História The Hisho Delakai (Interativa) Volume 1. - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Hentai, Interativa, Originais, Romance, Shoujo, Shounen, Yaoi, Yuri
Exibições 9
Palavras 1.924
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


———————————————————————————————————————

"Imagem do capítulo: Representação de como é a casa onde Sumbeam, Lian e Kia estão no momento."

———————————————————————————————————————

Curiosidades: O horário de verão em um dos mundos demoníacos dessa historia "Sauwathyjka" faz com que o tempo seja mais lento do que na Terra sendo que alguns dias que é o tempo de duração do fenômeno tornem-se na Terra o passar de 4 anos exatos.

——Sobre os Demônios——

Em maior parte dos casos alguns demônios se mostram perversos em especial os demônios youkai pacíficos que possuem mais tendencia a ser assim, já os Youkais da parte Akuma "Demônio em japonês" são diferentes podendo ser agressivos e cheios de ira como por exemplo o irmão de Shinghajk e Persefone.

———————————————————————————————————————

Essa foram mais algumas curiosidades "Boa Leitura ^-^ !"

Capítulo 30 - Youkais 2.4 (Sumbeam Flower)


Fanfic / Fanfiction The Hisho Delakai (Interativa) Volume 1. - Capítulo 30 - Youkais 2.4 (Sumbeam Flower)

[P.O.V. Miho Chiyoko]

Eu estava cansada de tanto ficar voando ao longo de um monte de arvores da floresta abaixo de mim e minha gansa metálica sem encontrar ao menos um lugar para me abrigar dessa forte nevasca que ficava forte conforme a noite aumentava, encontrei uma chama acesa de uma fogueira depois de um tempo e após isso encontrei um grupo de três pessoas próximas de uma cabana. Resolvi pousar com a gansa rapidamente e cheguei até o local esbarrando com a gansa em um garoto de cabelo preto.

— Boa Noite... — Falei e puxei o garoto que tinha caído o levantando e olhei para as outras duas garotas, uma jovem neko/Kodama de cabelos pretos e uma divisão de franja esverdeada que cobria um dos olhos sendo que os olhos eram de cor verde claro com blusa de frio azul e uma garota de cabelos claros e rosados com flores pretas enroladas ao cabelo e também com blusa de frio preta e branca e um cachecol vermelho.

[P.O.V. Sumbeam Flower ON. — P.O.V. Miho Chiyoko OFF.]

Olhei para a garota com orelhas de raposa diferente de Kia que tinha orelhas neko e pouco menores que a dessa garota. Ela tinha olhos amarelos e usava uma veste de guerreira de cores preta, branca e vermelha, sendo que branco era a cor essencial do vestido vermelho os detalhes do vestido e preto era a cor de alguns outros detalhes como um laço não exagerado e bem ornamentado com o vestido cobrindo a cintura e um laço um laço preto rodeando o ombro esquerdo dela, a veste dela também tinha um único bolso ao redor da cintura que era segurada pelo laço da cintura de cor preta.

— Oi... Respondi. — Precisa de ajuda? — Perguntei.

— Preciso sim... Onde eu voava estava tendo uma longa nevasca e estou com muito frio... — Ela falava e eu observava os olhos dourados como ouro dela enquanto isso. — Ainda tenho que visitar Betsy ela esta com Dio Amazuka conhecem? — A garota falava com as mãos próximas do fogo.

— Conhecemos sim, Dio é nosso colega de escola na Terra e também grande amigo. — Disse Lian que sorriu e colocou a espada de madeira dele acima do joelho.

— Fascinante! Eu nunca imaginei conhecer outros guerreiros dos 6 que iriam lutar contra Tanatos. Desculpem-me... Cheguei e nem me apresentei, meu nome é Miho Chiyoko e vocês? — Miho cruzou os braços sobre os joelhos e se manteve a observar a fogueira.

— Sou Kiarache Nekodama e os dois ao meu lado são Lian Morgan e Sumbeam Flower... Os conheço a um longo tempo já. — Kia sorriu e cumprimentou Miho com as mãos sorridente.

