História The hunter of dark - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail, Naruto
Personagens Acnologia, Alzack, Aquarius, Bickslow, Bisca Connell, Cana Alberona, Câncer, Capricórnio, Charlie, Crux (Kurukkusu), Droy, Elfman Strauss, Erza Scarlet, Evergreen, Freed Justine, Frosch, Gemini, Gildartz, Grandeeney, Grandine, Gray Fullbuster, Happy, Igneel, Ivan Dreyar, Jellal Fernandes, Jet, Juvia Lockser, Laxus Dreyar, Levy McGarden, Libra, Loki, Lucy Heartfilia, Lyra, Macao Conbolt, Makarov Dreyar, Mavis Vermilion, Meredy, Metallicana, Millianna, Mirajane Strauss, Naruto Uzumaki, Natsu Dragneel, Nikora "Plue", Pantherlily, Personagens Originais, Pisces, Rogue Cheney, Romeo Conbolt, Scorpio, Sherry Blendy, Sting Eucliffe, Taurus, Ultear Milkovich, Virgo, Wanaba, Wendy Marvell, Zeref
Tags Crossover, Fairy Tail, Naruto, Naruto Dark, Universo Alternativo
Exibições 330
Palavras 2.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção, Harem, Hentai, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa a demora.

Boa leitura.

Capítulo 27 - Um conselho.


Magnólia estava muito agitada, e não era para menos, todos estavam se preparando para o Fantasia, um grande festival que acontecia uma vez no ano. Aquele sem dúvidas era um grande evento, mas a grande atração sem dúvidas ficam nas mãos da Fairy Tail, que iriam ser a atração principal do festival com um desfile de todos os magos, cada um mostrando sua magia. Lucy andava pela cidade junto de Garjeel, Natsu, Erza e Levy, estavam voltando da biblioteca pública, onde Levy tinham doado vários livros a qual a azulada não queria mais.

- Obrigado pela ajuda, eu iria levar dias para levar tudo sozinha. Disse Levy.

- Não precisa agradecer, amigos são pra essas coisas. Disse Lucy sorrindo.

- Quem mandou ser nanica. Disse Garjeel.

- Minha altura está ótima pra minha idade, você que é um brutamonte.  Disse Levy irritada.

- Não vamos brigar, hoje tem que ser um dia feliz.  Disse Lucy ficando entre os dois. 

- A Lucy está certa, hoje tem que ser um dia feliz. Disse Erza.

- Irá participar do desfile Erza? Perguntou Gray.

- Sim, preciso me distrair um pouco. Disse Erza.

- Ainda pensando naquele assunto? Perguntou Lucy.

- Sim, nem dormir direito a noite eu consigo, preciso muito saber mais sobre ela. Disse Erza.

- Se tivéssemos ido atrás dele já tínhamos achado ele. Disse Natsu.

- E por onde nós iríamos procurar ele seu cabeça de fósforo? Perguntou Gray.

- Nós iríamos dar um jeito. Disse Natsu.

- Por hora não temos nada que nos leve a ele, aquele vordex negro que ele e os outros usa para viajar entre os lugares nos impede de o localizar pelo cheiro. Disse Garjeel.

- Ele é esperto, sabe que dessa forma chega a ser impossível o localizar. Mesmo com um poder gigantesco, nunca o encontraram. Disse Levy.

Do nada Garjeel e Natsu pararam de andar, como se tivessem encontrado algo importante através do olfato, os dois sabiam que aquele cheiro era familiar, porém era indiscutível que ele pertencia a um Dragon Slayer. Sem perder tempo os dois foram na direção de onde aquele cheiro vinha, deixando todos confusos, mas não demoraram muito para seguirem aqueles dois, pois sabiam que podia ser confusão na certa, e a Fairy Tail não precisava de mais problemas. Depois de um certo tempo correndo atrás dos dois viram o que tinha chamado a atenção deles, uma garota de cabelos verdes vivo estava saindo de uma biblioteca, mesmo que tivessem visto ela uma vez, se lembravam bem de quem ela é.

- O que faz por aqui Mary? Perguntou Natsu.

- Estou aqui para comprar alguns livros para estudar. Disse Mary.

- Você ainda estuda? Perguntou Garjeel.

- O Naruto quer que eu aprenda tudo sobre a história da magia, ao menos agora como uma general dele eu não fico o tempo todo estudando. Disse Mary.

- Olha quem vocês acharam. Disse Lucy.

- Só avisando que não quero confusão, estou apenas de passagem. DisseMary.

- Também não queremos briga, só estamos surpresos de ver você sozinha aqui. Disse Gray.

- Eu não estou sozinha. Disse Mary.

- Aqui está Mary, como eu disse, os livros aqui são mais baratos, mesmo que o Naruto lhe se uma boa quantidade em dinheiro, você tem que aprender a economizar. Disse Logan saindo da biblioteca.

