História The howling wolf gives midnight - Capítulo 35


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Konan, Madara Uchiha, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Naruto Uzumaki, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Tsunade Senju
Tags Borusara, Boruto, Fugamiko, Gaara, Gravidez, Himawari, Hinata, Ino, Inojin, Inosai, Kisabuki, Lobos, Madamei, Madara Uchiha, Mitsuki, Naruhina, Naruto, Nejiten, Pregnant, Sai, Sakura, Sakura Haruno, Sarada, Sasuke, Sasusaku, Satoru, Shikadai, Shikatema, Tsunade Senju, Uchiha Madara, Uchihas, Wolfs
Visualizações 174
Palavras 3.018
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Hentai, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hi!

Boa leitura!💚

Capítulo 35 - 2.5


Fanfic / Fanfiction The howling wolf gives midnight - Capítulo 35 - 2.5



2.5


24 de Dezembro, Natal


Bom, antes de tudo, eu Sakura Haruno amo o Natal, é sério, eu adoro usar gorros e pantufas do Papai Noel, e esse será um Natal diferente, eu passaria com os Uchihas, já que meus pais resolveram fazer uma pequena viagem para reatarem seu casamento, e eu estava muito animada, já que iríamos montar a árvore hoje e nós temos que montar juntos.


Levantei de minha cama, na verdade, a cama do quarto de hóspedes da residencia Uchiha, já que eu tenho passado muito tempo aqui por conta da minha gravidez de risco.


Tomei um banho, depois vesti uma calça larga com uma regata, que era justa ao meu corpo quando eu não estava grávida, agora mostrava um pouco da minha barriga de 5 meses.


- É Natal, É Natal!- Falei indo até o quarto de Itachi cantarolando, ele estava olhando os gêmeos.- Bom dia meus lindos!- Falei olhando dentro do berço de Yuki e Katsuo.


- Por que está tão alegre assim Sakura! Ainda são 9 horas da manhã!- Ele disse se jogando na cama aparecia cansado.- Hoje você vai ter uma surpresinha a noite!- Ele disse tentando controlar a animação.


- O que? Me fala Itachi!- Falei ficando com medo do que ele dizia, nada bom vinha do Ita.


- Surpresa!- Ele disse, chinguei ele mentalmente.- Eu não dormi nada essa noite...


- Konan tá dando trabalho é?- Falei com um sorriso malicioso.


- Se fosse isso eu nem reclamava, mas nem isso tá acontecendo, Katsuo não dormiu nada também, está tendo muitas cólicas!- Ele disse, parecia preocupada com o filho mais novo.


- Cólicas fazem parte! Daqui a pouco ele vai tá correndo pela casa!- Falei rindo.


- Eu espero! Você também vai passar por isso! E minha surpresa se relaciona com isso!- Ele disse fazendo o gesto de zíper na boca.


Desci até o andar de baixo. Mikoto estava lavando a louça, me sentei na bancada observando a mesma.


- Bom dia Sakura! Bom dia meu netinho!- Ela disse sorridente.


- Bom dia! Ansiosa para a noite?- Perguntei, ela acentiu.- Eu também! Ita disse que tem uma surpresa para mim e eu estou com medo e ansiosa!


- Talvez seja algo bom!- Ela disse sorrindo, parecia saber de algo.


- O que a senhora sabe dona Mikoto?!- Falei a olhando, ela fez o mesmo gesto que Itachi.- Vocês estão se organizando contra mim! Não é justo!- Falei fazendo biquinho, Mikoto apertou minha bochecha.


- Você vai gostar!- Ela disse, minhas feições se aliviaram.- Onde está Fugaku? Temos que montar a árvore!


- Uhuul!- Falei saíndo da cadeira e me jogando no sofá, a árvore estava do lado da lareira, mas sem os enfeites, já que nós iríamos coloca-los. Logo Konan e Itachi desceram com os gêmeos e em seguida Fugaku.


