História The Hidden Soul - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Itachi, Itanaru, Lemon, Naruto, The Hidden Soul, Yaoi, Yukino
Exibições 31
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá, perdão pelo atraso.
Voltamos com nossa pequena história.
Eu fiz um Facebook para meu perfil, lá vocês poderão entrar em contato comigo mais facilmente, como também poderão compartilhar o que quiserem, fanfics, imagens, recomendar animes, falar o que quiser. Caso não se sintam à vontade, por ter familiares no Facebook, posso também criar um grupo privado.
Link para o perfil está nas Notas Finais.
Espero ansiosa por vocês.
Mas claro, não se sintam obrigados.

Enfim,
Boa Leitura!

Capítulo 6 - Fear


 

 

 

 

 

The Hidden Soul

Chapter 6 – Fear

Created by Yukino

 

-Eles são realmente meus amigos? – se perguntou fechando os olhos, lembranças começaram a aparecer em sua mente, o dia que eles o resgataram, o quanto estavam preocupados; a animação que tomou conta deles quando contou que era um Water Nymph; o sorriso que não deixava seus rostos ao perguntar se ele queria ser um Hunter; até mesmo se lembrou da disposição e paciência de Sasuke para ensiná-lo a lutar; abriu os olhos brilhando em determinação – Eu não farei isso, eles são meus amigos e acreditam em mim, vou protegê-los com todas as minhas forças!

 

[...]

 

Suigetsu estava em frente à porta do escritório de Tsunade, demorou muito para reunir coragem suficiente para contar tudo à ela e agora sentia toda sua determinação se esvaindo aos poucos, lentamente levantou a mão e tremendo um pouco deu leves batidas na porta, logo quando recebeu a permissão entrou ainda hesitante e lá estava Tsunade sentada com sua figura altiva e poderosa, esperando que o trêmulo Suigetsu começasse a falar.

-Então Suigetsu, o que você quer? – a loira perguntou um pouco impaciente.

-Ah, é que... Eu, ãhn... – começou a murmurar – Eu... Q-Queria contar uma coisa...

-E o que seria isso? – a mulher perguntou calmamente, notando o desconforto do rapaz.

-Eu me-menti para vocês! – fechou os olhos com medo.

-Mentiu? Sobre o que, Suigetsu? – perguntou séria.

-Sobre o ataque, sobre como eu sobrevivi... – respondeu de cabeça baixa – Eu não... Eu não tive sorte ou algo do tipo...

-Me conte o que aconteceu, tudo – Suigetsu respirou fundo antes de começar a contar sua história.

 “Era mais um dia comum na vila quando uma grande explosão aconteceu no centro dela, várias casas pegaram fogo, havia muita fumaça e se podiam ouvir os gritos dos aldeões que não foram mortos pela explosão. Como não sou do tipo heróico eu me escondi dentro da primeira casa que vi, eu estava morrendo de medo, por sorte a casa não estava pegando fogo, o que me permitiu fechar e trancar todas as janelas e portas da mesma, me escondi em um cômodo qualquer no segundo andar e rezei para que ninguém me achasse. Ouvi um barulho estrondoso lá embaixo, parecia a porta se chocando contra a parede, uma sensação gélida percorreu minha espinha só de pensar que eles haviam me encontrado, me escondendo no canto do quarto tentei pensar em um jeito de escapar dali. Pensava, mas nada de útil me vinha à mente, meu corpo tremia todo enquanto ouvia o som de passos no corredor, parecia duas pessoas, estavam abrindo as portas dos cômodos e eu imaginei, com medo, quantos faltavam para chegar ao que eu estava. O desespero tomou conta de mim, deslizei mais de encontro à parede tentando desesperadamente me fundir com ela enquanto respirava agitado, infelizmente acabei esbarrando em uma cômoda, derrubando o abajur que ali havia o fazendo se quebrar no chão.

 “Merda”. Foi o que pensei. Olhei assustado para a porta que se abria lentamente e por ela passaram duas pessoas de sobretudo preto com nuvens vermelhas. “Akatsuki”. Pensei temeroso, eu não queria morrer tão cedo. Reparando melhor nos dois, eles pareciam ser diferentes, não se pareciam com monstros sanguinários que eu ouvi dizer que os Akatsukis eram, eles tinham uma aura calma, mas poderosa... E os olhos... Um tinha olhos azuis safira e o outro tinha olhos negros ônix, ao encará-los eu sentia como se eles estivessem lendo a minha alma, descobrindo meus segredos mais íntimos. Estava sentindo tanto medo que sentia meus olhos lacrimejarem, eu não queria morrer agora, eu não podia morrer agora!

