História The Hills - Suga BTS - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Min Suga, Min Yoongi, Suga, Yoongi
Exibições 213
Palavras 1.248
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gente! Tô postando agora porque tive um tempo pra escrever só agora, e não conseguirei postar hoje durante a manhã e a tarde, huahauhauh, então me desculpem por estar postando esse horário.

Espero que gostem do capítulo, avaliem ele nos comentários, e eu estou pensando em soltar meu twitter aqui pra vocês, mas não sei ainda, já que eu sou meio tímida em manter relação entre o social e o twitter, HASIUDHSIAUDH. O quê acham? Querem o twitter da unnie ou não?

Boa leitura! *-*

Capítulo 23 - Garota


POV Yoongi

            - Isso é muita coincidência Yoongi! – Jin diz assustado enquanto me fitava, após ouvir minha explicação sobre Chansung ser irmão do padrasto de Yuno.

- Foi assustador ouvir aquilo dela, mas eu realmente não estou preocupado com isso. Ou pelo menos, não tanto. –digo.

- Como assim não tanto? Esqueceu do trato com os garotos? – pergunta e reviro os olhos.

- Eles vão ter de aceitar o quê eu disser, e a culpa não foi minha. – digo.

- Você sabe que eles irão claramente dizer que a culpa foi sua. – diz.

- Isso não vai ser algo com que eu me importe. O quê mais me preocupo agora é com Yuno, preciso manter ela em segurança. – digo.

- Então com isso, você terá de dizer pros meninos sua relação com ela. – explica.

- Sim, mas também não me importo com isso agora. Precisamos manter Yuno segura, e longe das vistas de Chansung, visto que se ele por acaso a ver, pode reconhecer ela, e acabar entregando para seu irmão. – digo.

- Certo.

                        Seokjin sai do escritório, e me deixa a sós por alguns minutos. Tudo sempre acontecia comigo. Tantas garotas no mundo, tantas garotas aqui em Seul, eu fui comprar logo quem? A enteada do irmão do meu maior inimigo! Isso é uma sacanagem sem tamanha. E mais sacanagem ainda imaginar que eu estou me apegando à essa garota.

                                   [...]

- Você só pode estar de brincadeira, Yoongi! – Namjoon diz em tom alto.

- Eu poderia estar, mas não estou. – afirmo.

- E agora você vai fazer o quê? Jogar a menina na rua? – Taehyung pergunta, e o olho semicerrado.

- Óbvio que não! – respondo alto. – Eu vou proteger Yuno, ela não vai voltar pra aquela família louca, nem ir pra rua, e muito menos ficar onde Chansung possa ter acesso à ela. – digo.

- Você o quê? – Namjoon diz.

- Não irei repetir, o quê eu disse, vou cumprir. – digo impaciente.

- E o nosso trato? Por água abaixo? – Taehyung pergunta.

- Não! Vocês não entendem que isso foi um imprevisto? Uma coincidência? Apenas vamos aceitar, apenas vamos proteger essa garota. – digo.

- Eu entendo. – Jungkook diz.

- Você por acaso está tendo algo com essa menina? – Hoseok pergunta, sendo sincero.

- Estou, algum problema?! – pergunto seco.

- Por isso quer tanto a proteger, agora tudo faz sentido! – Namjoon diz, batendo as mãos nas pernas.

- Pensei que tivesse aprendido com Dayoung. – Jimin diz.

- Não sejam ignorantes! Yuno e Dayoung são completamente diferentes... ou não. – digo, ficando pensativo. – Mas de certa forma, elas são diferentes.

- Dayoung foi uma vagabunda, e se juntou com Chansung, não iremos correr esse risco com Yuno. – Jin também a defende.

- Com Yuno, talvez não, mas com outra poderemos ter. – Jungkook diz.

- O quê quer dizer com isso? – Jin pergunta arqueado.

- Para prestarmos atenção em Hani. Apenas isso. – explica.

- De Hani eu tenho cuidado, e muito bem. – Taehyung diz.

- Tem certeza? – Jungkook pergunta sugestivamente.

                                    [...]

POV Yuno

            Estava em meu quarto, sentada em minha cama, olhando o anel que Yoongi havia me dado no dia do meu aniversário. Era estranho imaginar tudo o quê estamos vivendo, e mais estranho ainda imaginar que estou apaixonada por alguém que é inimigo do irmão do meu padrasto. Isso poderia gerar uma merda tão grande. Mas não, eu não queria pensar nisso agora.

                        Começou uma ventania forte vinda da janela, que estava balançando as cortinas do quarto, então me levanto para fechá-las. Quando avisto algumas movimentações completamente estranhas, e alguns carros parados longe da casa de Yoongi, mas que claramente estavam dando suporte para as pessoas que estavam pouco mais à frente.

