História The Hisho Delakai (Interativa) Volume 1. - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Aventura, Hentai, Interativa, Originais, Romance, Shoujo, Shounen, Yaoi, Yuri
Exibições 16
Palavras 1.721
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Crossover, Ecchi, Fantasia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - End Rote 627 - Parte 1


[Av. Shingrenrang Highscholl.]

(P.O.V. Jirank Neosys ON)

 

A muito tempo atrás o governo da Shigarand ONE tinha imposto programas para a criação de bases militares para defender o mundo de um demônio de sexo feminino cujo nome era desconhecido, mas era apelidada de YK-100 (O único youkai com um nível como estes ou talvez um dos poucos, o nível 100). Um grupo de demônios se encontrava na capital desta Shigarand... Tinham atravessado as paredes como se elas fossem ar (Youkais fantasma Rank 500 “2 ranks acima do ultimo rank o gárgula”). Resultado, 10.000 mortos, foi uma sorte existirem dragões tecnológicos para defenderem a capital... Tudo o que nos restava agora era aguardar que nenhum outro incidente do tipo acontecesse.

— Quantas coxinhas garota?

— Vou querer umas 10... É o suficiente para encher o pacote?

— Teriam que ser 25...

— Ok, coloque 25...

Essa era a feira mais popular de Shigarand que vendia deliciosos doces e salgados além de algumas outras guloseimas deliciosas, mas eu não tinha muito tempo para comprar cada uma delas, pois eu e meu irmão Steam estávamos atrasados então tivemos que correr até a escola. Meu irmão estava com uma blusa de panda com orelhas que o deixava fofo, mas não era algo muito usual para uma escola.

Ao chegarmos na escola avistamos Yui Salazar e Dio Amazuka que eram membros do clube de culinária da escola ambos estavam com livros nas mãos enquanto conversavam, eu ainda não estava em nenhum clube e estava muito indecisa quanto a qual clube eu iria entrar, mas meu irmão parecia muito entusiasmado para entrar no clube de jardinagem e botânica da escola.

— Eu quero coxinhas irmã! — Steam pegou meu pacote com coxinhas e saiu correndo, tentei o alcançar e esbarrei em Lian Morgan o garoto de sorriso unicamente diferente e instigante.

— Correndo? Tome cuidado. — Lian sorriu.

— É... Eu estava sim... Esta frio... — Comentei.

Uma garota veio até nós e a reconheci por ver o rosto dela. “Sumbeam!” Ela estava um tanto diferente hoje como se tivesse relembrado de algum momento passado e estivesse pensativa, ela estava com um cachecol rosa claro e não exagerado e usava uma blusa de botões de cor branca deixando um pouquinho a mostra uma blusa preta de bolinhas brancas e uma calça jeans. Lian estava com uma jaqueta jeans e uma touca marrom sobre o cabelo.

— Sumbeam! — Cumprimentei ela que sorriu ao me ver e balançou o braço me cumprimentando pouco ates de chegar bem próxima a nós. — Esse é o Lian. — Apresentei ele a ela que o cumprimentou sorridente e após isso senti o cheiro de Steam no ar pelas coxinhas e ao virar o rosto vi ele me entregando metade do saco com coxinhas.

— Eu falei que não iria comer tudo... — Steam sorriu e eu o encarei ainda com um certo nível de duvida.

— Eu sei Steam... Acha que eu duvidaria disso? — Perguntei e ele foi embora me deixando novamente sozinha com Liam e Sum.

 

[09:00, Sala de Aula.]

 

Senti duas esferas redondas tocarem minhas costas e corei um pouco envergonhada, virando meu rosto visualizei uma garota de cabelo curto e roxo com um arco de cabelo com orelhas de gato atrás de mim ao lado de Yui Salazar que estava com um caderno de capa branca em mãos e tinha um delicioso cheiro de perfume de amora.

— Viemos convidar você a participar do clube de gastronomia. — Disse Yui. — Ryase e eu vimos que você ainda não faz parte de clube nenhum e seria melhor ter uma pessoa com mais juízo além de mim e o Dio Amazuka no clube... Ainda só tem umas três pessoas no nosso clube.

— Esta e chamando de desajuizada? — Ryase a encarou com os braços cruzados.

Enquanto Ryase e Yui ficavam discutindo uma mulher de cabelos vermelhos entrou na sala de aula com uma caderneta preta parecida com um death note, porém lembrando que como era uma lista de chamada e era de cor preta lembrava mais a serie The Blacklist (Em português A Lista Negra).

— Ola alunos! — A professora mostrou um grande sorriso e escreveu o nome dela na lousa. — Meu nome é Asahina Koteno, serei a professora de vocês de agora em diante, na matéria de história.

— Quais são suas medidas? — Disse meu irmão interrompendo a aula enquanto andava pelo corredor e a professora corou envergonhada.

“Eu não devo chamar a atenção dele agora... Minha reputação iria decrescer muito com isso...”.

A professora bocejou e prosseguiu com a aula.

— Bom, hoje irei levar vocês até a sala de vídeo para assistir um pouco sobre os acontecimentos históricos dos 2 séculos anteriores ao atual que determinaram a Era Shigarand, poderiam me acompanhar até a sala de aula? — Todos nós nos levantamos e seguimos a professora até a sala de vídeo.

Dio Amazuka se sentou bem na minha frente na sala de aula e Akira Hoyata ao lado dele.