 Eu vi como o menor dos dois se aproximava de mim mostrando um sorriso calmo, como se quisesse que eu esquecesse o medo, me surpreendi quando ao encarar aquele sorriso eu havia conseguido me acalmar. “Fique calmo, não vamos te machucar, temos uma proposta a você”. Foi o que ele disse. Estava surpreso e a única coisa que consegui fazer foi assentir. “Precisamos que você seja o nosso espião, você irá entrar em uma vila próxima daqui chamada Konoha e irá conseguir todas as informações úteis sobre o grupo de Hunters de lá”. Dessa vez foi o maior que falou. “Se eu fizer isso... Vocês não vão me matar?”. Perguntei temendo a resposta. “Depende de sua resposta”. Ele me respondeu, eu nem precisei pensar direito no assunto. Eu aceitei.”

-Foi isso que aconteceu... – terminou de contar olhando para baixo.

-Por que está me contando isso agora? – perguntou séria.

-É que eu... Eu decidi não fazer o que eles mandaram, todos vocês foram tão legais comigo, me deram um lugar para ficar e... E viraram meus amigos! Eu... Eu não permitirei que meus amigos morram por minha causa! – exclamou com determinação.

-Então suponho que saiba alguma coisa sobre os Akatsukis?

-Bom, eu não sei as habilidades deles, mas sei os nomes, raças e aparência.

-Prossiga então – Tsunade incentivou.

--------

Nome: Hidan.

Raça: Vampire.

Aparência: Cabelos brancos escovados para trás, olhos castanhos, sempre mantêm o peito à mostra para exibir um colar que lhe parece muito valioso e sempre leva consigo uma foice de três lâminas, que suponho que faça parte de seus ataques relacionados com sangue.

--------

Nome: Kakuzu.

Raça: Wizard.

Aparência: Usa uma máscara cobrindo todo os rosto, deixando somente seus olhos verdes amostra, parece gostar muito de dinheiro, para um Wizard.

--------

Nome: Deidara.

Raça: Dark Elf.

Aparência: Longos cabelos loiros e olhos azuis, tem bocas nas palmas das mãos, que deve ter alguma coisa haver com seus ataques, gosta muito de arte e passa toda hora discutindo com Sasori sobre isso.

--------

Nome: Sasori.

Raça: Dark Elf.

Aparência: Cabelos vermelhos e olhos castanhos avermelhados, gosta muito de marionetes e sempre discute com Deidara.

--------

Nome: Kisame.

Raça: Devil.

Aparência: Cabelos e pele azul como a de um peixe, sempre carrega uma imensa espada coberta por faixas.

--------

Nome: Zabuza.

Raça: Devil.

Aparência: Pele acinzentada e rosto parcialmente coberto por faixas, curto cabelo preto e olhos castanhos, leva uma enorme espada nas costas.

--------

Nome: Itachi Uchiha.

Raça: Elf Demon, vocês me contaram que ele é irmão mais velho do Sasuke, então suponho que deva ser da mesma raça.

Aparência: Cabelos e olhos negros, sua capa da Akatsuki fica aberta, mostrando uma Katana toda negra.

--------

Nome: Naruto.

Raça: Desconhecido.

Aparência: Olhos azuis e pele clara, três marcas em cada bochecha, seu manto da Akatsuki cobre todo o corpo e possui um capuz lhe tapando a cabeça, assim só mostrando o rosto.

--------

-Pelo o que percebi, todos eles são divididos em duplas, Hidan e Kakuzo, Deidara e Sasori, Kisame e Zabuza, Itachi e Naruto.

-Muito bem... – Tsunade falou fechando os olhos, pensativa.

-Senhora Tsunade? – Suigetsu perguntou preocupado, temia não ter ajudado tanto quanto gostaria.

-Não se preocupe, estou só pensando... – respondeu ainda de olhos fechados.

-Eu sinto muito, eu realmente não queria ter mentido, eu quero ajudar vocês e mesmo assim dei informações tão inúteis – sussurrou de cabeça baixa.

-Sabemos as raças de cada um, logo sabemos o que iremos enfrentar – Tsunade o acalmou – Chame os outros, temo que possamos ser atacados mais cedo do que imaginávamos.


Notas Finais


Estão gostando?
Eu sinto muito não estar postando regularmente, como antes, mas você entendem, não é? Escola, e essas coisas.
Não esqueçam, aguardo vocês no Facebook :3
https://www.facebook.com/profile.php?id=100014425534836

Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...