A noite se passou e então fomos dormir, mas eu estava com uma sensação ruim "Que droga já tive ciumes da Kia, da Jira... Só me faltava a Miho... Fique calma Sum... Não é nada... Deve ser fome... Melhor eu ir na cozinha comer algo..." desci da cama enquanto todos dormia e fui até a cozinha preparar um lanche noturno, mas vi um bicho na janela que me observava com olhos vermelhos. — Quem é que esta ai? — Perguntei e depois olhei para fora da casa onde encontrei Kimy a youkai que atacou Dio no dia em que conhecemos Shinghajk e os outros. 

— Esqueceu de mim? Sou Kimy Tenthacyul a garota da língua bifurcada que quase matou Dio, mas tive que ajudar Sgreylle na missão dele de sabotar os futuros planos de Shinghajk a pedido das ordens de Persefone a esposa de Hades que pretendia sabotar o treinador futuro de um de vocês. — Kimy ainda não tinha liberado os tentáculos da língua dela e me observava com os olhos sem vida dela, mas dessa vez eram evidentes e de cor vermelha e ela usava um vestido preto com três bolinhas azuis claras e com botões sendo ele desabotoado pouco acima da barriga que revelava o umbigo dela até a calça preta gótica dela e os cabelos eram de cor cinza e cortados em um tamanho curto. — Se passaram 4 anos na terra Sum, mudei bastante não acha? Enquanto vocês treinavam pouco eu tive tempo para aperfeiçoar meu poder por longos 4 anos... Mas é claro que isso é o mesmo para vocês, mas de forma acelerada, mas mesmo assim você sequer imagina quantos demônios tive que matar até atingir esse nível.

Kimy abriu a boca e deixou a língua para fora que se transformou em uma foice dourada e afiada.

— Você tem uma nova habilidade? Que engraçado eu também mudei muito de lá para cá! — Falei e controlei o gramado ao meu redor criando um circulo de correntes metálicas e laminadas que me dariam um tempo para a derrotar de uma vez por todas.

— WOW! Esse é seu poder? Eu adoraria ter sua habilidade comigo... — Kimy sorriu e criou tentáculos bifurcando ainda mais a língua dela. — Tenho meus truques ainda não revelados ainda jovem Sum! — Kimy riu, mas eu confiava em meu poder para a derrotar. — Depois de te matar matarei Lian e kia eles estão aí certo?

Kimy disparou a língua dela contra o chão e elas subiram até a superfície em minha direção, mas foram bloqueadas, pois o gramado todo ao meu redor era uma placa metálica. Kimy tentou me atacar com a foice dela, mas toquei minha mão no tronco dela. — Cometeu um erro fatal. — Criei um espinho de rosa venenoso com a mão que a furei e usei a abertura feita para a encher com pétalas pretas e venenosas que iriam se expandir pelo corpo até chegar ao coração dela, mas aquilo era só o começo.

— Que merda! O meu corpo e minhas pernas... — Kimy caiu no chão agonizando de dor e então cortou um dos tentáculos da língua que atravessou o furo no tronco dela e fechou o ferimento. — Felizmente meus tentáculos podem se conectar a alguns poucos vasos sanguíneos e impedir a entrada do veneno no meu coração e cérebro, mas não posso dizer o mesmo do restante do corpo... — Kimy criou mais tentáculos com a língua e os amarrou nos braços e pernas permitindo a movimentação dela novamente.

"Não vai adiantar... As pétalas se tornam metálicas ao decorrer da batalha e irão cortar qualquer coisa que as obstrua assim permitindo a passagem do veneno e uma morte dolorosa."

— Tenho o antidoto, mas eu não o daria para uma pessoa que não o mereça. — Falei. — Você poderia ter mudado durante esses 4 anos, mas voltou com o objetivo de nos matar... Para que? O que estar do lado de Persefone e Tanatos lhe traz?

— Suas perguntas não fazem sentido para mim, não tenho um coração humano. — Kimy riu. — Ou melhor nem preciso de um... — Kimy pegou a foice e rasgou entre o peito dela com a foice e afundou a mão no interior da abertura e puxou o coração e o jogou no chão. — Se vou morrer eu quero ao menos ter sido um demônio sem coração mesmo que por minutos.

— Não precisa ser assim! Você não tem algum motivo por qual mantenha sua vida?

— Garota eu não fui nada mais nada menos do que um leque por anos que nem vida própria tinha... Eu nunca vou entender vocês... Nunca vou ser uma humana... — Kimy pegou uma grande roxa e iria arremessar contra o coração dela que ainda batia caído no chão, mas eu puxei a pedra da mão dela com uma corrente de pétalas.

