História The Hisho Delakai "Enhance Of The All" (Interativa) Volume X - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Hentai, Interativa, Originais, Romance, Shoujo, Shounen, Yaoi, Yuri
Exibições 7
Palavras 1.260
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


*Yui Salazar*

Nivel 1

Humana, amiga de Dio Amazuka conheceu ele no incidente com Kimy e a mulher de quimono, a principio ela é forte e porta uma espada que equivale a própria força "Salazesbur"

Nivel 2

Habilidades: Possui domínios de pedras e montanhas que aparentemente se constroem pelo poder do hisho delakai que flui do corpo dela, mas ela pode controlar outras montanhas seja do tipo arenoso quanto metálico... As habilidades dela se mostraram mais avançadas na batalha contra o irmão de Shinghajk quando ela criou uma imensa pedra que empurrou com a própria força para a porta criada por Jirank Neosys e Steam o que resultou na caída da pedra sobre o gashadokuro.

Nivel 3

Ainda não chegou nele, mas está passando por um treinamento novo que coincidentemente volta também ao passado de Jira sendo o mestre dela

Capítulo 27 - Youkais Parte 2.1 (Yui Salazar)


Fanfic / Fanfiction The Hisho Delakai "Enhance Of The All" (Interativa) Volume X - Capítulo 27 - Youkais Parte 2.1 (Yui Salazar)

Tudo o que sabíamos era que os 6 guerreiros e os dois portões da profecia se aproximavam cada vez mais de seu futuro de lutar contra Tanatos que embora estivesse acordado preferia esperar como de costume tomando um bom café gota por gota até se cansar e ler um pouco de A Divina Comédia de Dante.

— Shinghajk desonra os demônios por ser... Vocês mesmo sabem! Ela é uma humana que não liga para nada mais que sua vida eternamente adolescente e rebelde. — Disse Persefone batendo a mão na mesa e Hades com seus cabelos curtos e acinzentados olhou para ela com seus olhos liberando uma fumaça preta e balançou o relógio de corrente dele no ar.

— Ela é muito poderosa Persefone, queira ou não ela possui os meios próprios de administrar as coisas. — Respondi.

— Calada Betsy! O que uma criança como você pode dizer do que se aproxima? — Persefone se levantou da mesa arrastando o vestido preto longo dela até mim e me encarou.

— Ainda creio que os planos de Shinghajk sejam eficientes. — Falei.

— Hades deixe-me treina-los! Shinghajk pretende entregar os alunos dela a pessoas fracas como estas que sequer possuem uma grande vivencia ou compareceram na guerra! — Persefone comentava.

— Você não faz ideia... — Persefone deu um tapa no meu rosto interrompendo meu discurso.

— Não me interrompa! — Persefone disse brava então me levantei e sai do comitê de reuniões próximo das montanhas. Disparei uma bala contra uma parede e abri um portal indo para casa onde encontrei Dio Amazuka dormindo o cobertor dele tinha caído então eu resolvi o cobrir novamente e apaguei a luz do quarto.

— Boa noite... Dio... — Falei e em seguida fechei a porta do quarto dele e me lembrei de Yui, Jira e Stem me perguntando com quem os três iriam treinar já que tinham sido mandados ao mesmo destino... "Se for Sgreylle eles estão perdidos..."

[Sangaku chiiki to midori "Região Montanhosa e Verde"... 22:00, Chuva 11º graus. P.O.V. Yui Salazar ON]

— Ainda guardo duvidas de Sgreylle... Ele apenas foi embora e disse cuide-se! Fui deixada para trás sem saber os reais motivos dele! — Jira falava enquanto andávamos pela grande escada acima das águas (Ni-kai no yama no umi) que era longa e segura aparentemente sem rachaduras ou algo do tipo, mas eu não confiava em andar em escadas assim.

Um homem de óculos andou até nós com uma roupa preta e os cabelos brancos arrepiados ele sorriu e pegou um machado na ponta da montanha que ligava a ponte até a saída e começou a quebrar a madeira que segurava a ponte então resolvemos correr e Jira criou uma porta que usamos para atravessar o outro lado e ficarmos salvos.

— Hm... Parabens Jira! Steam você é um inútil? Poderia ao menos criar uma porta antes da garota ter que agir? — O homem segurou Yuki pela camisa.

— PARE SGREYLLE! — Jira o chutou no rosto. E Sgreylle limpou o sangue da boca rindo.

— Já parei... Nossa que mal humor em? — Sgreylle virou o rosto e começou a caminhar até um longo gramado da montanha. — Então Yui, mate a todos e passará no teste. — Sgreylle se deitou sobre a montanha.