- Primeiramente família!- Disse Mikoto.- Eu acho muito importante montar a árvore de natal, pois eu acredito que reúne a família! Esse ano estamos sem Sasuke, mas temos 3 novos membros nessa família, e isso me alegra muito! Eu amo muito todos vocês e eu adoro ver essa casa cheia! Obrigada!- Ela disse colocando o primeiro enfeite, que seria a estrela, em seguida fomos colocando vários até que a árvore ficou totalmente brilhante, foi muito interessante aquela experiência.


Eram 12:55h, resolvi sair um pouco de casa. Vesti um macacão jeans com uma blusinha regata branca e um tênis all star preto.


Caminhava pelas ruas movimentadas de ClearSnow, estava na intenção de comprar alguns presentes para os Uchihas e meus amigos.


Comprei 2 conjuntos para os gêmeos, era grande, então eles usariam quando atingissem 8 ou 9 meses. Comprei um edredom para Fugaku e Mikoto e nada para Itachi já que ele não iria me contar da surpresa.


Comprei vestidos para as meninas, já que Ino me mataria se eu não desse nada para ela, e camisetas para os meninos. Depois de tudo fui até a cafeteria comer algo. Pedi um café e esperei que meu pedido chegasse.


Depois de tomar meu café, retornei até a residência Uchiha. O cheiro do tempero que Mikoto colocava no frango que iria assar era muito apetitoso, e acabou despertando minha fome, procurei algo na geladeira, mas só achei uma pizza adormecida.


- Nada disso!- Mikoto disse pegando a pizza de minha mão e jogando no lixo.- Meu neto não vai comer isso! Eu vou fazer almoço para vocês!


- Não precisa dona Mikoto! Eu acabei de tomar um café!- Falei.


- Café não dá proteína pro meu neto! Eu vou esquentar o almoço e te chamo!- Ela insistiu, não relutei.


Subi as escadas até o quarto onde eu dormia. Coloquei as sacolas em um canto do quarto e resolvi trocar de roupa. Vesti uma blusa soltinha com um short, prendi meu cabelo em um coque e fui até o quarto de Itachi para ver se ele precisava de ajuda com os bebês.


Konan e Itachi estavam deitados na cama, pareciam conversar sobre o futuro, não queria interrompe-los, então voltei até meu quarto.


Acariciava minha barriga, e o bebê correspondia com leves chutes. A sensação de gerar uma vida em meu ventre é ótima, aquele bebê dependia de mim para sobreviver e eu não poderia decepciona-lo.


Eram 18h da noite, resolvi tomar um banho. Deixei a água cair sobre meus cabelos, escorrer por minhas costas e enfim chegar ao chão. Após tomar banho e me enxugar, vesti uma calça saruel cinza claro com um top xadrez vermelho, hoje iria deixar minha barriga a mostra, e não estava tão frio. Após meus cabelos secarem, vesti um gorro de Papai Noel e uma pantufa de renas. Assim que fiquei pronta, desci para a sala.


- Nossa calorosa!- Disse Ita ao me ver descer, mas estava um pouco quente, já que a lareira estava acesa.- A minha surpresa vai gostar de ver isso!- Ele disse.


- Me conta logo Itachi! Já está de noite!- Falei me sentando no sofá.


- Depois!- Ele disse se levantando e subindo as escadas, bufei.


Eram 22h da noite, eu estava acalmando Katsuo, já que o mesmo sentia muitas cólicas. Konan estava ao meu lado amamentando Yuki enquanto mexia no celular.


Ouvi alguém apertar a campainha, Itachi foi abrir com um sorriso no rosto, devia ser a tal surpresa que ele havia me contado. Ele abriu a porta lentamente, deixando a mostra a estatura de...


- Sasuke!- Disse Mikoto indo abraçar o filho animada, meu coração acelerou e meu corpo ficou quente, ele estava aqui, tão perto de mim, eu engoli seco, senti a imensa vontade de chorar, mas consegui controlar.- Você nunca mais vai sair de perto de mim de novo meu filho!- Ela disse puxando a orelha do rapaz que agora tinha os cabelos mais longos com uma mexa cobrindo um de seus olhos.


- Estava com saudades de todos!- Ele disse sorrindo, logo seu olhar se direcionou a mim, meu rosto ficou quente, então voltei minha atenção ao rosto singelo e calmo de Katsuo.


