História The Hills - Suga BTS - Capítulo 25


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Min Suga, Min Yoongi, Suga, Yoongi
Exibições 156
Palavras 1.130
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OI GENTE, QUE SAUDADE!
Uma semana sem capítulo, poxa! :( espero que ainda lembrem de mim, e da história, USHDUASHDU. Tenho focado no colégio, e quando eu tenho um tempinho, eu fico só no twitter e durmo. Ai hoje, tive tempo hábil, e não estou cansada, como nos outros dias, e finalmente a fic voltou! Falta apenas essa semana de aula e de provas, falta pouco, finalmente.

Agora fiquem com o capítulo, que apesar de "pequeno", está recheado de coisas, e até com um POV novo e "assustador". Estou aguardando seu comentário e sua avaliação! *-*

Boa leitura.

Capítulo 25 - Consequências


POV Leo

            Desde que pisei na Coréia, Yoona não cansa de me encher o saco pra ir atrás de sua filha idiota. Não era como se eu não gostasse de Yoona, mas eu realmente não queria fazer isso, por mim, Yuno já estaria morta a muito tempo. Essa menina sempre foi uma pedra no meu sapato, e desde que ela percebeu o quê havia entre mim e sua mãe, não cansa de infernizar dizendo que sou um cara ruim. Com ela, sim eu era. Mas com Yoona? Bom, eu apenas digo palavras pra ela se afastar de vez de sua filha, o quê estava dando certo, até que essa menina desapareceu.

                        Mas, o ver Yoona daquele jeito, ainda me deixava abismado. Querendo ou não, ela foi a única mulher a qual gostou de mim de verdade, a mulher a qual sempre aturou meus problemas com bebidas, e até mesmo o quê eu fazia com sua própria filha. E mesmo não querendo procurar sua filha bastarda, eu fiz. Yuno jamais voltaria a ser uma pedra no meu sapato, se sua mãe a encontrasse morta.

            Sim. Meu plano seria esse, bem simples e fácil. Encontrar essa garota, e dar um fim nela. Assim sua mãe apenas para de me encher o saco, e cuida de nosso filho, que é o quê ela tinha a fazer.

                        Meu ódio por Yuno, era apenas um ódio de a ver querer destruir meu casamento com sua mãe, apenas porque eu a tratava mal. Se até Yoona, aceitava tudo aquilo, porque ela menina tinha de se intrometer?

- O quê aconteceu? – pergunto, ao ver meu irmão passar pela sala feito um furacão.

- Aquele desgraçado... roubou novamente minhas cargas. – diz irritadiço, pisando fundo.

- Aquele cara de novo?! – pergunto.

- Ele mesmo. Yoongi não sabe com quem está mexendo. – diz apertando os punhos.

- Você quem mexeu com ele primeiro, Chansung, não seja tolo! Vocês eram parceiros, se recorda? Mas, você como sempre estraga tudo. – jogo em sua cara.

- Mas ele não é mais forte que eu, Leo. – diz.

- E como pode ter tanta certeza? O cara está quieto a muito tempo, Chansung. Com certeza está planejando algo bem maior que só simples roubos de carga. – digo.

- Você acha mesmo? Antes de vir para cá, a empresa estava nos piores momentos, e ele poderia ter atacado, mas não atacou. Acha mesmo que ele é esperto? – pergunta.

- Vejo que quem é o burro da história, é você mesmo. O quê ele está planejando vai muito além de atacar sua empresa, que por sinal, em uma semana eu consegui reerguer ela, porque você é um incompetente. Se continua assim, ele irá tirar muito mais coisas de você, Chansung. Você não se recorda o inferno que fez na vida dele? – pergunto.

- Claro que me recordo, mas ele merecia.

- E merecia porque? Vocês eram parceiros, e poderiam estar sendo até hoje, talvez uma das parcerias aquisitivas mais importantes da cidade, fora o tráfico e os assaltos.

- Ele se apaixonou pela mulher a qual eu era apaixonado, e a conseguiu antes de mim. – explica e reviro os olhos.