            Céus, que diabos é isso?

                        Me abaixo, e deixo apenas meu olho na janela, para poder checar tudo, e reparar se eu via mais alguma coisa, além de toda essa movimentação estranha. Os seguranças de Yoongi realmente não estavam vendo isso? Ou eles estavam fazendo disfarçadamente o suficiente para não desconfiarem de nada?

            Avisto algumas pessoas atrás de muretas tirando fotos, em direção à casa de Yoongi. Cristo, isso não estava me cheirando bem. Fiquei por ali mais alguns minutos, até que todos seguiram disfarçadamente para cada canto, e os carros que estavam mais afastados, seguiram seu rumo. Aish, o quê estavam tramando contra Yoongi?

            Desço as escadas rapidamente, e entro no escritório de Yoongi, sem nem bater. Todos os meninos estavam lá, e me olham assustados quando entro com uma cara pior ainda.

- Tinham pessoas lá fora, fotografando a casa, e analisando tudo, e não, eu não estou ficando louca. – digo.

- O quê? – Yoongi pergunta, ficando estático.

- Isso o quê eu disse. Foram todos embora agora à pouco. – digo.

- Como viu isso garota? Tem certeza?! – Namjoon me questiona.

- Claro que eu tenho. Fui apenas fechar a janela do meu quarto, e me deparei com isso. Até me questionei se os seguranças da casa não viram uma movimentação estranha, mas realmente eles estavam fazendo tudo disfarçadamente. – digo.

- Chansung! – Jin diz, batendo a mão na mesa.

- Só pode ser esse filho da puta! – Yoongi diz. – Yuno, poderia nos deixar à sós?

- Claro. – assinto, e deixo o escritório.

            Creio que fiz bem em avisar Yoongi sobre o quê aconteceu, eu não poderia deixar isso passar, e agora que ele disse, acho que realmente tem dedo do Chansung nisso, e não era nada bom.

POV Yoongi

            Chansung estava planejando um ataque, esse filho da puta! Não podíamos mais perder tempo, tínhamos que o atacar o quanto antes, ele já nos prejudicou demais, já nos testou demais. Ele estava com os dias contados.

                        Vejo meu celular vibrar diante à mesa do escritório, uma ligação.

- Alô?! – pergunto ao atender, vendo que o numero era desconhecido.

- Te fiz uma visita hoje, caro amigo! – era ele mesmo, filho da puta. – Apenas vá se preparando.

- Vá você se preparando! – rebato.

- Vou começar por você, com muito prazer. Analisei sua casa hoje... seus seguranças ainda são os mesmos, não é? Que ótimo, já conheço cada um, mais fácil pra poder te matar. – diz, e solto um riso soprado.

- Tem certeza que serei o primeiro? – pergunto.

- Também reparei que existe uma pessoa nova nessa casa... uma garota, não é? – congelo por um instante. – Uma pena que não consegui notar seu rosto de maneira perfeita. – ele já descobriu que tenho Yuno comigo, apenas não sabia que era ela, isso não podia estar acontecendo.

- Não mexa com ela, seu imbecil! – retruco, nervoso.

- Ela vai ser fácil, como Dayoung foi, apenas relaxe! – diz rindo.

- Você não vai encostar um dedo nela. – digo.

- Não tenho interesse em sua garota! Meu foco é você. – diz.

- Pois então foque em mim, e esqueça qualquer um que estiver à minha volta.

- Não quer que tenham o mesmo fim que Dayoung? – diz rindo.

- Não terão o mesmo fim que ela, visto que dessa vez, o primeiro será você. – digo firme.

- Se prepare, eu estou voltando pior do que antes. – diz sua última frase, e desligo o telefone.

                        Ele descobriu que tenho Yuno ao meu lado, como podia tudo de ruim estar acontecendo em fração de minutos? Agora mais do que nunca, eu devia proteger ela. Em hipótese alguma ele podia descobrir sua identidade. Ele deve focar em mim. E se é o quê ele quer, é o quê ele vai ter. Ninguém vai encostar em minha Yuno, principalmente Chansung e seu irmão.


Notas Finais


Não esqueçam de avaliar o capítulo, deixar seu comentário, compartilhar pra amiguinha Yoongi biased, e me responder se querem meu twitter ou não. HUAHSUAHA!

OBS: talvez estejamos chegando perto da reta final da fanfic............ mas relaxem, que essa reta final vai ter uns cinco à sete capítulos. E nem tá tão perto assim, mas está! JKOIDSJAOIDJS

Até o próximo capítulo, que eu realmente não sei quando sai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...