- Logan. Disse Lucy.

- Ola fadas. Disse Logan.

- Está tudo bem, eles disseram que não querem lutar. Disse Mary.

- Eu até acreditaria, se não estivéssemos falando de uma guida que só se mete em problemas. Disse Logan.

- E pelo de nossos últimos encontros não terem sido muito agradáveis. Disse Mary.

- A culpa não é nossa se vocês seguem um assassino. Disse Gray.

- O que vocês fazem é errado. Disse Levy. 

- Tudo é uma questão de ponto de vista, mas se vocês não querem confusão, está claro que a carta que Lina Sama deixou para você falava da existência de Jasmine. Disse Logan.

Todos estavam surpresos, não podiam acreditar que Logan tinha achado a resposta de forma tão rápida, sem dúvidas Naruto tinha magos brilhantes sob seu comando. Mas de todos os magos da Fairy Tail, Erza era que estava mais surpresa, não era normal magos tão jovens terem uma forma de pensar tão avançada, o que mostrava que Naruto tinha os preparado muito bem para todas as ocasiões, talvez eles pudessem a ajudar. Mas era difícil, eles eram muito leais a Naruto, mas ela tinha que tentar, precisava conhecer Jasmine.

- Por mais que eu não goste do que ele faz, Naruto é o pai da única parente viva que eu tenho. Disse Erza.

- Entendo. Disse Logan.

- Irão ficar para o festival? Perguntou Natsu.

- Então é para isso que estão arrumado a cidade. Disse Logan.

- Nós podemos ficar? Perguntou Mary.

- Não, ainda tenho minha missão a cumprir depois de te deixar em casa. Disse Logan.

- Logan podemos conversar em particular? Perguntou Erza.

- Dependendo do assunto, sim. Disse Logan.

- É importante, e não se preocupe, não tomarei muito de seu tempo. Disse Erza.

- Ainda tenho que ajudar a Mary com as compras. Disse Logan.

- Deixa com a gente, conheço todas as bibliotecas da cidade, e a Lucy conhece muitas lojas. Disse Levy.

- E o que me garante que não irão tentar fazer nada? Perguntou Logan.

- Não se preocupa Logan, eles não podem comigo. Disse Mary.

- Por mais que eu não queira admitir, isso é verdade. Disse Gray.

- Sendo assim tudo bem. Disse Logan.

Os outros levaram Mary para outras lojas, deixando Erza e Logan sozinhos, a ruiva apenas pediu para que Logan o seguisse, por onde passavam chamavam a atenção, algumas até mesmo saiam do caminho dos dois, até porque Logan não fazia a mínima questão de ser amigável, apenas seu olhar era o suficiente para espantar qualquer pessoa. Isso não passou despercebido por Erza, ela sabia bem que sempre tinha algum motivo para alguém ser hostil com os outros, mas isso não lhe dizia respeito. Não levaram muito tempo para chegar em uma padaria, os dois se dirigiam para a mesa mais afastada, para não serem incomodados.

- Espero que não se importe, esse lugar vende o melhor bolo de morango da cidade. Disse Erza.

- Por mim tanto faz. Disse Logan.

- Boa tarde Erza, irá querer o de sempre? Perguntou uma garçonete.

- Sim obrigado. Disse Erza.

- E você garotinho, irá querer alguma coisa? Perguntou a garçonete.

- Um bolo de chocolate, e por favor coloque bastante cobertura. Disse Logan.

- Certo. Disse a garçonete se retirando.

- E então, o que quer? Perguntou Logan.

- Tem algumas coisas que eu preciso saber. Disse Erza.

- Dependendo do que for, eu posso lhe ajudar. Disse Logan.

- A Jasmine, ainda está viva? Perguntou Erza.

- Sim, ela atualmente está com dois anos, é uma garota bastante esperta. É uma mistura dos dois, ela tem os cabelos ruivos como os dá mãe, mas os olhos são iguais os de Naruto. Disse Logan.

- Bem, eu nunca vi como os olhos dele realmente são. Ela ainda vive com o Naruto? Perguntou Erza.

- Sim, ela ainda vive com Naruto, ele a deixa aos cuidados de uma pessoa de confiança quando precisa sair. Disse Logan.

- Aqui estão seus pedidos. Disse a garçonete.

- Obrigado. Disse Erza.

- Se precisarem de alguma coisa é só chamar. Disse a garçonete se retirando.

- O eu posso fazer para ver ela? Perguntou Erza.

- Isso depende de Naruto, ele não confia nem mesmo a nós a vida dela. Disse Logan.

- Mas eu tenho o direito de ver ela. Disse Erza.

- Essa decisão cabe ao Naruto, não a você. Disse Logan.

- Mas ela é a única família que eu tenho, você consegue entender isso? Perguntou Erza.

