Alejandro abraçando Camila, que não parecia muito confortável. Sofia ainda sorria como antes e assistia a interação entre a família.

- Papa não perdeu o seu Natal, Lauren. – A mais nova disse parecendo animada.

- É... eu estou vendo. – Lauren disse caminhando para perto deles como se estivesse caminhando para a morte. Ela se sentia mais nervosa agora que Alejandro já sabia de tudo novamente.

- Lauren. – Alejandro disse se voltando na direção de Lauren e ficando a sua frente.

- Sr. Cabello. – Ela respondeu engolindo o seco e oferecendo-lhe a mão para um cumprimento. 

- Feliz Natal! – Alejandro não respondeu como Lauren esperava. Ele deu um passo a frente e a puxou para um abraço desajeitado. Matheus, Dinah, Camila e Sinu ficaram boquiabertos. 

- Ahmm.. Feliz N-Natal! – Lauren respondeu devolvendo o abraço. – Ahmm.. Fico feliz que tenha vindo. 

- E eu fico lisonjeado que tenha tido a coragem de me convidar. – Ele desfez o passo que havia dado para frente e se afastou dela. Lauren pareceu ficar nervosa novamente.

- Papa! – Sofia o advertiu e Alejandro a olhou sorrindo. Ela fazendo uma expressão brava.

- Bem, eu acho que já passamos da meia noite. Quer dar as honras, srta. Jauregui? – Alejandro disse puxando a filha mais nova para seu lado e a abraçando. 

- Ahmm.. Claro. Vamos comer. – Lauren relaxou os ombros e os convidados comemoraram com o anuncio da ceia. 

Todos se direcionaram a sala de jantar e Alejandro pareceu gostar da decoração do ambiente e da mesa posta a sua frente. Depois que todos se sentaram em seus lugares, cada um encarou o rosto do outro em silencio.

- Podem se servir. – Matheus disse como se fosse obvio e a maioria gargalhou começando a colocar comida em seus pratos.

- É uma ótima ceia, Lauren. Parabéns! – Alejandro disse enquanto esperava que Sinu o terminasse de servir.

- Obrigada! – Lauren agradeceu e esperou que todos terminassem de por a comida em seus pratos. Ela levantou e bateu duas vezes com o talher na taça. – Eu gostaria de agradecer-los por terem vindo e estou realmente feliz por isso. Vocês são especiais para mim e... Eu só queria que soubessem que estou grata por estarem aqui esta noite. Quero também desejar Feliz Natal a todos e eu espero que gostem da comida...

- Se tiver cabelo na comida, aposto que é da Camila. – Matheus disse rindo e Dinah o empurrou. – O que?

- Como eu estava dizendo antes de ser interrompida pelo Math, espero que tenham uma ótima noite assim como eu e que aproveitem bastante...

- Isso é melhor que o meu aniversário! – Matheus a interrompeu novamente e Lauren sorriu sendo acompanhada por todos. – Desculpe!

- Tudo bem, Math. Eu sei que está com fome. Vamos comer! – Ela voltou a se sentar e todos começaram a comer.


- O discurso nós costumamos fazer após o jantar. – Alejandro quase sussurrou para Lauren e Camila o olhou como se o matasse de mil formas possíveis. – Só queria que ela soubesse.

- Obrigada pela dica. Prefiro fazer do jeito Jauregui no meu próprio apartamento. – Ela respondeu com o mesmo tom dele e Camila tentou controlar o sorriso assim como Sinu.

A ceia terminou e a troca de presentes foi após o jantar, pois todos decidiram que era bom esperar que Alejandro chegasse, agora que ele estava aqui, todos voltaram para a sala e puderam entregar seus presentes.

Matheus comprou algo para Dinah que ele não deixou que ela abrisse na frente de todos. Ele entregou o presente de Lauren e disse que ela poderia gostar de usar essas coisas pela madrugada a dentro e também pediu que ela não o abrisse agora. Fez charme para presentear Camila e esperou para ver a reação dela ao abrir a caixa e encontrar um lindo porta-retrato com uma foto dela e Lauren que Camila nem ao menos sonhava que existe. Ela o abraçou forte e fingiu limpar algumas lágrimas. Alejandro observando tudo parecendo estar entediado.

Dinah entregou seus presentes e Lauren também. Ela não entregou nada a Camila, que pareceu estranhar quando a de olhos verdes disse que havia terminado. Outros convidados também trocaram presentes com Lauren e Matheus. Dinah tentando sempre roubar algum presente do amigo.

Camila foi a ultima a entregar os presentes que havia comprado. Ela comprou um para cada um. Alejandro pareceu finalmente ter gostado de algo, ele agradeceu a filha com um abraço e a entrou uma chave de carro sem mais desvios.

- O que é isso? – Camila perguntou olhando confusa para a chave agora em suas mãos. Alejandro voltando a se sentar.

- Uma chave. – Ele respondeu e todos riram. 

- Por que está me dando isso? – Ela perguntou e Lauren olhou para Dinah como se elas pudessem falar entre si pelo olhar.

- Bem, o seu antigo carro não era exatamente seu. Talvez esse pertença só a você. – Ele deu de ombros, mas sorriu após ver a expressão no rosto da filha mais velha.

- Está me dando um carro? – Camila perguntou olhando para Dinah, Matheus e Lauren. Ela tinha um sorriso bobo nos lábios e todos estavam sorrindo junto.

- Se você conseguir destravar algum carro na garagem do edifício... fique com ele. – Alejandro sorriu mais largo quando Camila se jogou sobre ele em um abraço. – Não é seguro andar de taxi quando se é Camila Cabello em Nova Iorque.

O resto da festa continuou após a troca de presentes. Sofia estava louca com tudo o que havia ganhado e não parava de falar sobre o quanto ela havia os amado. Depois de algum tempo, os convidados começaram a ir embora. Camila se despediu da mãe e do pai. Sofia dormiria com elas essa noite, isso se ela estivesse pensando em dormir.

- Sofia, amor!! Você tem tanta energia. – Matheus disse olhando para a mais nova enquanto ele recolhia os embrulhos de presentes do chão da sala. – O que acha de ajudar o tio aqui?

- Eu quero ajudar a Lauren. – Ela disse e correu para encontrar Lauren e Camila na cozinha. – Ewww!

Lauren empurrou Camila para o outro lado da pia e passou a mão pelos lábios rapidamente tentando os enxugar. Sofia caindo na gargalhada pela expressão de assustada no rosto das duas.

- O que foi? – Camila perguntou séria.

- Seu batom está todo borrado. – A mais nova disse e tentou não gargalhar, mas não conseguiu. Dinah teve que aparecer também para saber sobre o que Sofia ria e então gargalhou junto.

- É isso o que sua irmã faz quando a deixamos sozinha com a Lauren. Agora você sabe. – Dinah disse e Camila jogou novamente o pano de copas nela. – Vem, Sofia! Vamos ajudar o tio Math na sala.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...