História The Green Eyes - Capítulo 73


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Ally, Brooke, Cabello, Camila, Camren, Dinah, Fifthharmony, Jane, Jauregui, Kordei, Lauren, Normani, Norminah
Exibições 159
Palavras 2.302
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 73 - THE END (Part I)


Lauren e Camila chegaram com Emily em casa. Logo na entrada a pequena ficou boquiaberta com o tamanho da casa.

- Nós vamos morar aqui? - Perguntou sem tirar os olhos da janela, tentando observar tudo ainda de dentro do carro.

- Sim. Nós moramos aqui e agora essa também é sua casa. - Lauren disse com um sorriso no rosto.

- Parece um castelo. - A pequena comentou e Camila gargalhou. A casa era grande, mas de longe se parecia com um castelo. Era apenas uma casa grande e bem decorada.

Quando levaram Emily para dentro da casa, elas foram recebidas por alguns amigos e familiares de ambas. Todos comemoraram com a chegada da pequena, que de início, pareceu se esconder atrás das pernas de Lauren, mas quando Dinah e Matheus a fizeram rir, então a festa havia começado.

Eles passaram a tarde inteira em uma festa sem fim pela chegada de mais um membro a família enorme que tinham. Todos eles eram uma família. Mas bem mais feliz que todos ali, estava Emily, que finalmente havia ganho a família que sempre quis ter.

- Você deve estar cansada, amor. Por que não subimos e você vê finalmente o seu quarto? - Lauren perguntou para a menor que estava jogada no sofá em cima do corpo adormecido de Dinah. - Vem, vamos deixar a tia Dinah descansar um pouco. Você acabou com as energias dela.

- O que estão fazendo? - Camila se uniu a elas e perguntou em um sussurro para não acordar a melhor amiga.

- Eu preciso tomar banho e dormir. - Emily falou tão baixo quanto Camila, mas ela ainda não sabia como sussurrar as palavras. Lauren sorriu.

As duas mães da pequena a guiaram ao andar superior da casa e mesmo que a menor realmente estivesse parecendo cansada, ela quis fazer uma festa por finalmente conhecer o seu novo quarto. Na verdade, ela nunca havia tido um quarto só para ela antes. Antes que seus pais tivessem sofrido o acidente, ela ainda era pequena e dividia o quarto com eles, então seu tempo na instituição, foi ter que dividir todas as suas noites com muitas garotas. 

- Você gostou? - Lauren observou a pequena percorrer os olhos pelo quarto pintado na cor lilás. Os olhos pequenos seguiram em direção ao da maior e Lauren pode sentir sua felicidade em finalmente ter algo só para si. 

- Obrigada! - Agarrou nas pernas da mãe de olhos verdes e Camila saiu do banheiro sorrindo para a cena que assistia. 

- O seu banho está pronto. Vem, eu vou te ajudar. - Camila a puxou do chão e quase a fez rodar no ar, fazendo a menor gargalhar. 

- Camz, cuidado. - Lauren repreendeu e Camila revirou os olhos.

- Eu não vou deixar ela cair. - Disse levando a menor em direção ao banheiro. 

Enquanto Camila dava um banho na pequena, Lauren sentou na cama que haviam comprado para Emily. Observou os brinquedos do quarto. O papel de parede novo. As luzes que iluminavam parcialmente o quarto, deixando o ambiente extremamente confortável. Ela respirou fundo e fechou os olhos, deixando que apenas o som do riso de Camila e Emily invadissem sua mente. Ela estava se sentindo completa, estava realizada em todos os pontos que ela sempre esperou estar. 

Emily adormeceu depois que Lauren lhe leu uma história e Camila ajudou fazendo leves carinhos em seus cabelos. As duas estavam observando a pequena agora adormecida na cama e quando seus olhos finalmente se encontraram pela primeira vez no dia para que elas pudessem refletir juntas tudo o que estava acontecendo, finalmente puderam trocar palavras e emoções com um simples olhar, elas entenderam tudo. Elas tinham o mundo agora.

...

Era dezembro. O inverno havia chegado com certa violência e o clima estava cada vez mais frio. Lauren estava acordando. Seus olhos abriram com certa dificuldade, mas logo se acostumaram com a pequena luz que invadia o quarto. Ela olhou para o lado e lá estava Camila. Seu sorriso nunca deixaria de crescer todas as manhãs, quando a primeira pessoa que ela podia ver era o amor de sua vida. 

A respiração da morena estava calma, num ritmo calmo e suave. Lauren sentou levemente na cama apenas para observar melhor sua esposa. Seu sorriso cresceu. Camila ficava cada vez mais bonita com o passar dos anos, disso não havia dúvidas. 

O barulho da porta abrindo fez com que ela seguisse o olhar em direção a mesma e encontrasse quatro olhinhos pequenos na sua direção, um tanto curiosos. Ela sorriu abertamente e indicou que os pequenos entrassem. 

