História The Healing Of A Heart - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Ally Brooke, Camila Cabello, Camren, Dinah Jane, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Normani Kordei, Norminah
Visualizações 18
Palavras 1.753
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Hallo, little stars! Como vocês estão?

Capítulo 4 - Beach


                   POV Dinah 

3 meses haviam se passado desde do ocorrido na festa. Nada de novo tem acontecido, Lauren continua na mesma, ela está escrevendo um novo livro mas sempre diz que falta algo para que pudesse melhorar. Está escrevendo um romance, aqueles clichês, sabe? Mas que nos fazem sentir algo no coração e que nos conforta. Eu digo para ela que ela precisa viver um romance novamente, mas quem disse que a branquela me escuta? 

Camila não estava diferente de Lauren, porém a mesma não era cabeça dura como Lauren. Na verdade, sei que Lauren não é cabeça dura, não a culpa por ter medo, só não quero vê-la privada de tudo para sempre. Camila tinha 26 anos, era designer de interiores e não tinha uma vida tão agitada, era simples. Camila sempre me contava de seus novos lances, mas nenhum dava certo no final, então ela disse que apenas esperaria as coisas acontecerem na hora certa, e que quando o amor vier, irá acontecer naturalmente. 

Mas então, trocando de assunto, algo  de novo e especial aconteceu sim. Eu pedi a Mani em namoro, foi um dos dias mais loucos da minha vida, mas deu tudo certo no final, eu me lembro exatamente como foi. 

"Eu estava andando em círculos faz uns 5 minutos na sala de Ally, totalmente pensativa e preocupada. 

- Relaxa, Dinah, tudo vai dar tudo certo. - Ally diz tentando me confortar. 

- Não sei não, Ally, e se ela não aceitar? Tem tantas pessoas melhores do que eu ao redor do mundo. - Eu falo passando a mão em meu cabelo. 

- Para de falar besteira, Dinah! Tudo vai dar certo, Normani te ama e isso é evidente, você só precisa ser mais segura de si, e não diga que existe pessoas melhores do que você. Você é incrível, tem um grande coração, você tem várias qualidades incríveis e não pense nessas coisas ruins. - Ally diz me passando conforto, essa baixinha é incrível. 

- Só você mesmo para me fazer sentir melhor. 

- Eu estou sempre aqui para você, e você sabe disso. 

Ally era como um anjo que havia caído do céu. Eu a conheci na época da escola, assim como havia conhecido as outras meninas. Ally é aquele tipo de amiga que está sempre ao seu lado, seja em momentos bons ou ruins, é aquela amiga que promete estar sempre ao seu lado, basicamente, é a amiga perfeita. É praticamente impossível não se apegar a baixinha. 

A campainha toca e Ally se levanta de seu sofá e vai em direção a porta, a abrindo. 

- Oie, Ally. - Escuto a voz da Camila e as duas se comprimentam. Camila entra e olha direto em meu resto, fazendo uma cara engraçada. 

- Mas que cara é essa? Parece até que viu um fantasma. - Camila pergunta, soltando um riso fraco. 

- Dinah vai pedir a Mani em namoro e está toda nervosa. - Ally responde Camila. 

- ALLYLUIA! - Camila grita, levantando seus braços e comemorando - Até que enfim esse dia chegou, tô até emocionada. - Finge que está chorando, passando as mãos em seus olhos. 

- Hahaha, que engraçada você. - Eu falo debochada para Camila. 

- Relaxa, Cheechee, vai dar tudo certo e eu garanto que Mani irá ficar tão feliz com o pedido. - Camila diz me confortando, se sentando ao meu lado. 

- Isso mesmo, DJ... Mas então, vamos lá, o que você já tem preparado? - Ally me pergunta. 

- Nada... 

- CARALHO, DINAH. - Camila grita, batendo a mão na testa. 

- Eu até poderia brigar com Camila agora, mas realmente, caralho Dinah! - Ally diz me olhando espantada. 

- Nossa, Ally, você não era de Deus? - Eu a pergunto, segurando o riso. 

- Vamos deixar as piadas para depois. - Ally diz me olhando pensativa - Temos que ser rápidas. Vamos decidir o lugar, qual o lugar que a Mani mais gosta? - Ally pergunta. 

- Tem vários... Mas ela ama praias, acho que a praia seria perfeito. 

- Ótimo, Cheechee. E então, obviamente, precisamos das alianças também. - Camila diz - Vamos até o shopping para comprá-las.

- Nem estou arrumada da maneira certa para ir. - Falo olhando para Camila. 

- Dinah, você quer pedir a Normani em namoro ou não? - Camila pergunta

- Claro que quero. - Eu respondo 

- Então esquece isso, a gente tá indo num shopping e não no show da Beyoncé. Além do mais, se você não pedir, eu peço. - Camila diz me olhando, levantando as sobrancelhas com uma cara safada. 

- Vou te matar. - Falo para Camila. 

- Se matem depois, temos que ir comprar as alianças. - Ally diz, e já indo em direção a porta.

Ally pegou a chave do seu carro, documentação e saímos do seu apartamento, indo direto para a garagem e pegando o carro, indo para ao shopping. Passamos a tarde toda no shopping, e o mais importante, compramos a aliança, e elas eram simples, porém eram lindas. 