 

(P.O.V. Akira Hoyata ON)

Eu estava sentada em uma cadeira não muito confortável com a velha stalker do primeiro dia de aula me observando... Jirank Neosys me observava na sala de aula desde o primeiro dia de aula o que hoje não era diferente, ela ao menos poderia me cumprimentar com um oi ao invés disso... Dio Amazuka estava construindo uma construção com seus lápis coloridos enquanto o vídeo rodava na televisão “Que desatento...”.

— Eu já vi essa aula umas 3 vezes jovem Akira... — Dio sorriu e virou seus olhos roxos para mim me encarando por um momento. — Dentre todos os alunos aqui existe um demônio sabia?

— Isso é obvio. — Comentei.

— Não me refiro a demônios híbridos de humanos comuns e pacíficos... Me refiro a demônios de verdade cuja saciedade não parece estar completa... Um ataque se aproxima peguei esse bilhete com um dos demônios que são amigos dele durante uma batalha. — Dio me mostrou um papel preto com algo escrito de cor vermelha e resolvi ler o papel que dizia claramente que tinha um demônio na sala e um plano de explodir  a escola as 14:00 da tarde. — Então Akira Hoyata vai me ajudar a lutar contra os demônios?

— Mas eu nunca lutei... Não mato demônios! — Falei.

— Jura? Que pena... Também não gosto muito de matar demônios, mas quando se trata de proteger a vida de inúmeras pessoas que correm riscos por culpa deles é o mais sensato a fazer. — Dio ficou me encarando por um longo tempo com um dos olhos dele ficando com uma cor preta.

Senti um toque nas costas e ao virar o rosto vi uma garota com uma língua bifurcada e cabelo preto com a franja dividida para dois três lados e o mais notável era que ela não tinha olhos e a pele era acinzentada.

A professora deu um chute na garota a mandando em direção contra a parede.

— Você voltou? Como? — A professora Koteno perguntou confusa e a encarou por um momento.

— Desde a morte do demônio que me controlava eu me libertei do poder aprisionador daqueles leques... Eu odiava ser controlada... Eu só poderia me alimentar de doses limitadas de carne, não poderia ficar livre da forma de leque... Eu me sentia como se eu estivesse presa em correntes! — O demonio tinha uma fumaça cinza saindo dos olhos e a fumaça tomou uma cor avermelhada e se transformou em fogo.

— Dio era essa a aluna que...

— Não é ela Akira... Esta garota é Kimy o Akasashi de nível desconhecido que Ryase, Koteno, Yui e eu enfrentamos... Ela é tão forte que precisou de todos nós para a derrotarmos... — Disse Dio respondendo a minha pergunta.

— Mas como um Akasashi se infiltrou na escola?

— Selo Kodama, talvez ela tenha subido as montanhas Yeshw por muito tempo a procura de um Kodama talvez até dias... — Lian Morgan se aproximou do Akasashi caído perto da parede com uma espada de madeira.

Jira-Chan puxou Lian pelas costas.

— Você é maluco? Olha essa coisa! Vai lutar com uma espada de madeira? — Jira perguntou e Lian se soltou dela cortando a língua do Akasashi com a espada dele.

Jira olhou para a imensa língua do Akasashi voando no ar com o corte.

— Cara você tem que me ensinar esse jutsu... — Jira sorriu e olhou para Lian.

— Não é um jutsu, é um armamento criado por um kodama. — Lian respondeu.

— Ok... Kodamas criam diários do futuro?

— Obviamente não... Já percebi que você é uma otaku certo?

Jira sorriu e passou a mão pelo cabelo azulado dela. — Acertou em cheio! — Jira falou.

Me levantei da minha carteira e me aproximei daquele ser.

— Ninguém vai matar ninguém! Vá embora daqui! — Gritei brava e a criatura se levantou do chão se regenerando das feridas tanto do choque que ela teve com a parede pelo chute de Koteno tanto pelo corte da língua que ela teve e tentou me atacar com a língua novamente já regenerada. A língua dela se bifurcou em varias partes como tentáculos e iria me atacar até Dio pular na minha frente.

Vi a barriga dele sendo perfurada e seria rasgada se Yui Salazar não tivesse cortado a língua da criatura com a espada dela que parecia uma lamina.

— Ryase leve Dio para o hospital imediatamente! — Disse Yui e eu sequer vi o momento em que Ryase tinha feito isso exceto que Dio tinha sumido do local junto com ela.

O demônio cujo nome era Kimy sorriu e pulou pela janela.

— Ela vai seguir Ryase... — Disse Koteno. — Eu devo seguir ela! — Koteno saltou a janela quebrada, mas não se machucou, pois pousou em uma arvore perto dela e depois pulou de arvore em arvore seguindo Kimy que corria pelas calçadas.

— Merda... Lian consegue acompanhar a velocidade delas? — Yui perguntou.

— Eu quero ajudar! — Falei.

Lian abriu um meio sorriso.

— Você vai ser de grande ajuda se cuidar de meu primo Yukine na escola, Jira conhece ele e se segundo Dio tem algum demônio além dela na escola devemos nos atentar e tomar cuidado... Eu conto com você Akira... Todos vocês se protejam!  —Alguns alunos da sala abaixaram a cabeça, mas tudo o que Lian fez foi pegar um celular. — Alo, é a Kiarache? Temos um problema aqui... Sim é... Exatamente isso Kiarache... Você fala demais! Anda logo!

Lian desligou o celular e uma explosão ocorreu próximo a lousa onde de onde caiu uma garota.

— Oi! Kiarache no pedaço! Qual é a parada?

”É essa a ajuda do Dio? Ele está morto...”.

CONTINUA...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...