- O que estão fazendo acordados a essa hora? - Perguntou os puxando para cima da cama e eles deram um sorriso sapeca. 

- Podemos brincar na neve? - O menor perguntou e Lauren ergueu as sobrancelhas. 

- Tem muita neve lá fora já, mamãe. - Emily disse dando seu sorriso extremamente largo.

- Temos que acordar a mama Camila antes. Por que não me ajudam aqui? - Lauren perguntou aos dois menores e eles deram um sorriso contagiante. 

Não esperaram nenhum segundo a mais e o corpo pequeno do garoto se jogou em cima do corpo de Camila que se remexeu um pouco e gemeu em desaprovação. Emily tirou o cabelo que cobria o rosto da mãe e lhe deu um beijo demorado na bochecha, assim como Camila costumava fazer com ela. Camila deu um leve sorriso.

- Hm.. Me deixem dormir mais. - Ela deixou a voz sonolenta sair arrastada e os pequenos pularam na cama logo ao lado do seu corpo, fazendo com que ela sacudisse. - Não.

- A mamãe não quer acordar. Por que não fazemos cocegas nela para que ela levante logo? - Lauren perguntou erguendo as sobrancelhas na direção dos filhos e eles riram alto voltando a pular em cima de Camila e iniciar uma onda de cocegas pelo seu corpo. 

- Nãooo!! Parem. Eu já estou acordada. - Ela disse gargalhando e Lauren puxou Emily para lhe fazer cocegas também. As gargalhadas invadindo do quarto naquela manhã. - Agora é minha vez.

- Não, mama!! - O pequeno gritou quando Camila sentou e o puxou para o seu colo o fazendo cocegas. - Vamos brincar na neve!!

- Querem ficar com o bumbum congelando lá fora? - Ela perguntou e abraçou o filho. 

- Mamãe disse que podíamos brincar lá fora. - Ele se referiu a Lauren e fez bico. Emily sorrindo para elas.

- Okay, a mamãe sempre ganha, certo? - Camila falou mais uma vez e Lauren riu. - Vamos comer algo primeiro. Eu estou morrendo de fome.

- Chocolate quente!! - Os dois gritaram juntos e pularam da cama para o chão, logo desaparecendo para fora do quarto esperando que as mães os seguissem para a cozinha e os preparasse algo quente para aquela manhã fria.

- Bom dia! - Lauren puxou Camila para perto e lhe deu um beijo carinhoso nos lábios. Camila retribuindo o beijo.

- Bom dia, amor! - Respondeu e lhe deu outro beijo rápido. Logo saindo da cama e caminhando em direção ao banheiro enquanto reclamava do piso frio do quarto. 

Lauren observou Camila enquanto ela escovava os dentes. Quando Camila se inclinou na pia do banheiro para lavar o rosto, Lauren lhe abraçou por trás e lhe deu um beijo no ombro, Camila sorrindo pelo movimento inesperado. 

- Lauren, eles estão nos esperando. - Sussurrou, mas os beijos de Lauren seguiram para o seu pescoço. - Laur!

- Okay!! - Lauren falou com um sorriso no rosto e se afastou. - É meio difícil resistir quando eu tenho você só pra mim só por uns minutos. 

- Você me teve só pra você ontem a noite. - Camila arqueou a sobrancelha esquerda e Lauren deu de ombros. - Vamos, temos que alimentar dois monstrinhos. 

- Três! - Lauren gritou puxando Camila para um abraço. - Eu vou escovar os dentes e te encontro lá embaixo. Eles devem estar fazendo uma zona na cozinha. 

- Não demore. - A menor deu um beijo carinhoso na bochecha da esposa e saiu do banheiro, seguindo seu caminho para a cozinha. 

Camila preparou o café da manhã e Lauren se juntou a eles minutos depois. Cada um com sua xicara grande de chocolate quente. Caio olhando pela janela a neve fina cair e se amontoar ainda mais no chão, fazendo com que a área externa da casa ficasse toda branca. Ele mal podia ver a hora de correr para fora.

Depois que Lauren e Camila adotaram Emily e após ver o garoto pela primeira vez quando a filha lhe deixou uma pelúcia dizendo que assim ele não ficaria tão só, e então depois de Emily muito comentar sobre o garoto menor e sobre ele gostar de várias coisas como ela gostava, as duas mais velhas acabaram por unir o garoto a sua família também, deixando Emily e Caio mais felizes do que nunca. 

- Mama, quando é o Natal? - Caio perguntou para Camila.

- Daqui algumas semanas. Vocês já escolheram seus presentes? - Perguntou de volta para os dois pequenos. Emily sentada ao lado de Lauren.

- Sim!! - A garota disse animada. 

- Não. - Caio negou com a cabeça.

- Por que não? - Lauren perguntou o dando um dos biscoitos que ele tentava alcançar sobre a mesa. 

