História The half of the story - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Drama, Romance
Exibições 12
Palavras 863
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Famí­lia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Ola pessoinhasss!!! Escrevi outro cap e espero que vcs gostem!! BOA LEITURA!!

Capítulo 3 - Chapter two


 

Emily POV:

"Atenção senhores passageiros, última chamada para o voo 752 da Airlines, com destinjo a Santa Fé. Embarque no portão 6"
Essa voz fica ecoando dentro da minha cabeça enquanto eu pensava como minha vida vai mudar daqui em diante, È agora que eu volto para aquela cidade, onde tudo começou!
Quando chego aí portão de embarque minhas pernas tremem e lembranças vêm à tona. Lembranças de quando fui embora de Gallup para ir para Londres. Eu não me lembro muito bem de como as coisas eram antes do acidente, parecia um borrão na minha mente. Uma das poucas coisas que eu lembro é de como eu me senti de sair da minha cidade natal e ir para um lugar que eu nem conhecia, e nem queria ir!
Entro dentro do avião e sentei no meu lugar da janela, encostei a cabeça na janela e logo adormeci.
              
                               .   .   .

Acordei quando uma criança pequena me cutucou:
- Você tem jogo no seu celular , tia?- a garotinha me pergunta 
- Não tenho- respondi para ela esquecer disso logo
- Ah por favor vai!- ela ficou me enchendo, e acordou o menino gatinho que estava do lado dela. E que gato! Ele paracia meio irritado então disse: - Olha se você trocar de lugar comigo eu te dou um doce- o gatinho falou para a menina
- Tá bom- a menina falou animada e logo trocou de lugar com ele , ficando : janela, eu , ele , a menina.
-Obrigada , você me salvou- falei para ele
- De nada
- Como você se chama? - perguntei tentando quebrar o clima entre nós 
- Richard Davis, mas pode me chamar de Ricky, e o seu ?- ele falou simpático 
- Emily Harper.- Eu não sei o que deu, mas eu tenho a impressão de tê-lo visto em algum lugar , mas nem liguei.. 
Ficamos conversando a viajem inteira e eu descobri  que ele tem os mesmos gostos que eu! Ama filmes de mistério, tem quase e minha idade( eu tenho 15 e ele 16) , ama muitas séries que eu amo, ama waffles e panquecas e ama ler! Adorei conversar com ele! Acabei descobrindo que ele estava em Londres visitando alguns parentes e que mora em Gallup também! Conversamos tanto que eu nem vi o tempo passas e que já tínhamos chegado. Descemos do avião e tive que me despedir dele.
- Eu acho que isso é um adeus- ele fala
-Te vejo em Gallup, Ricky- falo e ele me abraça. Inalei de leve aquele perfume maravilhoso para guardar na memória. Eu não sei o que deu mas eu tenho certeza de que eu ja vi Ricky em algum momento da minha vida, só não sei qual.
Fiquei triste de ter que me despedir dele. O que Emily ? O que vc tá falando ? Você mal conhece o cara é já tem saudades dele? 
Sai do avião e encontrei meus pais na frente da lanchonete. Só de pensar em comida minha  barriga ronca. Eu não tinha comido nada no avião. 
- Mãe, pai! Vou  pegar um lanche  vocês querem?
- Sim- responderam em coro
Fomos até a lanchonete e eu pedi um pedaço de bolo de chocolate e um capuccino e meus pais pediram café. Comemos e depois fomos pegar nossas malas. Esperava encontrar o Ricky mas ele não tava lá . Não que eu ligue! Óbvio! Mas eu achei ele muito legal e... muito bonito!

Meu pai alugou um carro e eu passei o caminho todo pensando no Ricky. Do cheiro dele. O cheiro dele é viciante! Pensando no jeito que ele falava, no jeito que ele sorria e quando ele falou que achava meu sorriso bonito! 

Entramos na cidade, vimos pessoas rindo, passeando e cuidando de seus negócios. Eu senti uma pontada de inveja. Eu nunca parava em um lugar só, estava sempre viajando ou nas férias ou  nas aulas, eu nunca para a em um lugar só! Não conseguia criar laços de amizade.

Meu pai me disse que a nossa nova casa seria perto do parque e da escola. Paramos enfrente a nossa nova casa e na minha opinião , ela era muito grande para 3 pessoas!

Entrei na casa e já estava tudo no seu devido lugar ( móveis, mesa, televisão)

- O seu quarto é o último do corredor do segundo andar- meu pai me fala, vendo meu desespero de estar perdida na casa enorme.

Fui até o meu quarto e quando vi eu amei! Ele era enorme , cores rosa bebê e branco! Tinha 1 banheiro, a escrivaninha com muitas caixas encima,um closet  enorme e uma sacada linda! Minha cama era rosa e marrom. Eu amei tudo!

Passei o dia todo colando posters , fotos e quadros nas paredes vazias que só de olhar para elas me davam agonia! Quando anoiteceu, nem jantei , já fui logo dormir . Na verdade eu nem dormi. Fiquei pensando no Ricky. Nos seus lábios, no seu sorriso, no seu perfume e no seu jeito de falar. Deus! O que esse garoto fez comigo?! Eu não si mas eu tenho a impressão de que eu vou vê-lo novamente. 


Notas Finais


Espero q vcs tenham gostado!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...