História The Hills - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Manuel Neuer, Marco Reus, Mario Götze, Mats Hummels, Robert Lewandowski, Thomas Müller
Personagens Personagens Originais
Tags Drama Bayern
Exibições 63
Palavras 1.322
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi gentennn, voltei, atrasada mais voltei.
Espero que gostem <3

Capítulo 6 - Capítulo - 5 - 1


Narrador On 

Já  havia se passado algumas semanas desde que Camilla tinha voltado a sua rotina norma, retirando a parte em que alguns dias ela, Mats e  Thomas tinham alguns serviços para fazer, isto é ,  Thomas era o maior fornecedor  de narcóticos daquela região, ele fornecia qualquer tipo, Manuel era seu maior comprador já  que era Dono do Cassino e isso particularmente  era o que mais saía.

Em mais uma noite gelada do outono em Munique, Camilla se preparava para  mais uma entrega, essa era considerada tranquila já  que ela deixaria alguns quilos de Coca para alguém da equipe do Manuel. Thomas como sempre levaria ela e logo em seguida iriam ajudar Mats em um seqüestro  relâmpago com a irmã  de algum empresário  qualquer. Pode até assustar essa última parte mas para a latina isso  se tornou algo comum depois de presenciar tantas coisas. 

-Tá pronta? - Muller colocou a cabeça para dentro do quarto da menina.

-To sim Thom, vamos agora né ?  -ela perguntou enquanto amarrava a bota.

-Você  sabe como o Manuel odeia atrasos né !  Aliás  temos que nos encontrar com o Hummels  e com ele obviamente  não  podemos nos atrasar. -ele terminou rindo.

-Ok, então  vamos logo- a garota empurrou o novo amigo alemão porta a fora.

Ela e Thomas estavam super calmos e leves cantando às músicas que tocavam nas rádios, se esquecendo completamente do conteúdo que tinha no porta malas.

-Esta lá trás - Thomas disse ao homem  que perguntou aonde estava a carga. E assim ele saiu de dentro da caminhonete  e acendeu o cigarro, sendo acompanhado por Camilla e os dois assim viram o carro ser descarregado por dois homens, o silêncio estava sendo cultivado até que Manuel apareceu por uma porta no fundo da garagem.

-Olha só  como ela está!- ele entrou gritando e batendo palmas, ela apenas o olhou torto.

-E aí cara? -  Thomas o cumprimentou 

- E mais uma funcionária Robert tomou de mim, não é mesmo Thomas. - ele riu sarcástico sendo acompanhado por todos no recinto e a latina  permaneceu em silêncio.

- ele pode não é mesmo ?  - Thomas soltou amargo.

- Por enquanto.. mas é  só  isso meu caro. - Manuel finalizou e deu a volta no carro para abrir a porta para a garota. Antes da Camilla entrar no carro Manu segurou seu braço e colou a boca em seu ouvido. - Quando as coisas ficarem tensas, eu estarei pronto para aceitar seus pedidos de desculpas e te aceitar como minha terceira mulher. - ele riu e largou ela.

Por dentro a vontade de Camilla era de chutar a cara dele, ela estava fervendo de raiva, mas permaneceu em silêncio e viu Thomas partir  com o carro daquele bairro residencial de classe média. Ela sentia o ar pesado dentro do carro. Ele estava pensativo demais, ela não  entendeu sequer uma frase que os dois trocaram, mas sabia que era a causa do silêncio já que Thomas não  calava a boca um minuto.

-Thomas... - ela precisava entender o que estava acontecendo.

- O que foi menina? - ele desviou os olhos da estrada.

-Você trabalhava para o Manuel antes? - ela perguntou e sentiu ele travar e olhou novamente para ela.

-Nós  somos melhores amigos- ele sorriu - Mas o que eu gosto de fazer, ele não pode me proporcionar, então eu tive que ir embora. - A luz do poste iluminou os olhos verdes dele e ele fechou  por alguns segundos e abriu se direcionando a ela novamente. - Mas se eu pudesse eu voltava... definitivamente eu voltava - ele sorriu e voltou novamente para a estrada.