- Deixa que eu seguro ele Sakura!- Disse Itachi vindo até mim e pegando o menino, Sasuke veio em passos lentos até mim, me levantei, e foi naquele momento que percebi o quão Sasuke era maior que eu, eu estava ansiosa e com medo de abraça- lo, em um movimento afobado, o abracei, meus braços ficaram em seu pescoço, senti a maldita vontade de chorar, Sasuke colocou suas mãos em minhas costas me apertando em seu corpo, eu estava na ponta dos pés por conta da minha desprovida altura. Me atrevi a cheirar seu casaco, me recordei de todos os momentos que tive com Sasuke, aquele cheiro era inconfundível.


Senti um chute em minha barriga, com certeza Sasuke também sentiu, já que nosso bebê não foi nada delicado. A contra gosto me soltei de Sasuke, ele fitou minha barriga e meu coração disparou quando ele pousou sua grande mão em meu ventre, ele sussurrou algo que era com toda certeza só para mim ouvir:

"Eu vou cuidar de vocês a partir de agora!"


Uma lágrima solitária escorreu por minhas bochechas, Sasuke a enxugou com o polegar e depositou um beijo em minha testa. Essa foi a melhor surpresa de todas, me arrependo de não ter comprado nada para Itachi.


- Oi pai!- Sasuke disse indo abraçar o pai. Fugaku o abraçou de forma apertada.


- Vamos comer se não irá esfriar!- Disse Mikoto, todos seguiram ela, nos sentamos na mesa enquanto ela tirava o frango do forno e o levou até nós.


Agradecemos a comida e comemos. Eu não comi muito por conta da minha ansiedade, eu queria conversar com Sasuke e esclarecer as coisas, e o que eu mais desejava era que pudéssemos novamente ficar juntos, mas sem ninguém para nós interferir e nos separar.


Quando finalmente deu meia noite, desejamos feliz natal um pro outro, e Sasuke veio até mim quando estava sentada no sofá enquanto os outros familiares estavam no jardim vendo os fogos.


- Quer conversar?- Ele disse se sentando ao meu lado, eu estava acariciando minha barriga, por conta do barulho dos fogos, meu bebê ficou um pouco agitado.


- Sim!- Falei olhando em seus olhos negros que emanavam sentimentos efervescentes em meu corpo, ele parecia pedir permissão para fazer algo, até que finalmente fez, pousou uma de suas mãos em meu ventre, senti minhas bochechas ficarem vermelhas, ele então percebeu e retirou sua mão, o clima ficou sem graça.- Pode tocar!- Falei mais tímida, ele voltou sua mão em meu ventre.


- Está bem agitado!- Ele riu, me perguntei como ele sabia, mais aí me lembrei que Sasuke é um lobo e seus ouvidos são apurados.


- São os fogos, está assustado!- Falei também acariciando minha barriga, Sasuke assentiu, logo os fogos acabaram e os Uchihas voltaram para dentro da casa, Sasuke foi agiu.


- Boa noite família! Preciso conversar com Sakura!- Ele disse pegando sua mala e subindo as escadas, eu subi atrás dele e ouvi o comentário de Itachi.


- Eles vão transar!- Ele disse rindo, minhas bochechas queimaram, me sentia uma virgem, sendo que eu e Sasuke só transamos poucas vezes e não me acostumei 100% com essas relações.


Quando chegamos no quarto de Sasuke, ele colocou sua mala em um canto do quarto, tirou seu casaco e jogou em cima da mesma, ele se sentou em sua cama e deu leve batidinhas na mesma dizendo para me sentar, obedeci.


- Bom, como você descobriu sobre eu estar grávida?- Falei tímida.


- Não os culpe! Naruto e Itachi me contaram e me mandaram fotos de você! Eles também falaram do motivo de não ter me contado!- Ele falou, tirou um pouco do cabelo que ia em seus olhos.- Você me conhece tão bem que você sabia que se me contasse eu iria jogar tudo pro alto para voltar! Eu faria isso, talvez mais tarde me arrependeria! Mas Sakura! O que importa é que eu estive presente e te dando apoio e carinho! Quando eles me contaram eu pensei que você não me queria mais por perto por causa do vídeo! Me conta como descobriu da gravidez!- Ele perguntou, fiquei de frente para ele, com muito esforço cruzei minhas pernas, tirei o gorro que usava e passei algumas mexas de meu cabelo para trás da minha orelha.


