História The Human and Werewolf - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Allison Argent, Chris Argent, Cora Hale, Corey Bryant, Danny Mahealani, Derek Hale, Erica Reyes, Ethan, Isaac Lahey, Jackson Whittemore, Kate Argent, Kira Yukimura, Laura Hale, Liam Dunbar, Lydia Martin, Malia Tate, Mason Hewitt, Melissa McCall, Paige, Personagens Originais, Peter Hale, Scott McCall, Sheriff John Stilinski, Stiles Stilinski, Theo Raeken, Vernon Boyd
Tags Allydia, Berica, Dethan, Malira, Sciam, Scisaac, Sterek, Voiles
Exibições 85
Palavras 1.361
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: FemmeSlash, Hentai, Lemon, Mistério, Orange, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 3 - Assassinatos


Fanfic / Fanfiction The Human and Werewolf - Capítulo 3 - Assassinatos

Malia Pov. 


Tentei levantar, mas a dor que eu estava sentindo era imensa, olhei pro lado e vi Kate pendurada de cabeça para baixo. 

— Finalmente acordou, achei que você iria dormir para sempre — Falou Kate já reclamando. 


— A quanto tempo eu to aqui? 


— Na verdade nós estamos. 


— Fala logo. 


— Acho que umas 8 horas e seu ficou tocando a 1 hora e quando eu finalmente consegui pegar duas pedras, pra acertar o seu celular, acertei, mas só deu certo na segunda vez.  


— Quebrou meu telefone? E o que aconteceu com a primeira vez? 


— Sem querer acertei sua cabeça. 


— Então deve ser por isso que eu to com uma dor de cabeça horrível. 


— Foi sem querer tá bom? 


— Tá... Mas como é que eu vou sair daqui? 


— Saindo. 


— Se você não percebeu eu to pregada no chão é impossível eu conseguir me soltar. 


— Tenta pelo menos. 


— Eu não consigo. 


— Se você não conseguir se soltar, nunca mais vai ver a Kira e nem tocar no corpinho chinês dela. 


— Ela é japonesa. 


— Que seja, se você quiser ver o corpinho coreano dela precisa sair daí. 


Todo momento fiquei pensando na Kira, eu não podia deixá-la sozinha, comecei a me mecher, a dor era insuportável, me levantei e finalmente consegui me soltar dos pregos e depois desci a Kate, e logo percebi que foi uma péssima idéia, Kate estava totalmente descabelada e com o batom borrado. 


— Então como é que eu to? — Kate. 


— Ta normal. 


— Sério? 


— Sim. 


— Até quando sou bombardeada fico perfeita. 


— Vamos sair daqui, quero ir pra casa. 


— Mas e o símbolo e os espinhos. 


— Não deve ser nada, vamos logo antes que apareçam facas ou estrelas ninjas. 


— Ou coisa pior. 


— Então vamos logo. 


— Vamos. 


Kate pegou o carro e fomos embora. 


— E agora? — Kate. 


— E agora o quê? 


— Vamos falar pro Scott? 


— Por quê? 


— Porque nós somos uma alcateia? 


— Somos uma alcateia bizarra. 


— Qual é, eu sou uma jaguar, você uma coiote, Stiles é humano, Lydia uma banshee, Jackson um kanima, Scott, Liam e Isaac lobisomens e Allison uma caçadora, somos um pack fodão. 


— E quem disse que você faz parte? 


— Eu disse, acha que eu não mereço? Eu salvei todo mundo da caçadora. 


— Ela nem morreu, se ela morresse seria tudo mais fácil, mas não, aquela vaca é imortal esqueceu? 


— Tivemos sorte de... 


— De? 


— Será que foi ela? 


— Não, Theo falou que ela ainda ta no Brasil. 


— Então estamos ferradas. 


— Que seja, agora me leva pra casa, eu quero ver a Kira. 


— Vai ficar com a coreana né? 


— Ela é japonesa. 


— Que seja. 


— Kate? 


— Fala. 


— Lembra de quando eu falei que seu cabelo tava normal? 


— Sim. 


— Então ele ta... 


— MALIAAAAA EU VOU TE MATAR. 


Stiles Pov. 


Putz grila, eu to ferrado, nesse momento Cora está atrás de mim, tentando me convencer a chamar o Derek pra sair. 


— Vai Stiles, por favor. 


— Pela milésima vez... Não. 


— Por favor. 


— Eu já disse não, só porque você é minha amiga, eu não vou fazer isso, Derek namorou por dois anos a maior vadia da história da humanidade e sem querer ofender mas já ofendendo, sua família é problemática. 


— Ei da pra não falar da minha família? 


— Não. 


— Eu poderia te matar sabia? 


— Sem ofensas mas você é uma garota e eu sou mais forte que você. 