- Não, eu não consigo entender, para mim família é apenas uma palavra. Disse Logan.

- E quanto aos seus amigos? Perguntou Erza.

- Somos companheiros, lutamos por uma causa em comum e passamos por situações semelhantes, mas não somos amigos. Disse Logan.

- Por que você pensa assim? Perguntou Erza.

- Simples Erza, eu não sei o que é amor, minha família tentava me matar desde o dia que eu nasci. Disse Logan dando uma garfada em seu bolo.

- Sua família tenta matar você desde que você nasceu? Perguntou Erza horrorizada.

- Minha mãe foi estuprada por um demônio, foi esse ato que a fez ficar grávida de mim. Ela me odeia desde o dia que eu nasci, eu vivi assim até meus sete anos, quando eu fugi. Disse Logan.

- Eu sinto muito. Disse Erza de cabeça baixa. 

- Não sinta, pois nada disso importa, eu sou metade demônio, sou praticamente imortal, e Naruto me ensinou a usar esse poder. Disse Logan.

- Você teve alguma notícia de sua mãe desde que você fugiu? Perguntou Erza.

- Não, e para o bem dela é melhor que eu não tenha. Eu tenho uma bala reservada especialmente para ela, e no dia que ela aparecer na minha frente outra vez eu meter ela bem no meio de sua testa, mas eu vou torturar ela antes disso, só pra ela sentir tudo o que eu sentia. Disse Logan.

Depois disso os dois comeram em silêncio, Erza chocada, não pelas palavras terríveis de Logan e pelo fato dele lhe contar como iria matar a própria mãe, mas sim pela frieza que havia nelas. Era como se Logan não tivesse sentimentos, aquilo fez o coração de Erza doer, ver alguém tão jovem perdido em meio as trevas, cego pelo ódio e pela dor. Mas ela sabia que não podia fazer nada por ele, Erza conhecia bem a solidão, sabia que ela era algo que consumia a pessoa aos poucos, e Logan tinha abraçado a solidão, para ele nada importava, pessoas assim não pensavam em mais nada a não ser aquilo que tinham que fazer. Depois de terminar de comer, Logan deixou uma quantia considerável na mesa e saiu, Erza apenas o seguiu, sabia que Logan não tinha gostado daquela conversa.

- Logan espere. Disse Erza.

- Pensei que nossa conversa tinha acabado. Disse Logan.

- Me desculpe se te fiz lembrar de algo ruim. Disse Erza.

- Não precisa se desculpar, como eu disse, para mim nada disso importa. Disse Logan.

- Você vai me ajudar com relação a Jasmine? Perguntou Erza.

- Não será necessário, Naruto não irá negar seu direito de conhecer ela. Porém terá que esperar, ao menos até algumas coisas serem resolvidas. Disse Logan.

- E isso vai demorar? Perguntou Erza.

- Sim, e apenas um conselho. Tome cuidado com aqueles que estão a sua volta, não duvido que eles tentem prejudicar Naruto através de Jasmine. Disse Logan.

- A Fairy Tail não é assim. Disse Erza.

- O ser humano é imprevisível, ainda mais levando em conta tudo o que aconteceu entre nós. Disse Logan.

- Entendo, irei ficar de olho. Disse Erza.

- Eu tenho que ir, estou atrasado para minha missão. Diga a Mary que eu venho buscar ela a noite depois do festival. Nem pensem em fazer algo contra ela, caso façam Naruto virá pessoalmente falar com vocês. Disse Logan.

- Vou cuidar dela. Disse Erza.

- Não se preocupe, de todos nós ela é a mais amigável. Disse Logan sumindo em um vordex negro.

Erza estava estava pensativa, sabia que Logan estava certo, ela mesma ainda guardava um certo rancor por Naruto, mas nunca seria capaz de fazer mal a uma criança. Mas precisava ficar atenta, muitos de seus amigos odiavam Naruto, e pessoas cegas pelo ódio eram capazes de tudo, ela iria observar seus companheiros, para ver  quais ela poderia confiar para se aproximar de Jasmine. Erza apenas voltou para a guida, tinha muito o que pensar, mas deixaria isso para depois, precisava focar no grande festival, viu que seus companheiros estavam junto de Mary na entrada da guida.

- Cadê o Logan? Perguntou Mary.

- Ele fui cumprir sua missão, mas disse que a noite depois do festival ele vem lhe buscar. Disse Erza.

- Sendo assim tudo bem. Disse Mary sorrindo.

- Vamos para a guida, estão todos se preparando para o desfile. Disse Levy.

- Irei ajudar vocês, como uma forma de retribuir o favor que me fizeram. Disse Mary.

"Naruto... Será que você é mesmo esse demônio que todos temem." Disse Erza em seus pensamentos.


Notas Finais


A próxima a ser atualizada é a Uma nova vida.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...