— Não posso aceitar isso. — Falei e me lembrei de que eu precisava ser mais rápida, pois as pétalas dentro do corpo dela iriam a matar daqui a poucos minutos. — Se pode assimilar lembranças e sentir ódio pelas coisas é um sinal de que você pode sim ser uma humana, pois se você tem ódio pode ter outros sentimentos. — Kimy caiu no chão e vomitou sangue pela boca.

— Eu sou um monstro... Desculpe eu não serei humana... — Kimy segurou o coração dela e apontou um dos tentáculos da língua dela para ele. — Você já tem minha morte planejada certo? As pétalas que você colocou dentro de mim possuem um propósito certo? — Kimy falava observando uma das primeiras pétalas que tinha virado uma lamina e que estava na mão dela.

— Não quero te matar... — Chorei e me sentei sobre o gramado.

— Tudo bem... Você estará fazendo o certo... Nunca imaginei sequer que eu teria uma conversa pacifica com alguém... — Kimy deixou cair uma gota de sangue dos olhos. — Não deixarei você me matar, antes disso eu me mato... É simples furo minha cabeça e acaba...

— Kimy não faça isso! — Falei olhando o tentáculo apontado para a cabeça dela e a abracei. Kimy riu e afundou um tentáculo na minha barriga.

— ACHA QUE EU IRIA MORRER COM ISSO? — Kimy colocou o coração dela de volta na barriga enquanto eu estava caída no chão sangrando. — Eu tirei as pétalas do corpo ao ver pelos olhos no meu tentáculo que elas estavam lá e agora que você me deu tempo para eu produzir uma hemácia sanguínea que destrói qualquer veneno de plantas posso retornar ao meu estado anterior. E pensar que enceno tão bem... — Kimy tocou minha ferida. — Agora a situação foi revertida... Vai pedir que eu poupe sua vida? Vai me pedir que diminua sua dor?

Vi uma espada atravessar o peito de Kimy e a derrubar no chão. — Você é um monstro desprezível! — Lian falou e Kia me pegou entre os braços me teleportando para dentro da casa e cuidou de mim com ervas medicinais enquanto eu ficava deitada sem fazer nada e Miho e Lian lutavam contra Kimy.

"Eu acreditei nela... Eu fui idiota outra vez..."

Acabei por adormecer e ao acordar Lian me serviu biscoitos, mas eu não queria falar com ele possuindo o medo de ele e Miho darem a noticia de Kimy estar morta. — Sum você precisa comer para terminar a recuperação. — Disse Lian.

— Vocês a mataram? — Perguntei chorando.

— Um enviado de Persefone a salvou... Ela esta viva, mas é um problema já que não temos dimensão alguma do poder dela como youkai. — Lian falou.

— Você deve me odiar eu fui fraca e não a matei...

— Você foi humana, não se culpe... Mas Kimy não possui uma humana dentro de si e mesmo que venha a desenvolver algo assim algum dia vai ser muito difícil e eu jamais irei perdoar ela por ter te ferido. — Lian falou e ficou me observando até eu pegar um biscoito e comer e depois saiu de meu quarto me deixando descansar um pouco mais.

Miho veio até meu quarto. — Bom dia... Eu não sei muito bem o que ocorreu na noite passada, mas sei que se Lian fizesse qualquer coisa a Kimy seria porque ele realmente te ama... Eu poderia ter matado Kimy, mas não fiz isso, não por achar que ela mudaria algum dia e sim porque se você acredita em algo eu não quero ser responsável por destruir a sua esperança de que Kimy mude. — Miho falou e passou a mão pelo meu cabelo. — Vou seguir rumo para a casa de Dio nos veremos logo talvez. — Miho falou.

— Espero que sim. — Sorri. — Kia e Lian também gostaram da sua vinda até aqui.

— Também gostei muito de os conhecer e espero que de tudo certo para vocês e obrigada por me oferecerem um lugar para dormir a noite... Eu realmente não iria sobreviver aquela nevasca se eu continuasse voando ontem a noite. — Miho falou e se despediu de mim com um abraço leve devido a meu ferimento na barriga.

"A Miho falou serio quando disse que o Lian me amava? Eu nem deveria pensar nisso... Vou descansar um pouco."



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...