— Eu nunca faria isso! — Falei.

— Deve estar pronta para tirar a vida de Tanatos! Até o final de nosso treinamento exijo que mate um de nós três e escolha sabiamente afinal você sabe que tirar um de seus amigos de jogo é... — Steam o interrompeu dando um soco no rosto dele, mas Sgreylle se irritou e derrubou Steam no chão o socando com raiva. — Não vai o matar então EU O MATO! — Corri até Steam para ajudar ele a sair daquilo, mas recebi um soco na cara que me derrubou no chão.

— Pare seu monstro! — Disse Shinghajk com correntes na mão que o seguravam de dar outro soco em Steam. — Um enviado de Persefone minha maior inimiga... É um desgosto enorme ter que o ver aqui e saber que não é apenas um demônio e sim um humano desprezível!

Shinghajk amarrou a corrente no pescoço dele. — Juro que eu queria te matar, mas não tiro a vida de ninguém! — Shinghajk o chutou e apertou a corrente no pescoço dele. Uma garota de cabelo amarelo veio até nós.

— Shinghajk não cometa uma loucura! Sabemos que Steam é um monstro horrível, mas não podemos o matar, pois seriamos levadas a julgamento e sabe que por ele ser servo de Persefone e nós não termos nenhum elo com nenhuma família demoníaca importante poderíamos ser jogadas no Jigoku hadesu (Inferno de Hades) — A garota tocou o ombro de Shinghajk.

— Tem razão Betsy... Vocês vão treinar na academia das montanhas aqui perto levaremos vocês até lá... É seguro e creio que Persefone não vai interferir em meus planos dessa vez. — Shinghajk falou e arremessou Sgreylle para fora da montanha. — Tomem cuidado com Sgreylle... Meu irmão possuía um gashadokuro, mas ele não era o único... Estimasse que existam milhares escondidos nos vastos mundos demoníacos e no planeta Terra, mas o gashadokuro tem uma força referente a de seu domador... Jira você já viu um gashadokuro antes certo?

— Sim... Sinto muito por não ter contado, mas eu não imaginava que... — Jira estava chorando.

— Tudo bem Jira... Desde que Sgreylle te abandonou ele nunca mais foi o mesmo de antes... Ele foi torturado por entidades demoníacas após ter posto o primeiro pé neste mundo e depois levado até Persefone que salvou a vida dele dando o poder do Hisho Delakai Akuma. — Disse Shinghajk. — Tive a sorte de não ter conhecido os portadores do Hisho Delakai Akuma nos tempos que eu era humana... Eu poderia ser outra pessoa Jira.

Puxei Shinghajk pela parte do vestido no braço dela e ela virou o olhar ainda serio para mim.

— Quem é Persefone? O que ela quer? — Perguntei.

— Filha de Zeuxyur e Hyuera ela é a esposa de Hades e um demônio Akuma diferente dos demonios Youkai os akumas compreendem em maior parte domínio dos Amanjaku e os Youkais compreendem maior parte o domínio dos Kodama como por exemplo Kiarache... O que você deve saber é que deve tomar cuidado com qualquer demônio que tente te causar algum mal ou chegar proximo de o causar... Preste atenção nos mínimos detalhes. — Shinghajk falou e uma aura vermelha se estendia no céu. — Meu transporte chegou... Betsy leve os três para a casa dos Joeyerwash's tenho certeza de que eles se daram bem lá. — Shinghajk falou e montou no dragão esqueletico dela erguendo voo pelo céu.

— Já viram uma arma com munição infinita para viajar em qualquer lugar? — Betsy perguntou.

— Não... — Respondemos e ela deu um tiro sobre uma rocha no chão que se transformou em um imenso portal que rodeava no ar a nossa frente. — Eu tenho um pressentimento ruim desse... — Antes de eu terminar a frase Betsy nos empurrou pelo portal e chegamos na casa dos Joeyerwash que seria onde ficariamos e lá ela explicou aos donos do local por que ficaríamos lá e eles não se importaram, parecia uma pequena família do campo, mas em uma versão inferno.

Betsy abriu outro portal e se despediu.

— Preciso ver se esta tudo bem na minha casa, se cuidem! — Betsy atravessou o portal que sumiu e tivemos que ficar por lá naquela casa desconhecida e aparentemente pacifica e comum.

"Acho que ficaremos bem agora..."

Um mulher levou Steam até o quarto para o tratar com algumas ervas medicinais e depois de um tempo o deixaram em repouso até ele melhorar. Jira e eu entramos no quarto nosso onde tinha uma beliche e ficamos conversando um pouco sobre o incidente e depois fomos dormir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...