- Coisas bobas de adolescente? Isso foi o quê? Há dois anos? Vocês tinham vinte anos, puros babacas. Perderam uma grande parceria por causa de um rabo de saia que hoje está debaixo da terra, que inclusive você a matou.

- Eu sei... – diz distante.

- Então apenas, arque com as conseqüências, e faça o possível pra ele não ser mais forte que você, e acabar por destruir sua vida por completo, assim como quase fez com a dele. – me levanto do sofá. – Agora se me der licença, preciso ir ver como está as buscas pela filha de Yoona. – digo, indo em direção à porta.

                        Pego o carro de meu irmão, e vou até o depósito, onde pessoas que trabalhavam com ele, estavam em buscas da garota, há pelo menos quatro dias. Já iriam fazer boas duas semanas que eu estava aqui. Vim apenas para consertar a merda que meu irmão havia feito na empresa, mas acabei por ficar mais tempo, para resolver o quebra-cabeça chamado Yuno, e apenas tirá-la do mapa.

            - Encontraram algo da garota? – pergunto, abrindo a porta do depósito.

- Finalmente conseguimos algo senhor. – diz, e respiro aliviado.

- Mas as noticias podem não ser muito boas. – outro diz, e o olho arqueado. Espero que ela já estivesse morta, assim pouparia meu trabalho.

- O quê foi? Onde está a bastarda? – pergunto.

- Descobrimos que ela está morando na casa do maior inimigo do seu irmão, Min Yoongi. – diz, me entregando fotos, onde podia se notar a presença de Yuno do lado de fora de uma enorme casa, e sim, realmente era ela.

                        Ela sempre estava no meu caminho, SEMPRE! Não importa o quê eu fizer, ela sempre vai estar no caminho, isso vai ter um fim, e em breve.

POV Yoona

            - Yoona, você não deveria ter feito isso, você é louca? – minha irmã perguntava, enquanto eu sentia um aperto enorme no peito.

- Você acha? – pergunto.

- Eu tenho certeza! Seu marido é louco, e eu odeio ele, você sabe. Você ter mandado esse cara ir atrás dela do outro lado do mundo, foi a pior coisa que você fez, desde que se casou com aquele traste. – diz.

- E eu estou sentindo um aperto forte no peito, o quê é isso? – estava pouco desnorteada com tudo o quê estava ouvindo, não, Leo não seria capaz de fazer algum mal contra minha filha.

- Ah, meu Deus Yoona! – diz, enquanto passava a mão nos cabelos desesperadamente. – Você precisa ir para lá. Você precisa impedir que ele faça algum mal contra sua filha. Ela podia ser rebelde do jeito que fosse, mas ela ainda merece a vida, Yoona. Não seja tola. – diz.

- Mas MiCha, ele não vai fazer nada. – digo.

- Então apenas me responda, o quê é esse aperto em seu peito? Sendo que Choi está sendo super bem cuidado? – pergunta, e permaneço em silêncio por alguns segundos. – Isso era tudo.

- Eu não entendo... – digo.

- Apenas vá atrás da sua filha enquanto é tempo. Você sabe de todos os podres que Leo já fez na vida, não sabe? – assinto. – Então por favor, não pense que ele terá dó de Yuno, quando ele não é absolutamente nada dela.

- Ela sabe de algo. – digo, olhando para o nada. – Quando liguei para ela, ela entrou em desespero quando citei o nome de Chansung, e se acabou de chorar quando disse que mandei Leo ir atrás dela. Então eu só ouvi barulhos esquisitos, e a ligação caiu.

- E o quê acha que ela sabe? – pergunta.

- Eu não faço idéia... mas é algo que está a fazendo sentir muito medo.


Notas Finais


Não esqueçam de comentar!

Leiam minha nova fanfic, títulada como Story (Jeongguk): https://spiritfanfics.com/historia/story--jungkook-bts-7164718, teremos capítulo novo dela mais tarde, ainda hoje, espero te ver por lá. <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...