- Eu não tenho nada o que pedir. - Respondeu dando de ombros e mordendo o biscoito. Camila e Lauren franziram as sobrancelhas ao mesmo tempo se perguntando por que ele não teria mais nada para pedir. 

- E o que você pedia antes? - Lauren perguntou mais uma vez mantendo sua atenção no filho. 

- Uma família. - Ele respondeu respirando fundo e olhou para elas deixando um sorriso crescer em seus lábios. - Eu tenho o meu presente de Natal. Vocês são a família que eu pedi pro Papai Noel. 

As duas se entreolharam e deram um sorriso suave e pensativo sobre o que o menor havia dito. Elas nunca tiveram que se preocupar em pedir por algo assim no Natal. Cresceram com suas famílias sempre ali e quase sempre tinham o que queriam. Acabaram por refletir sobre como a mente dos dois pequenos funcionava. A família era algo muito importante para eles. Eles não queriam brinquedos ou algo material. Apenas queriam permanecer com a família que haviam ganhado. 

- Alguém falou Papai Noel? - Matheus entrou na casa vestido de Papai Noel e Lauren deu uma gargalhada alta. Rick o acompanhando.

Os pequenos riram também e correram para abraçar o padrinho. Matheus os abraçou forte e os segurou nos braços. 

- Vocês estão crescendo rápido demais. Eu quase não posso com os dois ao mesmo tempo. - Disse enquanto os dois pequenos mexiam em sua barba branca falsa. 

- O que está fazendo vestido de Papai Noel? Ainda não é Natal. - Lauren perguntou enquanto cumprimentava Rick com um abraço. 

- Eu pensei em vir mais cedo. Sabe, esses pequenos se comportaram muito bem o ano todo e merecem presentes por tudo isso. - Matheus falou os colocando no chão e puxando um saco vermelho gigante na direção deles. 

- Ainda nem temos uma árvore. - Camila comentou.

- Não é um problema. Temos a maior árvore de natal da cidade lá fora. Acabamos de comprar. - Rick comentou e Camila levantou para olhar pela janela. Havia um pinheiro enorme sobre o carro dos dois. - Foi um sufoco para conseguir colocar sobre o carro e trazer até aqui sem que fosse causado algum problema. 

- Compraram uma arvore pra gente? - Lauren perguntou abraçando Camila por trás.

- É o mínimo que podemos fazer. - Rick comentou e piscou para as duas.

- Awee!! Que fofos. Vai ser difícil superar com um presente de casamento. Falando em casamento, já escolheram a data? - A de olhos verdes perguntou mais uma vez.

- Ainda não, mas talvez quando o inverno acabar. Não quero ter que usar roupas pesadas no meu próprio casamento. - Comentou rindo. - E certamente, eu vou arrastar o Math para o Rio de Janeiro. Quero um clima quente de Lua de Mel. 

Os três olharam para Matheus que tinha a ajuda dos pequenos em tirar todos os presentes de dentro do saco vermelho e abrindo apenas alguns. Todos estavam sorrindo.

Rick e Matheus passaram o resto do dia com a família Cabello Jauregui. Dinah se juntou a eles no final da tarde para ajudar a montar a arvore de natal. Os pequenos gargalhavam sempre que algo lhes parecia engraçado e os maiores não deixavam que eles ficassem mais de 5 minutos sem rir, porque suas gargalhadas eram o melhor som do mundo. 

...

- Camz, vem dormir. Já passa da meia noite. - Lauren disse chamando Camila que estava no estúdio fazia algum tempo. 

- Oi! - Camila disse abrindo a porta e lhe dando um sorriso largo.

- O que tanto apronta aí dentro? - A maior perguntou e Camila sorriu com a língua entre os dentes enquanto franzia o nariz. 

- É segredo. - Disse saindo do estúdio e fechando a porta atrás de si, deixando o corpo encostar na mesma agora.

- Aii, Camila. Já fazem meses que você fica aí dentro dizendo que está preparando uma surpresa. - Lauren revirou os olhos chateada por ainda não ter descoberto o que a esposa estava preparando. 

- Você vai gostar, eu prometo. - Camila abraçou Lauren por trás e elas caminharam juntas para o quarto. - Você está cansada?

Lauren olhou para a mulher com uma sobrancelha arqueada e um sorriso cresceu nos seus lábios, quase um sorriso malicioso. Ela havia entendido o que Camila quis dizer perguntando isso.

- Eu nunca estou cansada, Camila. - Lauren falou pausadamente o nome da esposa enquanto a puxava para dentro do quarto e trancava a porta atrás delas. Camila soltando uma gargalhada em seguida quando Lauren puxou o laço do seu hobby vermelho, o abrindo antes que ela esperasse. 


Notas Finais


Penúltimo capítulo!!!!
Como vocês estão? Eu espero que bem!
Se cuidem!!
2bjos
Emma


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...