— Não é nada. 


— Eu vou te bater. 


— Então anda logo. 


— Eu estava brincando, eu não posso bater em uma garota, é crime sabia. 


— Stiles, deixa de ser galinha e anda logo. 


— Então se eu te acertar, você me desculpa? 


— Anda logo. 


Quando tentei acertar o rosto de Cora, por incrível que pareça ela rapidamente desviou-se, pegou meu braço e me prendeu contra a parede. 


— Aí, essa doeu de verdade — Reclamei. 


— Eu falei que iria doer. 


— Onde você aprendeu a lutar? 


— Vai por mim, nem queira saber. 


— Você é humana? 


— Talvez sim... Talvez não. 


— Hã? 


— Nada imagina. 


— Ela não é humana — Olhei pro lado e vi Jackson na entrando no quarto. 


— Hã? — Perguntei. 


— Ela é que nem o Scott — Jackson. 


— Ta me dizendo que ela tem licantropia? 


— Sim — Jackson. 


— Cora isso é verdade? 


— É. 


— Mas que mulher é essa Deus? Sabe o quanto de dor eu to sentindo? 


— Foi mal, eu sinto muito. 


— O irmão dela também é um lobisomem — Jackson. 


— Mas que família é essa? A vaca pistoleira da Paige era o quê? 


— Graças a deus, nada. 


— Aleluia, pelo menos uma notícia boa, só mais uma pergunta, seu irmão ainda ta solteiro? 


— Stiles? — Jackson. 


— O que foi? 


— Se esqueceu de mim? — Jackson. 


— Eu vi o vídeo. 


— Que vídeo? — Jackson. 


— Aquele vídeo Jackson. 


— Stiles, por favor não me culpa, era natal e eu nunca tinha bebido cerveja misturada com qualquer outro tipo de bebida alcoólica. 


— Pera aí, que vídeo é esse? 


— De que vídeo você ta falando? — Jackson. 


— Do vídeo que você ta beijando o Theo. 


— Ainda bem — Jackson. 


— Eu já vou indo, tchau — Cora. 


— Como assim ainda bem, primeiro você fica comigo e depois fica com o cara que ta vigiando uma caçadora psicopata que pelo menos a um ano atrás tentou me matar queimado, e sem contar que o Theo também tentou me matar. 


— Não vem me culpar, se foi você que me traiu com um cara desconhecido. 


— Eu já falei, que não fui eu, e para de ser chato. 


— Eu apenas estou farto de ser enganado. 


— Eu já falei, que não te trai. 


— Você é um mentiroso. 


— Não Jackson, você é que é um mentiroso, você me traiu com o Theo. 


— Então quer dizer que você é a vítima e eu sou o vilão? 


— Vai embora Jackson, sai daqui agora. 


— Não precisa pedir duas vezes, porque a última coisa que eu quero é olhar pra sua cara. 


Depois que Jackson saiu, me joguei na cama e fiquei pensando em quem seria esse desconhecido que havia me enviado aquela mensagem. 


Kira Pov. 


Estava tentando ligar para Malia, mas ela não estava atendendo, tentei ligar pro Scott, que logo atendeu. 


Chamada On. 


Kira: Scott? 


Scott: Que foi? 


Kira: Onde você ta? 


Scott: Atrás de você. 


Chamada Off


Olhei para trás e quase acertei um soco na cara do Scott. 

— Por que me ligou? 


— Porque eu achei 26 corpos  pendurados no teto da igreja e o que você ta fazendo aquí?


— Eu vim atrás do Liam, ele ta com raiva de mim por ter esquecido o nosso aniversário de namoro. 


— Você é um péssimo namorado. 


— Obrigado, por fazer tudo ficar pior na minha vida, e os corpos? 


— Alguns estão sem algumas partes do corpo e outros... 


— E outros? 


— Estavam vivos, mas não conseguiram aguentar e morreram. 


— Mas quem ta fazendo isso? 


— Todo mundo ta se perguntando isso e... — Senti meu celular vibrando e logo vi que era uma mensagem da Malia. 


Estou com a Kate, chame o Scott e venham para mansão antiga da minha  família. 


— Que foi? 


— A Malia, me enviou uma mensagem falando que é pra gente encontrar ela agora na mansão. 


— Ela falou o motivo? 


— Só falou que era pra gente ir pra lá. 


— Então vamos. 


Subi na moto do Scott e fomos até a mansão. Quando chegamos, vimos Stiles, Allison, Lydia, Malia, Kate, Jackson, Derek, Talia e Cora. 


— Chegamos, por que nos chamou aqui? 


— Já olhou pro telhado da casa. 


Quando olhamos pro telhado, vimos varias pessoas penduradas em estacas e algumas apenas presas com correntes e com flechas atravessadas na cabeça. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...