- Quando você foi em casa e disse que iria embora, naquele dia eu estava sentindo sensações estranhas em meu corpo, no dia que você foi, eu fiz 8 testes, a maioria deu positivo, eu fiquei muito assustada e me senti muito sozinha! E tive muito medo quando sua mãe disse que eu poderia morrer com essa gestação, eu ainda tenho medo mas eu sinto que pode valer apena! Eu acho que é uma menina, às vezes ela é calma como você outras mais agitadas como eu, quando você me abraçou você sentiu o...- Sasuke me interrompeu, parecia ansioso.


- Chute? Senti! Hahahahaha meu coração acelerou quando ouvi!- Ele disse rindo.


- O que vamos fazer? Em relação a tudo?- Perguntei.


- Esses 5 meses me ajudaram a pensar e eu percebi que um relacionamento se resume em imperfeições, você é perfeita já eu não, você me ajusta e me faz perfeito, e isso é muito bom!- Ele disse.


- Nesses 5 meses eu chorei e muitas vezes me arrependi de ter me entregado para você, porque antes de mim saber a verdade do vídeo, eu achei que você tinha me traído por eu não ter te... tocado!- Minhas bochechas queimaram muito agora, senti um arrependimento de ter falado isso.


- Nunca eu lhe faria isso por tal motivo! E nem outro motivo! Eu te amo!- Ele me abraçou, encostando sua cabeça em minha barriga, seu abraço quente e reconfortante me despertou sensações que me fizeram chorar, ele afagou meus cabelos e beijou minha testa, senti um chute em minha barriga.- Eu acho que ela tem ciúmes de mim!- Ele disse rindo, nos separamos do abraço e ele colocou suas mãos em minha barriga, ele ria.


- Eu acho que seria ciúmes de mim!- Falei rindo da modéstia de Sasuke, com o tempo paramos de rir, ele fitou meus olhos, colocou uma de suas mãos em minha bochecha e se aproximou de meus lábios, os selando.


- Eu te amo!- Ele disse quando nos separamos por falta de ar.- Eu nunca mais vou abandonar vocês!- Ele me deu outro beijo.


- Eu senti muita saudade!- Falei o abraçando, eu ainda estava sentindo sua falta, era como se os abraços e beijos não eram suficientes.- Eu quero você Sasuke! Agora, neste quarto, nesta cama!- Falei o beijando.


Sasuke correspondeu meu beijo, ele me deitou na cama, ficando sobre mim, beijou novamente meus lábios e desceu para meu pescoço, só aquilo foi o suficiente para me deixar excitada, meu líbido me causava aquilo.


Ele beijou meus seios por cima do top, meu mamilo estumecido deixou uma leve elevação no tecido, Sasuke deu uma leve mordidinha no mesmo me arrancando um leve gemido, ele me olhou nos olhos com um sorriso malicioso nos lábios, aquilo me deixou em êxtase, que sorriso era aquele?.


Ele finalmente se livrou de meu sutiã, deixando meus seios a mostra, que por sinal, estavam um pouco maiores por conta do desenvolvimento das glândulas mamárias. Meu seio estava mais sensível por conta disso, então Sasuke deu alguns beijos em meus mamilos me arrancando suspiros. Ele deu um chupão em meus seios já deixando a marca avermelhada.


Sasuke se livrou de sua camisa, exibindo seu peitoral que aparentava estar mais musculoso, me vi mordendo o lábio com aquela visão, céus, ele estava muito gostoso.


Ele tirou minha calça e em seguida minha calcinha, me deixando totalmente despida para ele. Levantei um pouco, me apoiando nos cotovelos, Sasuke abriu minhas pernas, senti sua saliva entrar em contato com minha vagina, suspirei de prazer, logo Sasuke começou a estimular meu clitóris com sua gostosa e molhada língua, eu tentava me focar em controlar os gemidos, mas eu rebolava meu quadril implorando por mais.


