História The idiot who took my heart - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Justin Bieber
Tags Ariana Grande, Justin Bieber
Exibições 16
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Esporte, Lemon, Orange, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


2;

N liguem para os erros e boa leitura a todos ~

Capítulo 2 - 2


 JUSTIN B.

 Como cheguei atrasado recebi um sermão do Noam, mas logo ele se acalmou e disse para mim nunca repetir esse meu erro, mas depois do furacão Noam, veio meu amigo Mars pedir explicações.

—Justin, você esqueceu dá nossa reunião, por acaso?

—Não, é que a sra. Blant, mandou eu ir cumprimentar a nova atendente do setor 9. Me desculpa, Mars.

—Você se refere a... Ariana?

—Sim, você já a cumprimentou?

—Sim, mas ela é muito desanimada, que dizer eu fiquei desanimado apenas estado ao lado dela.

—Você, desanimado ao lado de uma pessoa, tipo...você?!

—Calma, cara. E sim, ela me deixou desanimado, mas ela é muito bonita...

—Sim, ela era a minh... 

—Como? 

—Nada não, han, a Taylor que te ver.

—Ok, vou indo lá, vê se não esquece que amanhã temos que visitar o sr. Wu!

—Tá, tá.

  Acompanhei Bruno até a saída da minha sala, e fiquei olhando o mesmo ir embora, assim que ele virou o corredor, entrei correndo na minha sala, tranquei a porta.

—Ariana... só tem uma Ariana que eu conheço, então só pode ser ela, o Bruno também disse que essa tal atendente deixa as pessoas com desanimo, então só pode ser ela...

 Estava falando coisas completamente desnecessário para mim mesmo, e junto a ela vieram perguntas, dúvidas, interrogação, etc. Não pode ter duas Arianas em New York, com o mesmo rosto, com o mesmo olhar, com a mesma beleza... então só pode ser ela. Sim, ela... apontei para a porta do meu escritório, assim que apontei, a mesma foi aberta revelando ela... a garota que roubou os meus sonhos, para em troca me dar olheiras na adolescência.

—Desculpa...

—N-Não tudo bem, mas como você conseguiu abrir a porta? 

 A mesma me mostrou um chaveiro com todas as chaves, sorri sem jeito para ela, mas ela apenas ingnorou meu sorriso para se aproximar de mim e me entregar uma pasta azul. Olhei sem entender para Ariana, será que ela não me reconheceu? É óbvio que não, eu era o excluído no escola, não tem como ela...

—Por acaso...

 Sim! Sim!

—Você sabe onde é a cafeteria, sr... sr... Bieber?

 Não com certeza ela não lembra de mim.

—Han, sabe aquela última porta à esquerda, então ela é onde o nosso lugar de passar o tempo, lá você encontra café, suco, entre outras coisas. 

—Ah, sim. Obrigado.

—De nada.

 Olhei para aquela linda mulher que se retirava da minha sala, que nunca me notou, que apenas não ira me notar agora. Droga, ela continua a mesma de sempre! Ou ela pode ter mudado, mas não gosta de mostrar seu outro lado para as pessoas! Não ela, não Ariana Grande, a pessoa que mais gostava de falar "Foda-se" para o mundo.

—Ela não mudou nada, apenas ficou mais linda do que já era.

—Obrigada.

 Olhei para o lado, e dei de cara com Nicki ao meu lado, me olhando com aqueles olhos enormes. Confesso me assustei um pouco, ainda mais com ela piscando rapidamente, esses cílios enormes sempre me assustam.

—Então de quem falava?

—Da minha mãe, oras, de quem mais eu poderia estar falando. 

—JB, você não serve para mentir, então quem é a menina da vez? 

—E sequer já teve, "vez"?

—Ela de novo? 

—Quando não é ela? Ainda mais agora.

—Ela mudou, e muito! Ela cresceu.

—Nossa, que diferença. 

 Assim que debochei das falas de Nicki, recebi um "leve" tapa da mesma, a olhei sem entender, mas acabei por receber o olhar do "Você mereceu". Nicki, uma ótima amiga, e também ótima no sermão, ela sempre soube o que eu sentia e sinto por Ariana, ainda mais porque nós eramos grudados na escola, quem a vê hoje não tem noção da nerd que ela era antes, mas depois desses anos passados, o corpo dela mudou, como se de flauta fosse para violão, ela também tem as perucas mais invejadas pelas mulheres...e sua personalidade é difícil, mas quem a conehce sabe que debaixo dessas camadas de limão, existe uma docê amora.

—Ela veio aqui?

—Sim, ela me entregou essa pasta aqui.

—Ela te reconheceu?

—Não, acho que eu continuo o mesmo loiro excluído de sempre.

—Moleque, tu é cego? Olha o seu corpo, olha o seu rosto, JB você mudou, e foi para melhor. Porque né, antigamente você era um bab...

—Eu já entendi!

—Então vamos?

—Aonde? 

—Falar com ela, né fí.

—Como o Drake te aguenta, mesmo?

—Eu sou um amor de pessoa, por isso que ele me aguenta, agora vamos!

 Antes que eu dissesse algo, fui arrastado por Nicki, ela estava indo em direção a sala em que passamos tempo, onde com certeza o meu "ex" amor deve estar. A mesma abriu a porta, mas em vez de Ariana, acabamos por ver a Bebe R. e o Drake se pegando, olhei em desespero para Nicki, a mesma estava pasma.

—Nini, calma, nós apenas...

—O que você estava fazendo com essa Va...

 A mesma foi atrapalhada pela sra. Blant, agora quem ficou pasmo fui eu.

—O que vocês acham que essa empresa é? Algum baile funk, ou coisa do tipo!

—Desculpa sra. Blant.

—Eu...

—Nós...

—Eles...

—VENHAM AGORA PARA MINHA SALA!

 Falou a mesma com sua aparecia avermelhada, antes dela se retirar da sala a mesma resolveu como me escolhe como a vítima da vez, sempre que isso acontecia minha orelha ficava completamente vermelha, pelo aperto da mão da sra. Blant nela. É minha chefe não era uma das melhores pessoa, para você deixar brava, ou irrita. A seguimos até sua sala, eu fui mais foi arrastado pelo puxão de orelha que eu levava, todos do nosso setor e de outros setores estavam olhando para nós, mas eu não liguei para os outros, assim que vi ela , e por todos os milagres ela estava sorrindo...

 ELA SORRIU! Não achei que viria isso novamente, já que a única que a vi sorrir foi em 2006. Como alguém tão linda podia esconder algo que a deixava mais linda ainda? 

 Essa Ariana, a dona do sorriso perfeito, a dona que mexe com os meus pensamentos, e também a dona que nunca ira me notar...

-----000-----000---

 A.G

 Esse sr. Bieber, é realmente muito bobo, mas chega até ser fofo.


Notas Finais


Até o próximo cap
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...