História The hands of an angel... - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Junghan "Jeonghan", Seungcheol "S.Coups"
Tags Amizade, Hansol Vernon, Jeongcheol, Jeonghan, Jihan, Jisol, Jisoo, Lemon, Romance, Scoups, Seventeen, Traição, Yaoi
Exibições 119
Palavras 2.149
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Cross-dresser, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Be mine...


Fanfic / Fanfiction The hands of an angel... - Capítulo 5 - Be mine...

"Você é tão hipnotizante

Você poderia ser o diabo, poderia ser um anjo

Seu toque é magnetizante

Parece que estou flutuando, deixe meu corpo irradiar

Eles dizem para eu ter medo

Você não é como os outros, amantes futuristas

DNA diferente, eles não te entendem

Você é de um outro mundo

Uma outra dimensão

Você abre meus olhos

E estou pronta pra ir, guie-me para dentro da luz"

POV.COUPS

– Estava a minha pessoa na serenidade da vida deitado na minha cama, até que alguém entra quebrando tudo, nem preciso dizer quem era né?! 

– COUPS! CADÊ O JEONGHAN?! – Gritou Jisoo pulando em cima de mim e me balangando.

– Como que eu vou saber? O namorado é seu, não meu! – Disse com calma mas por dentro eu queria ter um taco de beisebol e fazer a cabeça dele de bola.

– ELE SAIU E EU TÔ PREOCUPADO! 

– Você? Preocupado? Isso é novidade! – Disse me levantando.

– POR FAVOR, VAI PROCURAR ELE!

– Porque você não vai? – Disse e ele me encarou.

– Porque eu não posso sair toda hora que eu quiser, porque o diretor me odeia!

– Mas porque eu?

– POR FAVOR S.COUPS! – Ele disse voltando a me chacoalhar.

– Olha.... Ou você para de me balançar ou sua cabeça vai voar pela janela junto com suas partes intimas... – Disse calmo, ele me soltou e pois a mão em seu membro.

– Aí! – Sussurrou – Por favor... Você é o único amigo dele! – Ele disse, suspirei.

– Me diga o real motivo de você querer tanto saber aonde ele está que eu vou...

– Estou pre... – O interrompi.

– Qual é... Você não se preocupa nem com sua mãe...Vamos... O real motivo!

– É que.... – Ele suspirou – Não quero que ele me traia... Por orgulho...

– Ok, nesse motivo eu acredito... – Disse, peguei meu skate e sai do quarto, sai da escola e comecei a andar pela rua a procura do garoto cabeludo, suspirei, puis meu skate no chão e comecei a ir rumo ao centro da cidade, fazia tanto tempo que não saia daquela escola, isso me fez bem, sentir o vento sobre mim, me fez realmente bem... Até que passando perto de um beco ouço alguns gritos, fui devagar até o beco, e ao chegar lá me deparo com alguns homens tentando agarrar o Jeong...Hãn.... Um o empurrou na parede e começou a beijar ele enquanto apertava seu membro, senti meu sangue ferver, fui até lá e bati o meu skate na cabeça de um deles, logo peguei o que beijava Jeonghan e o puxei pela garganta, o encostei na parede e antes que ele pudesse falar algo lhe depositei um murro no queixo o fazendo desmaiar, o soltei e quando me virei pro Jeonghan o mesmo pulou em mim me abraçando forte e chorando, ele entrelaçou suas pernas na minha cintura, e me abraçou bem forte, pelo susto acabei andando pra trás e encostando minhas costas na parede, segurei em suas coxas pra que ele não caísse, ele escondeu seu rosto sobre meu pescoço, alisei suas coxas de leve – Mantenha a calma... Eu já estou aqui... Calma... – Sussurrei tentando o passar confiança, depois de alguns minutos ele parou de chorar, secou suas lágrimas com as mãos e me olhou – Está mel.... – Sou interrompido por Yoon que me beija, tentei resistir e o afastar, mas seu beijo era tão viciante, senti ele segurar forte em meu pescoço me beijando mais, segurei em suas costas com um dos meus braços encostando meu peitoral no seu e retribui o beijo, senti ele morder meu lábio e arranhar minhas costas, o puis no chão e parei o beijo o olhando – Yoon... Você acabou de quase ser estrupado... Qual é.... – Disse e ele corou abaixando a cabeça.

– É que.... Eu.... Tô.... Com um... Problema lá embaixo.... – Ele disse e fechou os olhos com força, olhei pra sua calça e percebi seu membro ereto.

– Então se alivie... Fácil... – Sussurrei.

– É que.... Eu... Não sei fazer isso... E também... Só deixaria que me tocassem... Se... Fosse você.... – Ele sussurrou, o encarei.

– Porque eu?