- Ah!- Gemi ao sentir Sasuke me penetrar com um dedo enquanto estimulava meu clitóris com a língua.


Meu interior se contraiu e gozei na boca do Uchiha, que ao engolir, sorriu satisfeito com meu estado. Ele tirou sua calça e me atrevi a perguntar:


- Eu posso tentar?- Perguntei me referindo ao seu pênis.


- Não quero que se sinta forçada a fazer isso!- Ele disse, neguei, Sasuke se deitou ao meu lado na cama, ainda de cueca.


Me sentei em cima de seu membro, esfregava minha bunda e vagina naquela parte. Seu pênis aos poucos foi ganhando volume, me estimulava esfregando meu clitóris no volume.


- Ah Sakura!- Ele gemeu ao sentir seu pênis ficar úmido com meu lubrificante natural, que por conta da minha excitação molhou sua cueca e umedeceu seu pênis.- Eu gosto muito disso!- Ele disse se referindo ao meu ato. Abaixei sua cueca, a tirando e jogando em qualquer lugar do quarto. O seu pênis saltou para fora, por impulso o peguei pela base, Sasuke suspirou.


- O que eu faço?- Perguntei sem saber realmente o que fazer.


- Faz um movimento vai e vem!- Ele disse, obedeci.- Isso Sakura!- Ele disse com os olhos fechados, acelerei, ele estava com seus lábios entre abertos, beijei sua glande.- Ah!- Ele gemeu, não pude impedir um sorriso vitorioso. Coloquei em minha boca sua glande e a suguei, Sasuke apertou o lençol de sua cama. Tentei enfiar o máximo de seu pênis em minha boca, mas como não conseguia, massageei suas bolas enquanto chupava até a metade de seu pênis.- Ah Sakura! Não para!- Falei acelerando os movimentos, logo Sasuke ejaculou, me senti na necessidade de perguntar se engolia ou cuspia, então engoli seu esperma, Sasuke parecia exausto.- Que boquinha maravilhosa Sakura!- Ele disse me beijando. Sasuke se colocou em cima de mim.- Se doer! Me fale!- Ele parecia preocupado, estava com medo de me causar um aborto. Assenti.


Sasuke massageou a glande de seu pênis, liberando seu pré gozo em sua mão, ele umedeceu minha vagina com aquilo e em seguida foi adentrando lentamente minha entrada. Senti um pouco de dor, mas logo me acostumei, Sasuke aumentava a velocidade das investidas, eu tentava controlar meus gemidos, mas estava ficando difícil.


- Ah! Ah! Owwn!- Gemi, Sasuke apoiou suas mãos na cabeceira da cama que estava batendo na parede causando alguns barulhos.- Sasuke! M-Mais!- Estava implorando por mais.


Assim que atingi meu àpice, Sasuke mandou eu ficar de quatro, obedeci, ele logo me penetrou, seu suor se misturava com o meu ao pingar em minhas costas.


- Ah!- Recebi um tapa em minha bunda, aquilo foi me deixando em êxtase, logo Sasuke ejaculou em meu interior me causando outro orgasmo.


Ficamos parados naquela posição até que nossas respirações se acalmasse. Sasuke deu um beijo em minha lombar retirando seu pênis de minha vagina. Me deitei na cama junto de Sasuke que não parecia cansado, ele não parava de fitar meu ventre.


- Que nome vamos dar?- Ele disse deitando de lado apoiando sua cabeça em sua mão.


- Um dia, conversando com seu pai, ele disse que gostava dos nomes Sarada e Sageki, eu gostei deles!- Falei me deitando de lado.


- Oi Sarada ou Sageki!- Sasuke disse afinando sua voz depositando um beijo em minha barriga, não pude impedir de rir. Sasuke encostou a orelha como se quisesse ouvir algo.- Chutou!- Ele disse acariciando meu ventre.- Boa noite meu filho! Nós te amamos!- Ele beijou minha barriga e em seguida me deu um selinho, Sasuke cobriu nossos corpos com o lençol e me abraçou, me fazendo cair no sono facilmente.







[...]


Notas Finais


Uhuuuul! 💚

Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...