Camilla preferiu ficar em silêncio e aguardar para saber mais sobre alguma verdade, ela jogava no escuro, não  sabia sobre nada  e nem ninguém, ela caiu de para quedas e a qualquer momento poderiam descarta-la como ela já os viu fazendo com diversas pessoas.

-é  nossa hora. - a estrada estava vazia, já  era madrugada e o plano era o seguinte: Mats iria passar a garota para os dois e iria se desfazer do furgão em que ele e outro cara estavam dentro, depois de meia hora se encontrariam de novo e assim os levariam para  outro ponto da cidade e Mats finalizaria o processo.

Quando os dois carros pararam, Thomas e Camilla colocaram seus capuz e foram abrir o porta malas, mas Mats apareceu com um olhar desesperado.

-Deu Merda!- foi a única frase que ele dizia repetitivamente.

-Porque? -- Thomas rebateu.

-A garota  não  estava sozinha! Tem outra cara com ela! Ele me reconheceu! - Mats praticamente gritava.

- Caralho Hummels! É  a primeira vez que isso acontece! Da onde ele te conhece? - Thomas estava no mesmo tom.

- É  filho do Bellick! O desgraçado é  filho  do Bellick! - Mats se exaltava  mais. 

Bellick! Foi aí  que Camilla se deu conta que estavam falando do seu patrão. Mas porque eles se conhecem? O que o babaca xenófobo tem haver com isso?

-Vamos logo com isso! Nós  vamos nos atrasar - o outro homem apareceu e saiu puxando Phill e uma garota de cabelos loiros até  o porta malas do carro de Thomas.

-A gente demorou demais! Vamos ter que ir com vocês!-  Mats disse e se sentou no Banco da frente ao lado  de  Thomas.

-Oi, me chamo Roman! - o parceiro de Mats se apresentou a Camilla - Não precisa me falar o seu nome! Ele já me falou bastante sobre você! - Roman sorriu e apertou a mão dela.

-Porque eles estão quietos?  - A garota perguntou baixo a ele para não atrapalhar a briga que ocorria na parte da frente do carro

-Ou eles ficam quietos ou apanham! Mas se eu fosse eles começava a gritar agora, porque você já sabe o final né? - E a olhou e deu um sorriso amarelo.

Camilla engoliu seco e passou a olhar a paisagem que passava na janela do carro e para a sorte deles, começou a chover e assim nenhuma patrulha pararia eles. Passou um tempo e cada vez mais árvores apareciam como cenário na janela do carro e assim eles pararam em uma Fazenda. Thomas manobrou o carro e estacionou dentro de um celeiro  vazio, Roman sinalizou para que a garota voltasse a colocar o capuz.

-Eu não  queria fazer isso. - Thomas falou e  ajudou a retirar o casal do porta malas e ajoelhar os dois.

-Leva ela  para fora! - Mats disse a Roman, e Camilla passou ao lado de Phill com os olhos marejados. Mesmo ela não  tendo nenhum laço  emocional com ele, era difícil para ela ver um jovem promissor como ele estar indo em direção a morte.

Já fora do celeiro o desespero bateu nela, Como ela conseguiria voltar a cafeteria sabendo quem matou o filho do chefe!

O primeiro tiro que ecoou nos ouvidos dela a pegou de surpresa e agarrou o braço de Roman, logo em seguida ouviu um grito feminino e o outro tiro foi disparado. Logo após  isso só era audível o choro dela na Fazenda, Roman a envolveu em seus braços e a abraçou forte, assim a garota foi parando de soluçar junto com a chuva  que caia e assim ela permaneceu nos braços dele até ouvir Mats falar.

-Tira a mão dela! - ele se dirigiu a Roman que soltou Camilla na mesma hora.

-Ela tá assustada! Se acalma ae! - ele se irritou.

-Dane-se! Mário já está a caminho e depois você some com os restos. - ele ordenou e Roman voltou para dentro do celeiro.

Camilla ficou parada observou Mats ir até outro carro que ja estava estacionado.

-Tá esperando o que para entrar? Ele gritou para ela com a porta aberta.

Ela ficou em silêncio e caminhou até a porta, se ajeitou no Banco e ouviu ele bater a porta, do lado de fora trocou algumas palavras com Thomas e adentrou o carro.


Notas Finais


Comenta o que achou, favorita se gostou.
Atémais <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...