- Você precisa de mais alguma ajuda, DJ? - Ally me pergunta, me olhando pelo o retrovisor do carro. Depois que saímos do shopping, Ally estava fazendo o caminho para me deixar em casa, e depois deixaria Camila em casa. 

- Não, daqui em diante eu posso me virar sozinha. Obrigada, meninas, por tudo. - Assim que termino de falar, Ally para o carro em frente de minha casa. 

- Disponha, Cheechee. Vai dar tudo certo. - Camila me diz. 

- Isso, até logo, DJ. - Ally se despede. 

Desço do carro, e entro em casa e esperando anoitecer, para que chegasse o grande momento. 

10:00 AM

- Amor, está acordada? - Mando uma mensagem para Mani 10:00

- Estou sim. - Amor 10:01

- Posso ir buscar você? Quero te levar para um lugar. - DJ 10:01

- Hm, ok! Preciso me arrumar como? - Amor 10:02

- Normal, meu bem, além do mais, você fica linda de qualquer jeito. Estou saindo para te buscar. - DJ 10:02

Desligo o celular e pego a chaves do carro e a documentação, e claro, a caixinha com as alianças. Tranco a casa e vou até a garagem, saindo com o carro e indo a casa de Normani, não era tão longe, só uns 20 minutos, okay, é longe sim, mas eu estava tranquila, as ruas estavam praticamente desertas. Chego e paro o carro em frente da casa de Normani, e já avisto a morena saindo pela a porta, já estava me esperando a algum tempinho pelo visto, e ela estava linda, como sempre. Veio em direção ao carro, e abrindo a porta, se sentando ao meu lado e a fechando. 

- Para onde nós vamos, Dih? - Normani me pergunta, me olhando com uma carinha meio triste, e eu sei que ela está brava comigo desde da nossa última "discussão", e ela tem todo o direito, eu confesso que levei grande tempo para tomar vergonha e dar o valor que ela merece. Mal sabe ela que hoje eu irei concertar tudo isso. 

- Você irá ver, meu bem. - Eu falo, dando partida no carro e indo em direção da praia. Ao chegarmos, ela me olhava com certa dúvida, mas não disse nada. Desço do carro e abro a porta para ela, que desce do carro e eu a fecho e tranco o carro em seguida. Pego na mão de Mani, com cuidado, e andamos de mãos dadas, apenas andamos pela a praia, até que avistei uma grande rocha e caminho em direção a ela, e me encosto na rocha, e Mani fica de frente para mim, seguro em sua cintura e colo seu corpo com o meu, e a beijo de leve, um beijo calmo e prazeroso. 

- Não pense que assim será o suficiente para eu podoar você. - Ela me diz, descolando nossos lábios pela a falta do ar. 

- Eu sei disso, meu amor. - Eu respondo com calma, olhando em seu rosto. 

- Olha, não quero parecer a que força tudo, me desculpe, você está perdoada sim, mas eu só não quero sofrer. Eu já sofri por tantos amores nessa vida, não quero me decepcionar de novo. - Ela me diz, olhando no fundo de meus olhos, e eu suspiro de leve, tomando coragem, para dizer tudo que tem dentro de mim. 

- Sabe, Mani, eu já conheci diversas pessoas nessa vida, e eu nunca queria nada sério, eu não vou mentir pra você, e quer a verdade? Você foi a única que me conquistou tanto, foi a única que me fez sentir e saber o que é o amor de verdade, você foi a única que fez meu coração palpitar de felicidade. Você é a razão pela a qual eu dou um sorriso bobo no meio do nada, porque começo a pensar em ti, você é a razão do meu coração se sentir tão feliz, você é simplesmente a minha razão. Toda vez, toda vez que eu olho pra você, eu vejo o ser brilhante, incrível e perfeito que existe em você, eu fico tão impressionada e me sinto com tanta sorte, me sinto com sorte porque a mulher mais linda desse mundo, tanto por fora quanto por dentro, entrou na minha vida e tem a capacidade de me fazer ir do chão até o céu. - Eu retiro a caixinha do meu bolso, e a abro me ajoelhando, enquanto olhava para o rosto da morena que deixava lágrimas se cair e um sorriso lindo se estampava ali. - Se eu fosse falar tudo que você é pra mim, nós passaríamos a eternidade nessa praia. Então, Normani Kordei, você quer ser minha agora, de forma única e oficial? Quer namorar comigo? - Pergunto na esperança, mas o nervosismo que tomava conta dentro de mim já era maior que o planeta Terra. 

- Oh, Dinah... - Ela diz me olhando, meu pai, ela vai dizer que não, eu sabia, isso não vai acontecer, eu vou correr. - É lógico que eu aceito, meu amor. 

Comecei a chorar e me levanto, a abraçando com todo o amor que existe nesse planeta. O alívio, amor, paixão e tudo mais que estou sentindo agora é inexplicável. Eu estou me sentindo como se fogos de artifícios estivessem explodindo dentro de mim. 

- Eu te amo tanto. - Eu falo baixinho no ouvido de Mani, e a beijando em seguida. 

- Eu amo tanto você. - Ela me diz, e ali ficamos, nos amando e aproveitando a praia, em noite de lua cheia."




Notas Finais


Gostaram do especial Norminah? O OTP é lindo, né pessoal? :')
Nos vemos na próxima, e eu fui!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...