– Eu... Não sei... Eu... Gosto de voc.... – Ele para de falar e balanga a cabeça – Gosto das suas mãos... E seu beijo... É isso! – Ele me olhou e eu continuava paralisado, não sabia como reagir a aquilo.

– Mas me explica aqui... Você se excita com alguém tentando te estrupar? HÃN?! – Disse confuso e ele corou mais se virando de costas pra mim e tapando o rosto com as mãos.

– É que.... Quando ele encostou em mim... Por um segundo... Eu imaginei... Você me tocando... E fiquei assim... – Ele sussurrou, corei.

– Mas eu não seria tão violento... – Sussurrei.

– Eu sei! Eu sei! Eu só... Sei lá... Eu não quero aparecer assim na escola... – Ele sussurrou de volta.

– Então pense em algo broxante... – Ele corou mais e se virou pra mim me enchendo de tapas, comecei a rir.

– É IMPOSSÍVEL PENSAR EM ALGO BROXANTE COM VOCÊ AQUI COUPS! NÃO FALE ESSAS COISAS PRA MIM! – Ele gritou me dando tapas, segurei suas mãos e o encarei, ele continuava bastante corado.

– Quer tanto assim que eu encoste em você?! Quer mesmo que eu seja o primeiro?! – Ele balançou a cabeça positivamente – Mas... Porque não o seu namorado?! – Ele abaixou a cabeça e sussurrou um "Porque ele não é você", corei brutalmente, eu me sentia feliz com isso, mas não entendi muito bem... (autora: BIXO BURRO) Isso queria dizer que ele gostava de mim?!

– Coups... Por favor... Só uma vez.. E nunca mais faremos isso... – Ele me olhou ainda corado, droga... PORQUE TÃO LINDO PRODUÇÃO?

– Nunca diga nunca... – Sussurrei e soltei uma de suas mãos pondo a minha em sua cintura e o puxando pra mim, o beijei, ele começou a arranhar minha nuca com sua mão livre, entrelacei nossos dedos, mas... Era a primeira vez dele... EM UM BECO?! NÃO! Parei o beijo... (autora: O CARA TÁ LOUCO PRA TE DAR E VOCÊ SIMPLESMENTE TÁ PREOCUPADO COM O LUGAR?! ISSO É FOFO E GAY AO MESMO TEMPO.... Não... Pera...) – Jeonghan... Não quero que sua primeira vez seja em um beco... – Sussurrei, ele olhou em volta e corou.

– Então... Aonde?! – Ele sussurrou, olhei em volta, vi um hotel logo na nossa frente, puxei Jeonghan pela mão até o hotel (sim, estava de noite esse tempo todo), entramos no hotel e eu pedi o melhor quarto, o rapaz me deu a chave do quarto, entramos no elevador e quando a porta fechou começamos a nos beijar novamente, ou estávamos na seca a muito tempo, ou estávamos muito apaixonados, empurrei Yoon contra a porta do elevador e apertei seu membro de leve o fazendo soltar um gemido abafado, ele começou a arranhar minhas costas, a porta abriu e eu e Yoon fomos nos beijando pro quarto, abri a porta e entrei de costas, Yoon pulou em mim entrelaçando suas pernas em minha cintura, fechei a porta devagar e a tranquei, segurei na coxa de Yoon e a apertei de leve, Yoon mordeu meu lábio e começou a morder meu pescoço, o puis na cama ficando por cima, comecei a mordiscar e beijar seu pescoço o fazendo se arrepiar e soltar alguns suspiros longos, enfiei uma de minhas mãos por dentro de sua camisa e comecei a estimular seu mamilo com os dedos, passei a lingua de leve sobre seu pescoço, ele soltava gemidos baixos... Eu poderia parar?! Sim! Eu deveria parar?! Sim! Eu queria parar?! Não!.... Tirei a camisa de Jeonghan, ele logo retirou a minha, comecei a chupar um de seus mamilos, desci minha mão e passei minha mão em seu membro por cima da calça fazendo movimentos pra cima e pra baixo, comecei a passar a ponta da lingua de leve sobre o bico de seu mamilo, Yoon segurou forte em meus cabelos e soltou gemidos altos, comecei a arranhar de leve sua coxa com minha mão esquerda, ouvi Yoon sussurrar um "Coups... Eu quero você só pra mim", fui descendo minha boca pelo seu abdomen passando a lingua de leve por ali, logo ao chegar em sua calça, tirei a mesma do Yoon, comecei a beijar sua coxa e Yoon arqueou as costas – Coups... Por... Favor... Eu preciso... Sentir... – Ele sussurrou em meio a gemidos abafados, mordi de leve perto de seu membro, vi que sua cueca já estava molhada, então ele já havia soltado o seu pré-gozo sem que eu precisasse encostar muito em seu membro, eu era tão bom assim?!.... Comecei a passar uma das mãos pelo seu membro por cima da calça, Yoon segurou forte em meus cabelos e começou a gemer meu nome várias vezes, tirei apenas a cabeça de seu membro e comecei a chupá-la, Yoon arqueou mais ainda as costas e começou a empurrar minha cabeça pro seu membro, tirei devagar sua box e abocanhei todo seu membro passando a lingua em movimentos circulares sobre o mesmo, Yoon começou a gemer loucamente o meu nome, comecei a estimular seus mamilos novamente com umas das mãos, mostrei dois dedos pro Yoon chupar, ele o fez de uma maneira sexy me deixando ainda mais excitado, enfiei um dedo em Yoon o fazendo gemer alto e comecei a tirar e por várias vezes devagar o esperando se acostumar, ele começou a mexer o quadril e eu logo enfiei o segundo dedo fazendo movimentos de tesoura, Yoon segurou na cabeceira da cama gemendo muito alto – Coups... Eu... Não vou aguentar... Muito tempo... – Ele disse gemendo, logo depois de um tempo senti um liquido quente invadir minha boca, engoli tudo e voltei pra cima, Yoon estava bastante ofegante, comecei a beijar ele calmo mas logo foi ficando mais quente, tirei minhas calça e puis uma de minhas pernas no meio das do Yoon e comecei a riçar minha coxa sobre o membro de Yoon, que logo voltou a ficar ereto, mordi seu lábio e sorri.

– Fica de quatro pra mim... – Sussurrei, sai de cima dele e ele fez o que eu pedi, fiquei de joelhos na cama logo atrás dele, puis uma de minhas mãos sobre seu membro e comecei a mexer na cabeça do mesmo – Vai doer no começo mas você logo se acostuma ok?! – Ele mexeu a cabeça positivamente e segurou na cabeceira da cama, tirei meu membro pra fora e puis na sua entrada, o penetrei devagar pra não machucar muito até ele se acostumar, depois de um tempo comecei a estimular seu membro com minha mão e acelerei nos movimentos de vai e vem dentro dele, ele começou a empinar a bunda e mexer ele contra meu corpo soltando muitos gemidos, segurei em sua cintura com a outra mão e o penetrei ainda mais forte logo encontrando seu ponto g o fazendo soltar gemidos altos, dei um tapa em sua bunda e comecei a dar estocadas só naquele lugar, Yoon estava gemendo bem alto, logo ouvi ele dizer entre gemidos "Eu... Vou... Gozar", alguns instantes depois senti o liquido escorrer pela minha mão, tirei meu membro de dentro dele, ele logo se levantou, se virou pra mim e me beijou, ele me fez sentar na cama escorando minhas costas na cabeceira da mesma, ele pois suas pernas uma de cada lado de mim, ele pois meu membro em sua entrada e começou a quicar rápido e forte, comecei a gemer alto e mordi meu lábio forte, ele voltou a me beijar, logo ele voltou a gemer baixinho no meu ouvido e sussurrou em meu ouvido um "Eu quero sentir você gozar em mim", segurei e apertei sua bunda, dei um tapa na mesma e senti meu ápice ir chegando, ele me beijou de novo e com uma mão começou a estimular meu mamilo, segurei em sua cintura o empurrando mais pra baixo e o ajudando nos movimentos, logo depois senti meu corpo estremecer, fui tentar tirar Yoon mas ele não queria e me beijou ainda mais, percebendo que eu ia gozar ele sussurrou em meu ouvido "Goza pra mim" e com aquelas palavras eu acabei que me desfiz dentro dele, ele parou de quicar ao sentir meu liquido, e continuou me beijando sentado em meu colo.... O que fiz foi errado?! Sim! Mas por incrível que pareça, pela primeira vez eu não me importava.... Como ele conseguia ser tão sexy e tão fofo ao mesmo tempo?! Talvez... Eu o ame...

POV.JEONGHAN

Ele é tão lindo... Tão sexy... Quando ele vai perceber que eu estou loucamente apaixonado por ele e viciado nesse corpo, nessas mãos, nesse beijo?! Eu te dei o meu amor, o meu corpo, o que mais você quer Coups?! De alguma maneira sei que ele ainda resiste a mim, mas eu não vou desistir! Não agora... Que eu estou louco por esse homem!

"Beije-me, beije-me

Me infecte com o seu amor e me preencha com o seu veneno

Leve-me, leve-me

Quero ser sua vítima, pronta parabdução

Garoto, você é um alienígena, seu toque é de outro mundo

É sobrenatural, extraterrestre"

"Oh... Ele é tão mal mas ele faz isso tão bem..." 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...